Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Smart TV 4K Ultra HD Sony LED 65 polegadas XBR-65X935D
Ícone de Favorito

2/10 (Baseado em 1 avaliação)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Informações Básicas
TipoSmart TV
Definição4K Ultra HD
MarcaSony
ModeloXBR-65X935D
Tam. da Tela65 polegadas
Tipo de TelaLED
Recursos e Conexões
FunçõesConversor Digital Interno
Por Colaborador em 19/09/2016
TV da Sony se destaca pelo design ultrafino e ótima qualidade de imagens

Modelo XBR-65X935D é um dos modelos top de linha do mercado da fabricante, com painel de 65 polegadas com resolução 4K e HDR

Prós
  • Design ultrafino

  • Ótima qualidade de imagens

  • Android TV bem fluida

  • Ótimos recursos

Contras
  • Não há pontos negativos de destaque

Em janeiro, a Sony lançou a nova linha X935D na CES, uma famosa feira de eletrônicos que acontece anualmente nos Estados Unidos. Esse conjunto de televisores traz quesitos  de ponta do mercado, além de ótimas imagens e recursos de sobra. Nesse review, testamos o modelo de 65 polegadas, que conta com HDR e resolução 4K como dois de seus atrativos. Confira mais detalhes!

Em janeiro, a Sony lançou a nova linha X935D na CES, uma famosa feira de eletrônicos que acontece anualmente nos Estados Unidos. Esse conjunto de televisores traz quesitos  de ponta do mercado, além de ótimas imagens e recursos de sobra. Nesse review, testamos o modelo de 65 polegadas, que conta com HDR e resolução 4K como dois de seus atrativos. Confira mais detalhes!

Acabamento e conectividade

A televisão da Sony é realmente uma peça de design diferenciada. E isso é possível perceber só de olhar para a TV, já que é difícil não se impressionar com a finura que a tela possui, com apenas 3,6 cm de espessura. Além disso, estão as bordas que envolvem o painel, que também são bem estreitas, o que dá um charme a mais para o modelo.

Como ela não é um modelo pequeno - afinal, possui 65 polegadas -, suas medidas são proporcionais ao tamanho. Por isso, ela conta com 145,8 cm de largura por 83,9 cm de altura. O peso da TV sem a base é de 28,9 kg. Com o suporte, o valor sobe para 32,1 kg. Aliás, a peça é outro ponto bem interessante na questão do design. Apesar desse quesito ser um pouco subjetivo, o fato de ela ser feita com alumínio dá um belo contraste com o tom black piano que envolve a tela. Sem dúvidas, um belo trabalho da Sony.

Mas, caso você não queira apoiá-la no suporte, há a opção de encaixá-la na parede, já que a TV conta com entradas para isso em sua traseira.

As conexões aqui são fartas e dignas de aparelhos de ponta. Ao todo, a XBR-65X935D conta com 4 entradas HDMI (sendo 3 traseiras e 1 lateral), além de uma interface de Rede Ethernet (LAN), 2 coaxiais, 1 entrada para video composto (que é compartilhada com vídeo componente), 3 USB e 1 entrada de áudio digital.

 

Ao todo, o televisor da Sony conta com 4 alto-falantes que se encontram por toda a parte inferior da televisão. Cada um possui 7,5 W de potência e dão uma qualidade sonora muito boa, independentemente do conteúdo. No geral, as caixas de som oferecem uma boa sensação de imersão e não distorcem o áudio com facilidade, mesmo com volumes elevados.

A televisão da Sony é realmente uma peça de design diferenciada. E isso é possível perceber só de olhar para a TV, já que é difícil não se impressionar com a finura que a tela possui, com apenas 3,6 cm de espessura. Além disso, estão as bordas que envolvem o painel, que também são bem estreitas, o que dá um charme a mais para o modelo.

Como ela não é um modelo pequeno - afinal, possui 65 polegadas -, suas medidas são proporcionais ao tamanho. Por isso, ela conta com 145,8 cm de largura por 83,9 cm de altura. O peso da TV sem a base é de 28,9 kg. Com o suporte, o valor sobe para 32,1 kg. Aliás, a peça é outro ponto bem interessante na questão do design. Apesar desse quesito ser um pouco subjetivo, o fato de ela ser feita com alumínio dá um belo contraste com o tom black piano que envolve a tela. Sem dúvidas, um belo trabalho da Sony.

Mas, caso você não queira apoiá-la no suporte, há a opção de encaixá-la na parede, já que a TV conta com entradas para isso em sua traseira.

