Buscapé

Buscapé

Nosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Smartphone Motorola Moto G 4 XT1626info

  • Chips: Dual Chip
  • Câmera Traseira: 13.0 Megapixels
  • Tamanho da Tela: 5.5 polegadas
  • Nota: 9 / 10  Baseado em 146 avaliações
Veja o histórico de preços de até 1 ano

Confira o novo histórico de preços do Buscapé

Veja o histórico de preços de até 1 ano

Confira o novo histórico de preços do Buscapé

Adicione à lista
    Me avise quando o preço cair
    Carregando...

    Preços

    Avaliação do Especialista

    Moto G 4 é uma das melhores opções com TV digital

    <p class="MsoNormal" style="text-align: justify;">O Moto G 4 &eacute; um &oacute;timo intermedi&aacute;rio. O aparelho possui tela de boa qualidade, bom desempenho, um acabamento interessante e c&acirc;meras razo&aacute;veis. Com essas caracter&iacute;sticas, ele consegue atender a praticamente todas as demandas atuais. Mas o que justifica a sua compra ao inv&eacute;s da vers&atilde;o Plus, que conta com uma c&acirc;mera melhor e um sensor de digitais? A&iacute; depende de algumas prioridades. Se voc&ecirc; quer um aparelho com TV digital, o Moto G 4 &eacute; a melhor op&ccedil;&atilde;o. Se voc&ecirc; n&atilde;o faz quest&atilde;o, o Moto G Plus vai trazer melhores recursos. Independente disso, o Moto G 4 &eacute; uma &oacute;tima op&ccedil;&atilde;o no mercado de intermedi&aacute;rios.</p>

    Informações Básicas

    • TipoSmartphone
    • MarcaMotorola
    • LinhaMoto G
    • Modelo4 XT1626
    • ChipsDual Chip

    Câmera

    • Câmera Traseira13.0 Megapixels
    • Funções da CâmeraAuto HDR, Estabilização Automática, Filma em Full HD, Flash Duplo, Foco Automático, Zoom de 4x
    • Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
    • Funções Câmera FrontalFlash da Tela

    Tela

    • Tamanho da Tela5.5 polegadas
    • Resolução1920 x 1080 Pixels
    • DefiniçãoFull HD

    Hardware

    • ProcessadorQualcomm Snapdragon 617
    • NúcleosOcta-Core (8 Núcleos)
    • Velocidade do Processador1.5 GHz
    • Memória Interna16 GB
    • Memória RAM2 GB RAM
    • EntradasFone de Ouvido, Micro USB, MicroSD

    Software

    • Sistema OperacionalAndroid
    • VersãoMarshmallow

    Características e Conectividade

    • Internet4G, Wi-Fi
    • RecursosBluetooth 4.1, Carregamento TurboPower, TV Digital
    • ProteçãoNanorrevestimento à Prova D'Água

    Bateria

    • Bateria3000 mAh

    Dimensões

    • Largura76,6 mm
    • Altura153 mm
    • Profundidade9,8 mm
    • Peso157 g
    Ver mais detalhes

    Moto G 4 é uma das melhores opções com TV digital

    Além da ótima qualidade na transmissão de canais digitais, o aparelho da Lenovo traz um desempenho digno de smartphones mais caros e um design bem moderno

    por Colaborador em 23/5/2016

    Prós:

    • Desempenho
    • Acabamento moderno
    • TV digital com qualidade
    • Tela com alta resolução

    Contras:

    • Apenas 16 GB de armazenamento

    A quarta geração do Moto G chegou ao Brasil com três aparelhos - o Moto G Plus, o G Play e o Moto G 4. Nesse review, trazemos todas as informações sobre o último, com detalhes sobre testes de câmera, bateria e de desempenho. Mas adiantamos: o Moto G definitivamente saiu da categoria mais básica e atingiu um patamar mais premium, que vemos tanto no seu acabamento quanto no seu hardware. E todas as informações sobre ele você confere em nosso review.

