Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Smart TV 4K Ultra HD Samsung LED 55 polegadas UN55KS7000G
Ícone de Favorito

8/10 (Baseado em 9 avaliações)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Informações Básicas
TipoSmart TV
Definição4K Ultra HD
MarcaSamsung
ModeloUN55KS7000G
Tam. da Tela55 polegadas
Tipo de TelaLED
Recursos e Conexões
FunçõesConversor Digital Interno
Por Colaborador em 15/12/2016
TV da Samsung se destaca por apresentar tecnologia dos pontos quânticos

O modelo KS7000 conta com resolução 4K, boa conectividade e design curvo

Prós
  • Belo design

  • Resolução 4K (Ultra HD)

  • Pontos Quânticos

  • Boa conectividade
Contras
  • Não há nenhum ponto negativo ao que o modelo se propõe

Lançamento este ano, a KS7000 traz como atrativos o painel 4K de 55 polegadas curvo e os pontos quânticos, que é uma tecnologia implementada agora nos televisores da Samsung que dão mais cores e vivacidade às imagens. Vamos explicar tudo tin por tin no review abaixo:

Lançamento este ano, a KS7000 traz como atrativos o painel 4K de 55 polegadas curvo e os pontos quânticos, que é uma tecnologia implementada agora nos televisores da Samsung que dão mais cores e vivacidade às imagens. Vamos explicar tudo tin por tin no review abaixo:

Acabamento e Conectividade

Por fora, tirando o aspecto curvo, a Samsung traz um modelo bastante comum. As bordas ao redor da tela são extremamente finas, especialmente as das laterais, com 0,5 mm de espessura. Já a da parte de baixo é um pouco maior, com 1 cm de espessura, e carrega o logo retroiluminado da Samsung. Todo esse investimento na imersão da tela deu muito resultado, já que nesse modelo podemos realmente aproveitar o conteúdo numa tela praticamente sem bordas. Porém, tudo que envolve o modelo é de plástico, inclusive a parte traseira, que reúne muitas marcas de dedo e de arranhões, o que deixa a desejar se tratando de um modelo de alto custo.

Agora, uma das questões que chama a atenção na KS7000 é o design curvo e suas dimensões reduzidas, principalmente a espessura. O modelo da Samsung tem apenas 4,5 cm de espessura e pesa 17 kg sem o suporte. Ou seja, a TV é um modelo chamativo, principalmente pelas “bordas infinitas” e o design curvo combinado com a mínima espessura. 

Na questão da conectividade, a TV da Samsung traz um acessório que conta com 4 entradas HDMI, 2 USB, uma entrada óptica, composto AV e conexão Wi-Fi. Porém, você irá estranhar que não há nenhuma dessas entradas na parte traseira do modelo, como é na grande maioria de televisores do mercado.  Acontece que a Samsung agrupou tudo isso num pequeno aparelho, chamado de One Connect. Basta conectá-lo na TV para que todas as entradas e saídas possam ser usadas. Isso acontece porque, diferente de outros modelos, a Samsung fez a traseira da 55KS7000 inteiramente lisa, ou seja, ou ela colocaria todas as entradas na parte de trás, prejudicando quem quisesse pendurar a TV numa parede, ou faria o One Connect. Ao nosso ver, acertadamente escolheram a segunda opção. 

Por fora, tirando o aspecto curvo, a Samsung traz um modelo bastante comum. As bordas ao redor da tela são extremamente finas, especialmente as das laterais, com 0,5 mm de espessura. Já a da parte de baixo é um pouco maior, com 1 cm de espessura, e carrega o logo retroiluminado da Samsung. Todo esse investimento na imersão da tela deu muito resultado, já que nesse modelo podemos realmente aproveitar o conteúdo numa tela praticamente sem bordas. Porém, tudo que envolve o modelo é de plástico, inclusive a parte traseira, que reúne muitas marcas de dedo e de arranhões, o que deixa a desejar se tratando de um modelo de alto custo.

Agora, uma das questões que chama a atenção na KS7000 é o design curvo e suas dimensões reduzidas, principalmente a espessura. O modelo da Samsung tem apenas 4,5 cm de espessura e pesa 17 kg sem o suporte. Ou seja, a TV é um modelo chamativo, principalmente pelas “bordas infinitas” e o design curvo combinado com a mínima espessura. 

