Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Smart TV 4K Ultra HD LG LED 49 polegadas 49UH6500
Ícone de Favorito

8/10 (Baseado em 52 avaliações)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Informações Básicas
TipoSmart TV
Definição4K Ultra HD
MarcaLG
Modelo49UH6500
Tam. da Tela49 polegadas
Tipo de TelaLED
Tela
Resolução de Imagem3840 x 2160 Pixel
Recursos e Conexões
TecnologiaMiracast, Time Machine II, WiDi
FunçõesConversor Digital Interno
AplicativosNetflix
Sistema OperacionalWebOS
Entradas HDMI3 Entradas HDMI
ConexõesÁudio Digital Óptica, Fone de Ouvido, RF, RJ-45, USB, Vídeo Componente
Sistema de CorNTSC, PAL-M/N, SBTVD
Potência de saída20 W
Sistema de SomUltra Surround
Energia
Tipo de VoltagemBivolt
Voltagem110 / 220 V
Consumo de Energia120 W
Consumo Stand-by1 W
Dimensões
Largura1106 mm
Altura646 mm
Profundidade77,2 mm
Peso12 Kg
Largura com Base1106 mm
Altura com Base701 mm
Profundidade com Base216 mm
Peso com Base12,3 Kg
Por Colaborador em 27/07/2016
TV de 49 polegadas da LG se destaca pelo WebOS 3.0 e pela tela com ótimas imagens

O modelo 49UH6500 pode não ter o acabamento mais moderno do mercado, mas ele se destaca justamente por oferecer várias opções de uso com qualidade

Prós
  • Tela com ótimas imagens

  • Conectividade apurada

  • WebOS 3.0

  • Controle remoto é o diferencial na usabilidade

Contras
  • Não há pontos negativos de destaque

Para 2016, a LG trouxe ao mercado sua nova linha de TVs e o modelo 49UH6500 é um deles. Além de painel de 49 polegadas com resolução 4K, o aparelho conta com a nova plataforma de Smart TVs da marca, o WebOS 3.0. Para saber mais informações sobre a nova televisão da LG, confira nosso review nos parágrafos a seguir.

Para 2016, a LG trouxe ao mercado sua nova linha de TVs e o modelo 49UH6500 é um deles. Além de painel de 49 polegadas com resolução 4K, o aparelho conta com a nova plataforma de Smart TVs da marca, o WebOS 3.0. Para saber mais informações sobre a nova televisão da LG, confira nosso review nos parágrafos a seguir.

Acabamento e conectividade

Pela categoria em que se encontra no mercado, a TV da LG não traz nada surpreendente por fora. Claro, ela é bem moderna, com bordas em um aspecto metalizado (apesar de serem feitas de plástico), além da traseira texturizada. Mas, se olharmos por fora, o televisor da LG não parece um aparelho premium. E suas dimensões provam isso. São 110,6 cm de largura por 64,6 cm de altura por 7,72 cm de espessura. Por isso, ela não é a TV mais fina do mercado. Seu peso é de 12 kg sem a base. Com o suporte, o valor sobe para 12,3 kg.

Mas essa simplicidade não chega a ser um ponto negativo na TV. Apesar de básica, o modelo é uma ótima opção justamente para quem não quer um aparelho muito chamativo e prefere se ater principalmente às questões técnicas e aos recursos que a televisão oferece.

E é justamente nesses pontos que vemos o grande trunfo do aparelho da LG. No quesito conectividade, por exemplo, ela oferece opções de ponta. Ao todo, são 3 entradas HDMI, 2 USB, vídeo componente e composto, interface de rede Ethernet (LAN), Wi-Fi integrado, saída de áudio digital (óptica), 2 coaxiais e saída para fone de ouvido. Por isso, opções não faltarão na hora de inserir dispositivos à TV. Outro ponto interessante é que pelo menos 2 entradas HDMI e 1 USB estão voltadas para a lateral da televisão, o que ajuda os usuários que quiserem pendurá-la na parede.

