Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Informações Básicas
MarcaMicrosoft
PlataformaXbox 360 Slim
Capacidade500 GB
VideogameXbox 360 Slim
Processador
Processador (CPU)Xenon
Velocidade CPU3,2 GHz
Compatibilidade
Mídias CompatíveisDVD
Gráfico
Resolução Máxima1080 x 720 Pixels
Conexões
Saída de VídeoHDMI, Vídeo Componente, Vídeo Composto
Outras ConexõesUSB, Wi-Fi
Memória
Memória RAM512 MB
Funcionalidades Extras
Acessórios InclusosCabo de Alimentação, Controle Wireless
Por Colaborador em 12/11/2015
O modelo Slim é a versão reduzida do Xbox 360

Aparelho da 7ª geração de consoles leva a Microsoft a outro nível para rivalizar de frente com o PS3

Prós
  • Design repaginado
  • Bom espaço de armazenamento interno

  • Joystick ergonômico

  • Wi-Fi embutido

  • Esquenta menos

Contras
  • Não reproduz Blu-ray

  • Controle utiliza pilhas

Quando o Xbox 360 foi lançado em novembro de 2005, muito se esperava da nova geração de consoles – a 7ª na época. Anos depois, o sucesso se confirmou com mais de 80 milhões de unidades vendidas. E assim como fazem os fabricantes após lançarem seus consoles, versões com o design repaginado chegam ao mercado. E foi assim que, 5 anos depois, em novembro de 2010, surge o Xbox 360 Slim. Com um acabamento arrojado, o modelo foi atrás de novos consumidores. Confira nossa análise a seguir.

Quando o Xbox 360 foi lançado em novembro de 2005, muito se esperava da nova geração de consoles – a 7ª na época. Anos depois, o sucesso se confirmou com mais de 80 milhões de unidades vendidas. E assim como fazem os fabricantes após lançarem seus consoles, versões com o design repaginado chegam ao mercado. E foi assim que, 5 anos depois, em novembro de 2010, surge o Xbox 360 Slim. Com um acabamento arrojado, o modelo foi atrás de novos consumidores. Confira nossa análise a seguir.

Design e hardware

Abandonando a cor branca e agora construído todo em black piano (o famoso preto brilhante), o Xbox 360 Slim traz um corpo mais enxuto que sua versão ‘gordinha’. Agora ele pesa 2,9 quilos e possui 27 cm de altura, 8 cm de largura e 25 cm de profundidade (em pé). Mesmo sendo todo feito de plástico, o material é de qualidade e resistente – só não vai derrubar ele por aí, né?

Nas especificações, o Xbox 360 oferece um processador de três núcleos IBM de 3,2 GHz, chamado de Xenon, memória RAM de 512 MB DDR3 e GPU ATI Xenos de 500 MHz. Esse modelo conta com 500 GB de espaço interno, o que é um bom diferencial, principalmente, pois a maioria dos jogos necessita de instalação. Fique tranquilo, pois todos os seus games rodarão sem problemas. Ah, e com esse novo corpo, o videogame esquenta menos.

Abandonando a cor branca e agora construído todo em black piano (o famoso preto brilhante), o Xbox 360 Slim traz um corpo mais enxuto que sua versão ‘gordinha’. Agora ele pesa 2,9 quilos e possui 27 cm de altura, 8 cm de largura e 25 cm de profundidade (em pé). Mesmo sendo todo feito de plástico, o material é de qualidade e resistente – só não vai derrubar ele por aí, né?

Nas especificações, o Xbox 360 oferece um processador de três núcleos IBM de 3,2 GHz, chamado de Xenon, memória RAM de 512 MB DDR3 e GPU ATI Xenos de 500 MHz. Esse modelo conta com 500 GB de espaço interno, o que é um bom diferencial, principalmente, pois a maioria dos jogos necessita de instalação. Fique tranquilo, pois todos os seus games rodarão sem problemas. Ah, e com esse novo corpo, o videogame esquenta menos.

Interface e conectividade

O jeitão da Microsoft é trazer os ícones na forma de ‘quadrados’ e a interface está toda dividida por categorias. Em Home, ela traz suas últimas atividades. Em Social, confere novidade da Xbox Live. Em Jogos, é possível checar quais foram os últimos títulos jogados e a lista completa deles. Em Músicas, dá para acessar os serviços de streaming. Em Aplicativos, veja todos os aplicativos baixados da loja de apps compatíveis com o sistema. Em ajustes, o usuário confere todas suas configurações preferenciais. O manuseio é bem intuitivo e é fácil acessar as opções.

No quesito conectividade, tudo completo. Para ficar conectado, o Xbox 360 Slim possui Wi-Fi a/b/g ou, se você preferir, também dá para conectar via cabo de rede. O Bluetooth também se faz presente e é utilizado para conexão dos controles e de headsets, para os amantes de jogos online com a galera.

