Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Smart TV 4K Ultra HD Samsung Série 9 Nano Cristal Curva 78 polegadas UN78JS9500G
Ícone de Favorito

10/10 (Baseado em 1 avaliação)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Informações Básicas
TipoSmart TV
Definição4K Ultra HD
MarcaSamsung
LinhaSérie 9
ModeloUN78JS9500G
Tam. da Tela78 polegadas
Tipo de TelaNano Cristal
TelaCurva
Tela
Resolução de Imagem3840 x 2160 Pixel
Frequência240 Hz
Recursos e Conexões
TecnologiaCâmera Integrada, Controle por Movimento, Controle por Voz, Reconhecimento Facial, Wi-Fi Direct
FunçõesBusca Automática de Canais, Conversor Digital Interno, Desligamento Automático, PIP
AplicativosNetflix, YouTube
Entradas HDMI4 Entradas HDMI
ConexõesAV, RF, RJ-45, USB, Wi-Fi, Ypbpr
Sistema de CorISDB-T
Potência de saída70 W
Sistema de SomDolby Digital Plus, DTS 5.1, Virtual Surround
Energia
Tipo de VoltagemBivolt
Voltagem110 / 220 V
Consumo de Energia517 W
Consumo Stand-by0,5 W
Dimensões
Largura1744,2 mm
Altura1006,7 mm
Profundidade153,8 mm
Peso47,3 Kg
Largura com Base1744,2 mm
Altura com Base1086 mm
Profundidade com Base386,2 mm
Peso com Base51,1 Kg
Por Colaborador em 11/12/2015
TV JS9500 de 78 polegadas da Samsung atende todas as demandas com folga

Com ótima qualidade de imagens e recursos interativos diversificados, o modelo é indicado para quem quer um aparelho que vá além das "boas imagens"

Prós
  • Ótima qualidade de imagens

  • Áudio com boa definição

  • Conectividade apurada

  • Design diferenciado

  • Recursos práticos

Contras
  • Não há pontos negativos de destaque

É inegável que, atualmente, os televisores entre 32 polegadas e 40 polegadas são unânimes entre os consumidores. Mas é claro que as fabricantes não poderiam fechar seus olhos para nichos mais específicos e, por isso, trazem ofertas que acabam sendo direcionadas a esse público. Nesse review, falaremos sobre um modelo que se encaixa nessas condições – o televisor JS9500 da Samsung com 78 polegadas. Mais informações você confere a seguir. 

É inegável que, atualmente, os televisores entre 32 polegadas e 40 polegadas são unânimes entre os consumidores. Mas é claro que as fabricantes não poderiam fechar seus olhos para nichos mais específicos e, por isso, trazem ofertas que acabam sendo direcionadas a esse público. Nesse review, falaremos sobre um modelo que se encaixa nessas condições – o televisor JS9500 da Samsung com 78 polegadas. Mais informações você confere a seguir. 

Acabamento e imagem

Olhando todos os recursos que o JS9500 tem a nos oferecer, é inegável colocarmos em um patamar de ponta. E é claro que, dentro dessas características, o design não poderia deixá-lo como “mais uma opção” para o consumidor. Por isso, o modelo se destaca tanto pela escolha de materiais quanto pela sua estética geral. A tela curvada, por exemplo, não traz inovações na experiência de uso, mas certamente oferece um charme a mais ao modelo. A base é também outro quesito a ser exaltado. Em formato curvado de X, possui um design moderno e é feita de plástico que lembra metal. Esse material, aliás, é o mesmo que reveste o entorno da TV.

Apesar disso, esse não é um modelo que se encaixa em todas as salas, já que estamos falando de um televisor com 78 polegadas. Por isso, além da necessidade de se colocar a TV a uma boa distância do espectador, também temos que pensar no próprio espaço físico ocupado pelo aparelho. Ao todo, o modelo conta com 174,42 cm de largura por 100,67 cm de altura por 15,38 cm de espessura, o que é uma marca robusta. Seu peso é de 47,3 kg sem o suporte. Com a peça, o valor sobe para 51,1 kg.

