Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Achou caro?
Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
Maior preço registrado:R$ 2.799,99
Menor preço registrado:R$ 2.149,14
Me avise quando o preço chegar em:
0%
0%
100%
Arraste a barra para controlar o valor do pedido
Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaApple
LinhaiPhone
Modelo6 Plus 64GB
ChipsSingle Chip
CoresCinza Espacial, Dourado, Prata
Câmera
Câmera Traseira8.0 Megapixels
Funções da CâmeraControle de Exposição, Detector de Rosto, Estabilização Automática, Estabilização Óptica de Imagem, Foco Automático, HDR, Modo Contínuo, Panorama, Posição Geográfica, Sensor de Retroiluminação, Time-Lapse, Timer
Câmera Frontal1.2 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela5.5 polegadas
Tipo de TelaRetina HD
Resolução1920 x 1080 Pixels
Hardware
ProcessadorApple A8
NúcleosDual-Core (2 Núcleos)
Memória Interna64 GB
Memória RAM1 GB RAM
EntradasFone de Ouvido, Lightning
Software
Sistema OperacionaliOS
Características e Conectividade
Internet4G, Wi-Fi
RecursosBluetooth 4.0, MP3 Player, NFC, Touch ID
Bateria
Bateria2915 mAh
Autonomia em Stand-by250 Horas
Autonomia em Conversação14 Horas
Dimensões
Largura77,8 mm
Altura158,1 mm
Profundidade7,1 mm
Peso172 g
Por Colaborador em 23/12/2014
iPhone 6 Plus: 5,5 polegadas e maior autonomia de bateria

Design resgata as bordas arredondadas e modelo traz novos recursos. Uns funcionam no Brasil, outros não.

Prós
  • Tela de 5,5 polegadas com resolução full HD
  • Maior autonomia de bateria
  • Desemepnho excelente
  • Câmera que grava em até 240 fps
Contras
  • Câmera protuberante na traseira

Como é o novo design? Quais sãos as novidades e melhorias? Afinal, ele entorta ou não entorta? Testamos o iPhone 6 Plus e as respostas você confere no review a seguir.

Cantos redondos estão de volta e tela cresceu

Quem gostava do visual arredondado, visto pela última vez no modelo 3GS, agora pode matar a saudade. Os novos iPhones, tanto o 6 quanto o 6 Plus, trouxeram de volta as bordas arredondadas, sem tirar a fina espessura adquirida com o tempo. Além disso, agora a tela acompanha a curva, repousando levemente sobre a carcaça. Outra novidade no design está nos botões, mas estes fizeram ao contrário e deixaram de ser redondos. O novo modelo os traz afinados e alongados, sendo que o liga/desliga mudou de lugar pela primeira vez na história do iPhone: em vez de ficar na parte superior do aparelho, agora está na lateral direita. Já na parte de baixo, um furinho e uma fileira evidenciam o microfone e o alto-falante ? antes eram duas fileiras. Até aqui, existiram mudanças, que em geral agradaram. Mas há um novo detalhe, que desagradou muitos fãs da maçã: as linhas de plástico desenhadas na parte superior e inferior da traseira do aparelho. Nelas estão posicionadas as antenas e o material é feito de plástico justamente para melhorar a recepção de sinal. Mas, cá entre nós, não ficou muito bonito. Os 7,1 milímetros de espessura e as 172 gramas o deixam bem confortável para segurar, mas a câmera fica protuberante na traseira, e isso pode incomodar quando colocado em uma superfície plana, como por exemplo uma mesa (com o case, isso não acontece). Apesar de ter boa pegada, ele é grande, e mãos pequenas podem sofrer com essas dimensões (15,8 centímetros de altura por 7,78 centímetros de largura) e, neste caso, talvez o iPhone 6 seja o mais indicado. Mas não há como negar que ver vídeos e jogar fica muito mais confortável nesta tela de 5,5 polegadas que, além de tudo, também cresceu em resolução: agora é full HD (1920 x 1080 pixels) e tem uma densidade de 401 pontos por polegada. É uma telona! As imagens continuam ótimas, com alto brilho e cores vibrantes. E há uma novidade, emprestada do iPad. Ao girar a tela, os menus se ajustam de maneira a proporcionar melhor visualização e interação com os itens da página. E chegou a hora da pergunta que não quer calar. iPhone 6 Plus entorta ou não entorta? De acordo com nossos testes, sim, ele pode entortar. Mas não é tão simples assim. Para isso acontecer, o usuário precisa sentar em cima dele, enquanto ele está no bolso da calça. Por ser grande e fino, acaba entortando. Mas, convenhamos que isso é mais um erro do usuário que uma falha real do produto.

