Como já sabemos, alguns eletrodomésticos e eletrônicos gastam muita luz enquanto outros são mais econômicos. Ainda assim, quando sabemos calcular o consumo de energia de cada um, é possível controlar o gasto mensal e reduzir o valor da conta de energia elétrica, evitar o desperdício ou, ainda, aumentar a vida útil dos aparelhos.

Pensando nisso, neste artigo vamos mostrar como calcular o consumo de alguns dos aparelhos que mais gastam energia. Antes de listá-los, porém, é importante que você saiba que os produtos vêm com as informações sobre potência e kwh nas embalagens e manuais, ou seja: você deve  

Chuveiro elétrico

Selos PROCEL do chuveiro Lorezentti Duo Shower Eletrônica Plus, indicando o consumo de energia. (Imagem:Divulgação/Lorezentti)

A potência dos modelos de chuveiro elétrico depende do modo da temperatura em que ele é usado. No modo inverno (água quente), ela costuma variar de 4.500 a 6.000 watts. No modo verão (água morna), a variação tende ser de 2.100 a 3.500 watts. Como precisamos calcular o consumo por hora (KWh), dividimos esses valores por 1000.

Depois, usamos a seguinte regra:

  • Consumo = (potência em watt/1000) x (tempo em horas) = total em KWh

Ou seja, você vai dividir a potência por mil e depois multiplicar esse resultado pelo número total de horas de uso. Por exemplo: se você tem um chuveiro com potência de 5.500W e o utilizou durante 2 horas, então:

  • 5.500/1000 = 5,5
  • 5,5 x 2 = 11 kWh.

Ou seja, o chuveiro vai ter gasto 11kWh durante 2 horas de uso. Chegando nesse resultado, você vai precisar saber quanto vale cada kWh. Vamos supor que o valor de 1kWh, hoje, seja de R$0,30. Então, utilizando o chuveiro 2 horas em um dia, você vai gastar:

  • 11 kWh x 0,30 = R$ 3,30.

Já em 1 semana, com 7 dias, você vai gastar:

  • R$ 3,30 x 7 = R$ 23,10.

  • Quer garantir que esse valor final vai ser baixo? Dá uma olhada na nossa lista de chuveiros econômicos e escolha o seu a partir dela!

Ar-condicionado

Esse aparelho é visto como um dos vilões da casa em termos de gasto de luz. Mas se você souber calcular o consumo de energia, não vai ter surpresas quando a conta chegar. A tabela mostra o gasto de aparelhos de ar-condicionado de acordo com a potência e o tempo de uso por dia.

Potência térmica BTU/hPotência elétrica (kW)Horas de funcionamento diárioConsumo mensal (kWh)
7.4001,28288
10.0001,48336
12.50028480
18.0002,68624
21.0002,88672
30.0003,68864

Levando em consideração o que colocamos ali em cima, ou seja, que o valor de 1kWh, hoje, é de R$0,30, se você tiver um ar-condicionado de 10.000 BTUs e utilizá-lo durante 8 horas diárias, você vai ter um gasto mensal de:

  • 336 x 0,30 = R$100,80.

Vale lembrar que, com o ar-condicionado, o processo de economizar energia começa na hora de escolher o modelo. Existem opções no mercado com diversos recursos que fazem com que o gasto de energia seja menor. Um bom exemplo  é a tecnologia Inverter, que faz com que o compressor do aparelho funcione de forma contínua, evitando os picos que puxam mais energia durante o uso.

Além disso, modelos que têm o selo Procel A de eficiência energética são comprovadamente mais econômicos do que os que não tem. Vale a pena prestar bastante atenção nisso no momento da compra.

  • Quer dar uma olhada em modelos que não vão pesar tanto na conta de luz? Veja a nossa lista de ar-condicionado econômico e escolha o seu!

Geladeiras

Passando para a cozinha, a tabela inserida abaixo mostra o gasto mensal de diferentes modelos de geladeira, aparelhos que também podem puxar bastante energia dependendo do tamanho e da potência. Se a sua geladeira for de um modelo antigo, pode considerar um gasto médio de 150 kWh:

TipoCapacidade em litrosConsul mensal aproximado (kWh)
Geladeira com freezer24023,7
Geladeira com freezer37554
Geladeira com freezer45158
Geladeira com freezer50069
Geladeira com freezer55371
Geladeira inverse44366
Geladeira side by side50465
Geladeira french door inverse54073

Se o seu modelo de geladeira não estiver incluso nessa tabela, basta checar no manual ou no site do fabricante a quantidade de kWh dele. Depois disso, para calcular o gasto mensal, é só multiplicar esse valor por R$0,30, que é o estamos considerando como 1kWh nesse artigo. Assim como nos aparelhos de ar-condicionado, também existem geladeiras com a tecnologia Inverter que são bem mais econômicas que os modelos tradicionais.

  • Vai trocar de refrigerador? Que tal dar uma checada na nossa lista de geladeiras econômicas antes da compra?

TVs e Smart TVs

As TVs também podem ser aparelhos que consomem bastante energia dentro de casa. E tendo isso em vista, algumas fabricantes já estão apostando em telas mais econômicas, como as OLEDs e QLEDs, além de recursos que também diminuam o impacto na conta de luz.

Na tabela abaixo, mostramos o consumo de cada tamanho de TV. Vale lembrar que é sempre importante conferir o real gasto do aparelho em questão nas embalagens e nos manuais, já que esses valores podem variar de acordo com a marca.

