Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaSamsung
LinhaGalaxy
ModeloA5 SM-A520 32GB
ChipsDual Chip
CoresDourado, Preto, Rosa
Câmera
Câmera Traseira16.0 Megapixels
Funções da CâmeraFilma em Full HD, Flash, Foco Automático
Câmera Frontal16 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela5.2 polegadas
Tipo de TelaSUPER AMOLED
Resolução1920 x 1080 Pixels
DefiniçãoFull HD
Hardware
NúcleosOcta-Core (8 Núcleos)
Velocidade do Processador1.9 GHz
Memória Interna32 GB
Memória RAM3 GB RAM
EntradasFone de Ouvido, MicroSD, USB Type-C
Software
Sistema OperacionalAndroid
VersãoMarshmallow
Características e Conectividade
Internet4G, Wi-Fi
RecursosBluetooth 4.2, NFC, Wi-Fi Direct
Bateria
Bateria3000 mAh
Autonomia em Conversação16 Horas
Dimensões
Largura71,4 mm
Altura146,1 mm
Profundidade7,9 mm
Peso159 g
Por Colaborador em 30/03/2017
Galaxy A5 (2017) traz USB tipo-C e acabamento premium

Smartphone da Samsung apresenta corpo feito de vidro e metal, além de ótimo desempenho e duas câmeras com 16 MP cada

Prós
  • Acabamento de metal e vidro

  • Bom desempenho

  • Ótimo painel

  • Ótima bateria
Contras
  • A câmera não tem bom desempenho em locais com pouca luz

O A5, versão 2017, foi lançado no começo de 2017 e chegou com ares mais premium do que as gerações anteriores. Agora, o aparelho da Samsung conta com um acabamento que mistura metal e vidro, além de um ótimo desempenho. Confira mais detalhes e a análise completa do aparelho nos parágrafos a seguir.

O A5, versão 2017, foi lançado no começo de 2017 e chegou com ares mais premium do que as gerações anteriores. Agora, o aparelho da Samsung conta com um acabamento que mistura metal e vidro, além de um ótimo desempenho. Confira mais detalhes e a análise completa do aparelho nos parágrafos a seguir.

Acabamento e tela

O grande destaque no Galaxy A5 (2017) é o fato de ele conseguir unir dois fatores: simplicidade e modernidade. Em mãos, o aparelho não parece frágil, mas tem alguns detalhes que o tornam muito bonito. Muitas das características, é claro, são emprestadas do modelo top de linha da marca, o Galaxy S, mas que foram devidamente transportadas para um aparelho mais barato e mais “concorrente” (entre aspas, já que, na data de seu lançamento, seu preço sugerido ainda não era um dos mais sedutores).

Por fora, o novo Galaxy A5 está disponível em três cores: rosa, dourado e preta, que foi a versão que testamos. Seu entorno é totalmente feito de metal e conta com alguns detalhes, como as linhas de antena nas partes superior e inferior do aparelho. Já na lateral inferior do A5, encontramos a P2, juntamente com a USB tipo-C, algo que, aos poucos, vêm ganhando espaço no mercado e deve substituir a tradicional micro USB. À direita você encontrará o power e o alto-falante, enquanto à esquerda temos o ajuste de volume e o slot para colocar o primeiro SIM, que é adaptado para o padrão nano SIM.

Mas calma, ainda tem um segundo slot, que se localiza na lateral superior do aparelho. A boa notícia é que, ao contrário de outros smartphones do mercado, ela não é híbrida, ou seja, você pode colocar um segundo chip de telefonia e também um cartão micro SD, sem ter que escolher entre usar uma segunda linha de telefone ou expandir a memória do aparelho.

O Galaxy A5 (2017) também conta com a certificação IP68. Em outras palavras, você vai poder mergulhá-lo a uma profundidade de um metro e meio por até 30 minutos sem problema algum. Ah, a certificação também abrange a proteção contra poeira.

A traseira do aparelho é revestida por vidro e, assim como muitos smartphones com esse material, inevitavelmente acaba atraindo diversas marcas de dedos e de gordura. Agora, o grande destaque dado pela Samsung para o aparelho é o fato de ele não possuir aquela saliência que algumas câmeras de celulares apresentam. Em outras palavras, o Galaxy A5 é totalmente plano na sua traseira, o que é um ponto interessante.

Na parte da frente, ainda há um leitor de impressões digitais, que se localiza no mesmo lugar do botão Home (e que também dá suporte ao Samsung Pay). Ao lado, encontram-se dois botões capacitivos, que dão acesso às funções de “Voltar” e “Aplicativos recentes”, algo que já é tradicional e amplamente utilizado na indústria de smartphones. Portanto, aqui, sem grandes novidades.

