Aparelhos multifuncionais, como a air fryer que também é forninho e o multiprocessador com liquidificador e batedeira, fazem sucesso com quem quer economizar. Isso acontece porque eles são mais baratos e menores do que os tradicionais. Ainda assim, ao aprender mais sobre eletrodomésticos e portáteis em geral, eu fiquei com a impressão de que os itens que querem fazer tudo não são excelentes em nenhuma das funções. Depois de testar uma air fryer 3 andares na cozinha da minha casa, por exemplo, eu percebi que a impressão estava certa - pelo menos naquele caso.

Por isso, eu acredito que os aparelhos multifuncionais de cozinha não são um bom investimento. É claro que, assim como acontece com os eletros tradicionais, nem tudo é preto no branco: você pode ter um deles te servindo muito bem na sua casa, mas esses casos são exceções à regra e eu vou te explicar o porquê aqui embaixo. Vem ver!

Será que você realmente precisa de uma air fryer? Descubra com as nossas dicas!

Com três andares, o aparelho que junta forninho e air fryer faz sucesso e esse, eu testei em casa (Foto: Mosaico)

O multiprocessador com liquidificador, batedeira e potência alta

Se você é uma pessoa que tenta fazer tudo ao mesmo tempo, certamente já ouviu de alguém que tentar abraçar o mundo não é possível - e é justamente isso que acontece com muitos dos eletrodomésticos multifunções. Percebi isso tentando ajudar uma amiga que está montando a sua primeira cozinha e, como vai morar em uma casa pequena, queria um aparelho que não ocupasse tanto espaço. O eletro que ela queria comprar, no caso, era um multiprocessador com liquidificador que também é espremedor e batedeira, rala, mistura e corta alimentos. Tudo isso com 1400W de potência, algo que, logo de cara, você pensa que é bom.

Processador, liquidificador, batedeira, moedor: esse é um dos aparelhos multifunções que me deixa desconfiada (Foto: Shutterstock)

Mas foi só começar a analisar as especificações dele que eu fiquei com o pé atrás. O primeiro ponto foi, justamente, a potência. Para um liquidificador, 1400W é uma quantidade boa. Mas as batedeiras mais potentes do mercado têm uma média de 700W/750W e são planetárias, ou seja: servem para preparar massas pesadas, coisa que não é possível em um multiprocessador.

Esse problema poderia ser resolvido se o processador tivesse uma variedade boa de velocidades. Assim, seria possível controlar a potência do motor de acordo com a necessidade, mas o modelo em questão só tinha duas e a função pulsar (especificações padrão para esse tipo de aparelho). O preparo de uma massa que precisa de rotação lenta no início, por exemplo, fica prejudicado nesse processador, porque a velocidade mais baixa já é rápida demais.

Isso significa que ele não vai funcionar como batedeira? Claro que não. Mas ele vai ser tão eficiente quanto você espera? Também não.

CAFF, ou se você preferir, o "Caso Air Fryer Forno"

Com um pouquinho mais de propriedade, eu posso falar, também, do forninho e air fryer 2 em 1. Eu testei, em casa, a Philco Oven, uma air fryer 3 andares que tem 11 litros de capacidade e também funciona como forno elétrico. Nesse caso, mesmo muito eficiente, ela deixa a desejar tanto como forno elétrico, quanto como fritadeira sem óleo. E eu te explico o porquê.

Quer saber mais sobre esse produto? Confira o review da Philco Oven!

Argumento 1: o funcionamento da air fryer

O principal diferencial que os modelos tradicionais de airfryer têm é a rapidez no preparo de alimentos sem a necessidade de gordura. Para isso, seus cestos têm formatos e aberturas que facilitam a circulação de ar por todo o recipiente. Ou seja: os alimentos são cozidos e fritos uniformemente porque recebem ar quente de todas as direções.

