Moto G10 ou Moto G30, qual você deve escolher na hora de comprar um celular Motorola? Esses smartphones fazem parte da décima geração da Moto G, principal linha de intermediários da marca e uma das mais populares do mercado - e foram ambos lançados no primeiro semestre de 2021, em março.

Nessa geração, o Moto G10 vem como o modelo básico e o Moto G30 traz mais recursos intermediários. Além desses dois, também chegou ao mercado brasileiro o modelo mais premium da linha, o Moto G100, completando a linha Moto G. Mas, entre os dois primeiros modelos, qual vale mais a pena?    

Os dois celulares aparecem entre os melhores celulares Motorola em 2021. Colocamos o Moto G10 e o Moto G30 um ao lado do outro para tirar as dúvidas e responder qual deles é o melhor.

Fichas técnicas

Moto G10Moto G30
LançamentoMarço de 2021
Março de 2021
Tela6,5 polegadas, IPS LCD, HD+ e taxa de atualização padrão (60Hz)6,5 polegadas, IPS LCD, HD+ e taxa de atualização de 90Hz
ProcessadorSnapdragon 460 (octa-core de até 1,8 GHz)Snapdragon 662 (octa-core de até 2,0 GHz)
Memória RAM4 GB4 GB
Armazenamento64 GB (expansível em até 512 GB via microSD)128 GB (expansível em até 512 GB via microSD)
Câmera traseiraQuádrupla com 48 MP (f/1,7) + 8 MP (f/2,2) ultrawide) + 2 MP (f/2,4) macro + 2 MP (f/2,4) profundidadeQuádrupla com 64 MP (f/1,7) + 8 MP (f/2,2) + 2 MP (f/2,4) macro + 2 MP (f/2,4) profundidade
Câmera frontal8 MP13 MP
Bateria5.000 mAh (carregamento rápido de 10 watts)5.000 mAh (carregamento rápido de 20 watts)
Sistema operacionalAndroid 11Android 11
CoresBranco e CinzaWhite Lilac e Dark Prism
Dimensões e peso165,3 × 75,8 × 9,2 mm e 200 gramas165,3 × 75,8 × 9,2 mm e 200 gramas

Design

Começamos o comparativo por um tópico em que os dois celulares não possuem muitas diferenças. O design do Moto G10 e do Moto G30 são muito parecidos, com poucas distinções de um para o outro. Ambos têm visual moderno e são construídos em material plástico. As dimensões também são as mesmas.

Design do Moto G10 tem cores com aparência ondulada na traseira (Foto: Divulgação/Motorola)

As cores do aparelho dão esse ar de moderno. O Moto G10 está disponível em branco floral ou cinza aurora, com o visual ondulado que parece mudar de cor dependendo da posição do celular. O Moto G30 aparece nas cores Dark prism e White lilac. Elas dão uma aparência robusta ao smartphone.

Moto G30 tem cores com visual mais robusto (Foto: Divulgação/Motorola)

Ainda na traseira, os dois contam com o conjunto de câmeras quádruplo e flash colocados num módulo retangular e o leitor de digital no símbolo da Motorola. Na frente, a tela é bem aproveitada nos dois, com bordas finas e um notch discreto para câmera de selfie.

Tela

Visualmente, as telas não aparentam ter muitas diferenças. Os dois são aparelhos grandes, com telas de 6,5 polegadas. No entanto, o ponto de qualidade de imagem vai para o Moto G30 por um fator específico e decisivo na hora da compra. Apesar de possuírem displays IPS LCD com resolução HD+, o G30 tem taxa de atualização de 90Hz. O Moto G10 conta com taxa padrão de 60Hz.

A mudança nessa taxa dá vantagem à qualidade de imagem ao Moto G30. A taxa de 90Hz garante maior fluidez de imagem na tela. Por isso, o aparelho acaba sendo mais indicado para quem quer jogar, assistir a vídeos e navegar com mais dinâmica no celular.

