Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Smartphone Samsung Galaxy J5 SM-J510M 16GB
Ícone de Favorito

9/10 (Baseado em 186 avaliações)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaSamsung
LinhaGalaxy
ModeloJ5 SM-J510M 16GB
ChipsDual Chip
CoresBranco, Dourado, Preto
Câmera
Câmera Traseira13.0 Megapixels
Funções da CâmeraDetector de Rosto, Flash, Foco Automático, Posição Geográfica
Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela5.2 polegadas
Tipo de TelaSUPER AMOLED
Resolução1280 X 720 Pixels
Hardware
ProcessadorQualcomm Snapdragon 410
NúcleosQuad-Core (4 Núcleos)
Velocidade do Processador1.2 GHz
Memória Interna16 GB
Memória RAM2 GB RAM
EntradasMicro USB, MicroSD
Software
Sistema OperacionalAndroid
VersãoMarshmallow
Características e Conectividade
Internet4G, Wi-Fi
RecursosBluetooth 4.1, NFC, Rádio
Bateria
Bateria3100 mAh
Dimensões
Largura72,3 mm
Altura145,8 mm
Profundidade8,1 mm
Peso159 g
Por Colaborador em 21/10/2016
O queridinho da Samsung volta em versão metal com mais bateria

J5 Metal conta com mais memória RAM, tela maior, mais bateria e acabamento de alumínio. Tem tudo para postergar o sucesso da linha J

Prós
  • Bom desempenho

  • Bateria de longa duração

  • Tela Super AMOLED de 5.2 polegadas

Contras
  • Pouco espaço disponível

A linha J da Samsung acaba de ganhar um incremento que parece dar a chance de alguns aparelhos intermediários e de entradas da marca tenham um visual melhor acabado. É o caso do J5 Metal, que entra no mercado com algumas melhorias técnicas em relação ao J5 normal, como a bateria, com a adição de 500 mAh.

 

Porém, a principal diferença, e que traz o nome do modelo, são as bordas metálicas, feitas de alumínio que dão um visual mais elegante e mais proteção ao modelo. Agora, será que essas mudanças pontuais valem o upgrade? É o que vamos conferir no review a seguir.  

A linha J da Samsung acaba de ganhar um incremento que parece dar a chance de alguns aparelhos intermediários e de entradas da marca tenham um visual melhor acabado. É o caso do J5 Metal, que entra no mercado com algumas melhorias técnicas em relação ao J5 normal, como a bateria, com a adição de 500 mAh.

 

Porém, a principal diferença, e que traz o nome do modelo, são as bordas metálicas, feitas de alumínio que dão um visual mais elegante e mais proteção ao modelo. Agora, será que essas mudanças pontuais valem o upgrade? É o que vamos conferir no review a seguir.  

Câmera e Bateria

O conjunto de câmeras do J5 Metal não mudou nem um pouco para o J5 normal. Conta com 13 MP na principal e 5 MP na frontal. O diferencial do modelo é que ele conta com uma abertura de f/1.9, que permite fotos mais iluminadas e nítidas. Nos nossos testes a câmera traseira foi muito bem, inclusive em locais onde a luminosidade não era favorável, como em escritórios fechados. Em locais abertos a câmera se sai melhor, como já era esperado, os ruídos são praticamente mínimos e as cores são bem vivas.

 

O software da câmera é bem completo também, já que traz modo Manual, no qual é possível alterar o ISO, o balanço de branco e a abertura de lente, deixando as fotos mais claras ou mais escuras. Além desse, há o modo panorama, foto sequencial, de embelezamento e outros específicos, como Esportes e fotos com som.

 

Nos vídeos, o J5 grava em Full HD, mas não traz nenhum recurso extra como estabilização óptica.

 

A câmera frontal também conta com a abertura de f/1.9, o que deixa suas selfies muito melhores. Nos recursos o J5 não faz feio: conta com o modo Selfie (que seria o modo automático), Selfie Panorâmica, intervalo de foto e Selfie com som. Como a traseira, as fotos da frontal seguem o mesmo padrão: são muito boas em ambientes abertos e bem iluminados, mas não deixam a desejar quando as condições não são favoráveis.

 

A bateria do J5 metal foi a grande mudança dessa versão. Enquanto o modelo normal conta com 2600 mAh, o Metal traz 3100 mAh, o que dá muito mais autonomia ao J5.

No nosso teste padrão, usando o celular durante o dia todo, realizando tarefas como usar o GPS por 30 minutos, fazer ligações, jogar por 20 minutos, navegar nas redes sociais por 3 horas, ver vídeos por mais 20 minutos e ouvir música por mais uma hora, o J5 finalizou a bateria de testes com 38% de carga, o que dá uma boa margem para dizer que é possível usa-lo por mais de um dia, caso seu uso for moderado. Mas se você usar ele de maneira mais intensa, com certeza durará até o fim do dia.