O smartphone é bem leve e compacto. Para quem não gosta de um aparelho grande, o Galaxy A5 é notável pelas suas medidas mais compactas - são 14,61 cm de altura por 7,14 cm de largura por 0,79 cm de profundidade. Seu peso é de 159 gramas. E, na prática, o Galaxy A5 é um smartphone com uma ótima pegada, bem ergonômico e pode ser utilizado com apenas uma das mãos sem problemas.

O Galaxy A5 e A7 são bem parecidos, mas é justamente na tela que encontramos um dos pontos em que os dois aparelhos se diferenciam. Enquanto o A7 conta com um display de 5.7 polegadas, o A5 é um aparelho menor, com 5.2 polegadas que cumprem muito bem o seu papel.

Sua resolução é Full HD (1920 x 1080 pixels) e a tecnologia utilizada é a Super AMOLED, que é um diferencial em termos de níveis de contraste e de cores. O destaque, aliás, fica por conta dos níveis de preto, que são bem intensos, não trazendo aquele aspecto acinzentados que algumas telas mais básicas possuem.

Por isso, na prática, o A5 traz aspectos de qualidade para quem quer ir além da navegação e arriscar alguns vídeos. Claro, dentro dos parâmetros para quem não gosta de telas muito grandes.

Em nossos testes, simulamos diversos tipos de conteúdo. Com a navegação, não tivemos problema algum, já que as 5.2 polegadas são mais do que suficientes para ler tudo com conforto e navegar com os dedos sem nenhuma preocupação. Com filmes, a experiência é muito parecida. Exibimos alguns trechos de jogos de futebol, além de vídeos casuais no YouTube. Os níveis de cores da grama, por exemplo, ficaram muito bonitos e, no fim das contas, isso demonstra como o A5 pode exibir séries, por exemplo, com alta qualidade.

Em ambientes fechados,  tiveram alguns momentos em que o reflexo da tela incomodou um pouco, principalmente por conta de uma fonte de luz incidente na tela, mas não foi algo recorrente, já que o nível de brilho do display é excelente.

O grande destaque no Galaxy A5 (2017) é o fato de ele conseguir unir dois fatores: simplicidade e modernidade. Em mãos, o aparelho não parece frágil, mas tem alguns detalhes que o tornam muito bonito. Muitas das características, é claro, são emprestadas do modelo top de linha da marca, o Galaxy S, mas que foram devidamente transportadas para um aparelho mais barato e mais “concorrente” (entre aspas, já que, na data de seu lançamento, seu preço sugerido ainda não era um dos mais sedutores).

Por fora, o novo Galaxy A5 está disponível em três cores: rosa, dourado e preta, que foi a versão que testamos. Seu entorno é totalmente feito de metal e conta com alguns detalhes, como as linhas de antena nas partes superior e inferior do aparelho. Já na lateral inferior do A5, encontramos a P2, juntamente com a USB tipo-C, algo que, aos poucos, vêm ganhando espaço no mercado e deve substituir a tradicional micro USB. À direita você encontrará o power e o alto-falante, enquanto à esquerda temos o ajuste de volume e o slot para colocar o primeiro SIM, que é adaptado para o padrão nano SIM.

Mas calma, ainda tem um segundo slot, que se localiza na lateral superior do aparelho. A boa notícia é que, ao contrário de outros smartphones do mercado, ela não é híbrida, ou seja, você pode colocar um segundo chip de telefonia e também um cartão micro SD, sem ter que escolher entre usar uma segunda linha de telefone ou expandir a memória do aparelho.

O Galaxy A5 (2017) também conta com a certificação IP68. Em outras palavras, você vai poder mergulhá-lo a uma profundidade de um metro e meio por até 30 minutos sem problema algum. Ah, a certificação também abrange a proteção contra poeira.

A traseira do aparelho é revestida por vidro e, assim como muitos smartphones com esse material, inevitavelmente acaba atraindo diversas marcas de dedos e de gordura. Agora, o grande destaque dado pela Samsung para o aparelho é o fato de ele não possuir aquela saliência que algumas câmeras de celulares apresentam. Em outras palavras, o Galaxy A5 é totalmente plano na sua traseira, o que é um ponto interessante.

Na parte da frente, ainda há um leitor de impressões digitais, que se localiza no mesmo lugar do botão Home (e que também dá suporte ao Samsung Pay). Ao lado, encontram-se dois botões capacitivos, que dão acesso às funções de “Voltar” e “Aplicativos recentes”, algo que já é tradicional e amplamente utilizado na indústria de smartphones. Portanto, aqui, sem grandes novidades.

O smartphone é bem leve e compacto. Para quem não gosta de um aparelho grande, o Galaxy A5 é notável pelas suas medidas mais compactas - são 14,61 cm de altura por 7,14 cm de largura por 0,79 cm de profundidade. Seu peso é de 159 gramas. E, na prática, o Galaxy A5 é um smartphone com uma ótima pegada, bem ergonômico e pode ser utilizado com apenas uma das mãos sem problemas.