As conexões aqui são fartas e dignas de aparelhos de ponta. Ao todo, a XBR-65X935D conta com 4 entradas HDMI (sendo 3 traseiras e 1 lateral), além de uma interface de Rede Ethernet (LAN), 2 coaxiais, 1 entrada para video composto (que é compartilhada com vídeo componente), 3 USB e 1 entrada de áudio digital.

 

Ao todo, o televisor da Sony conta com 4 alto-falantes que se encontram por toda a parte inferior da televisão. Cada um possui 7,5 W de potência e dão uma qualidade sonora muito boa, independentemente do conteúdo. No geral, as caixas de som oferecem uma boa sensação de imersão e não distorcem o áudio com facilidade, mesmo com volumes elevados.

Controle remoto, interface e recursos

O controle remoto se parece muito com o de outros modelos da Sony, mas com um design repaginado. Agora, suas teclas são bem baixas e quase rentes ao acessório. Ah, mas um ponto que já havíamos criticado em outros modelos da marca se mantém: a disposição de funções é um tanto quanto confuso e é difícil se acostumar com a quantidade de menus nos primeiros contatos.

Quando você se deparar com o controle pela primeira vez, provavelmente vai se confundir com o que cada tecla significa. Para configurações e acesso a aplicativos, há três teclas-chave: Action Menu, Home e Discover. A primeira dá acesso a configurações rápidas, como uma espécie de menu prático para alterar alguns modos de imagem e de som. O segundo é mais completo, onde você encontrará aplicativos como Netflix e todas as opções de entrada (como HDMI, USB, etc). O último é mais um menu prático para ter acesso a conteúdos de streaming, como Netflix. Ao clicar nele (e se você estiver conectado na sua conta), ele deverá mostrar uma barra no canto inferior da tela com imagens dos últimos conteúdos exibidos e filmes ou séries sugeridos. Isso tudo parece bem simples, mas leva um tempo até você se acostumar com todos os nomes estranhos e menus nada simples.

Apesar disso, o controle conta com um bom tamanho e seu encaixe é muito bom nas mãos. Além disso, ele conta com um botão exclusivo para o Netflix e outro para o Google Play (algo incomum, apesar de não ser tão prático quanto o da provedora de filmes e séries). Um lado que poderia ser considerado negativo é a falta de um pointer para navegar pelos menus, algo que já está presente em vários modelos de ponta do mercado.

Quanto aos menus, temos que exaltar o bom trabalho feito pela Sony. Nós já havíamos testado um modelo de ponta da marca e um ponto bastante deficitário foi a fluidez dos menus e ao acessar aplicativos, algo que é bem decepcionante para uma televisão de ponta. No modelo XBR-65X935D, no entanto, a fluidez foi muito boa e tornou a usabilidade do sistema muito mais prática. O que é ótimo, já que a TV oferece uma gama de opções de uso bastante interessantes.

Como o modelo possui a Android TV (sim, uma versão adaptada do sistema operacional de smartphones), ele conta com uma série de aplicativos já consagrados nas versões móveis (como Netflix, Globosat Play, Globo Play, entre outros), além de alguns jogos. É claro, continua sendo muito mais prático você jogar na tela do seu smartphone, mas, caso você queira rodar alguns games em uma tela de 65 polegadas, esse é um dos caminhos. O lado ruim é que ele conta com pouco mais de 8 GB de armazenamento e vários aplicativos nativos já tomam boa parte desse espaço.

 

Outras funcionalidades que a Android TV proporciona são o espelhamento da tela de um smartphone, além de transferência de conteúdo via Netflix, Youtube, entre outros, diretamente para a TV. Ou seja, se você estiver navegando pelo YouTube e deseja assistir um vídeo na TV, basta clicar em um ícone que aparecerá no canto superior da tela e selecionar o modelo da televisão.

O controle remoto se parece muito com o de outros modelos da Sony, mas com um design repaginado. Agora, suas teclas são bem baixas e quase rentes ao acessório. Ah, mas um ponto que já havíamos criticado em outros modelos da marca se mantém: a disposição de funções é um tanto quanto confuso e é difícil se acostumar com a quantidade de menus nos primeiros contatos.

Quando você se deparar com o controle pela primeira vez, provavelmente vai se confundir com o que cada tecla significa. Para configurações e acesso a aplicativos, há três teclas-chave: Action Menu, Home e Discover. A primeira dá acesso a configurações rápidas, como uma espécie de menu prático para alterar alguns modos de imagem e de som. O segundo é mais completo, onde você encontrará aplicativos como Netflix e todas as opções de entrada (como HDMI, USB, etc). O último é mais um menu prático para ter acesso a conteúdos de streaming, como Netflix. Ao clicar nele (e se você estiver conectado na sua conta), ele deverá mostrar uma barra no canto inferior da tela com imagens dos últimos conteúdos exibidos e filmes ou séries sugeridos. Isso tudo parece bem simples, mas leva um tempo até você se acostumar com todos os nomes estranhos e menus nada simples.

