O Redmi 9A é um celular básico da Xiaomi lançado em 2020, mas bastante procurado por conta do seu preço, que costuma ser atrativo. Por ser um smartphone básico, vale mencionar que ele não é capaz de executar grandes tarefas e tampouco essa era a intenção da fabricante. Ou seja, se você entrou nesse review procurando um smartphone Xiaomi capaz de rodar apps ou jogos pesados, o interessante é dar uma olhada nas nossas listas de melhores celulares e melhor celular Xiaomi.

Agora, se está procurando apenas um celular para o dia a dia, o Redmi 9A que testamos é uma alternativa a se considerar. Porém, já podemos adiantar que ele não é uma opção interessante para quem quer tirar boas fotos ou vídeos, mas vou explicar em mais detalhes ao longo do artigo. Além da câmera, esse review considera o design, desempenho, bateria e o custo-benefício do aparelho, com todos esses aspectos testados e avaliados minuciosamente.

O Redmi 9A é um celular básico da Xiaomi, mas que peca por ser básico demais (Foto: Mosaico)

Antes de começarmos, já comece dando uma olhada nas melhores ofertas do Redmi 9A a seguir!

Redmi 9A: melhores ofertas

Vale mencionar que esse modelo conta com duas versões. A diferença está apenas na capacidade de armazenamento. O Redmi 9A que testamos foi a edição mais básica, que conta com 32GB para guardar arquivos e instalar apps.

Porém, o modelo também conta com uma versão de 64GB. Apesar de oferecer o dobro de espaço, ele é igual ao anterior em todos os outros quesitos. Ou seja, se está estudando levar o modelo de 64GB, tudo o que dizemos neste review se aplica também a esta versão.

Prós e contras do Redmi 9A

Alt: Ilustração mostrando prós e contras do Redmi 9A

Prós

Por ser um celular básico, não dá para exigir muito do desempenho do Redmi 9A. Claro, podemos exigir o que é considerado primordial, como o uso de apps de mensagens e redes sociais, por exemplo. Além de jogos que exigem pouco ou quase nada do processamento. Neste ponto, o Redmi 9A se saiu bem, embora apresentasse lentidão em aplicações um pouco mais pesadas.

Por outro lado, todas as outras vantagens do aparelho são contrapostas por desvantagens um tanto inconvenientes. A bateria é capaz de aguentar cerca de 32 horas executando tarefas mistas, como ouvindo música, assistindo streaming, navegando em redes sociais e jogando, contando também o período onde ele ficou inativo de um dia para o outro.

Além disso, a tela grande permite melhor visualização ao assistir vídeos no YouTube, redes sociais ou em plataformas de streaming, o que é uma vantagem para quem costuma consumir conteúdo pelo celular. Para quem gosta de conteúdo de animação, o painel IPS mantém boa fidelidade de cores. Encerrando os prós, vale mencionar a possibilidade de aumentar o armazenamento do Redmi 9A com cartões de memória. Ele é compatível com cartões microSD com até 512GB de armazenamento.

Contras

Como mencionei acima, os prós também trazem seus próprios contras. A começar pela bateria. Mesmo com boa capacidade de duração, ela leva um bom tempo para carregar completamente. Do zero até os 100%, ela demorou pouco mais de três horas até completar a carga.

A tela, embora grande, também tem um contraponto: sua resolução máxima é HD+, ficando abaixo do Full HD, considerado o padrão em muitos aparelhos. Isso faz com que filmes e séries com melhores efeitos gráficos fiquem menos impressionantes, ainda que com a boa fidelidade de cores do painel IPS.

Já o armazenamento de 32GB é sofrível, mesmo que possamos expandir sua capacidade com cartões de memória. Com o avanço da tecnologia de apps e jogos, cada vez mais os 32GB se tornam pouco para manter o básico. Ou seja, expandir o armazenamento acaba se tornando uma regra para usar bem o Redmi 9A.