Com 78 polegadas, a qualidade da imagem é impecável e pode até ser considerada referência para televisores. Independentemente do conteúdo exibido, os níveis de cor, contraste e brilho foram excelentes e definitivamente não decepcionarão o usuário que quer uma experiência diferenciada.

Como é comum em nossas avaliações, rodamos a animação Divertida Mente e também um jogo de futebol em resolução 4K, cenários em que testamos a qualidade do painel. Também vale ressaltar que a taxa de frequência do painel foi outro ponto positivo. Mesmo em lances rápidos do jogo presenciamos aqueles famosos “fantasmas”, tão recorrentes em painéis de baixa frequência.

Para ajustes de imagem, a interface da Samsung oferece algumas opções de alteração. Além dos 4 modos pré-definidos – dinâmico, padrão, natural e filme (os quais, aliás, alteram bastante a exibição do conteúdo) -, é também possível alterar manualmente o contraste, brilho, nitidez, cor e tonalidade de cor.

Veiculado como uma TV SUHD (mesmo que o significado do “S” ainda seja meio incerto), o modelo JS9500 pouco se difere de outros modelos com resolução 4K. Apesar de a fabricante garantir que a tecnologia de nanocristais presentes no painel garante uma qualidade única, na prática a experiência é bem semelhante a modelos grandes com resolução Ultra HD.

A resolução 4K, aliás, tem suas ressalvas. A qualidade das imagens é inegavelmente impressionante, mas as produções feitas nessa resolução ainda são bem limitadas para o público. Portanto, aqui fica o aviso: se você quer uma TV para consumir conteúdo 4K, o modelo JS9500 é uma boa opção, mas encontrar filmes e séries nessa qualidade vai ser sua grande dificuldade.

Olhando todos os recursos que o JS9500 tem a nos oferecer, é inegável colocarmos em um patamar de ponta. E é claro que, dentro dessas características, o design não poderia deixá-lo como “mais uma opção” para o consumidor. Por isso, o modelo se destaca tanto pela escolha de materiais quanto pela sua estética geral. A tela curvada, por exemplo, não traz inovações na experiência de uso, mas certamente oferece um charme a mais ao modelo. A base é também outro quesito a ser exaltado. Em formato curvado de X, possui um design moderno e é feita de plástico que lembra metal. Esse material, aliás, é o mesmo que reveste o entorno da TV.

Apesar disso, esse não é um modelo que se encaixa em todas as salas, já que estamos falando de um televisor com 78 polegadas. Por isso, além da necessidade de se colocar a TV a uma boa distância do espectador, também temos que pensar no próprio espaço físico ocupado pelo aparelho. Ao todo, o modelo conta com 174,42 cm de largura por 100,67 cm de altura por 15,38 cm de espessura, o que é uma marca robusta. Seu peso é de 47,3 kg sem o suporte. Com a peça, o valor sobe para 51,1 kg.

Com 78 polegadas, a qualidade da imagem é impecável e pode até ser considerada referência para televisores. Independentemente do conteúdo exibido, os níveis de cor, contraste e brilho foram excelentes e definitivamente não decepcionarão o usuário que quer uma experiência diferenciada.

Como é comum em nossas avaliações, rodamos a animação Divertida Mente e também um jogo de futebol em resolução 4K, cenários em que testamos a qualidade do painel. Também vale ressaltar que a taxa de frequência do painel foi outro ponto positivo. Mesmo em lances rápidos do jogo presenciamos aqueles famosos “fantasmas”, tão recorrentes em painéis de baixa frequência.

Para ajustes de imagem, a interface da Samsung oferece algumas opções de alteração. Além dos 4 modos pré-definidos – dinâmico, padrão, natural e filme (os quais, aliás, alteram bastante a exibição do conteúdo) -, é também possível alterar manualmente o contraste, brilho, nitidez, cor e tonalidade de cor.

