O notebook RTX 2060 foi, durante algum tempo, a melhor alternativa de compra para muitas pessoas. Mas, com a alta dos preços em itens de tecnologia, esses modelos passaram a ter um custo nada atrativo, não é mesmo?

Quem costuma ficar antenado nesse mercado (ou até mesmo mantém nosso alerta de preço ativo no app e site) já percebeu como anda complicado estabelecer uma régua para um orçamento ideal de compra!

Até mesmo porque, quanto mais potente é o notebook, maior acaba sendo o preço repassado para o consumidor. Dito isso, bora conferir uma análise completa sobre o assunto? Afinal, será que ainda vale a pena apostar nesses modelos?

Notebook RTX 2060: o que é?

O notebook com RTX 2060 chegou ao mercado ainda em 2019, como é o caso da linha Predator, da Acer (Foto: Shutterstock)

Para que você possa entender se ainda vale ou não a pena apostar em notebook gamer RTX 2060, vamos voltar algumas casas. Isso quer dizer, que precisamos te dar um parâmetro do que esse segmento de dispositivos significa.

De maneira geral, trata-se de modelos que possuem uma placa de vídeo do tipo NVidia. Vale lembrar, que essas placas foram lançadas em 2019 com uma proposta intermediária, permitindo rodar jogos em Full HD ou até mesmo Quad HD sem grandes dificuldades.

O tal do suporte nativo Ray Tracing

Sem dúvidas esse foi um dos maiores destaques para quem muitos optassem pelo notebook RTX 2060. O suporte nativo Ray Tracing pemitiu otimizar texturas e sombras, portanto, uma entrega mais arrojada dos efeitos de luz presentes nas imagens realistas.

Entretanto, é bom deixar claro que isso não é uma demanda exclusiva das placas RTX 2060. Na época, a Nvidia disponibilizou modelos até mesmo bem mais atuais que suportavam a tecnologia, entretanto, com valores bem elevados. Por isso, para muitos usuários essa placa virou uma alternativa interessante na época, principalmente por ser acessível quando comparada a modelos mais caros.

A série RTX continuou crescendo!

O notebook gamer RTX 2060 é menos vantajoso pelo valor quando comparado aos modelos RTX 3060, por exemplo (Foto: Shutterstock)

Além disso, muitos usuários ainda mantêm dúvidas se vale ou não a pena insistir na compra de um notebook com RTX 2060 por conta dos lançamentos que ocorreram em um curto prazo de tempo. Em 2021, por exemplo, a Nvidia lançou a série RTX 30.

E, se o quesito preço ainda mantinha a RTX 2060 no topo nas buscas, saiba que o cenário mudou drasticamente nos últimos tempos. Isso porque, quando avaliamos a comparação entre esse modelo com outros mais recentes, logo percebemos que a diferença de valor não é mais tão vantajosa assim.

Prós e contras da RTX 2060

Como já falamos o suporte nativo para Ray Tracing é uma das grandes conquistas dessa linha da Nvidia. O mesmo vale para os elogios destinados ao seu overclock, que inibe altas temperaturas e resolve a questão de possíveis travamentos.

Além disso, no quesito consumo de energia, ela não uma placa tão exigente! Aliás, ela até mesmo chegou a ter uma quantidade inferior a outros lançamentos que vieram posteriormente.

Mas, no caso dos contras, o valor manteve uma evidente elevação de lá para cá, ou seja, se avaliarmos friamente, optar por uma placa com quase 3 anos desde seu lançamento por um preço que praticamente concorre com modelos mais novos é algo que não faz muito sentido, concorda? Vale ainda lembrar que existe também o modelo GeForce RTX 2060 Super, que entrega um desempenho superior e pode ser encontrada em um valor até mesmo mais competitivo.

Cartas na mesa: comparando os preços

A gente não quer deixar nenhuma dúvida sobre essa análise, por isso, fomos fazer uma rápida comparação de valores para ficar tudo ainda mais claro!

Temos aqui dois modelos de notebook Dell: o Dell G15 G15-a0700-MM20P (que é um notebook mais novo) e também o Dell G3 G3-3500-M40P (modelo de notebook RTX 2060, portanto, mais antigo). Fizemos questão de colocar os dois produtos abaixo para ficar mais fácil de comparar, inclusive:

De cara a gente já percebe que a diferença de preço entre os dois modelos é quase inexistente na data da análise, dia 11/03/2022. Ou seja, o G15 com a placa de vídeo RTX 3060, que é mais atual, vale muito mais a pena!

Outro bom exemplo, mas com uma diferença de preço bem mais evidente é entre o Acer Predator Helios 300, que é um notebook RTX 2060 com RAM de 16 GB, 512 GB de SSD e Intel Core i7 de 10ª geração.

Com configurações semelhantes, embora com processador i7 de 11ª geração, temos Dell G15 15-5511 que chega a custar quase à metade do modelo anterior, mesmo com a versão RTX 3060. Uma enorme diferença!

O mesmo vale para o Notebook Gamer Dell G15-i1100-M50, que tem uma proposta de valor bem mais vantajosa quando comparado aos modelos de notebook gamer RTX 2060! E, ele entrega as mesmas configurações já mencionadas, ou seja, RAM de 16 GB, processador Intel Core i7 de 11ª geração e SSD de 512 GB, além de já vir com a GeForce RTX 3060.

O veredito!

A conclusão é uma só: não vale a pena, atualmente, investir em um notebook RTX 2060. Boa parte desses dispositivos não apenas vêm com a versão mais antiga da linha GeForce como também processadores de uma geração anterior.

O notebook RTX 2060 não vale a pena se comparado aos modelos mais atuais (Foto: Shutterstock)

Em alguns casos, os modelos mais novos de notebooks chegam a ser bem mais baratos ou até mesmo ter uma diferença para mais praticamente insignificante – principalmente se você considerar os benefícios em adquirir um modelo que certamente está mais distante de se tornar obsoleto para rodar seus jogos prediletos!

Como o valor de todos os produtos do nicho de tecnologia não anda fornecendo uma trégua para o nosso bolso, nossa sugestão é que você selecione as opções que indicamos nessa lista no lugar de cada notebook RTX 2060 e ative o alerta de preço em nosso site ou app. Você também pode acompanhar o histórico de preços dos últimos meses para entender qual o melhor momento de compra!

Leia mais sobreInfo+