Ou seja, a maioria dos prós do modelo tem um contraponto, mas acaba que não são as únicas desvantagens. A câmera é o "calcanhar de Aquiles" do aparelho. Claro que, por ser um celular básico, não estamos esperando a qualidade de um iPhone. Ainda assim, apenas fotos tiradas no momento mais claro do dia ficaram boas e, ao menor sinal de diminuição da iluminação natural, a qualidade já começa a se perder.

A gravação de vídeos também sofre. Mesmo gravando em Full HD, o que já podemos começar a considerar pouco, as cores ficam estouradas e com aspecto de lavadas, especialmente ao gravar com a câmera frontal.

O que vem na caixa do Redmi 9A?

  • Celular Redmi 9A
  • Adaptador de tomada com saída USB-A
  • Cabo USB-A para USB-C
  • Chave para abrir a gaveta do chip e da entrada para cartão microSD
  • Manual do usuário.

O Redmi 9A não vem com fone de ouvido, embora o aparelho conte com a entrada de 3,5mm. Apesar do aparelho contar com entrada para cartão de memória, o acessório não vem na caixa, devendo ser adquirido separadamente.

Redmi 9A: Ficha técnica

Design simples e funcional, mas com construção a desejar

Apesar de ser um celular básico, o Redmi 9A não é um smartphone feio. Suas bordas são arredondadas e finas, além de ocupar pouquíssimo espaço de tela. Ou seja, a tela, além de grande, é quase que inteiramente ocupada pela tela. Apenas o notch da câmera frontal, em formato de gota, é que invade um pouco este espaço.

A borda do Redmi 9A é bem fina, permitindo mais espaço para a tela (Foto: Mosaico)

Por outro lado, a construção é feita em um plástico que parece pouco resistente. Além disso, a parte traseira parece que conta com um vão, já que dá para senti-la "afundando" ao apertar com um pouco mais de força. A câmera traseira é posicionada na parte superior esquerda, com um notch que produz uma saliência. Isso faz com que o Redmi 9A não fique perfeitamente alinhado ao ser colocado em uma superfície plana, além de fazer com que o peso do aparelho fique todo em cima do notch.

O notch da câmera traseira acaba provocando uma saliência que pode danificar a própria câmera no futuro (Foto: Mosaico)

A entrada para abrir a gaveta do chip e o conector USB-C ficam na parte inferior do aparelho, junto aos alto-falantes do aparelho. Enquanto isso, a entrada para fone de ouvido ocupa exclusivamente a parte superior. Na lateral direita, ficam os botões para desbloquear o aparelho e para ajustar o volume. Já na esquerda fica a entrada para encaixar o cartão de memória.

As entradas do Redmi 9A são bem distribuídas, ajudando o celular a manter um design limpo e fino (Foto: Mosaico)

Vale mencionar que o Redmi 9A também não vem com capa e películas para proteção. Estes acessórios também devem ser adquiridos separadamente. Veja abaixo algumas ofertas de kit com capa e película para o modelo de celular.

Redmi 9A cabe no bolso?

Celulares costumam estar conosco o tempo todo. Enquanto em casa é mais confortável e seguro de mantê-lo, não podemos dizer o mesmo ao sair. Se você costuma passar muito tempo fora de casa, saber se o celular cabe no bolso é importante.

Neste caso, podemos afirmar que o Redmi 9A não cabe em bolsos que não são fundos. Por conta de ser um celular grande com tela de 6,53 polegadas, é possível que ele fique com a ponta pra fora da roupa. Se o seu celular atual tiver tela menor que esse, é possível que sinta algum estranhamento e até dificuldade de segurá-lo, como aconteceu comigo.

Tela boa para assistir vídeos, mas em baixa resolução

Tela grande é uma vantagem, mas a baixa resolução é um contraponto significativo (Foto: Filipe Salles)

Como citei nos prós e contras, a tela do Redmi 9A têm suas vantagens e contrapontos, que acabam atrapalhando a experiência de quem costuma assistir séries e filmes pelo celular. Apesar da tela grande de 6,53 polegadas ser ótimo para assistir vídeos, a resolução máxima no padrão HD+ não permite aproveitar bem os serviços de streaming. Especialmente alguns como a Disney+, que oferece resolução máxima de 4k em parte de seu catálogo.