Apesar disso, o controle conta com um bom tamanho e seu encaixe é muito bom nas mãos. Além disso, ele conta com um botão exclusivo para o Netflix e outro para o Google Play (algo incomum, apesar de não ser tão prático quanto o da provedora de filmes e séries). Um lado que poderia ser considerado negativo é a falta de um pointer para navegar pelos menus, algo que já está presente em vários modelos de ponta do mercado.

Quanto aos menus, temos que exaltar o bom trabalho feito pela Sony. Nós já havíamos testado um modelo de ponta da marca e um ponto bastante deficitário foi a fluidez dos menus e ao acessar aplicativos, algo que é bem decepcionante para uma televisão de ponta. No modelo XBR-65X935D, no entanto, a fluidez foi muito boa e tornou a usabilidade do sistema muito mais prática. O que é ótimo, já que a TV oferece uma gama de opções de uso bastante interessantes.

Como o modelo possui a Android TV (sim, uma versão adaptada do sistema operacional de smartphones), ele conta com uma série de aplicativos já consagrados nas versões móveis (como Netflix, Globosat Play, Globo Play, entre outros), além de alguns jogos. É claro, continua sendo muito mais prático você jogar na tela do seu smartphone, mas, caso você queira rodar alguns games em uma tela de 65 polegadas, esse é um dos caminhos. O lado ruim é que ele conta com pouco mais de 8 GB de armazenamento e vários aplicativos nativos já tomam boa parte desse espaço.

 

Outras funcionalidades que a Android TV proporciona são o espelhamento da tela de um smartphone, além de transferência de conteúdo via Netflix, Youtube, entre outros, diretamente para a TV. Ou seja, se você estiver navegando pelo YouTube e deseja assistir um vídeo na TV, basta clicar em um ícone que aparecerá no canto superior da tela e selecionar o modelo da televisão.

Qualidade de imagem

Como dito no começo do review, a TV da Sony conta com 65 polegadas de tela com resolução 4K. Ela é retroiluminada por LED nas laterais (Edge LED) e conta com uma tecnologia exclusiva da Sony - o Slim Backlight Drive. Segundo a fabricante, o diferencial trabalharia da seguinte forma: quando a TV está transmitindo algum conteúdo, o próprio display identificaria zonas em que há a necessidade de maior luz, de uma forma mais dinâmica. Isso, na prática, ajudaria a trazer cores mais vivas e níveis de contrastes mais intensos. Na prática, realmente a qualidade é muito boa, mas ainda aquém dos famosos painéis de OLED encontrados no mercado.

Como em outras televisões da marca, o modelo XBR-65X935D também conta com algumas tecnologias próprias que ajudariam a melhorar a imagem, segundo a fabricante, como o Triluminos (que permite captar uma gama maior de cores). Além disso, a TV também conta com o MotionFlow XR 960, uma tecnologia de processamento de imagens que ajudaria a tornar as imagens mais fluidas. Infelizmente, a Sony não revelou mais detalhes sobre a frequência da tela, mas podemos dizer que os movimentos, no geral, são muito bons e não é possível perceber os famosos fantasmas presentes em painéis de baixa taxa de atualização.

Para testar todos os termos na prática, rodamos diversos conteúdos via Netflix. De início, executamos algumas animações como Procurando Nemo, Gravity Falls e Apenas um Show. Em todas elas o modelo se saiu muito bem, com cores bem vivas e taxas de contraste bem animadoras. Já para os filmes, temos algo a dizer antes de darmos o veredito. Como utilizamos o Netflix como parâmetro, rodamos dois tipos de conteúdo: um em 4K e outro em HDR, já que a TV conta com suporte para esta tecnologia.

Os filmes e séries em 4K - como House of Cards, Breaking Bad e Jessica Jones - se saíram muito bem, com boa qualidade de imagens. Mas foi ao reproduzir conteúdos em HDR - como a série Marco Polo ou o filme The Ridiculous 6 - que vimos o grande potencial da TV. Os níveis de contraste e a vivacidade das cores foram bastante impressionantes e nos

deixaram bastante satisfeitos.

