Que ter um ar-condicionado em casa pode salvar os dias de calor, muitos já sabem. Mas, você sabia que, se você não tomar os cuidados adequados com o seu aparelho, pode acabar comprometendo a vida útil dele? Nessa lista, contamos cinco coisas que você não deve fazer nunca com esse eletrodoméstico.

Trouxemos, ainda, indicações de como limpar o ar-condicionado corretamente e destacamos as práticas que, entre outros benefícios, garantem a economia de energia. A seguir, veja tudo o que você deve evitar para garantir o bom estado do seu aparelho por bastante tempo.

Leia também: Melhor ar-condicionado 2021: LG, Samsung, Electrolux... Confira a lista

A seguir, veja o que não fazer nunca com o seu ar-condicionado (Foto: Shutterstock)

Pular a manutenção anual (ou semestral) do ar-condicionado

Deixar a manutenção anual, ou semestral, do ar-condicionado de lado é um erro frequente e perigoso. A manutenção identifica e corrige possíveis falhas no eletrodoméstico, além de ser também um cuidado preventivo. Isto é, ela evita que problemas futuros apareçam no seu ar-condicionado.

Apenas um profissional é capaz de fazer essa avaliação periódica e de identificar os pontos de atenção no seu aparelho de ar. O acúmulo de poeira é um destes detalhes que, no dia a dia, pode passar despercebido e que seria facilmente identificado na manutenção. Se este problema for ignorado, por exemplo, é possível que haja, até, uma perda na eficiência do aparelho de ar-condicionado - o que aumenta o consumo de energia.

Por isso, não se esqueça de fazer a manutenção do ar-condicionado pelo menos uma vez ao ano. Se ele ficar no escritório, faça a cada 6 meses devido à alta frequência de uso.

Leia também: Melhor ar-condicionado 12.000 BTUs 2021: modelos split, de janela e portáteis

Esquecer de limpar as partes internas e externas do aparelho

Também é importante ficar atento à limpeza do seu aparelho. O filtro e as aletas do ar-condicionado acumulam poeira durante o funcionamento. Se essas estruturas não forem limpas com frequência, os resíduos vão circular pelo ambiente durante o resfriamento, prejudicando a qualidade do ar - um prato cheio para os alérgicos de plantão.

Com relação à periodicidade, é aconselhável fazer a limpeza semanal em residências e escritórios. Mas, como limpar o ar-condicionado corretamente? A dica é: aposte no paninho úmido e na água. O primeiro passo é lavar o filtro na água corrente. Depois, umedeça um pano macio com água para retirar a poeira das outras partes do eletrodoméstico.

Deixar portas e janelas abertas com o ar-condicionado ligado

A nossa terceira dica é fundamental para não sobrecarregar o seu aparelho: não use o ar-condicionado com portas e janelas abertas. Isso faz com que o eletrodoméstico precise trabalhar em dobro para resfriar o ambiente. A consequência desse trabalho dobrado é o gasto mais alto de energia - e ninguém quer isso, né?

Vale lembrar, ainda, que esse uso incorreto pode gerar, aos poucos, danos nas peças e componentes do ar-condicionado. No fim das contas, se você mantiver as portas e janelas abertas durante o uso, além de pagar mais caro na conta de luz, você irá reduzir a vida útil do seu aparelho.

Deixar o ar-condicionado ligado por longos períodos sem ninguém no cômodo

Usar o ar-condicionado por um longo período de tempo é inevitável às vezes, mas mantê-lo ligado sem ninguém no cômodo pode gerar problemas. Além de gastar luz enquanto ninguém aproveita, de fato, a refrigeração do ambiente, modelos tradicionais - aqueles que não são inverter - sofrem com os picos de tensão. Estes picos de energia aumentam, ainda mais, o consumo energético do ar-condicionado.

Já em modelos inverter isso não acontece. Seus compressores não ligam e desligam durante o funcionamento, como acontece em um ar-condicionado convencional. As rotações são estáveis e, portanto, livres de picos de energia. Por isso, se você realmente precisa manter o eletrodoméstico ligado por bastante tempo, considere comprar um ar-condicionado inverter.

Leia também: Ligar e desligar o ar-condicionado gasta mais energia? Descubra

Escolher um aparelho com potência inadequada para o ambiente

Até agora, falamos sobre os cuidados importantes ao usar um aparelho de ar. Mas o erro mais comum com um eletrodoméstico deste tipo começa na hora da compra. Comprar um ar-condicionado com potência inferior à necessária para o tamanho do cômodo em que ele será instalado pode sobrecarregar o aparelho. Em contrapartida, escolher um modelo com a potência muito acima do que é preciso para o cômodo pode gastar mais energia do que o necessário.

A potência do ar-condicionado é determinada em BTUs e pode variar de 7.500 a mais de 60.000 BTUs. Para saber quantos BTUs são necessários para resfriar o seu ambiente, é preciso fazer um cálculo envolvendo a metragem do cômodo, incidência do sol no local e mais alguns fatores. Com certeza, vale a pena dedicar um tempinho extra para esse cálculo na hora de escolher o seu novo modelo.

Leia também: Ar-condicionado barato: veja aparelhos com bom custo-benefício

Conheça os melhores aparelhos de ar-condicionado

Agora, você já sabe o que deve evitar com o seu ar-condicionado, conhece algumas tecnologias interessantes, como a inverter, e tem todas as dicas que precisa para escolher a capacidade de um novo aparelho.

Dito isso, que tal conhecer alguns dos melhores mdelos de ar-condicionado do ano? Confira, a seguir, boas opções de compra:

Ar-Condicionado LG Dual Inverter Voice 9.000 BTUs S4-Q09WA51

Vitrine: https://www.buscape.com.br/ar-condicionado/ar-condicionado-split-lg-9000-btus-frio-s4-q09wa51a

Com 9.000 BTUs de potência, o S4-Q9WA51 faz parte da linha Dual Inverter Voice da LG. O modelo promete até 70% de economia de energia, atinge a temperatura desejada com até 40% mais rapidez e é super silencioso. Além de todos esses benefícios, o LG Dual Inverter Voice de 9.000 BTUs é compatível com as assistentes virtuais, o que permite que seja comandando por voz.

Ar-Condicionado Electrolux Ecoturbo 12.000 BTUs

Vitrine: https://www.buscape.com.br/ar-condicionado/ar-condicionado-split-electrolux-12000-btus-vi12f-ve12f

Já o ar-condicionado Electrolux de 12.000 BTUs possui tecnologia turbo, que alcança a temperatura ideal de forma rápida. O aparelho também é econômico, usa o gás R410-A (que não agride a camada de ozônio) e adequa a refrigeração de acordo com a sua temperatura corporal durante a noite de sono. Ele conta, ainda, com tripla filtragem de ar, função autolimpeza, painel digital e timer.

Ar-Condicionado Janela Consul 7500 CCB07EB

Vitrine: https://www.buscape.com.br/ar-condicionado/ar-condicionado-janela-consul-7500-btus-frio-ccb07eb

Modelo de janela, o ar-condicionado Consul CCB07EB tem classificação energética A e 7.500 BTUs de potência. Se você não pode instalar um split em casa, esse Consul é uma boa opção. Ele tem consumo de energia otimizado e ótimo custo-benefício.

Leia também: Cool, Heat e Dry: entenda significado das funções do ar-condicionado