Argumento 2: as resistências do forno elétrico

Os fornos elétricos, por sua vez, costumam ter duas resistências que geram calor: uma superior e outra inferior. Na hora de programar o preparo, geralmente, você pode escolher se quer que apenas uma delas funcione ou se quer trabalhar com as duas - opção que se assemelha mais a um forno a gás.

Argumento 3: como a versão multifuncional tenta fazer os dois, mas não consegue muito bem

A air fryer Oven Philco é eficiente, mas não como o esperado (Foto: Mosaico)

Dito isso, você precisa saber que air fryer Oven Philco, modelo que faz muito sucesso entre quem busca esse tipo de aparelho, tem saída de ar unilateral superior. Isso quer dizer que o ar quente sai, apenas, da parte de cima do aparelho e não circula como nas air fryers tradicionais. O calor também não é gerado por todos os lados, como no forno elétrico.

Para que o uso dela seja mais eficiente, o ideal é não encher as três bandejas (algo que aparece nas fotos de divulgação da marca) ao mesmo tempo. Assim, o ar passa pelos furinhos do andar superior e chega até os que ficam embaixo e mais distantes da saída de calor. "Ah, mas era só ter uma saída de ar na parte de baixo também", você pode imaginar, mas se isso acontecesse, não seria possível usar a bandeja coletora de resíduos - algo MUITO necessário num forno em que você não pode usar tabuleiros.

Aqui, ainda vale lembrar que esse tipo de aparelho é muito mais caro que uma air fryer normal e, por causa do tamanho, não vai ser tão funcional quanto um forno elétrico tradicional. Deu para entender porque eu acho que, no fim das contas, não é tão bom apostar na inovação?

Nenhum aparelho multifuncional vale a pena?

Mesmo que eu tenha as minhas questões com esse tipo de aparelho, os multifuncionais existem no mercado há anos e, se as marcas não desistiram deles, é porque tem gente que gosta. A amiga citada no caso do multiprocessador, por exemplo, quis comprar um desses porque a mãe dela tem um que funciona bem. Mas sabe qual é a diferença dele para a opção que ela queria comprar? A potência, que, nesse caso, era bem menor: 600W totais. Isso quer dizer que, nesse aparelho, a velocidade mais baixa era realmente baixa e a mais alta, por sua vez, era suficiente para quando um preparo específico pede mais força. Com ele, o resultado é bem mais satisfatório.

Não tem espaço em casa e não se importa em gastar um pouco mais para ter um aparelho compacto que funcione como um forno - mas preparando porções pequenas de alimentos? Então a air fryer forno também pode ser funcional no seu caso. É só não esperar que ela dê o mesmo resultado de uma fritadeira sem óleo ou como um forno maior.

Opções de eletros multifuncionais para você conhecer

Bom, na minha casa, os aparelhos que fazem muita coisa ao mesmo tempo vão continuar não tendo muito espaço, mas se você realmente precisa ou quer comprar um deles, aqui embaixo vou te ajudar a escolher boas opções. Olha só:

O modelo de processador da mãe da minha amiga é esse, da Phillips Walita. Ele tem 600W de potência, duas velocidades, função Pulsar, bom custo-benefício e essas funções: cortar, liquidificar, misturar, triturar, bater, picar e fatiar.

A air fryer forno da Philco que eu testei foi essa, a PRF2000P. Ela tem 11 litros de capacidade, é fácil de limpar e uma boa opção para quem precisa preparar porções para duas ou três pessoas de uma vez. O ideal é não encher as três bandejas de uma vez, vale lembrar.

A versão da air fryer 3 andares da Oster é a Super Fryer. Ela tem painel de controle digital, 10 litros de capacidade e uma quantidade maior de acessórios que o modelo da Philco. Além das bandejas, ela também vai com um espeto giratório e um cesto rotativo. Aqui, ela aparentemente resolve o problema da saída unilateral de ar, já que os alimentos são expostos de maneira uniforme ao calor porque ficam girando durante o preparo.

Saiba mais sobre o universo de cozinha: