Smartphone Motorola Moto Z 2 Play XT1710
Ícone de Favorito

8/10 (Baseado em 26 avaliações)
Avaliação do Especialista
Prós
  • Ótimo desempenho

  • 64 GB de espaço interno

  • Design premium em alumínio

  • Tela Super AMOLED oferece ótimas imagens

  • Continua com os Moto Snaps

Ler a avaliação completa
Ordenar por:
  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5 ´ Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum
    Americanas.com

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5 ´ Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5` Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum
    Amazon

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5` Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM
    Casas Bahia

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM
    Extra.com.br

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5 ´ Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum
    Submarino

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5,5 ´ Octa - Core 2.2 GHz 64GB Câmera 12MP - Platinum

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM
    PontoFrio.com

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 Ouro com 64GB, Tela de 5.5 ´ ´, Dual Chip, Câmera 12MP, Android 7.1, Processador Octa - Core e 4GB de RAM

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 - 07 Ouro 64GB Android Nougat 4GB RAM Traseira 12MP Frontal 5MP XT1710 - 07 4246628
    Wal-Mart

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play XT1710 - 07 Ouro 64GB Android Nougat 4GB RAM Traseira 12MP Frontal 5MP XT1710 - 07 4246628

  • Smartphone Motorola Moto Z2 Play 64GB Ouro XT1710 - 07. 2177823
    Magazine Luiza

    Smartphone Motorola Moto Z2 Play 64GB Ouro XT1710 - 07. 2177823

  • Moto Z2 Play 64GB - Azul Topázio
    Motorola

    Moto Z2 Play 64GB - Azul Topázio

  • Moto Z2 Play Ouro Motorola, com Tela de 5,5 ´, 4G, 64 GB e Câmera de 12 MP - XT1710 MRXT1710DRD_PRD
    Fast Shop.com.br

    Moto Z2 Play Ouro Motorola, com Tela de 5,5 ´, 4G, 64 GB e Câmera de 12 MP - XT1710 MRXT1710DRD_PRD

    • Ver histórico:
    Achou caro?
    Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
    Maior preço registrado:R$ 2.599,90
    Menor preço registrado:R$ 1.451,12
    Me avise quando o preço chegar em:
    0%
    0%
    100%
    Arraste a barra para controlar o valor do pedido
    Tela
    Tipo de TelaSUPER AMOLED
    Tamanho da Tela5.5
    Resolução1920 x 1080 Pixels
    Informações Básicas
    LinhaMoto Z
    TipoSmartphone
    Modelo2 Play XT1710
    MarcaMotorola
    Câmera
    Funções da CâmeraDetector de Rosto
    Funções Câmera FrontalFlash Frontal
    Câmera Traseira12.0 Megapixels
    Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
    Software
    VersãoNougat
    Sistema OperacionalAndroid
    Hardware
    ProcessadorQualcomm Snapdragon 626
    Velocidade do Processador2.2 GHz
    EntradasMicroSD
    NúcleosOcta-Core (8 Núcleos)
    Memória RAM4 GB RAM
    Memória Interna64 GB
    Características e Conectividade
    Internet4G
    RecursosRádio
    Dimensões
    Peso145 g
    Largura76,2 mm
    Altura156,2 mm
    Profundidade5,9 mm
    Bateria
    Bateria3000 mAh
    Por Colaborador em 03/07/2017
    Moto Z2 Play é o smartphone intermediário com design premium

    Voltando usar a marca Motorola, celular faz um ótimo trabalho, continua apostando nos snaps e traz boas melhorias

    Prós
    • Ótimo desempenho

    • 64 GB de espaço interno

    • Design premium em alumínio

    • Tela Super AMOLED oferece ótimas imagens

    • Continua com os Moto Snaps

    Contras
    • Câmera não possui estabilização óptica

    • Bateria diminuiu

    Ela está de volta! Sim, a Motorola voltou ao jogo colocando novamente seu nome nos smartphones justamente com a segunda geração da família Z Play. Com o Moto Z2 Play, agora temos um smartphone ainda mais fino, mas com design premium e os ótimos snaps. Posicionado na categoria dos intermediários avançados, será que esse smartphone consegue fazer bom trabalho e é uma boa evolução para seu irmão mais velho? Vamos descobrir juntos nos parágrafos a seguir.

    Ela está de volta! Sim, a Motorola voltou ao jogo colocando novamente seu nome nos smartphones justamente com a segunda geração da família Z Play. Com o Moto Z2 Play, agora temos um smartphone ainda mais fino, mas com design premium e os ótimos snaps. Posicionado na categoria dos intermediários avançados, será que esse smartphone consegue fazer bom trabalho e é uma boa evolução para seu irmão mais velho? Vamos descobrir juntos nos parágrafos a seguir.

    Especificações, desempenho e benchmarks

    O Moto Z2 Play traz um processador octa-core Snapdragon 626 de 2,2 GHz, 4 GB de RAM (1 GB a mais que sua versão anterior) e GPU Adreno 506. Esse aumento na memória RAM deixa o telefone trabalhar com muito mais tranquilidade no multitarefa (mais de 15 apps estiveram abertos ao mesmo tempo e não sofremos com engasgos). Outro detalhe são os games que obtiveram ótimo desempenho, mesmo aqueles mais exigentes, como Asphalt 8, Mortal Kombat e Real Racing 3. Claro que em alguns momentos notamos alguns lags, mas nada que atrapalhasse a jogatina.

    Com o Android 7.1.1 Nougat, a Motorola é a marca que faz menos modificações no sistema operacional do Google. Com pequenas adições, que comentaremos mais para frente, a navegação é intuitiva. Dá até para visualizar a tela inicial e os menus no formato paisagem (horizontal).

    E para termos uma noção geral de desempenho, realizamos testes com 4 programas de benchmarks sintéticos, que geram resultados absolutos e facilitam na comparação entre os smartphones. Utilizamos Antutu, 3DMark, PCMark e Geekbench 4. Apenas lembrando que quanto maior o resultado, melhor.

    Para facilitar, eis os resultados obtidos pelo Moto Z2 Play:

    - Antutu: 67.507 pontos

    - PCMark: 6.036 pontos (Work 1.0) e 4.992 pontos (Work 2.0)

    - 3DMark: 14.079 pontos (Ice Storm Unlimited) e 468 pontos (Sling Shot Extreme)

    - Geekbench: 909 pontos (Single-core) e 4.569 pontos (Multi-core)

    Apenas no quesito comparação, eis os resultados obtidos pelo Quantum MUV Up, um modelo inferior, mas que dá a noção do bom resultado do telefone da Motorola:

    - Antutu: 34.956 pontos

    - PCMark: 4.178 pontos (Work 1.0) e 3.075 pontos (Work 2.0)

    - 3DMark: 5.270 pontos (Ice Storm Unlimited) e 202 pontos (Sling Shot Extreme)

    - Geekbench: 619 pontos (Single-core) e 1.895 pontos (Multi-core)

    O Moto Z2 Play traz um processador octa-core Snapdragon 626 de 2,2 GHz, 4 GB de RAM (1 GB a mais que sua versão anterior) e GPU Adreno 506. Esse aumento na memória RAM deixa o telefone trabalhar com muito mais tranquilidade no multitarefa (mais de 15 apps estiveram abertos ao mesmo tempo e não sofremos com engasgos). Outro detalhe são os games que obtiveram ótimo desempenho, mesmo aqueles mais exigentes, como Asphalt 8, Mortal Kombat e Real Racing 3. Claro que em alguns momentos notamos alguns lags, mas nada que atrapalhasse a jogatina.

    Com o Android 7.1.1 Nougat, a Motorola é a marca que faz menos modificações no sistema operacional do Google. Com pequenas adições, que comentaremos mais para frente, a navegação é intuitiva. Dá até para visualizar a tela inicial e os menus no formato paisagem (horizontal).

    E para termos uma noção geral de desempenho, realizamos testes com 4 programas de benchmarks sintéticos, que geram resultados absolutos e facilitam na comparação entre os smartphones. Utilizamos Antutu, 3DMark, PCMark e Geekbench 4. Apenas lembrando que quanto maior o resultado, melhor.

    Para facilitar, eis os resultados obtidos pelo Moto Z2 Play:

    - Antutu: 67.507 pontos

    - PCMark: 6.036 pontos (Work 1.0) e 4.992 pontos (Work 2.0)

    - 3DMark: 14.079 pontos (Ice Storm Unlimited) e 468 pontos (Sling Shot Extreme)

    - Geekbench: 909 pontos (Single-core) e 4.569 pontos (Multi-core)

    Apenas no quesito comparação, eis os resultados obtidos pelo Quantum MUV Up, um modelo inferior, mas que dá a noção do bom resultado do telefone da Motorola:

    - Antutu: 34.956 pontos

    - PCMark: 4.178 pontos (Work 1.0) e 3.075 pontos (Work 2.0)

    - 3DMark: 5.270 pontos (Ice Storm Unlimited) e 202 pontos (Sling Shot Extreme)

    - Geekbench: 619 pontos (Single-core) e 1.895 pontos (Multi-core)

    Armazenamento, conectividade, tela e design

    Nessa nova geração, o Moto Z2 Play traz espaço para dar e vender. São 64 GB de armazenamento interno (32 GB a mais que o Z Play), podendo ainda ser expandido para 2 TB via cartão microSD. (ver se é possível copiar apps para a memória interna).

