Nem todo mundo precisa de smartphones superavançados. Geralmente, esses aparelhos pesam mais no bolso. Mas não quer dizer também que um modelo mais em conta não possa trazer qualidade e recursos. Por isso, para te ajudar a escolher um celular bom e barato, preparamos uma lista com alguns dos melhores modelos para comprar em 2021.

Selecionamos opções de celular bom e barato até R$ 1.200, mas dependendo de quando você estiver lendo essa lista, alguns valores podem ter sofrido alterações. Vale ressaltar que, ainda que alguns modelos ultrapassem um pouquinho orçamento, às vezes compensa você economizar o valor extra e pegar um smartphone melhor.

Para nossa lista de celular bom e barato 2021, selecionamos smartphones de marcas populares aqui no Brasil. Temos opções da Samsung, Xiaomi e Motorola, que já são referência entre os consumidores. Vamos atualizar essa publicação ao longo do ano para que você não perca nenhum lançamento.

Como escolher um celular barato e bom?

Antes de sair procurando o melhor entre os celulares bons e baratos de 2021, é importante ficar atento a algumas questões relacionadas ao seu tipo de uso. Dessa forma, você garante que fará a melhor escolha, sem deixar de economizar.

No geral, os smartphones na faixa de preço de até R$ 1.200 são básicos. Eles normalmente são recomendados para tarefas do dia a dia. Dificilmente, esses modelos vão rodar jogos ou executar multitarefas com perfeição. Se você é do tipo de pessoa que passa muito tempo no smartphone, acessa diversos tipos de aplicativos e gosta de jogar com certa frequência, principalmente games pesados, é melhor investir em um intermediário. Modelos de celular com 4GB de RAM a 6GB de RAM e um processador mais potente podem ser ideais se esse for seu caso.

Outro ponto que vale destacar é o sistema operacional. Nessa faixa de preço, você vai encontrar apenas modelos que rodam Android. Por isso, se você está em busca de um iPhone, provavelmente vai ter que desembolsar um valor maior.

Além disso, na hora de escolher seu celular barato e bom, fique atento à bateria. Como têm hardware mais simples, que consome menos energia, esses smartphones costumam ter uma capacidade menor. De qualquer forma, tente optar por um modelo com, pelo menos, 3.000 mAh, para garantir que ele vai aguentar o dia todo em uso moderado.

Com relação à câmera, não é possível esperar tanto dessa faixa. Os modelos costumam ser bem simples nesse sentido. Eles geralmente produzem boas fotos apenas durante o dia.

Outra característica importante é a qualidade da tela. Nessa faixa de preço, é mais difícil encontrar modelos com resolução Full HD e painéis com tecnologia Super AMOLED, que tem cores mais vivas. Ainda assim, tente encontrar um celular bom e barato que tenha, pelo menos, qualidade HD+, para garantir uma melhor experiência ao assistir a filmes e séries.

Por fim, fique atento ao preço e tenha certeza de que o smartphone que você está escolhendo oferece as melhores especificações para aquele valor. Para isso, use as nossas ferramentas de monitoramento de preço. Acompanhe o histórico de preços e crie um alerta para ser avisado quando o produto estiver mais barato. A seguir, veja os melhores celulares bons e baratos de 2021.

Motorola Moto G20

Abrimos a lista de celulares baratos e bons com o Moto G20 por vários motivos. Para quem busca funções básicas em um celular e custo-benefício em 2021 é com ele mesmo. Gosta de fazer fotos e vídeos e postar nas redes sociais? O Moto G20 tem um conjunto de quatro câmeras na parte de trás, que é bastante versátil. O modelo deve entregar boas fotos principalmente durante o dia. Esse celular bom e barato também não decepciona nas selfies: a câmera frontal de 13MP dá conta do recado.