Veiculado como uma TV SUHD (mesmo que o significado do “S” ainda seja meio incerto), o modelo JS9500 pouco se difere de outros modelos com resolução 4K. Apesar de a fabricante garantir que a tecnologia de nanocristais presentes no painel garante uma qualidade única, na prática a experiência é bem semelhante a modelos grandes com resolução Ultra HD.

A resolução 4K, aliás, tem suas ressalvas. A qualidade das imagens é inegavelmente impressionante, mas as produções feitas nessa resolução ainda são bem limitadas para o público. Portanto, aqui fica o aviso: se você quer uma TV para consumir conteúdo 4K, o modelo JS9500 é uma boa opção, mas encontrar filmes e séries nessa qualidade vai ser sua grande dificuldade.

Áudio e controle remoto

E não é apenas o painel que se torna um dos protagonistas no modelo. Com dois alto-falantes de 20 W cada, além de dois Woofers com 30 W totais, o televisor consegue reproduzir diversos conteúdos com muita qualidade. Mesmo com volumes elevados, o sistema sonoro não estoura e nos oferece bons níveis de agudos, médios e graves. O destaque também é visto quando rodamos alguns filmes de ação, que possuem efeitos sonoros mais complexos. Nesses casos, a experiência de imersão também foi positiva.

Para fechar o quesito, vale ressaltar que a TV conta com 5 modos de ajuste – padrão, música, filme, voz destacada e amplificada.

O controle remoto também foge do lugar comum. Nesse aparelho, a Samsung optou por trazer um conceito moderno do acessório, tornando-o mais minimalista e interativo. Isso porque o controle conta com um pointer na parte central, o que torna o uso bem mais fluido e intuitivo se comparado às teclas convencionais.

Além disso, o modelo possui um bom tamanho e é bem ergonômico. Como uma tendência nos atuais lançamentos, o acessório também não possui muitas teclas, limitando-se a trazer as principais funções no próprio controle e transferindo as outras para a interface da televisão. Apesar de a ideia soar um pouco negativa – já que nem todos os recursos estão na mão do usuário -, os botões ali dispostos são suficientes para acessar as principais atividades do modelo.

Ah, também vale ressaltar que o televisor traz um botão físico localizado na sua parte de trás. Ele é bem discreto e limita-se às ações vitais do modelo, como mudança de canais, de volume e também o power. Para navegar pelos menus, o botão também funciona como uma espécie de joystick.

E não é apenas o painel que se torna um dos protagonistas no modelo. Com dois alto-falantes de 20 W cada, além de dois Woofers com 30 W totais, o televisor consegue reproduzir diversos conteúdos com muita qualidade. Mesmo com volumes elevados, o sistema sonoro não estoura e nos oferece bons níveis de agudos, médios e graves. O destaque também é visto quando rodamos alguns filmes de ação, que possuem efeitos sonoros mais complexos. Nesses casos, a experiência de imersão também foi positiva.

Para fechar o quesito, vale ressaltar que a TV conta com 5 modos de ajuste – padrão, música, filme, voz destacada e amplificada.

O controle remoto também foge do lugar comum. Nesse aparelho, a Samsung optou por trazer um conceito moderno do acessório, tornando-o mais minimalista e interativo. Isso porque o controle conta com um pointer na parte central, o que torna o uso bem mais fluido e intuitivo se comparado às teclas convencionais.

Além disso, o modelo possui um bom tamanho e é bem ergonômico. Como uma tendência nos atuais lançamentos, o acessório também não possui muitas teclas, limitando-se a trazer as principais funções no próprio controle e transferindo as outras para a interface da televisão. Apesar de a ideia soar um pouco negativa – já que nem todos os recursos estão na mão do usuário -, os botões ali dispostos são suficientes para acessar as principais atividades do modelo.