Na questão da conectividade, a TV da Samsung traz um acessório que conta com 4 entradas HDMI, 2 USB, uma entrada óptica, composto AV e conexão Wi-Fi. Porém, você irá estranhar que não há nenhuma dessas entradas na parte traseira do modelo, como é na grande maioria de televisores do mercado.  Acontece que a Samsung agrupou tudo isso num pequeno aparelho, chamado de One Connect. Basta conectá-lo na TV para que todas as entradas e saídas possam ser usadas. Isso acontece porque, diferente de outros modelos, a Samsung fez a traseira da 55KS7000 inteiramente lisa, ou seja, ou ela colocaria todas as entradas na parte de trás, prejudicando quem quisesse pendurar a TV numa parede, ou faria o One Connect. Ao nosso ver, acertadamente escolheram a segunda opção. 

Tela

Qualidade de imagem passa longe de ser um problema no modelo da Samsung. Aqui, a tela curva de 55 polegadas traz resolução 4K (3840 x 2160 pixels), ou seja, apenas isto já bastaria para boas imagens e conforto para ver conteúdos. Porém, o interessante nesse modelo são os Quantum Dots (pontos quânticos) que, apesar do nome complexo, é uma tecnologia bastante simples: são nano partículas, ou seja, partículas minúsculas, que refletem com maior fidelidade as cores RGB (vermelho, verde e azul), que unidas são a representação de todas as cores. 

Tá, colocando em miúdos. A TV que apresenta essa tecnologia consegue apresentar mais brilho, contraste e uma maior gama de cores. Por isso, quando vemos uma televisor com esta tecnologia é comum notarmos que as imagens estão mais vivas e mais bonitas, chamando bem mais a atenção.

Para quem ainda ter uma certa dúvida sobre os televisores curvos, se eles realmente são diferenciados, o que pudemos atestar é que pouca coisa realmente muda. Sim, dá para ver a TV mesmo estando de lado, assim como nas TVs comuns, mas a “imersão” que as marcas tanto dizem sobre esses modelos é praticamente imperceptível, mesmo estando de frente para a TV. Uma das mudanças é que, claro, devido a curvatura a tendência é que essas TVs refletem menos.

A resolução 4K é dispensável uma vez que os conteúdos nessa resolução ainda são restritos. É uma tecnologia bem vinda, mas não é o que chama realmente a atenção neste modelo. Nos nossos testes rodamos Netflix, desde animações como Wall-E até séries, como Vikings, e o resultado foi muito positivo. Depois jogamos Battlefield 1 e as imagens estavam ótimas, com bom brilho e níveis de contraste acima da média. 

Qualidade de imagem passa longe de ser um problema no modelo da Samsung. Aqui, a tela curva de 55 polegadas traz resolução 4K (3840 x 2160 pixels), ou seja, apenas isto já bastaria para boas imagens e conforto para ver conteúdos. Porém, o interessante nesse modelo são os Quantum Dots (pontos quânticos) que, apesar do nome complexo, é uma tecnologia bastante simples: são nano partículas, ou seja, partículas minúsculas, que refletem com maior fidelidade as cores RGB (vermelho, verde e azul), que unidas são a representação de todas as cores. 

Tá, colocando em miúdos. A TV que apresenta essa tecnologia consegue apresentar mais brilho, contraste e uma maior gama de cores. Por isso, quando vemos uma televisor com esta tecnologia é comum notarmos que as imagens estão mais vivas e mais bonitas, chamando bem mais a atenção.

Para quem ainda ter uma certa dúvida sobre os televisores curvos, se eles realmente são diferenciados, o que pudemos atestar é que pouca coisa realmente muda. Sim, dá para ver a TV mesmo estando de lado, assim como nas TVs comuns, mas a “imersão” que as marcas tanto dizem sobre esses modelos é praticamente imperceptível, mesmo estando de frente para a TV. Uma das mudanças é que, claro, devido a curvatura a tendência é que essas TVs refletem menos.

