Os vinhos chilenos são reconhecidos como parte dos melhores rótulos do mundo -- uma vantagem e tanto para os apreciadores de vinho do Brasil. Afinal, as garrafas dos nossos vizinhos podem chegar aqui com preços mais atrativos do que marcas da Europa ou países mais distantes. Fora que a qualidade dos vinhos chilenos aumenta a cada dia, com alternativas para diversos momentos e de diferentes faixas de preço, desde vinhos bons e baratos até garrafas que pedem uma ocasião especial.

Para te ajudar a escolher o melhor vinho chileno, nós chamamos o sommelier Adão Andrade, que fez uma seleção para lá de especial para a matéria. "Os vinhos chilenos são excelentes alternativas para quem busca bons vinhos a um bom preço. Hoje, praticamente 50% das prateleiras de vinho em mercados comuns no Brasil são compostas por vinhos chilenos e isso não é à toa: eles são vivos, macios, mais alcoólicos e com uma imensa variedade para todos os gostos", explica. Vamos conhecer?

Ah, e já anota a dica do sommelier: "Assim como os argentinos, brasileiros, uruguaios, neozelandeses, australianos e outros, os vinhos chilenos fazem parte dos vinhos do Novo Mundo, que, geralmente, são prontos para servir (ou seja, não têm indicação de tempo de guarda), o que é uma vantagem para o consumidor comum".

Aproveite para conferir a nossa seleção dos melhores vinhos suaves!

Confira a nossa seleção dos melhores vinhos chilenos! (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

1. Vinho Chileno Odfjell Armador Syrah Orgânico

Aromático e fresco, esse vinho chileno foi elaborado a partir de vinhas orgânicas localizadas no vinhedo Padre Hurtado, em Valle del Maipo. Sua acidez é agradável e equilibrada, e seu final de boca revela notas de frutas vermelhas e baunilha. Um belo acompanhante para momentos descontraídos, que merecem um toque especial!

Dica do sommelier:

"Vinho com sabores intensos e específicos da terra, com notas de ameixa e aromas de fazenda. Vai muito bem com carnes, molhos de ervas e especiarias. Ótimo custo-benefício, pertence à nova geração de vinhos, os orgânicos".

Características desse vinho chileno:

  • Região: Maipo
  • Tipo de Uva: Syrah
  • Teor alcoólico: 13,5%
  • Classificação: Seco

2. Vinho Chileno Tarapacá Reserva Carménère

Elaborado em um cuidadoso processo na vinícola Tarapacá, localizada na Ilha de Maipo, esse vinho chinelo traz uma explosão dos aromas frescos de prumo e pimenta, além de toques de ervas aromáticas e notas de chocolate amargo. O paladar é de médio corpo, frutado, equilibrando acidez e frescor, com a presença de taninos doces.

Dica do sommelier:

"Um vinho com bastante corpo e marcante em sabor, super recomendado. Entrega notas de frutas vermelhas e especiarias, como baunilha, chocolate e canela. Combina perfeitamente com um ossobuco com purê de batata e demais pratos de carnes com osso, como costela e rabada."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Maipo
  • Tipo de Uva: Carmenere
  • Teor alcoólico: 13,5%
  • Classificação: Seco

3. Vinho Chileno Emiliana Adobe Chardonnay Orgânico

Levíssimo, esse vinho chileno branco apresenta aroma de frutas cítricas, como lima, e é fresco, mas equilibrando com uma acidez. Além disso, ele é um vinho chileno orgânico, ou seja as videiras são cultivadas com adubos e fertilizantes naturais, preservando o fruto de uma forma mais pura. Um vinho branco super gostoso, fresco e cheio no aroma.

Dica do sommelier:

"Esse vinho é um branco levíssimo, excelente para acompanhar entradas frias. Uma dica é degustá-lo num final de tarde com torradas amanteigadas, queijos leves e secos, nozes, amêndoas e pães de fermentação natural. Também vai bem com peixes e algumas massas."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Valle de Casablanca
  • Tipo de Uva: Chardonnay
  • Teor alcoólico: 12,9%
  • Classificação: Seco

4. Vinho Chileno Emiliana Adobe Riesling Orgânico

Refrescante e assinado por Emiliana, esse vinho chileno branco encanta por sua vivacidade e equilíbrio. O destaque aqui vai para seu caráter fresco, que remete a notas de frutas cítricas, como limão, flores e toques minerais. Ele também é um vinho chileno orgânico, leve e com um teor alcoólico mais alto.

Dica do sommelier:

"Mais um vinho 'do futuro', da geração orgânica. Com notas cítricas e florais, é uma boa pedida para quem gosta de um vinho mais mineral. Acompanha bem pratos com frutos do mar, em específico lulas grelhadas ou empanadas ou até uma boa massa com amêijoas frescas."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Valle del Bío Bío
  • Tipo de Uva: Chardonnay
  • Teor alcoólico: 13,5%
  • Classificação: Seco

5. Vinho Chileno Petirrojo Reserva Cabernet Sauvignon

Elegante e equilibrado, esse vinho chileno revela notas de frutas vermelhas maduras e toques defumados. Normalmente, um Cabernet Sauvignon gera vinhos intensos, com taninos potentes e muito aromáticos. Nesse caso, temos um autêntico Cabernet Sauvignon, com boa relação de custo-benefício.

Dica do sommelier:

"Trata-se de um vinho coringa, com sabor marcante e notas de frutas vermelhas, que atende bem a quem quer beber um vinho tinto barato e honesto. Vai bem com carnes grelhadas, assadas e cozidas. Acompanha também uma boa massa com molho à bolonhesa. Combina com especiarias fortes, como pimentas."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Valle de Colchagua
  • Tipo de Uva: Cabernet Sauvignon
  • Teor alcoólico: 13,5%
  • Classificação: Seco

6. Vinho Chileno Medalla Real Gran Reserva Pinot Noir

Intenso e com profunda cor vermelho-rubi, esse vinho chileno é dominado por aromas de morango, cereja e especiarias, delicadamente combinados com notas a tostado e baunilha. Elegante e concentrado, ele possui um quê de doce, e um final que potencializa o sabor da fruta.

Dica do sommelier:

"Esse é um vinho tinto com notas de morango, cereja e especiarias que pode ser servido um pouco mais fresco. Excelente para quem gosta de carnes bem passadas e sem gordura, como um filé mignon. Outra ótima opção de harmonização é o famoso bolo de carne com purê de batatas. Também combina com um tábua de queijos leves e presunto de Parma."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Vale de Leyda
  • Tipo de Uva: Pinot Noir
  • Teor alcoólico: 13,8%
  • Classificação: Seco

7. Vinho Chileno Cousino Macul Antiguas Chadonnay

Por último, esse vinho chileno possui notas de abacaxi e melão maduros, e um discreto toque de baunilha. Sua acidez é equilibrada no paladar, além de ter excelente corpo e elegância final. O teor alcoólico desse Chardonnay é um pouco mais alto. De fato, esse é um vinho chileno branco para ocasiões especiais.

Dica do sommelier:

"Com notas de frutas como abacaxi e melão, este vinho super fresco é para quem quer beber um bom branco com custo-benefício em dias um pouco mais frios. Acompanha bem um espaguete na manteiga ou ao alho e óleo,  ou até uma massa com molho branco com queijo Parmigiano Reggiano ralado por cima."

Características desse vinho chileno:

  • Região: Valle del Maipo
  • Tipo de Uva: Chardonnay
  • Teor alcoólico: 14%
  • Classificação: Seco