    Acabamento e tela

    Por fora, o Moto G 4 é muito parecido com os outros lançamentos da quarta geração da Lenovo. Comparado aos anteriores, o Moto G 4 possui um toque mais premium. E o resultado é realmente muito bonito. As laterais são feitas de plástico resistente e em tom grafite, enquanto a traseira - feita na cor preta - é levemente emborrachada e texturizada. Na frente, o aparelho é revestido com uma camada de vidro - o Gorilla Glass 3 -, que confere uma proteção a mais contra arranhões. Ao contrário da outra geração, o novo Moto G não é à prova d’água, mas conta com um revestimento resistente a respingos d’água.

    O tamanho não é dos menores, já que o aparelho conta com 5.5 polegadas de tela. Por isso, ele traz 15,3 cm de altura por 7,66 cm de largura. Já a espessura varia conforme a curvatura da traseira. Por isso, ele traz de 0,79 cm a 0,98 cm. Seu peso é de 157 gramas. Com essas características, o Moto G 4 traz uma boa ergonomia. O aparelho, é claro, não se encaixa tão bem quanto outros de 5 polegadas, mas é possível utilizá-lo com apenas uma das mãos (mesmo que o mais indicado seja o uso com ambas).

    A posição dos botões não traz segredos. É o básico de sempre. Na lateral direita, encontramos o Power e o ajuste de volume, que estão bem posicionados tanto para os destros quanto para os canhotos. Na parte de cima, encontramos a tradicional P2 para fones de ouvido, enquanto na parte de baixo está a micro USB.

    Falando nisso, o fone de ouvido que vem junto ao Moto G é bem simples. Ele é do tipo auricular e não traz um encaixe muito bom. Ou seja, o isolamento acústico não é dos melhores e, por isso, é necessário aumentar bastante o volume para escutar tudo.

    Assim como em outras gerações, a Lenovo também disponiliza em seu site o serviço Moto Maker. Através dele, é possível montar uma versão personalizada do Moto G. Na ferramenta, é possível alterar aspectos visuais do smartphone, como as laterais, detalhes do acabamento da câmera e a gravação do nome atrás do Moto G.

    Na nova geração, a Lenovo optou por aumentar um pouco o tamanho da tela (que, na geração anterior, contava com 5 polegadas) e também trouxe uma melhor resolução ao display. Por isso, o novo Moto G conta com 5,5 polegadas de tela e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), o que garante uma densidade de pixels de 401 pixels por polegada. Na prática, vemos que é um display muito bom, capaz de rodar qualquer conteúdo com qualidade.

    A tecnologia utilizada no aparelho, o TFT LCD, não é das melhores, isso é um fato, mas isso não traz aspectos negativos ao aparelho. Apesar de ser inferior ao AMOLED e ao IPS, o Moto G 4 consegue rodar desde animações até filmes de ação - que geralmente possuem cenas mais escuras - com qualidade. Além disso, é bom destacar que o aparelho não sofre com reflexos constantes, o que é muito positivo.

    Outro ponto a se destacar é o próprio nível de brilho da tela. Como ela é bem brilhante, não é necessário colocar altas porcentagens para ter conforto durante o dia a dia, o que por si só já é bem positivo.

    Desempenho

    O novo Moto G conta com processador octa-core Qualcomm Snapdragon 617 com 1.5 GHz, GPU Adreno 405 e 2 GB de memória RAM. E um ponto positivo é que ele já vem com a versão atualizada do Android, a 6.0 - conhecida como Marshmallow. E outra virtude já vista em gerações anteriores da Lenovo é o fato de ela trazer uma interface praticamente livre de mudanças. Com isso, o Android fica mais redondo e não sofre com travamentos.

    Eu utilizei o aparelho durante dois dias e foi o tempo suficiente para ter uma noção de todo o potencial que o Moto G proporciona. Chegamos a ficar com 44 apps abertos em segundo plano e em nenhum momento o aparelho rateou ou mostrou sinais de sobrecarga, o que mostra que não estamos mais falando de um aparelho simples, voltado para o mercado de entrada, como a linha G era vista.