    Além de ser dual chip e não dividir o slot com o cartão de memória, claro que o 4G está presente. Esse modelo já conta com a interface USB-C, mas sem abrir mão da entrada P2 para fone de ouvido. O Bluetooth está em sua versão 4.2, além de também possuir NFC, GPS (AGPS, GLONASS e BEIDU) e leitor de impressões digitais, que falaremos a seguir.

    No quesito design, a Motorola abandonou o acabamento em vidro e adotou o metal em um corpo único, deixando o Moto Z2 Play com uma aparência premium. Além disso, ele está ainda mais fino. Com 145 gramas, agora são 6 milímetros de espessura e quem pagou o pato para esse emagrecimento foi a bateria. A pegada é boa, mas é preciso tomar cuidado para não deixar o aparelho escorregar de suas mãos. O ideal é usar as capinhas, que deixam o encaixe nas mãos ainda melhor e suaviza o calombo da câmera na traseira.

    Para quem está preocupado com a compatibilidade dos snaps lançados juntos com a primeira geração, pode ficar tranquilo. A fabricante garantiu que o Z2 Play será compatível com, pelo menos, mais duas gerações dos acessórios. No lançamento do aparelho, foram mostrados um módulo de bateria de carregamento rápido, uma atualização da caixa JBL e um joystick para games. Sobre o leitor de digitais, ele é bastante preciso e reconhece com rapidez a digital cadastrada. É possível desbloquear o telefone com a tela apagada e bloquear com qualquer um dos dedos (mesmo aqueles não cadastrados). Além disso, ele serve para a navegação do Android, com comandos para voltar, abrir o multitarefa e ir para a tela inicial.

    Um dos grandes destaques do Z2 Play é sua tela de 5,5 polegadas com resolução full HD e tecnologia Super AMOLED. Com um amplo leque de cores fieis, um ângulo de visão caprichado e o contraste equilibrado, as imagens ficam excelentes e é um prato cheio para quem curte ver filmes e séries. Com um brilho potente, é possível até visualizar os conteúdos de forma aceitável mesmo em condições de luz solar direta.E para os desastrados, a Motorola incluiu a tecnologia Gorilla Glass 3 em seu vidro, para proteger dos possíveis pequenos riscos e arranhões.

    Ainda bem que mesmo mais magrinho, a empresa decidiu manter a entrada para fone de ouvido e ainda oferece fones na caixa. Sua qualidade é ótima, além de ser confortável e encaixar bem nas orelhas. Já o alto-falante está localizado acima da tela, na parte frontal do aparelho. Isso é excelente, pois o som se encaminha diretamente ao espectador. Mas claro que a definição não é lá essas coisas, mas isso já é o esperado.

    Sobre as tão conhecidas Moto Ações, o Z2 Play agora traz o Moto Voz, onde você fala ‘Me mostra…’ e o smartphone abre para você. O problema é que as opções são muito limitadas e não parece muito prático você pedir para o telefone fazer algo que em apenas 2 ou 3 cliques. No restante, nada muda.

    Nessa nova geração, o Moto Z2 Play traz espaço para dar e vender. São 64 GB de armazenamento interno (32 GB a mais que o Z Play), podendo ainda ser expandido para 2 TB via cartão microSD. (ver se é possível copiar apps para a memória interna).

    Além de ser dual chip e não dividir o slot com o cartão de memória, claro que o 4G está presente. Esse modelo já conta com a interface USB-C, mas sem abrir mão da entrada P2 para fone de ouvido. O Bluetooth está em sua versão 4.2, além de também possuir NFC, GPS (AGPS, GLONASS e BEIDU) e leitor de impressões digitais, que falaremos a seguir.

    No quesito design, a Motorola abandonou o acabamento em vidro e adotou o metal em um corpo único, deixando o Moto Z2 Play com uma aparência premium. Além disso, ele está ainda mais fino. Com 145 gramas, agora são 6 milímetros de espessura e quem pagou o pato para esse emagrecimento foi a bateria. A pegada é boa, mas é preciso tomar cuidado para não deixar o aparelho escorregar de suas mãos. O ideal é usar as capinhas, que deixam o encaixe nas mãos ainda melhor e suaviza o calombo da câmera na traseira.