O conjunto de câmeras do J5 Metal não mudou nem um pouco para o J5 normal. Conta com 13 MP na principal e 5 MP na frontal. O diferencial do modelo é que ele conta com uma abertura de f/1.9, que permite fotos mais iluminadas e nítidas. Nos nossos testes a câmera traseira foi muito bem, inclusive em locais onde a luminosidade não era favorável, como em escritórios fechados. Em locais abertos a câmera se sai melhor, como já era esperado, os ruídos são praticamente mínimos e as cores são bem vivas.

 

O software da câmera é bem completo também, já que traz modo Manual, no qual é possível alterar o ISO, o balanço de branco e a abertura de lente, deixando as fotos mais claras ou mais escuras. Além desse, há o modo panorama, foto sequencial, de embelezamento e outros específicos, como Esportes e fotos com som.

 

Nos vídeos, o J5 grava em Full HD, mas não traz nenhum recurso extra como estabilização óptica.

 

A câmera frontal também conta com a abertura de f/1.9, o que deixa suas selfies muito melhores. Nos recursos o J5 não faz feio: conta com o modo Selfie (que seria o modo automático), Selfie Panorâmica, intervalo de foto e Selfie com som. Como a traseira, as fotos da frontal seguem o mesmo padrão: são muito boas em ambientes abertos e bem iluminados, mas não deixam a desejar quando as condições não são favoráveis.

 

A bateria do J5 metal foi a grande mudança dessa versão. Enquanto o modelo normal conta com 2600 mAh, o Metal traz 3100 mAh, o que dá muito mais autonomia ao J5.

No nosso teste padrão, usando o celular durante o dia todo, realizando tarefas como usar o GPS por 30 minutos, fazer ligações, jogar por 20 minutos, navegar nas redes sociais por 3 horas, ver vídeos por mais 20 minutos e ouvir música por mais uma hora, o J5 finalizou a bateria de testes com 38% de carga, o que dá uma boa margem para dizer que é possível usa-lo por mais de um dia, caso seu uso for moderado. Mas se você usar ele de maneira mais intensa, com certeza durará até o fim do dia.

Design e Tela

A grande mudança no visual do J5 nessa versão foram as bordas de alumínio, que dão nome ao modelo, J5 “Metal”. Contudo, essa mudança não acarreta em nenhuma melhora significativa na ergonomia ou até no desenho do celular. O J5 Metal é até mais pesado e mais espesso do que o J5 normal (158g contra 146g e 8,1mm contra 7,9mm), embora seja mais bonito por conta das bordas.

 

No mais, o design segue o mesmo padrão Samsung de ser: dois botões capacitivos, que cercam o botão home maior no centro; os controles de volume na lateral esquerda e o power na direita. Na parte traseira temos o flash, a câmera e a saída de som. O P2 e a entrada para carregar o aparelho ficam na parte de baixo.

 

Vale dizer que é possível retirar a tampa traseira e ter acesso a bateria e aos chips Micro SIM. Esse é um ponto relativamente positivo, já que você pode trocar a bateria caso ocorra algum problema, o que dá mais longevidade ao aparelho.

A tela aumentou pouco, apenas 0,2 polegadas, mas aumentou. O que importa mesmo é que ela conta com a tecnologia Super AMOLED, que garante mais nitidez e brilho nas imagens. Em comparação a outros modelos, o J5 é muito mais colorido e dá mais vivacidade as imagens, porém, dependendo do conteúdo, as imagens podem ficar tão coloridas que chegam a ficar falsas. No geral, ver filmes, ler notícias, jogar e realizar qualquer atividade é muito bem aproveitada pela tela de 5.2 polegadas.

A grande mudança no visual do J5 nessa versão foram as bordas de alumínio, que dão nome ao modelo, J5 “Metal”. Contudo, essa mudança não acarreta em nenhuma melhora significativa na ergonomia ou até no desenho do celular. O J5 Metal é até mais pesado e mais espesso do que o J5 normal (158g contra 146g e 8,1mm contra 7,9mm), embora seja mais bonito por conta das bordas.

 

No mais, o design segue o mesmo padrão Samsung de ser: dois botões capacitivos, que cercam o botão home maior no centro; os controles de volume na lateral esquerda e o power na direita. Na parte traseira temos o flash, a câmera e a saída de som. O P2 e a entrada para carregar o aparelho ficam na parte de baixo.

 

Vale dizer que é possível retirar a tampa traseira e ter acesso a bateria e aos chips Micro SIM. Esse é um ponto relativamente positivo, já que você pode trocar a bateria caso ocorra algum problema, o que dá mais longevidade ao aparelho.