A resolução 4K é dispensável uma vez que os conteúdos nessa resolução ainda são restritos. É uma tecnologia bem vinda, mas não é o que chama realmente a atenção neste modelo. Nos nossos testes rodamos Netflix, desde animações como Wall-E até séries, como Vikings, e o resultado foi muito positivo. Depois jogamos Battlefield 1 e as imagens estavam ótimas, com bom brilho e níveis de contraste acima da média. 

Controle Remoto e Sistema

O modelo da Samsung conta com a nova interface do Smart Hub. Nessa versão a interface da Samsung é bastante similar ao WebOS 3.0 da LG com o menu na parte inferior do monitor. A interface é bem fluída, bem como intuitiva. É possível acessar o YouTube, Netflix, o navegador próprio da TV, alguns jogos e outros conteúdos. 

O controle remoto do modelo da TV é bastante ergonômico, apresentando design curvo, assim como o televisor. Ele tem pouquíssimos botões, são 8, fora os direcionais. No começo pode até parecer estranho, principalmente porque os botões de volume e canal não possuem aquelas setas para cima e para baixo, mas sim uma pequena barra que pode ser pressionada para a direção desejada. 

Outra função presente no controle é comando de voz. Basta apertar o microfone para falar e soltar para que a TV execute a ação. O sistema não é perfeito, muitas vezes ele não funciona tão bem, mas, quando sim, quebra um galho.

Sobre o áudio, a KS7000 traz 40W de potência, o que já é acima da média de muitos modelos do mercado, que costumam trazer 20W. Sendo assim a TV agrada na hora de reproduzir conteúdos que necessitem de uma maior gama de som. 

O modelo da Samsung conta com a nova interface do Smart Hub. Nessa versão a interface da Samsung é bastante similar ao WebOS 3.0 da LG com o menu na parte inferior do monitor. A interface é bem fluída, bem como intuitiva. É possível acessar o YouTube, Netflix, o navegador próprio da TV, alguns jogos e outros conteúdos. 

O controle remoto do modelo da TV é bastante ergonômico, apresentando design curvo, assim como o televisor. Ele tem pouquíssimos botões, são 8, fora os direcionais. No começo pode até parecer estranho, principalmente porque os botões de volume e canal não possuem aquelas setas para cima e para baixo, mas sim uma pequena barra que pode ser pressionada para a direção desejada. 

Outra função presente no controle é comando de voz. Basta apertar o microfone para falar e soltar para que a TV execute a ação. O sistema não é perfeito, muitas vezes ele não funciona tão bem, mas, quando sim, quebra um galho.

Sobre o áudio, a KS7000 traz 40W de potência, o que já é acima da média de muitos modelos do mercado, que costumam trazer 20W. Sendo assim a TV agrada na hora de reproduzir conteúdos que necessitem de uma maior gama de som. 

Conclusão

O modelo da Samsung traz recursos inovadores pelo mercado, o que justifica assim sua faixa de preço. Os pontos quânticos podem ser, de fato, o próximo passo tecnológico das TVs, trazendo mais qualidade nas imagens reproduzidas, mas ainda está longe de ser acessível como o LED. 

Como era de se esperar, o aspecto curvo não é um diferencial, já que em praticamente todos os conteúdos que reproduzimos, seja jogos ou filmes, a experiência é quase a mesma. “Quase” porque, por ter esse design curvo, a tela acaba por refletir menos, mas fora isso, pouca coisa realmente muda. 

Além disso, a TV traz ótima resolução de tela, que se saiu muito bem em nossos testes, inclusive em games. A conectividade do modelo é interessante, com 4 entradas HDMI, 2 USB, uma entrada óptica, composto AV e conexão Wi-Fi, e a interface da Smart TV da Samsung foi aprimorada, melhorando ainda mais a experiência. 

Sendo assim, a KS700 de 55 polegadas é uma ótima escolha para salas grandes e quer aproveitar diversos conteúdos, seja no Netflix, ou games ou mesmo o conteúdo da televisão. 

Matérias Relacionadas
2/10 Não recomendo este produto
2/10 Não recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
4/10 Não recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral66%Recomendam a compra
8/10Baseado em 9 avaliações
Aspectos Positivos
  • Qualidade da Imagem
  • Design
  • Qualidade do Som
  • Funções e Características
Pontos de Atenção
  • Durabilidade
  • Custo-Benefício
Enviar sua Avaliação