    E para analisar tudo isso na prática, rodamos desde tarefas mais básicas até apps mais pesados. Para uso mais básico, tudo ótimo. É possível navegar por portais e redes sociais sem conviver com travamentos ao rolar pela página. Mas o Moto G vai além. Jogos como Modern Combat 5 e Need for Speed No Limits - que são bem exigentes - também são executados com ótima fluidez e boa qualidade gráfica.

    Assim como em outras gerações, o novo Moto G também conta com recursos que deram muito certo nas gerações anteriores, que são o Moto Tela e o Moto Ações. O primeiro funciona como uma espécie de central de notificações. Quando você levanta o smartphone ou o retira do bolso, o smartphone já lança algumas informações, como horário e notificações de alguns aplicativos. Como não gasta muita bateria, é um recurso bem interessante e prático.

    Como é comum em nossos testes, também rodamos alguns benchmarks, que são softwares voltados para uma análise geral do aparelho. Primeiro, rodamos o Antutu e o Quadrant, que são benchmarks mais gerais, ou seja, eles fazem uma avaliação tanto da parte gráfica quanto da fluidez do sistema operacional no dia a dia. Nesses casos, o Moto G obteve 46443 e 25869 pontos, respectivamente. Depois disso, executamos o 3D Mark, que é especializado em analisar a qualidade gráfica do smartphone. Como isso é um pouco relativo, ele simula três cenários de uso - um básico, um intermediário e outro exigente. Nesse benchmark, o smartphone da Lenovo obteve 9474, 9669 e 5358 pontos, respectivamente.

    Já o Moto Ações ajuda a acionar algumas funções do aparelho de forma mais prática. Por exemplo, é possível ativar a câmera apenas girando o pulso duas vezes. Já para ativar o flash, basta fazer um movimento de corte com as mãos duas vezes. Apesar de parecerem bem dispensáveis, são recursos bem práticos e interessantes.

    Conectividade, câmera e bateria

    Uma das poucas diferenças entre o Moto G 4 e o Moto G Plus está na quantidade de armazenamento. Enquanto a versão mais robusta do aparelho conta com 32 GB de memória interna, o Moto G deste review traz apenas 16 GB, o que pode ser um ponto de incômodo para alguns usuários. Mas fique tranquilo, já que é possível inserir cartões micro SD de até 128 GB, o que alivia bem o armazenamento. No quesito conectividade, o novo aparelho da Lenovo traz o bom e velho conjunto formado por Wi-Fi, GPS e Bluetooth 4.2. Além disso, ele possui entrada para dois chips padrão Micro-SIM. Ambos dão suporte ao 4G, mas não funcionam simultaneamente.

    Quanto às câmeras, o Moto G 4 é surpreendente. A principal possui 13 MP e é capaz de filmar até em Full HD, assim como a secundária, que possui 5 MP. Quem está acostumado com esses números provavelmente vai achar que ele é apenas mais um no mercado de intermediários. Mas não é isso que vimos na prática.

    No dia a dia, os resultados foram bem positivos. Em ambientes bem iluminados, os resultados foram muito bons, mas, mesmo em locais com pouca luz, o Moto G foi capaz de produzir fotos razoáveis (até acima do esperado), com bom nível de contraste e de brilho. E essa experiência também é vista na frontal, que conta com um bom ângulo de captura.

    Mas tudo isso também é auxiliado pelo ótimo software da câmera. Não só as funções estão bem dispostas como elas são bem intuitivas. Na primeira vez em que você abre a câmera, aliás, surgem diversos tutoriais e dicas para alterar alguns aspectos da fotos, o que é muito positivo. As funções não são muito diversificadas e são limitadas ao básico, ou seja, o bom e velho HDR junto ao modo panorâmico e ao disparo contínuo. O mais diferenciado fica por conta da câmera lenta, que faz um bom trabalho e traz resultados legais.

    Um diferencial do Moto G em relação à versão Plus é a presença da TV digital. Sua configuração é bem simples e, ao abrir o aplicativo, o próprio aparelho já rastreia todos os canais digitais disponíveis. A qualidade é ótima e realmente torna o Moto G um dos melhores aparelhos com TV digital. Ah, vale ressaltar que a antena vem separada dentro da caixa e se encaixa através da entrada P2.