Até mesmo o plano padrão da Netflix, por exemplo, transmite suas obras em Full HD e, sendo assim, não são totalmente aproveitáveis na tela do Redmi 9A. Por outro lado, o painel IPS garante maior fidelidade de cores e não dá o efeito de "lavado" caso mude seu ângulo de visão em relação à tela do celular.

Mesmo que estejamos falando de um celular básico, Full HD já era padrão em smartphones intermediários de 2018, como é o caso do meu Samsung Galaxy A8 (2018). Por outro lado, as cores da tela do Redmi 9A são um pouco mais vivas que os do meu aparelho. Vale mencionar aqui que, por mais que o meu celular seja um intermediário e o Redmi 9A um básico, hoje, a maioria dos celulares básicos já contam com especificações de intermediários de alguns anos atrás.

A prova disso eu vou mostrar a seguir, ao comentar sobre o desempenho do Redmi 9A.

Performance boa para apps comuns, mas não vai além disso

Eu não tive problemas ao usar apps comuns do dia a dia e jogos leves no Redmi 9A, mas, ao mínimo sinal de ambição, o aparelho não deu conta do recado. Para ser mais específico, games conhecidos por serem leves e rodar "em qualquer celular" de fato rodaram sem problemas, como foi com Candy Crush Saga, Coin Master e o fenômeno Free Fire.

Free Fire é um jogo conhecido por rodar em todos os tipos de celulares, incluindo básicos como o Redmi 9A (Foto: Divulgação/Garena)

Agora, ao aproveitar games que exigem um pouco mais, como o Asphalt 9, o Redmi 9A começou a apresentar lentidão em alguns trechos. Também quis testar Genshin Impact, mas o jogo sequer apareceu nas buscas da Play Store. Mas é bom salientar aqui que a culpa não é do processador  Helio G25 que acompanha o aparelho, mas da baixa quantidade de memória RAM.

Por ter apenas 2GB, games mais exigentes acabam sequer aparecendo na Play Store, como foi o caso do Genshin Impact. O processador do meu Galaxy A8, por exemplo, possui especificações semelhantes, mas o jogo, que pesa bastante no meu aparelho, ainda aparece como disponível para download. Ou seja, ele ao menos atende aos requisitos mínimos, mesmo que seja pouco jogábel. Isso acontece pois o meu aparelho tem 4GB, ou seja, o dobro de memória RAM do Redmi 9A.

Exigente, Genshin Impact nem chega a aparecer para download na Play Store com o Redmi 9A (Foto: Divulgação/Hoyoverse)

A baixa memória RAM do smartphone da XIaomi também te impede de ter muitos apps e abas de navegador abertas simultaneamente. Em pouco tempo de uso abrindo diversos links e os aplicativos básicos, o Redmi 9A já começou a apresentar lentidão.

Câmera: não é a ideal, mesmo em um celular básico

Quando falamos de um celular básico, não podemos ser tão exigentes. Afinal de contas, o objetivo aqui é te oferecer uma experiência razoável para tirar fotos em ocasiões corriqueiras. Ainda assim, a câmera do Redmi 9A poderia ser melhor, especialmente a usada para selfies.

Ao testar as câmeras em diferentes horários do dia, posso dizer que apenas as tiradas por volta do meio-dia ficaram realmente boas. Mesmo as tiradas no final da tarde, quando ainda há boa iluminação natural, ainda que menor, já começaram a apresentar queda de qualidade. À noite, então, foi que a foto perdeu muita qualidade e ficou bem serrilhada.

Foto tirada com o Redmi 9A por volta do meio-dia (Foto: Filipe Salles)
Foto tirada com o Redmi 9A no final da tarde. Já é perceptível a queda na qualidade em relação à imagem anterior (Foto: Filipe Salles)
Foto tirada com o Redmi 9A à noite, quando a queda na qualidade fica bem acentuada, com bastante serrilhado (Foto: Filipe Salles)

Mais uma vez, vale mencionar que não há problema na perda de qualidade à noite quando falamos em um celular básico, que não conta com modo noturno. Ainda assim, é problemático ver que as fotos só ficam boas em horários de pico de luz natural.