Ah, também vale ressaltar que o televisor traz um botão físico localizado na sua parte de trás. Ele é bem discreto e limita-se às ações vitais do modelo, como mudança de canais, de volume e também o power. Para navegar pelos menus, o botão também funciona como uma espécie de joystick.

Recursos e conectividade

Nesse quesito, as opções são bem vastas e diversificadas. A interface Smart Hub da Samsung traz uma boa diversidade de aplicativos, mas sem revolucionar. E isso não é uma crítica. Para as demandas atuais, os aplicativos disponíveis para o usuário no modelo JS9500 são valorizados pela praticidade que trazem. Para isso, encontramos apps como o Netflix e o YouTube.

Além disso, a Samsung também trouxe a função Multi-link Screen, que divide a tela da TV em duas para acessar dois conteúdos distintos. O ponto negativo é que, na divisão, surge uma borda que encolhe um pouco o conteúdo. Porém, caso você necessite interagir com os dois conteúdos simultaneamente (ao abrir o YouTube e o navegador, por exemplo), o Multi-link Screen pode ser uma boa opção. Se você não precisa disso, o PiP ainda é a melhor alternativa.

O Tizen, sistema operacional utilizado na TV, é um ponto de destaque no modelo. Limpa e fluida, a interface é positiva no sentido de oferecer suas atividades de modo intuitivo e rápido. Após clicar no botão Smart Hub do controle, as principais funções do modelo já aparecem na tela, como os aplicativos e algumas configurações. O único problema é que algumas funções não estão inseridas nessa interface específica e são encontradas apenas por meio do botão “Menu” do controle remoto. Isso, no começo, causa um pouco de confusão, mas após algum tempo de familiaridade com o sistema isso deixa de ser um problema.

Além da ótima qualidade de imagens e da diversidade de recursos presentes, a plataforma Gamefly é mais uma opção para seduzir alguns consumidores. O sistema funciona como uma espécie de Netflix de jogos, reproduzindo-os por streaming. Para jogar, basta conectar um controle à televisão (oficialmente, a plataforma suporta alguns modelos da Logitech e também o controle do Xbox 360 com fio) e ter uma boa banda larga. Segundo a fabricante, são necessários 4 Mbps para rodar os games em 480p. Já para ter os jogos em resolução HD, a velocidade mínima é de 8 Mbps.

A oferta de jogos é bem diversificada e surpreende por alguns títulos bem recentes, como é o caso do Pro Evolution Soccer 2015. Mas não se engane: a qualidade da imagem não é compatível às gerações recentes e lembra muitos os gráficos do Playstation 2. Portanto, trata-se de uma plataforma mais direcionada aos consumidores casuais, sem se preocupar em atender as demandas de gamers mais fanáticos. Além disso, em alguns momentos sentimos alguns lags durante a jogatina, o que em games que exigem precisão de comandos (como em jogos de luta) pode incomodar alguns usuários. Apesar disso, a ferramenta, no geral, é interessante e garante eventuais diversões.

Aqui, a Samsung fugiu um pouco do convencional e optou por não colocar suas conexões na TV. Por isso, o modeo JS9500 traz consigo o One Connect, uma espécie de gabinete externo que traz uma vasta oferta de opções. Com o acessório, estão disponíveis uma interface de rede Ethernet (LAN), entrada de áudio analógico, 4 HDMI, USB 3.0, 2 coaxiais, 2 USB 2.0 e saída de áudio digital óptica. Para um modelo de 78 polegadas e repleto de recursos, essa configuração certamente atenderá suas necessidades com folga. 

Nesse quesito, as opções são bem vastas e diversificadas. A interface Smart Hub da Samsung traz uma boa diversidade de aplicativos, mas sem revolucionar. E isso não é uma crítica. Para as demandas atuais, os aplicativos disponíveis para o usuário no modelo JS9500 são valorizados pela praticidade que trazem. Para isso, encontramos apps como o Netflix e o YouTube.