Mas para não pegar ninguém desavisado, se você pretende brincar no modo online dos games, não se esqueça: é necessário adquirir uma assinatura da Xbox Live. Ele é o ‘passaporte’ para a diversão com seus amigos e pessoas do mundo todo via internet.

O jeitão da Microsoft é trazer os ícones na forma de ‘quadrados’ e a interface está toda dividida por categorias. Em Home, ela traz suas últimas atividades. Em Social, confere novidade da Xbox Live. Em Jogos, é possível checar quais foram os últimos títulos jogados e a lista completa deles. Em Músicas, dá para acessar os serviços de streaming. Em Aplicativos, veja todos os aplicativos baixados da loja de apps compatíveis com o sistema. Em ajustes, o usuário confere todas suas configurações preferenciais. O manuseio é bem intuitivo e é fácil acessar as opções.

No quesito conectividade, tudo completo. Para ficar conectado, o Xbox 360 Slim possui Wi-Fi a/b/g ou, se você preferir, também dá para conectar via cabo de rede. O Bluetooth também se faz presente e é utilizado para conexão dos controles e de headsets, para os amantes de jogos online com a galera.

Mas para não pegar ninguém desavisado, se você pretende brincar no modo online dos games, não se esqueça: é necessário adquirir uma assinatura da Xbox Live. Ele é o ‘passaporte’ para a diversão com seus amigos e pessoas do mundo todo via internet.

Joystick

Com um corpo mais ‘cheinho’ do que seu rival da Sony, o controle do Xbox 360 Slim não sofreu alterações com a atualização do console. Os ‘caixistas’ – como são chamados os usuários do console da Microsoft – afirmam que, por ser mais gordinho, oferece um melhor encaixe nas mãos.

Diferente do DualShock 4, o joystick do Xbox 360 Slim traz os analógicos em posições diferentes – um do lado superior esquerdo e outro mais embaixo do lado direito. E isso é muito bacana, pois facilita na ergonomia e na jogabilidade. O direcional fica embaixo, entre os analógicos.

Os gatilhos (LT e RT) oferecem melhor sensibilidade, principalmente em jogos de corrida. Já os ‘shouder buttons’ (RB e LB) são mais durinhos, mas não incomodam. Um botão central com o logo do Xbox abre um menu com opções rápidas e ao seu lado estão o Back e o Start. Os botões A, B, X e Y também respondem bem aos comandos.

No quesito de autonomia de bateria, o controle promete uma duração de 30 horas. A diferença aqui é que usa-se pilhas. De preferência, utilize pilhas recarregáveis, para reduzir o gasto. Quem preferir, pode adquirir o Play & Charge, que é um kit que traz uma bateria recarregável e um cabo USB, ambos oficiais da Microsoft.

Com um corpo mais ‘cheinho’ do que seu rival da Sony, o controle do Xbox 360 Slim não sofreu alterações com a atualização do console. Os ‘caixistas’ – como são chamados os usuários do console da Microsoft – afirmam que, por ser mais gordinho, oferece um melhor encaixe nas mãos.

Diferente do DualShock 4, o joystick do Xbox 360 Slim traz os analógicos em posições diferentes – um do lado superior esquerdo e outro mais embaixo do lado direito. E isso é muito bacana, pois facilita na ergonomia e na jogabilidade. O direcional fica embaixo, entre os analógicos.

Os gatilhos (LT e RT) oferecem melhor sensibilidade, principalmente em jogos de corrida. Já os ‘shouder buttons’ (RB e LB) são mais durinhos, mas não incomodam. Um botão central com o logo do Xbox abre um menu com opções rápidas e ao seu lado estão o Back e o Start. Os botões A, B, X e Y também respondem bem aos comandos.

No quesito de autonomia de bateria, o controle promete uma duração de 30 horas. A diferença aqui é que usa-se pilhas. De preferência, utilize pilhas recarregáveis, para reduzir o gasto. Quem preferir, pode adquirir o Play & Charge, que é um kit que traz uma bateria recarregável e um cabo USB, ambos oficiais da Microsoft.

Conclusão

Se antes já era bom, com essa repaginada ficou ainda melhor. O Xbox 360 Slim traz um corpo mais enxuto, espaço de sobra pra guardar todos os seus jogos, controle continua muito agradável, conectividade Wi-Fi embutida e ainda sofre menos com altas temperaturas. Pena que ainda não aceita Blu-ray – diferentemente de seu rival – e o controle poderia ter uma bateria interna, e não utilizar pilhas.

Matérias Relacionadas
Verificado
10/10 Recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
Verificado
8/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral91%Recomendam a compra
9/10Baseado em 58 avaliações
Aspectos Positivos
  • Gráficos
  • Diversão
  • Resistência do Aparelho
  • Variedade de Jogos
  • Controles
  • Custo-Benefício
Enviar sua Avaliação