A Razer é uma marca dedicada a periféricos gamer para quem joga no PC, console ou celular. Aqui no site já avaliamos alguns produtos, como o Razer Viper Ultimate, top de linha da marca. Dessa vez, no entanto, vamos com um produto na faixa mais barata: o headset de entrada Razer Kraken X Lite!

Quando fazemos esse tipo de avaliação, é importante avaliar um produto de acordo com o que a fabricante estabeleceu. Não podemos avaliar um produto considerado "econômico" ou "custo-benefício" como um top de linha, por exemplo. Faz parte de como avaliamos headsets e qualquer produto.

Ainda assim, é importante notar que, mesmo em categorias diferentes, esse review também servirá para avaliar se a Razer oferece produtos de boa qualidade não apenas nas categorias mais caras, mas também para quem não pode investir tanto em um periférico.

Será que só os produtos premium da Razer valem a pena? Ou um headset gamer como o Razer Kraken X Lite também entrega boa qualidade, mesmo sendo mais barato que outras linhas da marca? Isso é o que vamos te mostrar ao longo deste artigo!

Prós e Contras

Prós

Algo que podemos dizer sobre o Razer Kraken X Lite é que ele cumpre muito bem as funções mais esperadas de um headset gamer. Tanto as funções de ouvir quanto de falar por ele funcionam muito bem, independentemente do que você estiver fazendo. Ou seja, ele serve bem para ouvir música, sons de filmes e séries, videoconferências e, claro, nos seus jogos favoritos!

Embora sejam finos, também achei o acolchoado do headset gamer bem confortável, pelo menos nas primeiras horas de uso. Seus ajustes de cabeça funcionam perfeitamente e, apesar do design simples, posso dizer que ele é um headset bonito.

Seu microfone é flexível e capta bem os sons, mesmo quando o coloco em posições que não favorecem a captação. Em uma reunião online, por exemplo, simplesmente virei o microfone para trás da minha boca e, ainda assim, meus colegas da redação me ouviram sem problemas.

Contras

Por outro lado, o Razer Kraken X Lite é simples até demais. Apesar dele funcionar de modo excelente em suas funções básicas, seu design não se sobressai. Sem qualquer tipo de iluminação, até mesmo a logomarca e logotipo da Razer ficam um tanto apagadas.

Além disso, o microfone é fixo e não removível. Ou seja, ele fica em evidência em qualquer situação e não pode ser recolhido caso o usuário não queira usar o microfone. Acaba que, para tirá-lo do caminho, é necessário virá-lo para fora do seu rosto.

Apesar de confortável nas primeiras horas de uso, ele começa a apresentar desconforto em sessões mais longas que duas horas. Os fones também são pequenos e deixam suas orelhas sobrando. Mesmo tendo orelhas pequenas, tive de ajustar bem para que os fones cobrissem toda essa região. Também é necessário evidenciar a ausência de controles, que facilitariam aumentar ou diminuir o volume rapidamente em meio a uma partida, por exemplo.

O que vem na caixa?

Foto: Mosaico
  • Headset Razer Kraken X Lite
  • Extensor para cabo de 3,5mm
  • Sacolas para guardar o extensor
  • Adesivos com logo da Razer
  • Cartão com código de ativação para o software que habilita o som surround 7.1
  • Folheto de garantia e manual

Design e construção

O design do Razer Kraken X Lite é minimalista e perfeita para quem não gosta de firulas (Foto: Mosaico)

Para começar, o Razer Kraken X Lite não é daqueles headsets que você vai se impressionar ao abrir a caixa. Na verdade, ele é bem minimalista, o que traz algumas vantagens e desvantagens. A vantagem é que ele é bem portátil. Se fosse sem fio, poderia recomendá-lo facilmente para usar fora de casa, no trajeto para o trabalho ou escola, por exemplo. Ainda assim, ele não será muito difícil de guardar.

Ainda mais sendo totalmente acinzentado, combinando com todo tipo de escritório ou sala de jogos. Apesar de não ornar tanto pela falta de iluminação RGB, uma das desvantagens, é bem provável que ele combine com a decoração que você tiver.

Porém, o excesso de minimalismo tem algumas consequências. A primeira delas é o acolchoado fino, que, em poucos anos de uso, provavelmente irá se desgastar e deixar de existir. Além disso, o acolhoado não suporta muitas horas de jogo sem causar desconforto. Por outro lado, ele foi construído de modo a não causar incômodo em quem usa óculos, o que é o meu caso. De fato, apesar de sentir desconforto em sessões mais longas, eles eram na cabeça, não na parte superior do rosto onde ficam os óculos.

O minimalismo do Razer Kraken X Lite é tão forte que até para tirar foto da logo, tivemos de aproximar bem a câmera (Foto: Mosaico)

Outro ponto desconfortável do Razer Kraken X Lite é o seu tamanho. Os fones nem sempre cobrem 100% das orelhas. Por fim, o microfone é flexível e fácil de mexer, mas é fixo e não pode ser retraído, como acontece no JBL Quantum 100, headset gamer de categoria semelhante a do que estamos avaliando agora.

Apesar de flexível, não é possível remover o microfone caso queira apenas escutar músicas no headset (Foto: Mosaico)

Performance do Razer Kraken X Lite

Desempenho dos fones

Para avaliar o Razer Kraken X Lite, não me limitamos apenas aos jogos, embora esse seja o teste principal. O primeiro teste foi com vídeos de YouTube, além de podcasts, filmes e séries. Ou seja, conteúdo em vídeo ou áudio disponível na internet. Nessa situação, o headset se comportou bem, entregando som limpo e nítido, independentemente do que acontecesse nos conteúdos.