Além disso, a Samsung também trouxe a função Multi-link Screen, que divide a tela da TV em duas para acessar dois conteúdos distintos. O ponto negativo é que, na divisão, surge uma borda que encolhe um pouco o conteúdo. Porém, caso você necessite interagir com os dois conteúdos simultaneamente (ao abrir o YouTube e o navegador, por exemplo), o Multi-link Screen pode ser uma boa opção. Se você não precisa disso, o PiP ainda é a melhor alternativa.

O Tizen, sistema operacional utilizado na TV, é um ponto de destaque no modelo. Limpa e fluida, a interface é positiva no sentido de oferecer suas atividades de modo intuitivo e rápido. Após clicar no botão Smart Hub do controle, as principais funções do modelo já aparecem na tela, como os aplicativos e algumas configurações. O único problema é que algumas funções não estão inseridas nessa interface específica e são encontradas apenas por meio do botão “Menu” do controle remoto. Isso, no começo, causa um pouco de confusão, mas após algum tempo de familiaridade com o sistema isso deixa de ser um problema.

Além da ótima qualidade de imagens e da diversidade de recursos presentes, a plataforma Gamefly é mais uma opção para seduzir alguns consumidores. O sistema funciona como uma espécie de Netflix de jogos, reproduzindo-os por streaming. Para jogar, basta conectar um controle à televisão (oficialmente, a plataforma suporta alguns modelos da Logitech e também o controle do Xbox 360 com fio) e ter uma boa banda larga. Segundo a fabricante, são necessários 4 Mbps para rodar os games em 480p. Já para ter os jogos em resolução HD, a velocidade mínima é de 8 Mbps.

A oferta de jogos é bem diversificada e surpreende por alguns títulos bem recentes, como é o caso do Pro Evolution Soccer 2015. Mas não se engane: a qualidade da imagem não é compatível às gerações recentes e lembra muitos os gráficos do Playstation 2. Portanto, trata-se de uma plataforma mais direcionada aos consumidores casuais, sem se preocupar em atender as demandas de gamers mais fanáticos. Além disso, em alguns momentos sentimos alguns lags durante a jogatina, o que em games que exigem precisão de comandos (como em jogos de luta) pode incomodar alguns usuários. Apesar disso, a ferramenta, no geral, é interessante e garante eventuais diversões.

Aqui, a Samsung fugiu um pouco do convencional e optou por não colocar suas conexões na TV. Por isso, o modeo JS9500 traz consigo o One Connect, uma espécie de gabinete externo que traz uma vasta oferta de opções. Com o acessório, estão disponíveis uma interface de rede Ethernet (LAN), entrada de áudio analógico, 4 HDMI, USB 3.0, 2 coaxiais, 2 USB 2.0 e saída de áudio digital óptica. Para um modelo de 78 polegadas e repleto de recursos, essa configuração certamente atenderá suas necessidades com folga. 

Conclusão

O modelo JS9500 da Samsung certamente não vem ao mercado apenas para ser mais um. O modelo ultrapassa a barreira do “televisor para boas imagens” e entrega um produto completo e atento às demandas atuais. Por isso, conta com recursos interativos práticos e uma conectividade apurada. Mas é claro, a ótima qualidade de imagem não poderia faltar. Por isso, o modelo conta com imagens excelentes (que podem até ser referência no mercado) e que entregam ótima experiência independentemente do conteúdo exibido. Mas tudo isso tem um custo e, por não ser a opção mais popular do mercado, ele tem um nicho muito específico e direcionado para quem quer um televisor premium e completo. 

Matérias Relacionadas
10/10 Recomendo
Avaliação Geral100%Recomendam a compra
10/10Baseado em 1 avaliações
Pontos de Atenção
  • Qualidade da Imagem
  • Design
  • Funções e Características
  • Qualidade do Som
  • Durabilidade
Enviar sua Avaliação