Os consoles Xbox fizeram parte da vida de diversos jogadores mundo afora. Introduzido no mercado em 2001 pela Microsoft para concorrer com a série PlayStation, ao todo sete consoles foram lançados até hoje.

Pensando nessa evolução ao longo dos anos, o Buscapé preparou uma linha do tempo com todos os lançamentos da Microsoft até então, apresentando suas características e pontos principais desde o Xbox original até os mais recentes Series X/S. Confira nossa lista a seguir.

Leia também: Do PS1 ao PS5: relembre os consoles Playstation da Sony

Xbox Series X é a nova geração de consoles da Microsoft (Shutterstock/Natanael Ginting)

Xbox (2001)

Após o recorde de vendas alcançado pela Sony com o lançamento do PS1, a Microsoft decidiu entrar no mercado para competir com o PlayStation 2. Em 2001, o cenário dos jogos estava favorável aos consoles, fazendo com que os usuários não utilizassem os computadores para esse fim, diminuindo os lucros da Microsoft. Por conta disso, a empresa anunciou seu primeiro Xbox, único console até então que era equipado com um HD integrado.

Primeiro Xbox chegou ao mercado para competir com o PS2 (Shutterstock/Julie Deshaies)


Outra novidade apresentada pela Microsoft foi a presença de uma porta Ethernet de banda larga, permitindo o acesso a um serviço de jogos online via assinatura, a Xbox Live. Até então, isso não estava disponível nos consoles da época. Esse serviço alavancou a venda de jogos e transformou games como Halo 2, Fable e Forza Motorsport em grandes sucessos multiplayer.

Apesar de ter feito sucesso inicialmente - vendendo mais de um milhão de dispositivos em apenas três semanas -, o Xbox não alcançou o número de venda do rival PlayStation 2.

Xbox 360 (2005)

Xbox 360 se tornou o console mais vendido da Microsoft (Shutterstock/Valentina Razumova)‌‌

Com o sucesso alcançado pela Xbox Live como um serviço de assinatura de jogos, a Microsoft investiu ainda mais no ramo de consoles para corrigir falhas do modelo anterior. Dessa forma, o Xbox 360 foi anunciado em 2005 para concorrer diretamente com o Playstation 3, da Sony, se tornando o console mais vendido da Microsoft com mais de 84 milhões de unidades vendidas.

Entre as novidades apresentadas pelo modelo está a retrocompatibilidade com jogos do Xbox, armazenamento em nuvem e pesquisa por voz nos serviços online. Entretanto, essa geração ficou marcada pelo problema das “luzes vermelhas”, que eram mostradas no painel quando havia superaquecimento do dispositivo. Esse defeito fazia com que o dispositivo simplesmente parasse de funcionar mesmo com pouco tempo de uso.

Com suporte a controles sem fio, jogos da série GTA, Call of Duty e Gears of War foram sucessos de vendas. Além disso, versões alternativas como o Xbox 360 Elite e Xbox 360 S também foram lançadas com o passar dos anos, acrescentando novas funcionalidades.

Kinect (2010)

O Kinect inovou na forma de se jogar videogame (Shutterstock/Shuang Li)

Cinco anos após o lançamento do Xbox 360, a Microsoft apresentou o acessório Kinect, uma inovação que se tornou o dispositivo eletrônico que mais vendeu em um curto espaço de tempo, atingindo 8 milhões de unidades em apenas 60 dias.

O dispositivo era capaz de capturar os movimentos dos jogadores com câmeras e sensores, permitindo a interação com os games usando o próprio corpo, sem um controle.

Jogos como Just Dance, Kinect Sports e UFC se aproveitaram dessa nova forma se de jogar e foi sucesso, já que o movimento corporal do usuário era a principal maneira de se jogar o game.

Xbox One (2013)

Xbox One chegou com muito mais potência que o 360 (Shutterstock/Barone Firenze)

A nova geração de consoles da Microsoft chegou ao mercado mundial em 2013 com uma nova versão do Kinect. Com uma potência bem acima do oferecido na versão 360 e para competir com o PlayStation 4, a primeira versão Xbox One ofereceu ainda mais qualidade gráfica e algumas novidades se consolidaram como jogos de mundo aberto.