A tela de 6,5 polegadas Max tem resolução HD+ e taxa de atualização de 90 Hz, permitindo que o usuário veja vídeos com qualidade de imagem. O armazenamento interno é de 64 GB, mas se achar pouco, você pode usar um cartão MicroSD de até 256GB para aumentar essa capacidade. Este celular barato e bom também tem um processador octa-core e 4 GB de memória RAM, que suporta jogos mais leves.

Para completar, o aparelho é dual-chip, tem leitor de impressão digital e uma bateria de 5000 mAh, que pode durar cerca de 2 dias. O Moto G20 traz todos esses recursos por um valor inferior a R$ 1.100 reais.

Por que consideramos o Moto G20 um celular barato e bom?

  • Ótimo custo-benefício em 2021
  • Tela com taxa de atualização de 90 Hz
  • Conjunto versátil de câmera quádrupla

Samsung Galaxy A10s

Para quem busca um celular bom e barato, o Galaxy A10s é uma ótima opção. Com o processador Helio P22, ele é indicado para o uso de apps leves como WhatsApp, redes sociais, navegação na internet, entre outros. Como esse aparelho só tem 2 GB de memória RAM, não recomendamos que o usuário abra muitos apps simultaneamente.

Seu armazenamento interno é de 32 GB, mas é possível aumentar esse espaço com um cartão de memória adicional. O aparelho possui duas câmeras traseiras, com sensor principal de 13 MP. A câmera frontal é de 8 MP. A bateria tem 4.000 mAh, que entrega um dia de autonomia em uso moderado.

Por que consideramos o Samsung Galaxy A10s um celular bom e barato?

  • Tela com qualidade HD+ é uma boa opção para a faixa de preço
  • Bateria de 4.000 mAh deve ter boa autonomia
  • Câmera dupla de 13 MP consegue produzir fotos no modo retrato

Motorola Moto E7 Power

Mais uma opção de celular bom e barato da Motorola é o Moto E7 Power. Atualmente, ele pode ser encontrado por até R$ 700 em oferta, o que o torna uma referênia de celular com bom custo-benefício em 2021. Os recursos do modelo são semelhantes ao do Moto G0, mas em uma versão mais básica.

O celular barato e bom tem câmera traseira dupla, que faz fotos nítidas, principalmente, durante o dia. A câmera frontal de 5 MP produz boas selfies e a tela de 6,5 polegadas Max Vision conta com resolução HD+ reproduz vídeos com boa qualidade. Um ponto negativo deste smartphone é o armazenamento de 32 GB, mas isso pode ser contornado com um cartão microSD de até 1 TB para aumentar a capacidade.

Por outro lado, o processador octa-core e os 2 GB de memória RAM respondem rápido à navegação na Internet e reprodução de vídeos. Entretanto, esse não é um aparelho indicado para jogos. O celular bom e barato ainda tem bateria de 5.000 mAh, que dura por 2 dias, e leitor de impressão digital.

Por que consideramos o Moto E7 Power um telefone bom e barato?

  • Bateria com autonomia para dois dias de uso e carregamento rápido
  • Câmera dupla faz fotos com modo retrato
  • Leitor de impresões digitais

Motorola Moto E20

O Moto E20 é outra opção celular bom e barato da Motorola, com recursos satisfatórios para um usuário básico. O aparelho tem câmera traseira dupla e câmera frontal que faz boas selfies. Sua tela Max Vision de 6,5 polegadas permite visualização de vídeos com resolução HD+. Além disso, o processador octa-core torna o aparelho responsivo suficiente para alternar entre apps abertos.

A bateria de 4000 mAh promete até 40 horas de duração. O Moto E20 também conta com armazenamento interno de 32 GB e memória RAM de 2 GB, suficientes para um funcionamento eficaz em tarefas simples. O leitor de impressão digital é outro recurso desse celular barato e bom de 2021.

Por que colocamos o Moto E20 entre os celulares bons e baratos?

