Com o alto valor das placas de vídeo, alguns modelos mais antigos voltaram ao radar dos usuários. Esse é o caso da GeForce GTX 960, anunciada em 2014 e lançada em 2015. A GPU, com seus seis anos de estrada, ainda se mostra competitiva quando comparada com modelos mais atuais. No seu lançamento, era uma placa intermediária, então ainda roda jogos mais atuais.

O preço atualmente varia bastante porque é uma placa que a Nvidia não distribui mais, mas ainda se encontra para venda em algumas lojas ou usadas. Para comprar uma placa seminova é preciso sempre estar atento ao estado de conservação e se possível testar antes. Quer saber se ainda vale e pena comprar a GTX 960? Confere a nossa análise de ficha técnica!

Procurando placas de vídeo? Veja também nossos artigos sobre outros modelos disponíveis no mercado:

  • GTX 1660 vs GTX 1660 Super vs GTX 1660 Ti: veja comparativo e análise
  • AMD Radeon RX 5500 XT é boa? Descubra na análise da placa de vídeo

Especificações técnicas da GTX 960

A GTX 960 possui modelos com 2 e 4GB de VRAM (Divulgação / Nvidia)

A GeForce GTX 960 conta com modelos de 2GB e 4GB de VRAM (memória de vídeo). Para os jogos da atualidade, que exigem mais da placa de vídeo, é recomendado o modelo de 4GB. A placa possui 1024 núcleos CUDA responsáveis pelo multiprocessamento.

O módulo da memória é o GDDR5 com interface de 128 bits. A memória não é mais atual, já que atualmente as placas vêm com a GDDR6, que oferece uma taxa maior de transferência de dados, mas mesmo assim o modelo dá conta de jogos mais pesados.

A velocidade de clock base é 1127MHz e chega a 1178MHz de boost, um valor baixo quando comparado com as placas mais novas que tem mais frequência de base e o salto com o boost também é maior.

As especificações técnicas da placa indicam que ela ainda dá conta de jogos mais novos, ainda mais quando estamos falando do modelo de 4GB que garante mais potência para o processamento gráfico.

Desempenho em jogos da GTX 960

Comparação entre o desempenho da GTX 960 e da GTX 660 em jogos (Reprodução: UserBenchmark)

O desempenho da GTX 960 é surpreendente por ser uma placa de vídeo que já saiu de linha. O site UserBenchmark aponta que a velocidade efetiva é 9% superior que a GTX 1050 Ti, por exemplo, que é uma GPU lançada depois. No entanto, a 1050 Ti tem 5% a mais de FPS do que a GTX 960. Já uma GTX 1650, modelo lançado em 2019, tem 28% a mais de velocidade efetiva que a GTX 960.

Os jogos com a configuração gráfica no máximo e em Full HD (1920 x 1080 pixels) tem média de quadros por segundo:

  • CS:GO: 138 FPS
  • Fortnite: 73 FPS
  • PUBG: 42 FPS
  • League of Legends: 123 FPS
  • Overwatch: 70 FPS
  • Battlefield 1: 49 FPS
  • The Witcher 3:  36 FPS

O site UserBenchmark mostra que a placa de vídeo roda jogos competitivos sem dificuldade, passando geralmente dos 60 FPS. Outros jogos que exigem mais da GPU ficam próximos dos 40 FPS, mas isso quer dizer que, diminuindo a qualidade gráfica, é possível alcançar taxas mais altas de quadros por segundo.

Desempenho da GTX 960 em renderização

A média para renderização, segundo o site UserBenchmark, é de 37 quadros por segundo. Valor baixo, considerando que placas mais novas como a RTX 2060 têm média de 132 FPS para renderização.

Isso não significa que a GTX 960 não sirva para trabalhos como edição de vídeo, mas é recomendado procurar placas com maior velocidade de renderização para esse tipo de atividade.

Preço da GeForce GTX 960

A GTX 960 tem preço entre R$ 1600 e R$ 1700 nas lojas (Divulgação / Nvidia)

A GTX 960 pode se encontrado com valores que variam de R$ 1.600 a R$ 1.700. Ainda é possível encontrá-la com valores mais baixos caso o usuário esteja disposto a importar o produto.

Já o valor de uma GTX 1050 Ti varia de R$ 1.900 até mais R$ 3.000. Comparando com preços de outros concorrentes, as placas da AMD RX 570 e RX 580 tem valores que variam em média de R$ 2.400 até R$ 5.000 dependendo do modelo.

Ficha técnica GeForce GTX 960

  • Lançamento: 2015
  • Linha: GeForce
  • Série: GTX
  • Modelo: GM206-300-A1
  • Fabricante: NVIDIA
  • Velocidade do clock: 1127MHz
  • Memória de vídeo (VRAM): 2 e 4GB
  • Módulo da memória: GDDR5
  • Interface da memória: 128 bits
  • Interface da placa: PCI Express
  • Portas: HDMI, Display Port, DVI
  • Recursos: MFAA (Multi-Frame Sampled Anti-Aliasing), VXGI (Voxel Global Illumination), GPU Boost 2.0, NVIDIA 3D Visionm, DirectX 12, OpenGL 4.4 support

Conclusão: o que achamos da GTX 960 no momento?

Caso você não tenha mais dinheiro pra investir e quer adquirir uma placa de vídeo, nós indicamos comprar uma GTX 960, porque o modelo ainda se mostra capaz de rodar até mesmo jogos mais pesados, embora em qualidades gráficas mais baixas.

Contudo, é preciso considerar que a placa já está no mercado há seis anos, e isso significa que não vai conseguir acompanhar a evolução dos jogos por muito mais tempo.

Caso você tenha um pouco mais de dinheiro para investir, é recomendado pegar uma GTX 1650 ou uma RX 570 ou 580 que são placas mais novas de entrada e que, por consequência, terão mais tempo de vida útil.

Confira as ofertas da GTX 960.