A tela aumentou pouco, apenas 0,2 polegadas, mas aumentou. O que importa mesmo é que ela conta com a tecnologia Super AMOLED, que garante mais nitidez e brilho nas imagens. Em comparação a outros modelos, o J5 é muito mais colorido e dá mais vivacidade as imagens, porém, dependendo do conteúdo, as imagens podem ficar tão coloridas que chegam a ficar falsas. No geral, ver filmes, ler notícias, jogar e realizar qualquer atividade é muito bem aproveitada pela tela de 5.2 polegadas.

Desempenho

A evolução do modelo normal para o Metal foi mínima. A Samsung continuou com o processador Qualcomm Snapdragon 410 quad core de 1.2 GHz, porém adicionou mais 500 MB de memória RAM, totalizando 2 GB. A mudança deixa o celular mais fluído, abrir e fechar apps é uma tarefa bastante simples para o aparelho da Samsung. O processador também funciona muito bem, inclusive com aplicativos mais pesados, como Need For Speed, Clash Royale e Asphalt 8.

 

Esse bom desempenho já era comprovado no modelo anterior e agora continua nesse. Isso se deve a boa interface da Samsung, que interage muito bem com o processador. É interessante notar que em nenhum momento o celular apresentou problemas para iniciar aplicações, fechar apps, ou navegar no sistema. Tudo rodou perfeitamente.

 

A interface Touchwiz conta com alguns apps nativos, alguns da própria Samsung, como o S Health, o My Knox e alguns outros. Além deles, o pacote Office completo também está disponível. O bom disso tudo é que alguns desses podem ser apagados.

Na conectividade o J5 Metal traz Wi-Fi, 4G, GPS, é Dual Chip e conta com apenas 16 GB de armazenamento sendo que apenas 10 GB estão disponíveis para o usuário, o que é muito pouco para muita gente, já que apps e fotos costumam ocupar praticamente todo esse espaço. Sendo assim, você pode precisar de um SD Card, e nesse caso o J5 aceita um de até 128 GB.

A evolução do modelo normal para o Metal foi mínima. A Samsung continuou com o processador Qualcomm Snapdragon 410 quad core de 1.2 GHz, porém adicionou mais 500 MB de memória RAM, totalizando 2 GB. A mudança deixa o celular mais fluído, abrir e fechar apps é uma tarefa bastante simples para o aparelho da Samsung. O processador também funciona muito bem, inclusive com aplicativos mais pesados, como Need For Speed, Clash Royale e Asphalt 8.

 

Esse bom desempenho já era comprovado no modelo anterior e agora continua nesse. Isso se deve a boa interface da Samsung, que interage muito bem com o processador. É interessante notar que em nenhum momento o celular apresentou problemas para iniciar aplicações, fechar apps, ou navegar no sistema. Tudo rodou perfeitamente.

 

A interface Touchwiz conta com alguns apps nativos, alguns da própria Samsung, como o S Health, o My Knox e alguns outros. Além deles, o pacote Office completo também está disponível. O bom disso tudo é que alguns desses podem ser apagados.

Na conectividade o J5 Metal traz Wi-Fi, 4G, GPS, é Dual Chip e conta com apenas 16 GB de armazenamento sendo que apenas 10 GB estão disponíveis para o usuário, o que é muito pouco para muita gente, já que apps e fotos costumam ocupar praticamente todo esse espaço. Sendo assim, você pode precisar de um SD Card, e nesse caso o J5 aceita um de até 128 GB.

Conclusão

Foram, de fato, poucas mudanças de um J5 para o J5 Metal. A pergunta é: vale o upgrade? Se o seu J5 ainda estiver em boas condições, a resposta é não. Já que em questão de desempenho, câmera e tela, o J5 normal é praticamente idêntico ao J5 Metal. Com exceção da bateria, que agora traz uma autonomia muito maior.

Porém, novamente, a Samsung consegue trazer um modelo muito forte no mercado intermediário, que é tão disputado no Brasil. O J5 Metal conta com boa tela, boa bateria, câmeras decentes com bons recursos, e sistema limpinho; ele só deixa desejar quando o assunto é armazenamento, já que 10 GB é pouco para a grande maioria dos usuários do mercado intermediário.

No mais, se você está a procura de um bom celular intermediário, o J5 Metal pode ser sua próxima compra.

Matérias Relacionadas
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral96%Recomendam a compra
9/10Baseado em 186 avaliações
Aspectos Positivos
  • Design
  • Facilidade de Uso
  • Câmera
  • Display
  • Durabilidade
  • Custo-Benefício
  • Duração da Bateria
  • Funções e Características
Enviar sua Avaliação