  • Bateria dura por quase dois dias de uso
  • Tela grande com resolução HD+
  • Câmera dupla traseira faz fotos com modo retrato

Redmi Note 9

O Redmi Note 9 oferece recursos avançados por um preço intermediário, por isso é um celular com bom custo-benefício de 2021. O modelo da Xiaomi tem câmera traseira quádrupla com resolução de 48 MP e câmera frontal de 13 MP. Recursos como câmera lenta também favorecem a gravação de vídeos.

A memória interna de 128 GB pode ser ampliada com cartão micro SD de até 512 GB. Já a memória RAM tem 4 GB, enquanto o processador é de ‎2 GHz, o que garante um funcionamento eficiente, inclusive para jogos. A tela de 6,5 polegadas tem boa definição, feita em LCD. Destaque também para a bateria, que aguenta até 2 dias sem recarga.

Por que consideramos o Redmi Note 9 um celular barato e bom?

  • Ótima bateria, com dois dias de autonomia
  • Tecnologia de reconhecimento facial
  • Tela com qualidade HD+
  • Conjunto versátil de câmera quádrupla
  • Opção com até 128 GB de armazenamento

Moto E7 Plus

Ainda entre os modelos de entrada, temos o Moto E7 Plus. Lançado em 2020, o celular bom e barato Motorola chega com uma câmera principal de 48 MP que tem tecnologia quad-pixel. Com esse recurso, o sensor fica quatro vezes mais sensível à luz, melhorando as fotos em ambientes com baixa iluminação graças ao modo "Night Vision".

O Moto E7 Plus usa o processador Snapdragon 460. É chip bom o suficiente para uso no dia a dia sem travamentos ou engasgos. Ao todo, são 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno, com espaço para cartão de memória. Outro ponto que o destaca entre os celulares bons e baratos é a bateria de 5.000 mAh que, de acordo com a Motorola, dura até dois dias.

Por que o Moto E7 Plus está na nossa lista de celulares baratos e bons?

  • Memória RAM de 4 GB garante bom desempenho em tarefas do dia a dia
  • Armazenamento interno de 64 GB
  • Conjunto de câmera dupla com 48 MP
  • Bateria de 5.000 mAh que dura até dois dias

Moto G9 Play

O Moto G9 Play é o modelo básico da linha Moto G9, já conhecida pelos fãs da Motorola. Esse celular bom e barato 2021 possui tela de 6,5 polegadas e resolução HD+, já esperada em um aparelho dessa categoria. A proporção 20:9 o deixa mais esticado, tornando-o mais confortável para segurar e assistir vídeos.

Seu processador é o Snapdragon 662 que, junto aos 4 GB de memória RAM, tem bom desempenho. A memória interna de 64 GB deverá ser o suficiente para grande parte dos usuários, mas ainda é possível aumentar o espaço de armazenamento com um cartão de memória, o que é um destaque para um celular mais em conta.

Entre os celulares bons e baratos, o principai ponto positivo fica para o conjunto triplo de câmeras, cuja principal tem 48 MP e tecnologia quad-pixel, que torna o sensor quatro vezes mais sensível à luz. Além disso, o G9 Play possui bateria de 5.000 mAh, com suporte ao carregamento rápido.

Por que o Moto G9 Play está na nossa lista de celulares baratos e bons?

  • Câmera tripla de 48 MP com tecnologia quad-pixel
  • Bateria de 5.000 mAh com carregamento rápido
  • Processador Snapdragon 662 e 4 GB de RAM garantem bom desempenho
  • Tela com proporção 20:9, mais confortável para ver vídeos

Moto G8 Power Lite

A versão mais "humilde" do Moto G8 Power continua sendo uma opção de telefone bom e barato em 2021. Ele se destaca pela bateria: são 5.000 mAh, cuja autonomia pode chegar a dois dias sem muito esforço, de acordo com a fabricante. O Moto G8 Power Lite também tem suporte ao carregamento turbo.