O Galaxy A5 e A7 são bem parecidos, mas é justamente na tela que encontramos um dos pontos em que os dois aparelhos se diferenciam. Enquanto o A7 conta com um display de 5.7 polegadas, o A5 é um aparelho menor, com 5.2 polegadas que cumprem muito bem o seu papel.

Sua resolução é Full HD (1920 x 1080 pixels) e a tecnologia utilizada é a Super AMOLED, que é um diferencial em termos de níveis de contraste e de cores. O destaque, aliás, fica por conta dos níveis de preto, que são bem intensos, não trazendo aquele aspecto acinzentados que algumas telas mais básicas possuem.

Por isso, na prática, o A5 traz aspectos de qualidade para quem quer ir além da navegação e arriscar alguns vídeos. Claro, dentro dos parâmetros para quem não gosta de telas muito grandes.

Em nossos testes, simulamos diversos tipos de conteúdo. Com a navegação, não tivemos problema algum, já que as 5.2 polegadas são mais do que suficientes para ler tudo com conforto e navegar com os dedos sem nenhuma preocupação. Com filmes, a experiência é muito parecida. Exibimos alguns trechos de jogos de futebol, além de vídeos casuais no YouTube. Os níveis de cores da grama, por exemplo, ficaram muito bonitos e, no fim das contas, isso demonstra como o A5 pode exibir séries, por exemplo, com alta qualidade.

Em ambientes fechados,  tiveram alguns momentos em que o reflexo da tela incomodou um pouco, principalmente por conta de uma fonte de luz incidente na tela, mas não foi algo recorrente, já que o nível de brilho do display é excelente.

Hardware

Por dentro, o Galaxy A5 (2017) conta com um processador Cortex-A53, com oito núcleos e capaz de chegar a 1.9 GHz de clock. Além disso, conta com 3 GB de memória RAM e uma GPU Mali-T830. A versão atual do Android é a 6.0, conhecida como Marshmallow, mas tudo indica que o aparelho receberá a nova versão do sistema operacional do Google, que é conhecido como Nougat (7.0).

Assim como em outros smartphone da Samsung, o Galaxy A5 também traz um sistema operacional bastante customizado. Mas, se comparado às gerações anteriores, a interface do Galaxy A5 é bem fluida, sem conviver com problemas de travamentos. Além disso, o sistema é bastante minimalista, o que, para mim, é uma grande vantagem para não deixar funções e aplicativos bagunçados e difíceis de serem encontrados.

Pela faixa de preço, já é de se esperar que o Galaxy A5 tenha um ótimo desempenho, capaz de rodar praticamente tudo sem dificuldade. E é justamente isso que vemos na prática. Para abrir aplicativos, sem problemas, assim como rodar alguns games mais pesados, como é o caso do Real Racing 3. Os níveis gráficos ficaram muito bons e não foi visto, pelo menos durante os nossos testes, nenhum problema de engasgo.

Por dentro, o Galaxy A5 conta com uma memória interna de 32 GB, mas apenas 22 GB estão disponíveis ao usuário, já que o próprio sistema operacional do smartphone ocupa uma grande parte do armazenamento. Mas, caso você necessite, é também possível inserir cartões de memória de até 256 GB, o que ajuda a desafogar a memória interna do smartphone.

Por dentro, o Galaxy A5 (2017) conta com um processador Cortex-A53, com oito núcleos e capaz de chegar a 1.9 GHz de clock. Além disso, conta com 3 GB de memória RAM e uma GPU Mali-T830. A versão atual do Android é a 6.0, conhecida como Marshmallow, mas tudo indica que o aparelho receberá a nova versão do sistema operacional do Google, que é conhecido como Nougat (7.0).

Assim como em outros smartphone da Samsung, o Galaxy A5 também traz um sistema operacional bastante customizado. Mas, se comparado às gerações anteriores, a interface do Galaxy A5 é bem fluida, sem conviver com problemas de travamentos. Além disso, o sistema é bastante minimalista, o que, para mim, é uma grande vantagem para não deixar funções e aplicativos bagunçados e difíceis de serem encontrados.

Pela faixa de preço, já é de se esperar que o Galaxy A5 tenha um ótimo desempenho, capaz de rodar praticamente tudo sem dificuldade. E é justamente isso que vemos na prática. Para abrir aplicativos, sem problemas, assim como rodar alguns games mais pesados, como é o caso do Real Racing 3. Os níveis gráficos ficaram muito bons e não foi visto, pelo menos durante os nossos testes, nenhum problema de engasgo.