    Comparado à versão G Plus, o Moto G 4 tem um desempenho de bateria quase parecido. Ele possui 3000 mAh (mesma quantidade do irmão) e, como de costume, fizemos nosso teste padrão, que se baseia em uma série de atividades ao longo do dia. Na primeira fase de avaliação, tiramos 10 fotos e fizemos um pequeno vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos os resultados por 15 minutos. Em seguida, navegamos por redes sociais por cerca de 3 horas, fizemos ligações por mais 30 minutos, rodamos por GPS por meia hora e jogamos por mais 20 minutos. Para finalizar, exibimos vídeos no YouTube por 10 minutos, ouvimos algumas músicas por 1 hora e assistimos à TV por mais 1 hora.  Ao fim do período restavam 20% de bateria, uma marca razoável. Vale ressaltar que mantivemos o brilho ajustado em cerca de 50% e o Wi-Fi esteve ligado a todo momento.

    Conclusão

    O Moto G 4 é um ótimo intermediário. O aparelho possui tela de boa qualidade, bom desempenho, um acabamento interessante e câmeras razoáveis. Com essas características, ele consegue atender a praticamente todas as demandas atuais. Mas o que justifica a sua compra ao invés da versão Plus, que conta com uma câmera melhor e um sensor de digitais? Aí depende de algumas prioridades. Se você quer um aparelho com TV digital, o Moto G 4 é a melhor opção. Se você não faz questão, o Moto G Plus vai trazer melhores recursos. Independente disso, o Moto G 4 é uma ótima opção no mercado de intermediários.

    Avaliações dos Consumidores ( 146 )

    Wandeilson Santos
    deu a nota:
         5 de 10
    Recomendo este produto

    produto ótimo.

    esse produto veio pra bombar tanto ele como o plus, esses dois são épicos! a única coisa ruim que eu achei foi a tela dele que é grande demais, não dá pra mexer nele com uma só mão. Acho que 5 polegadas tava bom de mais..

    Positivo699Negativo269
    e-bit
    deu a nota:
         5 de 10
    Recomendo este produto
    Comprador verificado

    O aparelho é ótimo.

    O aparelho é ótimo. Processador rápido e tela que, apesar de grande, tem uma ótima resolução. A câmera tbm é bem rápida e possui uma resolução boa.

    Positivo243Negativo63
    e-bit
    deu a nota:
         5 de 10
    Recomendo este produto
    Comprador verificado

    Moto g4

    Um bom aparelho porém o design e o preço estão deixando a desejar .
    Prós bateria durável, câmera boa fotos de qualidade, ótimo processamento ......
    Contras o aparelho poderia ter uma aparência mais atual e sinceramente o valor está muito elevado para a proposta que tem o modelo da linha G da motorola.
    E sim eu recomendo o moto g4, para as minhas espectavas eu estou bem servido.

    Positivo181Negativo47
    e-bit
    deu a nota:
         4 de 10
    Recomendo este produto
    Comprador verificado

    ótimo produto

    - Câmera boa, celular rápido, bastante memória interna.
    - Modo câmera lenta, foto panorâmica,hdr, alta qualidade, tv digital, rádio,
    resolução da tela mto boa.
    Recomendo

    Positivo153Negativo44
    e-bit
    deu a nota:
         5 de 10
    Recomendo este produto
    Comprador verificado

    Cumpri com que foi dito sobre ele

    Durabilidade da bateria e muito boa. Já fique com carga de 36 horas
    Design simples, mas que agrada aos olhos.
    Custo Benéfico, infelizmente com as retiradas das isenções fiscais deixou ele um pouco caro, mas infelizmente nossos governantes não nos ajuda.
    Muito fácil de usar.
    Tem um ótimo dispaly
    Sua câmera e fenomenal, goste muito.

    Positivo166Negativo102

    Histórico de Preço

    R$ 854,91

    Bom momento para comprar

    Preço AtualR$ 854,91
    Histórico registrado:30 dias
    Menor preço registrado:R$
    Menor preço hoje:R$