O restante do seu conjunto é de um telefone intermediário básico. Seu processador é o Snapdragon Helio P35, e os 4 GB de memória RAM disponíveis fazem com que o aparelho tenha bom desempenho, principalmente, em tarefas básicas. Ainda assim, esse é um celular barato e bom para jogos mais leves.

O Moto G8 Power Lite tem 64 GB de armazenamento interno conjunto triplo de câmeras traseiras, mas é esperado que elas produzam fotos do nível "mediano", já que não é o foco do aparelho entregar imagens ao nível profissional.

Por que consideramos o Moto G8 Power Lite um smartphone bom e barato?

  • Bateria de 5.000 mAh com duração para dois dias de uso
  • 4GB de RAM garantem bom desempenho no dia a dia

Moto G10

O Moto G10 é o modelo mais simples da nova geração da linha Moto G. Ele é uma excelente opção de celular bom e barato para comprar em 2021. Seu destaque é o conjunto quádruplo de câmeras, cuja principal possui 48 MP e foco automático. Também temos outra câmera de 8 MP, duas de 2 MP cada (macro e sensor de profundidade) e câmera frontal de 8 MP.

O modelo usa o processador Snapdragon 460, um chip que consegue rodar com bom desempenho apps do dia a dia e até mesmo jogos leves. O Moto G10 ainda possui tela de 6,5 polegadas, bateria de 5.000 mAh e armazenamento interno de 64 GB, com slot para cartão de memória.

Por que consideramos o Moto G10 um smartphone barato e bom?

  • Possui conjunto quádruplo de câmeras
  • Câmera principal tem 48 MP para fotos com mais detalhes
  • Tem bateria de 5.000 mAh com boa autonomia
  • Já chega com Android 11 de fábrica

Xiaomi Poco M3

O Xiaomi Poco M3 vem sendo um dos destaques da marca em 2021 justamente por ser um celular bom e barato com a ficha técnica completa. Ele usa o processador Snapdragon 662, que une economia de bateria com um bom desempenho, para apps leves e jogos.

O smartphone barato e bom possui 4 GB de memória RAM e já chega com Android 10 instalado de fábrica. Sua bateria tem 6.000 mAh e autonomia para até dois dias de uso, além de contar com suporte para carregador turbo de até 18W.

O Poco M3 possui três câmeras traseiras, sendo a principal de 48 MP com recurso quad-pixel, que a deixa quatro vezes mais sensível à luz. Apesar do conjunto fotográfico completo, ele faz filmagens apenas em Full HD, o que não é um problema para um celular mais em conta. Confira outros detalhes no review do Poco M3.

Por que o Poco M3 está na nossa lista de celulares baratos e bons?

  • Tem uma tela com resolução Full HD
  • Sua bateria de 6.000 mAh tem autonomia para até 2 dias de uso
  • Câmera principal de 48 MP
  • Processador é bom para uso no dia a dia

Galaxy A12

No início deste ano, a Samsung surpreendeu com o lançamento do Galaxy A12 no Brasil, um celular bom e barato com conjunto quádruplo de câmeras. O destaque fica a principal, com foco automático e 48 MP para fotos ricas em detalhes. Além dela, o aparelho ainda possui uma auxiliar de 5 MP (ultra-wide) e outras duas de 2 MP cada (macro e sensor de profundidade).

O Galaxy A12 ainda tem processador Helio P35 e 4 GB de memória RAM, por isso deve ser usado para apps leves do cotidiano. S tela pode ser um “problema” para os usuários mais exigentes, pois conta com a resolução apenas em HD+.

Este smartphone bom e barato ainda conta com uma bateria de 5.000 mAh com autonomia para mais de um dia de uso. O A12 possui USB-C, entrada para cartão de memória e gaveta dual-chip.

Por que consideramos o Galaxy A12 um celular bom e barato?