    Para quem está preocupado com a compatibilidade dos snaps lançados juntos com a primeira geração, pode ficar tranquilo. A fabricante garantiu que o Z2 Play será compatível com, pelo menos, mais duas gerações dos acessórios. No lançamento do aparelho, foram mostrados um módulo de bateria de carregamento rápido, uma atualização da caixa JBL e um joystick para games. Sobre o leitor de digitais, ele é bastante preciso e reconhece com rapidez a digital cadastrada. É possível desbloquear o telefone com a tela apagada e bloquear com qualquer um dos dedos (mesmo aqueles não cadastrados). Além disso, ele serve para a navegação do Android, com comandos para voltar, abrir o multitarefa e ir para a tela inicial.

    Um dos grandes destaques do Z2 Play é sua tela de 5,5 polegadas com resolução full HD e tecnologia Super AMOLED. Com um amplo leque de cores fieis, um ângulo de visão caprichado e o contraste equilibrado, as imagens ficam excelentes e é um prato cheio para quem curte ver filmes e séries. Com um brilho potente, é possível até visualizar os conteúdos de forma aceitável mesmo em condições de luz solar direta.E para os desastrados, a Motorola incluiu a tecnologia Gorilla Glass 3 em seu vidro, para proteger dos possíveis pequenos riscos e arranhões.

    Ainda bem que mesmo mais magrinho, a empresa decidiu manter a entrada para fone de ouvido e ainda oferece fones na caixa. Sua qualidade é ótima, além de ser confortável e encaixar bem nas orelhas. Já o alto-falante está localizado acima da tela, na parte frontal do aparelho. Isso é excelente, pois o som se encaminha diretamente ao espectador. Mas claro que a definição não é lá essas coisas, mas isso já é o esperado.

    Sobre as tão conhecidas Moto Ações, o Z2 Play agora traz o Moto Voz, onde você fala ‘Me mostra…’ e o smartphone abre para você. O problema é que as opções são muito limitadas e não parece muito prático você pedir para o telefone fazer algo que em apenas 2 ou 3 cliques. No restante, nada muda.

    Câmeras e bateria

    Sim, temos que concordar que a saliência da câmera não é lá uma coisa muito legal, principalmente porque a lente pode ficar em contato com a superfície plana ou sofrer alguma colisão mais facilmente. Mas vamos falar dos resultados obtidos durante nossos testes. Com 12 megapixels, a câmera principal utiliza tecnologia Dual Pixel e focagem a laser, permitindo um clique ainda mais veloz e com maior definição. No caso do Z2 Play, o alcance do laser chega aos 5 metros.

    O sensor possui abertura f/1.7, permitindo maior entrada de luz, algo essencial para cliques em ambientes com baixa luminosidade ou durante a noite. No geral, as imagens ficaram ótimas, principalmente durante o dia, mas o nível de ruído é aceitável para locais fechados ou ambientes abertos com pouca luz. O modo manual é completo e permite deixar os ajustes na sua maneira preferida.

    Nos vídeos, é possível gravar em resolução 4K e full HD a 60 quadros por segundo. O maior problema é não oferecer estabilização óptica, então espere aquelas famosas tremidas durante seus clipes. Já câmera frontal de 5 MP e abertura f/2.2 apenas cumpre seu papel. Se você estiver com pouca luminosidade, dá para utilizar o flash frontal que ajuda na selfie, uma novidade em relação à geração passada.

    Como o celular ficou mais fino, a bateria foi sacrificada, perdendo pouco mais de 500 mAh. Agora no Moto Z2 Play são 3000 mAh, mas o resultado seguiu bom. Fizemos todo nosso teste padrão (10 fotos, 5 minutos de gravação de vídeo, 15 minutos de visualização de fotos e vídeos, 3 horas de navegação [internet e redes sociais], 30 minutos de ligações, 30 minutos de GPS, 20 minutos de jogos, 1 hora de música com volume em 70 por cento e 10 minutos no YouTube) e, ao final, ainda restavam 35%, um bom número indicando que o modelo deve aguentar bem o tranco durante o dia.

