A Samsung realizou o lançamento do Exynos 2100, seu novo processador que irá equipar alguns dos aparelhos mais potentes da fabricante sul-coreana. O novo chip promete um desempenho até 30% maior que a linha anterior, bem como mais economia de energia.

É esperado que eles, junto ao Snapdragon 888, equipem a linha Galaxy S21, que será lançada no dia 14 de janeiro no Galaxy Unpacked 2021. A empresa detalhou as principais características do seu novo processador na CES 2021. Veja a seguir mais detalhes.

Exynos 2100. (Foto: Divulgação/Samsung)

O Exynos 2100 é um modelo octa-core (oito núcleos), esses que são divididos em três variantes de clusters: 1x Cortex-X1, 3x Cortex-A78 e 4x Cortex-A55. O chip é fabricado em litografia de 5 nanômetros, o que o deixa mais rápido e, principalmente, mais eficiente. Dessa forma, ele será até 20% mais econômico que o Exynos anterior, cuja fabricação é de 7 nanômetros.

Além de mais econômico, ele também é mais rápido, oferecendo 30% a mais de desempenho no uso multi-core, que é quando os processadores estão trabalhando juntos. O Exynos 2100 ainda oferece suporte a redes 5G, tecnologia de armazenamento UFS 3.1 e câmeras de até 200 MP, com possibilidade de gravação de vídeo em 8K a 120 FPS.

O Exynos 2100 faz 26 trilhões de operações por segundo. (Foto: Divulgação/Samsung)

A sua GPU, que cuidará de toda a parte de processamento gráfico, é a Mali G-78, que oferece até 40% mais desempenho quando comparado ao modelo anterior. Dessa forma, o Exynos 2100 se mostra, pelo menos na ficha técnica, um processador que está pronto para bater de frente com a linha Snapdragon 888.

A Samsung tem o costume de lançar a linha S com os dois processadores, os vendendo em diferentes mercados. O Brasil, por exemplo, já tem um histórico de receber os celulares com a linha Exynos. Enquanto a linha Galaxy S21 não é lançada, você pode ver o que esperar dos celulares da Samsung aqui no Buscapé.

Leia mais sobre