O mesmo pode ser dito da câmera de selfie, que exibiu o mesmo comportamento. Especialmente por ser uma lente mais rudimentar, a qualidade da selfie à noite ficou bem baixa, podendo ser comparada aos resultados de celulares lançados há mais de cinco anos. De dia, no entanto, o resultado ficou um pouco melhor.

Vale mencionar que, independente da câmera que use, é altamente recomendável ativar o HDR para conseguir alguma melhora. O app de câmera do Redmi 9A não conta com muitas opções de filtros ou modos de fotografia, indo pouco além da correção com HDR citada.

A câmera de selfie não é das ideais, mas ainda é possível tirar fotos com melhor qualidade nos horários com maior qualidade, como essa tirada por volta do meio-dia (Foto: Filipe Salles)
Mesma foto tirada de dia, mas à noite é perceptível como os detalhes atrás da selfie se perderam. A minha imagem só saiu razoavelmente bem por conta da iluminação artificial do local. (Foto: Filipe Salles)

Gravar vídeos também não é recomendado. Sem elementos como estabilizador, o menor movimento durante a gravação fará o vídeo ficar tremido. Ao gravar com a câmera de selfie, a iluminação pareceu estourada e muito clara. Vale lembrar também que a resolução máxima permitida por ambas as câmeras é de apenas 1080p (Full HD), em 30 quadros por segundo. Você até consegue gravar vídeos bem básicos, mas o Redmi 9A não é nada recomendado para quem busca se profissionalizar.

Bateria que dura mais de um dia

Se há algum elemento que vale destacar neste aparelho é a autonomia de bateria. Usando o celular de maneira corriqueira, ou seja, mesclando atividades como jogar, assistir vídeos e navegação com momentos onde ele ficou apenas tocando música ou completamente inativo, o celular levou 32 horas até desligar.

Isso significa que sua bateria de 5.000mAH consegue durar tranquilamente mais de um dia até precisar de carregamento. Nesse ponto, é um celular confiável para quem passa o dia fora. Por outro lado, ele leva pouco mais de três horas para carregar completamente. Ou seja, mesmo com ótima duração, é interessante se planejar com antecedência para ter tempo de carregá-lo completamente antes de sair.

O Redmi 9A tem bom custo-benefício?

Apesar de ser considerado um celular barato, que pode ser facilmente encontrado por menos de R$ 1.000, não dá para dizer que o Redmi 9A tem bom custo-benefício. Mesmo que compre um modelo novo em folha, ele rapidamente se mostra defasado. Qualquer coisa que tente fazer e fuja muito ao básico do que ele oferece não funcionará muito bem, além de não ser indicado para fotos.

O Redmi 9A é uma boa opção apenas nos casos onde precisa de um celular urgentemente, mas não tem como comprar um modelo melhor no momento. Fora isso, comprar o smartphone Redmi 9A agora significa ter de trocar de celular em pouquíssimo tempo, já que ele mostra sinais de defasagem. Especialmente pela memória RAM muito baixa.

No momento da escrita desse artigo, ao final de junho de 2022, a melhor oferta que coletamos do Redmi 9A foi de R$ 642,00. Vale lembrar que os preços podem sofrer flutuação diária e o preço que mencionamos não estar mais disponível no momento que acessar o artigo. Se é o seu caso agora, fica com a gente até o final para conhecer as ferramentas do Buscapé que vão te ajudar a encontrar a melhor oferta do Redmi 9A.

Acessórios compatíveis com o Redmi 9A

O primeiro acessório a citar foi o já comentado kit com capa e película compatíveis com o aparelho, que recomendamos, considerando que o aparelho não vem com acessórios de proteção e consideramos sua construção frágil.