Tamanho (polegadas)Potência (W)Horas de funcionamento diárioConsumo (kWh)
3260610,8
4075613,5
50110619,8
55150627
65 195635,1
75245644,1

Como dissemos acima, para calcular o valor em real é só multiplicar os números que estão na coluna "Consumo" pelo custo de 1kWh e você vai ter o valor total de gasto em reais.

  • Precisa entender mais sobre as diferenças entre as telas de TV antes de trocar a sua? Dá uma olhada na nossa explicação!

Computadores e notebooks

Um computador do tipo desktop (de mesa) é composto por CPU (torre ou gabinete) e monitor e as duas unidades consomem energia independentemente. A seguir, você pode ver qual é a potência e o consumo de cada uma dessas partes e também da impressora, caso você tenha uma:

AparelhoConsumo por hora (kW/h)Horas de uso por diaConsumo por mês (kW/h)
CPU0,004 a 0,0656 a 9
Monitor0,08 a 0,09512 a 13,5
Impressora0,07 a 0,08510,5 a 12
CPU + monitor+ impressora0,19 a 0,23528,5 a 34,5
CPU + monitor0,12 a 0,15 518 a 22,5
  • Dica importante: Deixar o computador ligado quando ninguém está usando gasta 0,12 kWh. Se você desligar pelo menos o monitor, pode economizar 0,08 kwh.

Hoje em dia, os notebooks são muito usados no lugar dos desktops. O cálculo do consumo de aparelho desse é mais fácil, já que é único. Então, se o fabricante informa que o computador tem um consumo de energia de 0,09 kWh e esse computador fica 5 horas ligado por dia, por exemplo, no fim do mês o consumo será de 13,5 KWh (0,09 x 5x 30) = R$4,05.

Máquina de lavar roupas e secadoras

Selo PROCEL da Lavadora Compacta Electrolux 12kg, indicando o consumo de energia. (Imagem:Divulgação/Electrolux)

As lavadoras de roupas costumam ter potências que variam de 400 a 800 watts. O ciclo completo de lavagem, que dura mais ou menos 1h15m, gasta de 0,35 a 0,70 kWh, dependendo da potência. Os modelos que usam água quente gastam aproximadamente 0,5 kWh a mais por ciclo de lavagem.

Já para as lava e seca, a potência costuma variar de 4.000 a 5.000 Watts, por mês, e o consumo por hora, de 4 a 5 kWh.

Outros aparelhos

Você pode calcular o consumo de qualquer equipamento que tenha em casa, basta saber a potência do aparelho. Essa informação é dada pelo fabricante nos manuais e nas embalagens dos produtos. Para calcular o consumo, é só multiplicar a potência pelo tempo de funcionamento em horas.

  • Exemplo: computador de 150W funcionando 10 horas por dia durante 1 mês (30 dias)
  • Consumo = 1 x 150W x 10 horas/dia x 30 dias

1.000

  • Consumo = 45 kWh/mês

Para saber quanto esse consumo custa em dinheiro, você precisa multiplicar o valor encontrado pelo valor da tarifa vigente em seu estado, que você pode encontrar no site da sua concessionária de energia elétrica.

Conheça as bandeiras tarifárias para entender melhor sua conta de luz

Você já deve ter percebido que, a cada mês, a conta de luz chega com uma determinada bandeira tarifária, que pode ser verde, amarela, vermelha nível 1 ou vermelha nível 2. Essa bandeira é determinada pela capacidade dos reservatórios das hidrelétricas de atenderem o consumo da região. Dependendo da cor, pode haver um acréscimo ao valor da sua conta de luz.

Quando as condições hidrológicas estão favoráveis, a bandeira tarifária é verde e não há nenhum acréscimo. Se a bandeira for amarela, há uma cobrança extra de R$ 1,50 por 100 kWh ou fração. Ou seja, se você consumir 150 kWh no mês, além do valor normal da conta, será acrescentado R$ 3 - R$ 1,50 pelos primeiros 100 kWh e mais R$ 1,50 pela fração de 50 kWh.

Já se a bandeira tarifária for vermelha nível 1, o acréscimo será de R$ 3 a cada 100 kWh ou fração e esse valor será de R$ 6 quando a bandeira for vermelha nível 2.

Dicas para economizar mais

Desligue os aparelhos que não estiver usando para economizar energia (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Além de tudo isso, é possível economizar ainda mais? A resposta é sim! Não é só calculando o consumo que você pode economizar energia elétrica. Quando os equipamentos estão em mau estado, por exemplo, eles costumam consumir mais. Por isso, trouxemos algumas dicas extras:

  • Durante tempestades, tire os eletrodomésticos e eletroeletrônicos da tomada para evitar que sejam danificados por descargas elétricas;
  • Evite ligar vários aparelhos na mesma tomada;
  • Apague as luzes e desligue o ar-condicionado e a TV quando não tiver ninguém no cômodo;
  • Evite “gambiarras” e use sempre os fios adequados para cada tipo de instalação. O ideal é que os serviços elétricos sejam feitos sempre por um profissional capacitado.

Saiba mais sobre como economizar energia em casa:

  • Ventilador gasta muita energia? Entenda e veja 7 opções mais econômicas
  • 3 funções do ar-condicionado que ajudam a economizar energia no verão
  • Como economizar energia no calor: 6 dicas para gastar menos no verão