Mas para ter acesso a toda essa qualidade, é necessário ter um ponto em mente: espaço físico. Como ela tem 65 polegadas de tamanho, você provavelmente vai se decepcionar muito se não colocá-la a pelo menos 2 metros e meio de distância do sofá, já que, se estiver muito perto da TV, com certeza vai ver pixels indesejados.

Quanto aos ambientes, a TV da Sony é bem versátil tanto em lugares com muita luz quanto em locais mais escuros. A qualidade das imagens é ótima em ambas, mas será mais sedutor assistir aos filmes e séries com a luz apagada.

 

A TV ainda conta com 3D ativo, mas vem com apenas 1 óculos. Não chega a ser um ponto negativo, já que essa é uma tecnologia que vem sendo deixada de lado pelas fabricantes nos últimos tempos.

Como dito no começo do review, a TV da Sony conta com 65 polegadas de tela com resolução 4K. Ela é retroiluminada por LED nas laterais (Edge LED) e conta com uma tecnologia exclusiva da Sony - o Slim Backlight Drive. Segundo a fabricante, o diferencial trabalharia da seguinte forma: quando a TV está transmitindo algum conteúdo, o próprio display identificaria zonas em que há a necessidade de maior luz, de uma forma mais dinâmica. Isso, na prática, ajudaria a trazer cores mais vivas e níveis de contrastes mais intensos. Na prática, realmente a qualidade é muito boa, mas ainda aquém dos famosos painéis de OLED encontrados no mercado.

Como em outras televisões da marca, o modelo XBR-65X935D também conta com algumas tecnologias próprias que ajudariam a melhorar a imagem, segundo a fabricante, como o Triluminos (que permite captar uma gama maior de cores). Além disso, a TV também conta com o MotionFlow XR 960, uma tecnologia de processamento de imagens que ajudaria a tornar as imagens mais fluidas. Infelizmente, a Sony não revelou mais detalhes sobre a frequência da tela, mas podemos dizer que os movimentos, no geral, são muito bons e não é possível perceber os famosos fantasmas presentes em painéis de baixa taxa de atualização.

Para testar todos os termos na prática, rodamos diversos conteúdos via Netflix. De início, executamos algumas animações como Procurando Nemo, Gravity Falls e Apenas um Show. Em todas elas o modelo se saiu muito bem, com cores bem vivas e taxas de contraste bem animadoras. Já para os filmes, temos algo a dizer antes de darmos o veredito. Como utilizamos o Netflix como parâmetro, rodamos dois tipos de conteúdo: um em 4K e outro em HDR, já que a TV conta com suporte para esta tecnologia.

Os filmes e séries em 4K - como House of Cards, Breaking Bad e Jessica Jones - se saíram muito bem, com boa qualidade de imagens. Mas foi ao reproduzir conteúdos em HDR - como a série Marco Polo ou o filme The Ridiculous 6 - que vimos o grande potencial da TV. Os níveis de contraste e a vivacidade das cores foram bastante impressionantes e nos

deixaram bastante satisfeitos.

Mas para ter acesso a toda essa qualidade, é necessário ter um ponto em mente: espaço físico. Como ela tem 65 polegadas de tamanho, você provavelmente vai se decepcionar muito se não colocá-la a pelo menos 2 metros e meio de distância do sofá, já que, se estiver muito perto da TV, com certeza vai ver pixels indesejados.

Quanto aos ambientes, a TV da Sony é bem versátil tanto em lugares com muita luz quanto em locais mais escuros. A qualidade das imagens é ótima em ambas, mas será mais sedutor assistir aos filmes e séries com a luz apagada.

 

A TV ainda conta com 3D ativo, mas vem com apenas 1 óculos. Não chega a ser um ponto negativo, já que essa é uma tecnologia que vem sendo deixada de lado pelas fabricantes nos últimos tempos.

Conclusão

A TV Sony XBR-65X935D é um modelo bastante completo do mercado. Ela conta com um design diferenciado, recursos de sobra (graças à excelente interface Android TV), além de conectividade abundante. Em termos de qualidade de imagem, ela é excelente, com ótimos níveis de cor, contraste e de brilho. Seu único problema é a faixa de preço do mercado, já que há opções tão interessantes quanto no mercado, como é o caso das famosas TVs de OLED, que, hoje, são a referência em qualidade de imagens. Ou seja, a TV da Sony não possui preços competitivos, mas, sem dúvidas, entrega um conjunto de qualidade em vários pontos.

Matérias Relacionadas
2/10 Não recomendo este produto
Avaliação Geral0%Recomendam a compra
2/10Baseado em 1 avaliações
Aspectos Negativos
  • Durabilidade
Enviar sua Avaliação