Desempenho continua excelente e bateria, finalmente, dura mais

Com uma ótima combinação entre hardware e software desde o princípio, a Apple sabe como fazer seus produtos terem bom desempenho. E nos benchmarks eles são comprovados. Benchmarks são aplicativos que medem a performance relativa de um aparelho, realizando uma série de testes padrão. Em nossos testes, os resultados deste aparelho foram ainda melhores que o modelos anteriores (5 e 5S). O iPhone 6 Plus tem ótima fluidez e é capaz de rodar qualquer aplicativo, sem nenhuma lag ou engasgo, e reproduz vídeos em full HD numa boa. É importante lembrar que, além do modelo de 64 GB de armazenamento, também existem as opções de 16 e 128 GB ? a versão de 32 GB foi extinta. No quesito conectividade, a fabricante deu uma inovada, pois agora todas as versões do novo modelo suportam 20 bandas LTE diferentes, e o padrão brasileiro está entre elas. Bingo! Sendo assim, independentemente de onde você comprar o seu aparelho, ele suportará o 4G brasileiro. Mas... Se o 4G funciona no Brasil, o Apple Pay não. O novo recurso disponibilizado via NFC ainda não tem data prevista pra chegar aqui e as lojas vão precisar se adaptar. Mas nos Estados Unidos, ele já está disponível: basta encostar o aparelho que ele funcionará como um cartão de crédito. E a bateria? No iPhone 6 ela ainda deixa a desejar, mas no Plus este problema, se não é resolvido, pelo menos é melhorado. Com a capacidade quase que de um tablet (2915 mAh), a bateria tem boa autonomia e chega a aguentar um dia de uso moderado. Em nossos testes, tiramos o aparelho da tomada às 7h da manhã e às 23h, ele ainda apresentava 25% da bateria, depois de um uso de médio para intenso.

Câmera potente que faz até 240 frames por segundo

A câmera principal continua fazendo fotos em 8 megapixels e filmando em full HD, mas o modelo traz novos sensores. A qualidade das fotos e dos vídeos é ótima, com muita nitidez, cores fieis e vibrantes. Mesmo em ambientes com pouca luz, é possível obter bons resultados. Mas no vídeo, duas coisas impressionam: a estabilização e a captura em câmera lenta. Você pode filmar da sua bicicleta, que os tremeliques não serão muito perceptíveis. Além disso, poderá fazer vídeos em câmera lenta em 120 ou 240 frames por segundo (em HD), com boa qualidade e ótima fluidez. Há ainda uma nova função, chamada Focus Pixels, que deixa o foco mais rápido. E ela faz quase 10 fotos por segundo no disparo único. Se pudermos fazer algum crítica, ela vai para a câmera frontal, que tem apenas 1,2 MP, e pelo fato de ainda não gravar em 4K. Ainda que esta última função não tenha tanta utilidade, outras fabricantes estão um pouco a frente nesses dois quesitos.

Conclusão
Pra quem está pensando se vale ou não a pena trocar o iPhone, o Plus traz algumas vantagens, mas a melhor delas é a tela de 5,5 polegadas com resolução full HD, que dá mais conforto para navegar, ver vídeos e jogar. O desempenho está ainda melhor e, se você curte gravar um vídeo, a câmera vai te agradar bastante, já que agora você pode filmar em câmera lenta em até 240 fps. E não podemos nos esquecer da bateria, outro grande incremento deste modelo, que resiste a um dia de uso médio a intenso.
Matérias Relacionadas
8/10Recomendo este produto
10/10Recomendo este produto
8/10Recomendo este produto
10/10Recomendo este produto
8/10Recomendo este produto
Avaliação Geral94%Recomendam a compra
9/10Baseado em 74 avaliações
Aspectos Positivos
  • Design
  • Display
  • Funções e Características
  • Câmera
  • Facilidade de Uso
  • Durabilidade
  • Duração da Bateria
Pontos de Atenção
  • Portabilidade
Aspectos Negativos
  • Custo-Benefício
Enviar sua Avaliação