Por dentro, o Galaxy A5 conta com uma memória interna de 32 GB, mas apenas 22 GB estão disponíveis ao usuário, já que o próprio sistema operacional do smartphone ocupa uma grande parte do armazenamento. Mas, caso você necessite, é também possível inserir cartões de memória de até 256 GB, o que ajuda a desafogar a memória interna do smartphone.

Câmera e bateria

Algo interessante e diferente na câmera do Galaxy A9 é o fato de que tanto a sua traseira quanto a sua frontal contam com 16 MP de resolução. Além disso, as duas trazem abertura de 1.9, além de autofoco estável. E, na prática, isso quer dizer que ele consegue captar uma boa quantidade de luz (graças à grande abertura de sua lente) e também consegue focar objetos com uma boa velocidade. Na prática, essas duas características se saíram bem, mas tudo depende da quantidade de luz ambiente que você possui.

Se você estiver em um ambiente aberto, em um dia ensolarado ou em um local com muita luz artificial, as fotos do Galaxy A5 ficarão muito boas e você conseguirá ver uma série de detalhes nas produções.

Agora, em locais fechados, os resultados não seguem o mesmo padrão. Com pouca luz artificial já é possível ver que o Galaxy A5 não conta com um alto desempenho como em ambientes bem iluminados. Alguns detalhes são perdidos e o nível de contraste não é tão impressionante.

Também vale dizer que ambas as câmeras filmam em Full HD (1920 x 1080 pixels).

Quanto à bateria, o Galaxy A5 conta com 3000 mAh. Primeiramente, tiramos 10 fotos e fizemos um pequeno vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos os resultados por 15 minutos. Em seguida, fizemos ligações por mais 30 minutos, rodamos por GPS por meia hora e jogamos por mais 20 minutos. Depois, exibimos vídeos no YouTube por 10 minutos e ouvimos algumas músicas por 1 hora. Para terminar, ainda navegamos por portais e redes sociais por mais 3 horas. No fim, restavam 58% de bateria.

Algo interessante e diferente na câmera do Galaxy A9 é o fato de que tanto a sua traseira quanto a sua frontal contam com 16 MP de resolução. Além disso, as duas trazem abertura de 1.9, além de autofoco estável. E, na prática, isso quer dizer que ele consegue captar uma boa quantidade de luz (graças à grande abertura de sua lente) e também consegue focar objetos com uma boa velocidade. Na prática, essas duas características se saíram bem, mas tudo depende da quantidade de luz ambiente que você possui.

Se você estiver em um ambiente aberto, em um dia ensolarado ou em um local com muita luz artificial, as fotos do Galaxy A5 ficarão muito boas e você conseguirá ver uma série de detalhes nas produções.

Agora, em locais fechados, os resultados não seguem o mesmo padrão. Com pouca luz artificial já é possível ver que o Galaxy A5 não conta com um alto desempenho como em ambientes bem iluminados. Alguns detalhes são perdidos e o nível de contraste não é tão impressionante.

Também vale dizer que ambas as câmeras filmam em Full HD (1920 x 1080 pixels).

Quanto à bateria, o Galaxy A5 conta com 3000 mAh. Primeiramente, tiramos 10 fotos e fizemos um pequeno vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos os resultados por 15 minutos. Em seguida, fizemos ligações por mais 30 minutos, rodamos por GPS por meia hora e jogamos por mais 20 minutos. Depois, exibimos vídeos no YouTube por 10 minutos e ouvimos algumas músicas por 1 hora. Para terminar, ainda navegamos por portais e redes sociais por mais 3 horas. No fim, restavam 58% de bateria.

Conclusão

O A5 e o A7 (versões 2017) são bem parecidos entre si, isso é fato. Então, o que justificaria a aquisição de um ou de outro? Olha, basicamente isso envolve bastante uma questão de gosto. Quem prefere telas menores e um smartphone capaz de conferir uma boa pegada com uma das mãos certamente vai escolher o A5, que conta com uma tela de 5.2 polegadas. E será uma boa escolha.

O modelo conta com um design muito bonito, com um entorno de metal e uma traseira de vidro (que, apesar de charmosa, traz algumas marcas de gordura com facilidade).

Por dentro, o Galaxy A5 também tem ótimo desempenho. Ele rodou todos os jogos sem dificuldades e também possui como destaque seu sistema operacional, que é bem fluido e fácil de ser entendido.

Matérias Relacionadas
10/10Recomendo este produto
8/10Recomendo este produto
8/10Recomendo este produto
8/10Recomendo este produto
10/10Recomendo este produto
Avaliação Geral97%Recomendam a compra
9/10Baseado em 112 avaliações
Aspectos Positivos
  • Design
  • Display
  • Funções e Características
  • Facilidade de Uso
  • Duração da Bateria
  • Durabilidade
  • Câmera
  • Custo-Benefício
Enviar sua Avaliação