Ative seu cashback
Entrar

Compare preços em 3 lojas

Ordenar por

Detalhes do produto As Brumas De Avalon - Marion, Zimmer Bradley - 9788542213416

Detalhes do produto

Informações Básicas

ISBN9788542213416
ISBN-108542213416
TítuloAs Brumas De Avalon
AutorMarion, Zimmer Bradley
EditoraMinotauro
Ver ficha técnica completa
Detalhes do produto

Informações Básicas

ISBN9788542213416
ISBN-108542213416
TítuloAs Brumas De Avalon
AutorMarion, Zimmer Bradley
EditoraMinotauro

Avaliação dos usuários

4.8

1214 avaliações

Exibimos as avaliações mais relevantes da Amazon

Fiz minha avó feliz (◍•ᴗ•◍)❤

Recomendo

Um dia estava conversando com minha avó sobre esse livro. Ela tinha me dito que leu emprestado a muitos anos e tinha amado. Quando procurei aqui na Amazon estava quase R$100, não tinha como comprar. No dia seguinte entrou uma promoção incrível pela metade do preço. Obrigada Amazon! Minha avó está muito feliz (✿^‿^)❤

Ana

• Via Amazon

Embalagem e transporte deixaram a desejar

Recomendo

Nada tenho a reclamar em relação a qualidade do livro, pois as folhas, a diagramação, a capa e a encadernação são de ótima qualidade. No entanto, o livro chegou com várias avarias, devido a embalagem e ao transporte. A entrega foi muito rápida, mas o livro deveria ter sido embalado com maior zelo.

Lidiane Prado

• Via Amazon

Um clássico sobre as mulheres das lendas Arturianas em volume único e capa dura.

Recomendo

Um sonho realizado ter essa estória, este livro em minha estante. Finalmente uma edição de respeito. O ponto positivo para os livros em volumes separados, só é bom, caso você queira adiantar a leitura enquanto espera o metrô, ônibus ou uma consulta. Porque aquela antiga era, particularmente, bem feinha. Li há um tempo atrás na versão dos quatro volumes da Imago e agora, fomos presenteados com essa edição única e linda, feita pela Planeta. Muito caprichoso o acabamento do livro. A única coisa ruim de calhamaços é andar com o livro por aí; o que não desmerece em nada o seu conteúdo.

Isabela Zinid

• Via Amazon

FOI BOM CONHECER

Recomendo

Enfim, quase mil páginas não é um esforço trivial. É necessário muito brio do leitor para enfrentar um desafio dessa dimensão. Entre picos e vales, desertos cansativos, mas também bons oásis, guiou-me nAs Brumas de Avalon a elegante afirmação de Fernando Pessoa que “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”. Assim, apesar de tudo, - do cansaço principalmente - venci As Brumas de Avalon persistindo em cada capítulo me reconciliar com a leitura e me deleitar com o enredo: em muitos momentos obtive bom entretenimento. No atacado da leitura talvez tenha havido alguma má vontade de minha parte. Não tenho dificuldades em reconhecer minhas fragilidades de leitor em algumas obras. De todo modo, embora As Brumas de Avalon seja uma narrativa fantasiosa, nem por isso é menos rica, interessante e que cativa o leitor simpático a esse estilo literário. Posso, enfim, sintetizar que foi muito bom conhecer as boas histórias de reis e rainhas contadas sob a perspectiva feminina e os conflitos existenciais das personagens encarnadas em Viviane, Morgana e Morgause, além, claro, das principais personagens masculinas Artur e Lancelote em seus dúbios relacionamentos amorosos. A narrativa é longa e pródiga na exposição de conceitos filosóficos que são interessantes e estimulantes para a vida porque pragmáticos. Todavia é abundante no enredo as estocadas ferinas e propositais que a narrativa procura desferir nos pressupostos, conceitos, costumes e dogmas do cristianismo católico querendo com isso desmerecer essa fé e, sobretudo, fazer dela uma caricatura deplorável, expondo assim a face frágil desse segmento religioso: um prato cheio para quem não é adepto dessa crença. As personagens partilham um terreno comum de constantes conflitos cujo cenário cotidiano é pautado essencialmente pela imposição e intromissão de novos dogmas e costumes religiosos, o que disso resulta a divisão das pessoas, a perda da liberdade individual e a ojeriza do homem pelo homem em consequência de princípios de fés que se antagonizam e se hostilizam mutuamente. Essa guerra religiosa desnecessária está presente não apenas nAs Brumas de Avalon: aqui essa temática tem sua relevância por lançar um pouco de luz nos simbolismos religiosos que continuamente sufocam a humanidade em conflitos intermináveis ainda hoje em nossos dias.

Ebenézer Reis

• Via Amazon