Pela categoria em que se encontra no mercado, a TV da LG não traz nada surpreendente por fora. Claro, ela é bem moderna, com bordas em um aspecto metalizado (apesar de serem feitas de plástico), além da traseira texturizada. Mas, se olharmos por fora, o televisor da LG não parece um aparelho premium. E suas dimensões provam isso. São 110,6 cm de largura por 64,6 cm de altura por 7,72 cm de espessura. Por isso, ela não é a TV mais fina do mercado. Seu peso é de 12 kg sem a base. Com o suporte, o valor sobe para 12,3 kg.

Mas essa simplicidade não chega a ser um ponto negativo na TV. Apesar de básica, o modelo é uma ótima opção justamente para quem não quer um aparelho muito chamativo e prefere se ater principalmente às questões técnicas e aos recursos que a televisão oferece.

E é justamente nesses pontos que vemos o grande trunfo do aparelho da LG. No quesito conectividade, por exemplo, ela oferece opções de ponta. Ao todo, são 3 entradas HDMI, 2 USB, vídeo componente e composto, interface de rede Ethernet (LAN), Wi-Fi integrado, saída de áudio digital (óptica), 2 coaxiais e saída para fone de ouvido. Por isso, opções não faltarão na hora de inserir dispositivos à TV. Outro ponto interessante é que pelo menos 2 entradas HDMI e 1 USB estão voltadas para a lateral da televisão, o que ajuda os usuários que quiserem pendurá-la na parede.

Tela

Qualidade de imagem não é um problema no modelo 49UH6500. Sua tela possui 49 polegadas e resolução 4K (3840 x 2160 pixels). Mas um aspecto interessante é a tecnologia utilizada no seu painel - o IPS. Esse diferencial garante melhor vivacidade de cores à TV e dá maior ângulo de visão para os usuários sem perda de qualidade. Ou seja, você pode colocar um sofá ao lado da TV que as imagens não perderão qualidade em relação àqueles que estiverem assistindo-a de frente.

A resolução 4K, por outro lado, ainda é uma incógnita no mercado de TVs. Isso porque ainda são poucos os conteúdos disponibilizados nessa qualidade e, aqueles que estão, necessitam de uma boa velocidade de Internet para funcionar. Para se ter uma noção prática, é recomendado uma conexão de pelo menos 30 Mbps para se transmitir uma partida de futebol em resolução 4K. Além disso, há algumas séries no Netflix e alguns conteúdos no aplicativo Globosat nessa definição. Apesar disso, é inegável que as imagens são, de fato, muito bonitas.

Para os nossos testes, rodamos praticamente tudo que a TV oferece em diversidade de imagens. Primeiramente, navegamos por alguns canais da TV aberta. A experiência foi bem positiva, com boa qualidade desde programas mais básicos - como os de auditório - até novelas e jornais. Depois, fomos ao Netflix para reproduzir algumas séries e filmes. Primeiramente, rodamos a animação “Detona Ralph”. Nesse caso, destacamos a fluidez das imagens - graças aos 120 Hz de frequência do painel -, além da qualidade nos níveis de contraste e cor. Depois, executamos a série “Narcos”, que já nos dá uma bom direcionamento de um outro quesito: brilho, ponto no qual o modelo 49UH6500 também não pecou.

Qualidade de imagem não é um problema no modelo 49UH6500. Sua tela possui 49 polegadas e resolução 4K (3840 x 2160 pixels). Mas um aspecto interessante é a tecnologia utilizada no seu painel - o IPS. Esse diferencial garante melhor vivacidade de cores à TV e dá maior ângulo de visão para os usuários sem perda de qualidade. Ou seja, você pode colocar um sofá ao lado da TV que as imagens não perderão qualidade em relação àqueles que estiverem assistindo-a de frente.

A resolução 4K, por outro lado, ainda é uma incógnita no mercado de TVs. Isso porque ainda são poucos os conteúdos disponibilizados nessa qualidade e, aqueles que estão, necessitam de uma boa velocidade de Internet para funcionar. Para se ter uma noção prática, é recomendado uma conexão de pelo menos 30 Mbps para se transmitir uma partida de futebol em resolução 4K. Além disso, há algumas séries no Netflix e alguns conteúdos no aplicativo Globosat nessa definição. Apesar disso, é inegável que as imagens são, de fato, muito bonitas.