  • Câmera de 48 MP deve entregar fotos ricas em detalhes
  • Tem conjunto quádruplo de câmeras
  • 64 GB é suficiente para guardar muitos arquivos
  • Bateria de 5.000 mAh tem boa autonomia

Galaxy A21s

A Samsung está popularizando as baterias grandes em seus celulares bons e baratos, e o Galaxy A21s é mais um exemplo disso. Ele tem 5.000 mAh de capacidade, cuja autonomia pode chegar a até dois dias em uso moderado. O suporte ao carregamento turbo faz com que o usuário não precise esperar muito tempo para o smartphone estar carregado.

O Galaxy A21s possui conjunto quádruplo de câmeras. A principal tem 48 MP e suporte a inteligência artificial; a segunda tem 8 MP e lente ultra-wide. As outras duas possuem 2 MP, uma com lente macro e a outra voltada para realizar o efeito de desfoque no modo retrato. Na parte frontal, o aparelho possui um sensor de 8 MP para selfies.

Esse smartphone usa o processador Exynos 850 que, junto aos 4 GB de memória RAM, apresenta um ótimo desempenho no uso do dia a dia. Ao todo, são 64 GB de armazenamento interno, mas o usuário pode aumentar esse espaço com um cartão de memória.

Por que consideramos o Galaxy A21s um celular barato e bom?

  • Conjunto de câmeras traseiras com variedade de lentes e sensor de 48 MP
  • Armazenamento de 64 GB com possibilidade de expansão
  • Bateria de longa duração com carregamento turbo

Redmi 9A

O Redmi 9A é um dos celulares bons e baratos que se destaca pela bateria. O modelo da Xiaomi tem 5.000 mAh. Com isso, deve aguentar cerca de dois dias sem carregar, considerando a ficha técnica mais básica. Além disso, o smartphone conta com processador MediaTek Helio G25, um octa-core de 2 GHz que trabalha em conjunto com 2 GB de memória RAM.

Esse celular barato e bom da Xiaomi ainda vem com câmera traseira de 13 MP e câmera frontal de 5 MP, que devem garantir boas fotos durante o dia. Em relação ao armazenamento, ele tem apenas 32 GB disponíveis e, provavelmente, você vai precisar de um cartão de memória. O Redmi 9A roda o sistema operacional Android 9, que é um pouco mais antigo

Por que consideramos o Redmi 9A um celular barato e bom?

  • Ótima bateria, com dois dias de autonomia
  • Reconhecimento facial
  • Tela com qualidade HD+ é uma boa característica, considerando o preço

Galaxy M21s

O Galaxy M21s tem um conjunto bem completo. Ele promete ser um dos melhores como opção de celular bom e barato de 2021. O aparelho se destaca pela sua bateria de 6.000 mAh que, de acordo com a própria Samsung, chega a dois dias de autonomia. Como tem suporte ao carregamento turbo, o tempo na tomada para recarregar diminui.

Ao todo, são três câmeras traseiras, com destaque para a principal que tem 64 MP. A câmera de selfies também dá um show, pois tem 32 MP e faz filmagens em até 4K. Para quem procura boas telas, o M21s tem uma de 6,4 polegadas, com resolução Full HD+ e tecnologia Super AMOLED, que deixa as cores vívidas e melhora o contraste de pretos.

Seu processador é o Exynos 9611, um chip octa-core que além de entregar um bom desempenho, também ajuda na economia de bateria. Por isso, é uma boa opção de celular barato e bom para jogos, além de rodar bem redes sociais, aplicativos mensageiros e outros programas mais leves. O Galaxy M21s é vendido com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno.

Por que o Galaxy M21s está na nossa lista de celulares baratos e bons?

  • Celular intermediário tem conjunto bem completo
  • Câmera frontal de 32 MP deve proporcionar boas selfies
  • Bateria de 6.000 mAh garante dois dias de uso

Se você quiser conhecer outras opções de smartphones, vale conferir também a lista de celulares que nós testamos e recomendamos. Outra dica é ver a seleção com os melhores smartphones para jogos de 2021.

Leia mais sobreCelular