O headset Razer Kraken X Lite só mostra sinais de ruído nos casos onde o volume está muito alto. Só então que encontrei distorção no som enquanto ouvia. O mesmo pode ser dito das videoconferências. Em reuniões online com minha equipe, a voz de todos saiu sem problemas ou qualquer tipo de alteração, a não ser que eu aumentasse muito o volume. Até mesmo em volumes menores não encontrei muita dificuldade em escutar.

O terceiro teste foi com músicas e arquivos de som, como os encontrados em serviços como o Spotify ou Tidal. Ouvindo canções em qualidade regular, em cerca de 320kbps,  a qualidade limpa e nítida encontrada em outros testes se repete aqui, assim como as distorções em volumes altos.

Em músicas com qualidade de 1411kbps, isso é levado a um nível extremo. Mesmo detalhes pequenos eram imperceptíveis. Também é possível ouvir a música de maneira nítida em volumes mais altos que as canções em qualidade normal.

Por fim, nosso teste em games! Aqui, o Razer Kraken X Lite não deixa a peteca cair, exceto em alguns detalhes. Assim como nos testes anteriores, ouvimos perfeitamente tudo o que se passava nos jogos de modo limpo e nítido. Diferentemente dos outros testes, apenas isso não basta.

Por exemplo, o som espacial é bem importante. Ter o feedback sonoro da direção de uma explosão ou tiro em jogos de guerra, por exemplo, te possibilita reagir mais rápido. Nesse sentido, o Razer Kraken X Lite funciona perfeitamente, entregando a direção real e detalhada.

Para os mais animados e que costumam esbarrar nos cabos do fone, podem ficar tranquilos. O cabo deste headset gamer é forte e você não vai encontrar distorção ou mau contato caso esbarre no fio. Claro, não faça nada exagerado, mas um esbarrão aqui e ali não fará com que você perca o som do seu jogo.

O Razer Kraken X Lite peca apenas no cancelamento de ruído, que poderia ser melhor. Mesmo sons baixos e próximos são perfeitamente escutados, com apenas um pouco de abafamento.

Desempenho do microfone

Outro ponto positivo do Razer Kraken X Lite é o seu microfone. A captação é ótima, transmitindo o que você fala mesmo quando o microfone flexível está em posições contraprodutivas, como no exemplo da reunião citada nos prós e contras.

O cancelamento de ruído aqui também é um ponto negativo. Em algumas partidas com meu ventilador de teto ligado, por exemplo, acabei não conseguindo me comunicar com a equipe com que estava jogando no momento. Barulhos ocasionais e que não sejam altos, no entanto, foram cancelados com sucesso.

Claro que, em uma estação de verão intenso como a de agora, fica impossível jogar sem o ventilador ligado. Nesse quesito, o cancelamento de ruído desse headset gamer acaba te deixando na mão.

Conectividade e compatibilidade

O Razer Kraken X se conecta apenas pelo cabo de 3,5mm, mas é compatível com PCs, celulares e consoles que tenham a entrada (Foto: Mosaico)

O Razer Kraken X Lite funciona bem tanto no notebook quanto em um smartphone ou console de videogame. Em todos os aparelhos, bastou conectar e o headset estava funcionando perfeitamente. Por outro lado, o cabo de 3,5mm é a única maneira de conectar o headset a algum aparelho, já que ele não conta com conexão wireless ou Bluetooth.

Ficha técnica do Razer Kraken X Lite

Produtos similares

JBL Quantum 100

Já fizemos review do JBL Quantum 100 por aqui e, infelizmente, ele não tem a mesma qualidade do Razer Kraken X Lite. Por outro lado, o headset gamer chega a custar quase R$ 100 a menos que o da Razer, o que o torna um bom "quebra galho".

Ou seja, ele é uma boa alternativa caso não possa gastar muito em um headset gamer, mas se você pode investir mais, recomendo fortemente o Razer Kraken.

Multilaser Warrior PH219

Não temos a review deste modelo da Multilaser por aqui, mas é o meu headset pessoal, que está comigo há cerca de um ano e meio. Mais barato que o JBL Quantum 100, sua qualidade de som é melhor, embora ele não seja tão flexível. Com 1 ano e meio de uso, ele está começando a apresentar sinais de deterioração do material acolchoado. Ainda assim, é um dos melhores headsets gamers baratos que você encontrará em nosso catálogo.

HyperX Cloud Stinger

O queridinho da Thayná, assistente de conteúdo aqui do Busca. Ela até escreveu um artigo dedicado ao HyperX Cloud Stinger. Seu companheiro do dia a dia, este headset está em uma faixa superior ao Razer Kraken X Lite, mas ainda se encaixa na categoria de headsets gamers custo-benefício.

Elogiado pelo design e pela qualidade de captação, o headset HyperX parece se destacar também pelo bom cancelamento de ruído, um ponto a melhorar no fone da Razer. Quer conhecer mais alternativas? Então dá uma olhada na nossa lista completa com os melhores headsets gamers!

O que achamos do Razer Kraken X Lite?

Considerando o seu preço e a qualidade do que o Razer Kraken X Lite entrega, achamos merecida a nota 8,5. Pecando em detalhes como o cancelamento de ruído, a falta de mais opções de conectividade e um design simplista demais, em todos os outros detalhes o headset impressiona.

A qualidade do som é inquestionável, assim como a captação do microfone, por exemplo. Se você está montando o seu setup gamer e precisa de opções com bom custo-benefício, o Razer Kraken X Lite é um produto que recomendamos fortemente. Para conhecer outros produtos da marca, não deixe de conferir nossa lista com os melhores headsets Razer antes de ir!