Além disso, o dispositivo também conta com retrocompatibilidade com jogos das gerações anteriores, suporta HDs externos para aumentar o armazenamento e pode executar discos Blu-ray. Assim como o PS4, o Xbox One também funciona para uso de aplicativos de streaming como Twitch e Netflix.

Entretanto, um dos pontos bastante criticados pelos usuários era seu tamanho, peso e a falta de compatibilidade com fones de ouvido de 3,5 mm. Por conta disso, a Microsoft investiu em produzir uma versão mais compacta chamada de Xbox One S, que seria lançada três anos depois.

Xbox One S (2016)

Xbox One S é a versão slim do console da Microsoft (Shutterstock/Jeramey Lendel)

Como dito anteriormente, após três anos do lançamento da nova geração, o Xbox One S foi anunciado pela Microsoft com a proposta de ser mais compacto e leve, além de alguns recursos extras. De acordo com a fabricante, a versão S é 40% menor do que o modelo anterior, mesmo com a fonte de alimentação presente no interior do dispositivo.

Outra mudança bastante notável é no seu desenho, minimalista na cor branca e com detalhes em preto. Seu controle também seguiu esse design e acrescentou a entrada de 3,5 mm para fones de ouvido, tão pedida pelos usuários. Com um aumento de potência mínimo, o Xbox One agora pode executar vídeos em 4K e tem suporte a imagens em HDR. Entretanto, apesar das melhorias, a interface para o Kinect foi retirada do modelo e não é possível reproduzir jogos em 4K.

Xbox One X (2017)

Xbox One X pode executar jogos em 4K (Shutterstock/robtek)

Um ano após as implementações trazidas pelo Xbox One S, a Microsoft anunciou uma versão ainda mais completa do console chamada de Xbox One X. Ainda mais compacto, sendo o menor dispositivo da marca até então, essa versão se destaca pela sua potência, muito maior que o modelo anterior.

O videogame permitiu desfrutar de toda a qualidade gráfica oferecida pelos grandes jogos disponíveis do mercado, já que era compatível com a resolução 4K. Além disso, também era possível jogar em 60 fps com essa resolução em certos títulos.

Outra mudança bastante notável é no seu design que agora volta a ter o preto tradicional das primeiras gerações, assim como o controle, que também está disponível nessa cor. Esse console da Microsoft foi desenvolvido para competir diretamente com o PS4 Pro, buscando atrair um público mais exigente na questão da qualidade gráfica.

Xbox Series X/S (2020

Xbox Series X e Series S são os consoles da Microsoft para a nona geração de videogames.(Divulgação/Microsoft)

Com a chegada de 2020, a expectativa de um anúncio sobre a qual seria a nova geração dos consoles da Microsoft aumentou. O Xbox Series X é o novo console da fabricante que chega no dia 10 de novembro prometendo desempenho e qualidade gráfica muito superior ao Xbox One.

O console se destaca pelo armazenamento em SSD e também pela potência da GPU de 12 teraflops. A nível de comparação, o Xbox One X tem 6 teraflops, enquanto que o Xbox One conta com 1,3 teraflops. O console rodará jogos em até 8k e terá taxa de quadros de até 120 FPS em jogos, o que comprova o quão potente o console será.

Para facilitar a transição de usuários do One para o Series X, a Microsoft informou também a presença de um recurso chamado de Smart Delivery. Essa funcionalidade possibilita que o usuário compre o game uma única vez para Xbox One e depois o transfira para o Series X, sem custos adicionais.

Além do Series X, a Microsoft também lançou uma versão mais modesta do console, O Series S. Ele é mais barato, mas não tem todo o poder gráfico do irmão maior. O foco do modelo é rodar jogos em resolução 1440p a até 120 fps. O Series S também se diferencia por ser um modelo totalmente digital e sem leitor de discos.

Leia também

Leia mais sobre