Desempenho

No desempenho, os dois aparelhos também apresentam algumas diferenças que podem ser importantes na hora da escolha. Naturalmente, por ser um modelo acima na linha, o Moto G30 promete melhor desempenho. Seu processador, o Snapdragon 662, tem performance superior ao Snapdragon 460 no Moto G10, mais antigo.

Processador do Moto G30 é mais novo e apresenta melhor performance que o Moto G10 (Foto: Divulgação/Motorola)

Os dois conseguem rodar boa parte dos aplicativos da Play Store sem muitos problemas e sem travar. Enquanto o Moto G10 roda jogos mais leves, games mais pesados funcionam no Moto G30. Mas não espere desempenho de celulares premium para jogos, já que os dois são modelos intermediários da Motorola.

Os dois smartphones vêm com 4 GB de memória RAM, característica que também ajuda no desempenho limpo durante o uso. Na memória interna, o Moto G10 dá 64 GB, suficiente para o básico do dia a dia. O Moto G30 já dá 128 GB, espaço suficiente para muitas fotos, vídeos e aplicativos. Caso precise de mais memória, tanto um como o outro possuem espaço para cartão de memória de até 512 GB. Ambos vêm com Android 11 de fábrica.

Câmera

O fato dos dois celulares contarem com um conjunto fotográfico com quatro lentes chama a atenção. Desse conjunto, apenas a principal de cada um é diferente. Enquanto a câmera principal do Moto G10 tem 48 megapixels, a do Moto G30 tira fotos com 64 MP. As outras lentes são as mesmas: ultrawide de 8 MP para fotos com grande angulação e sensor macro e de profundidade de 2 MP para destacar objetos em primeiro plano.

A diferença da câmera do Moto G30 em relação ao Moto G10 é sua câmera principal de 64 MP (Foto: Divulgação/Motorola)

Esses conjuntos proporcionam boas fotos, principalmente quando a iluminação do local é boa, como durante o dia. As imagens noturnas do Moto G30 apresentam uma qualidade superior nos detalhes em relação ao Moto G10. Destaque ainda para a câmera frontal de 8 MP do Moto G10 e 13 MP do Moto G30, que tem melhor resolução. Para vídeos, ambos conseguem filmar em Full HD+ em até 60 quadros por segundo.

Bateria

A bateria é outro fator que anima os usuários desses celulares da Motorola. Destaque da ficha técnica tanto do Moto G10 e do Moto G30, as baterias de 5.000mAh prometem deixar o celular até dois dias longe das tomadas. Quando chegar a hora de carregar, o Moto G10 possui carregador de 10W e o Moto G30, 20 W. Para este modelo, a Motorola garante 12 horas de uso com apenas 20 minutos de carga.

O principal ponto positivo do Moto G10 e Moto G30 é a bateria de 5.000 mAh (Foto: Divulgação/Motorola)

Preço e custo-benefício

Os dois celulares chegaram juntos ao mercado brasileiro com preços um pouco elevados. No lançamento, em março, o Moto G10 chegou por R$ 1.699 e o Moto G30 por R$ 1.899, valores altos para modelos intermediários. No entanto, meses depois, é possível encontrar valores menores nas lojas brasileiras. Isso favorece a relação custo-benefício atual desses celulares da Motorola.

A pequena diferença de preço do Moto G10 e do Moto G30 se mantém no mercado. Por isso, por um investimento de cerca de R$ 200 a mais, vale a pena considerar a compra do Moto G30.

Entre os melhores pontos em relação ao Moto G10, vale destacar a taxa de atualização de 90Hz do Moto G30 e seu processador mais recente e com melhor desempenho. Além disso, as câmeras principal e frontal com maior resolução e o carregamento mais rápido tornam o Moto G30 uma boa opção de compra.

Se você quiser conhecer outros detalhes dos smartphones, aproveite para conferir também o review do Moto G10 e a análise de ficha técnica do Moto G30. Se prefere continuar a pesquisa, pode dar uma olhada na lista com os melhores modelos de celulares intermediários atualmente. Caso queira ver ainda outros bons aparelhos que cabem no bolso, vale conferir também a seleção de melhores celulares custo-benefício do ano.