    Além disso, o telefone conta com carregador TurboPower de 15W. Realizamos um teste de carregamento e o Moto Z2 Play foi de 0 a 88% em 62 minutos. Ou seja, em pouco menos de 90 minutos, é possível dar uma carga completa no telefone. É importante ressaltar que o telefone estava desligado durante todo o teste.

    Sim, temos que concordar que a saliência da câmera não é lá uma coisa muito legal, principalmente porque a lente pode ficar em contato com a superfície plana ou sofrer alguma colisão mais facilmente. Mas vamos falar dos resultados obtidos durante nossos testes. Com 12 megapixels, a câmera principal utiliza tecnologia Dual Pixel e focagem a laser, permitindo um clique ainda mais veloz e com maior definição. No caso do Z2 Play, o alcance do laser chega aos 5 metros.

    O sensor possui abertura f/1.7, permitindo maior entrada de luz, algo essencial para cliques em ambientes com baixa luminosidade ou durante a noite. No geral, as imagens ficaram ótimas, principalmente durante o dia, mas o nível de ruído é aceitável para locais fechados ou ambientes abertos com pouca luz. O modo manual é completo e permite deixar os ajustes na sua maneira preferida.

    Nos vídeos, é possível gravar em resolução 4K e full HD a 60 quadros por segundo. O maior problema é não oferecer estabilização óptica, então espere aquelas famosas tremidas durante seus clipes. Já câmera frontal de 5 MP e abertura f/2.2 apenas cumpre seu papel. Se você estiver com pouca luminosidade, dá para utilizar o flash frontal que ajuda na selfie, uma novidade em relação à geração passada.

    Como o celular ficou mais fino, a bateria foi sacrificada, perdendo pouco mais de 500 mAh. Agora no Moto Z2 Play são 3000 mAh, mas o resultado seguiu bom. Fizemos todo nosso teste padrão (10 fotos, 5 minutos de gravação de vídeo, 15 minutos de visualização de fotos e vídeos, 3 horas de navegação [internet e redes sociais], 30 minutos de ligações, 30 minutos de GPS, 20 minutos de jogos, 1 hora de música com volume em 70 por cento e 10 minutos no YouTube) e, ao final, ainda restavam 35%, um bom número indicando que o modelo deve aguentar bem o tranco durante o dia.

    Além disso, o telefone conta com carregador TurboPower de 15W. Realizamos um teste de carregamento e o Moto Z2 Play foi de 0 a 88% em 62 minutos. Ou seja, em pouco menos de 90 minutos, é possível dar uma carga completa no telefone. É importante ressaltar que o telefone estava desligado durante todo o teste.

    Conclusão

    A Motorola volta ao jogo e coloca sua marca novamente nos smartphones. Querendo consolidar a posição de aparelho intermediário premium, o Moto Z2 Play consegue atingir isso logo de cara com seu design arrojado, em uma peça única de metal. Além disso, os snaps seguem presentes e alguns novos foram apresentados, mas sem perder a compatibilidade com os antigos.

    O conjunto entre processador, memória RAM e chip gráfico executa um ótimo trabalho e entregam um forte desempenho, sem deixar você na mão, seja com muitos apps abertos ou com aplicações mais exigentes. Não falta espaço para armazenar seus arquivos ou instalar mais aplicativos.

    A tela segue sendo um destaque. O Super AMOLED é unanimidade quando falamos de qualidade. Contraste marcante, cores vibrantes e brilho potente são alguns dos pontos que dão prazer ao assistir vídeos ou ver fotos nesse visor.

    A câmera continua trazendo boa qualidade, mas a saliência para fora das linhas planas pode causar certo incômodo. O jeito é usar uma Style Shell para amenizar isso. Mas nos cliques obtivemos bons resultados e a noite as fotos ficam boas também. Mas sentimos falta de estabilização óptica nos vídeos.

    Sobre a bateria, a diminuição na autonomia é notável, até por conta da redução para 3000 mAh. O resultado é bom, vai durar o dia todo de uso, mas se compararmos com a geração anterior, o número obtido chega ser uma decepção.

    Resumindo: o Moto Z2 Play é uma ótima opção para quem quer um smartphone com design premium, desempenho elevado e recursos bacanas, mas não deseja gastar horrores com um aparelho topo de linha.

    Matérias Relacionadas
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    8/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Avaliação Geral88%Recomendam a compra
    8/10Baseado em 26 avaliações
    Aspectos Positivos
    • Facilidade de Uso
    • Design
    • Display
    • Funções e Características
    • Duração da Bateria
    • Custo-Benefício
    • Durabilidade
    • Câmera
    Enviar sua Avaliação