Também vale mencionar que o Redmi 9A possui entrada para fone de ouvido de 3,5mm, mas não vem com o acessório na caixa. Abaixo, você pode conferir fones básicos com fio, mas, como o celular conta com conexão Bluetooth, vamos sugerir também um modelo do tipo.

Não curtiu os modelos? Então dá uma olhada na lista completa com os melhores fones de ouvido e melhores fones Bluetooth!

Outras opções

Existem algumas alterantivas ao Redmi 9A que se encaixam na mesma categoria de celulares baratos dele. O primeiro deles é o Moto E E20 XT2155-1, que deve atender melhor quem quer melhores fotografias, já que ele vem com câmera traseira dupla. Já as configurações de desempenho são parecidas, enquanto a bateria tem menos capacidade que o Redmi 9A.

Nossa outra sugestão é o Samsung Galaxy A03, da linha básica da fabricante sul-coreana. Custando um pouco mais que o Redmi 9A, ele vem com 64GB de armazenamento e conta com câmera dupla, assim como o modelo da Motorola. A memória RAM de 4GB pode permitir melhor uso de apps e maior compatibilidade com jogos, mas como o processador também é básico, não é uma melhoria tão significativa. Inclusive, já fizemos review dele e você pode ver nesse artigo completo sobre o Samsung Galaxy A03!

Uma alternativa que recomendo pessoalmente, já que é o celular que comprei para minha esposa, o Samsung Galaxy A12 tem configurações que beiram o intermediário, mas sem sair da faixa dos celulares que custam até R$ 1.500. A câmera quádrupla do aparelho permite mais modos de foto, além de uma qualidade superior em relação ao Redmi 9A e os dois aparelhos citados acima.

Seu processador também é um pouco melhor do que os smartphones citados até aqui, além da combinação de 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento ser satisfatória para rodar vários apps ao mesmo tempo, assim como ter acesso a uma variedade maior de jogos. A capacidade da bateria dele é igual a do Redmi 9A, além da câmera frontal ter resolução de 8MP, mais do que os 5MP do Redmi 9A.

O que achamos do Redmi 9A?

Por conta dos celulares não serem meu aparelho tecnológico favorito, normalmente eu fico satisfeitos com um aparelho mais básico, pendendo pro intermediário. Da mesma forma que não sou o maior entusiasta de fotografias. Isso tudo indica que o Redmi 9A pode funcionar pra mim, já que não sou um usuário tão exigente, certo?

Em teoria sim, mas durante o meu teste com o aparelho, pude constatar que não. O Redmi 9A até atende bem as demandas mais básicas, mas é um pouco frustrante ter de me esforçar bastante ou depender de um horário específico do dia para tirar uma boa foto. Ou tentar um jogo um pouco mais exigente e ele começar a travar.

Isso significa que o Redmi 9A é um celular que talvez você queira manter em casa apenas para utilizar apps bancários, se precisa de um smartphone por conta de uma urgência ou se usa o celular apenas para o "basicão" e não tem a intenção de ir além disso.

Ferramentas do Buscapé

O Redmi 9A é o celular que você precisa no momento? Para fazer economia de verdade aqui no Buscapé, não deixe de usar o nosso Alerta de Preço. Assim, você define o preço ideal e nós te avisamos quando o celular estiver no valor desejado! Além dele, também é possível acompanhar a flutuação de preço do produto por meio do nosso Histórico de Preços. Dá para saber qual era o preço do Redmi 9A em até seis meses.

Além de garantir os menores preços com a ferramenta acima, você sabia que pode ganhar cashback aqui no Buscapé? Para saber mais sobre esta ferramenta que te permite ter dinheiro de volta na compra de produtos, dá uma olhada no vídeo abaixo e nesse guia com as respostas para as suas dúvidas sobre cashback!

Por fim, você pode conferir também nossa página com diversos cupons de desconto e frete grátis para as principais lojas online ou pode simplesmente instalar a extensão do Buscapé pra Google Chrome e ter todas as ferramentas citadas em apenas um lugar!