Para os nossos testes, rodamos praticamente tudo que a TV oferece em diversidade de imagens. Primeiramente, navegamos por alguns canais da TV aberta. A experiência foi bem positiva, com boa qualidade desde programas mais básicos - como os de auditório - até novelas e jornais. Depois, fomos ao Netflix para reproduzir algumas séries e filmes. Primeiramente, rodamos a animação “Detona Ralph”. Nesse caso, destacamos a fluidez das imagens - graças aos 120 Hz de frequência do painel -, além da qualidade nos níveis de contraste e cor. Depois, executamos a série “Narcos”, que já nos dá uma bom direcionamento de um outro quesito: brilho, ponto no qual o modelo 49UH6500 também não pecou.

Controle remoto, recursos e sistema

O modelo 49UH6500 já conta com a versão WebOS 3.0. A interface como um todo é bem fluida e traz opções bem interessantes para a usabilidade, como o recurso Time Machine II e o Miracast, o que possibilita a reprodução da tela do celular na TV. Com o Time Machine II, é possível gravar programas da TV aberta, porém é necessário inserir um pen drive ou um HD externo ao televisor. E o interessante é que é possível agendar a gravação de um determinado programa na televisão aberta pelo guia.

O controle remoto incluso é o Smart Magic. Ele é bem ergonômico e é um diferencial na hora de utilizar a TV. Como ele possui um sensor para um pointer que surgirá na tela da TV, isso acaba facilitando bastante na hora de acessar algumas funções e aplicativos da televisão. Além disso, ele conta com um sistema de reconhecimento de voz, que não é perfeito, mas quebra um galho.

Os alto-falantes da TV contam com 20 W de potência totais e trazem a velha fórmula de outros televisores, ou seja, eles até conseguem reproduzir bem alguns conteúdos mais básicos, mas ao rodar filmes de ação, por exemplo, que são repletos de efeitos sonoros, a TV já peca um pouco.

O modelo 49UH6500 já conta com a versão WebOS 3.0. A interface como um todo é bem fluida e traz opções bem interessantes para a usabilidade, como o recurso Time Machine II e o Miracast, o que possibilita a reprodução da tela do celular na TV. Com o Time Machine II, é possível gravar programas da TV aberta, porém é necessário inserir um pen drive ou um HD externo ao televisor. E o interessante é que é possível agendar a gravação de um determinado programa na televisão aberta pelo guia.

O controle remoto incluso é o Smart Magic. Ele é bem ergonômico e é um diferencial na hora de utilizar a TV. Como ele possui um sensor para um pointer que surgirá na tela da TV, isso acaba facilitando bastante na hora de acessar algumas funções e aplicativos da televisão. Além disso, ele conta com um sistema de reconhecimento de voz, que não é perfeito, mas quebra um galho.

Os alto-falantes da TV contam com 20 W de potência totais e trazem a velha fórmula de outros televisores, ou seja, eles até conseguem reproduzir bem alguns conteúdos mais básicos, mas ao rodar filmes de ação, por exemplo, que são repletos de efeitos sonoros, a TV já peca um pouco.

Conclusão

Quer uma TV não tão cara (para os padrões top de linha) com recursos de ponta e com painel 4K? A TV 49UH6500 de 49 polegadas é uma ótima opção. Além de um tela com ótima definição, conexões em boa quantidade, a televisão também se garante com seu excelente WebOS 3.0, que é bem rápido, oferece uma série de recursos ao usuário e conta com um controle remoto que faz diferença no uso cotidiano. Portanto, a televisão da LG é uma ótima opção para quem tem uma sala média e quer aproveitar diversos tipos de uso que uma TV dos padrões atuais pode oferecer.

Matérias Relacionadas
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
8/10 Não recomendo este produto
2/10 Não recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral76%Recomendam a compra
8/10Baseado em 52 avaliações
Aspectos Positivos
  • Funções e Características
  • Qualidade do Som
  • Qualidade da Imagem
  • Design
  • Custo-Benefício
  • Durabilidade
Pontos de Atenção
  • Conectividade
  • Facilidade de Uso
  • Som
Enviar sua Avaliação