Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Vale a pena trocar o fogão tradicional por um cooktop?

Vamos tirar suas dúvidas aqui. Além disso, selecionamos alguns modelos para você.

  • Por: da Redação Buscapéda Redação Buscapé26/10/2016
  • 26/10/2016

Os cooktops chegaram para mudar o visual da cozinha, deixando o ambiente muito atraente. Basicamente, há três tipos de cooktops, pelo sistema de alimentação: a gás, elétrico e por indução. Há ainda alguns poucos modelos mistos, como é o caso do cooktop da Fischer, modelo 5Q Top Elétrico/Gás com mesa de vitrocerâmica.

Antes de escolher um cooktop, é preciso atentar a alguns detalhes. O fogão tradicional pode ser embutido ou não, enquanto o cooktop tem que ser instalado em um móvel ou bancada, de forma planejada, seguindo as recomendações do fabricante quanto ao material e espessura para aguentar o calor que será gerado. No caso dos elétricos, a instalação elétrica deve ser bem feita e individualizada. É bom frisar ainda que, diferente do fogão tradicional, o cooktop não tem forno, o que leva à necessidade de aquisição e instalação de um forno elétrico ou à gás.

Brastemp Gourmand BDJ80AE Cooktop 4 Bocas Preto

O Brastemp Gourmand BDJ80AE é um cooktop de quatro bocas com o sistema de indução. Essa tecnologia, que se encaixa na categoria de produto elétrico, gera calor por campo magnético. Ou seja, comparando-o a um fogão tradicional a gás, ele vai impactar um aumento na conta de luz, mas a redução na de gás. Entretanto, a tecnologia por indução, que aquece a base da panela em contato com a área é mais rápida, e por isso economiza energia. O inconveniente é que necessita de uma tomada exclusiva de 220 V, já que é a única voltagem disponível para esse cooktop.

O cooktop por indução também tem outra característica: o aquecimento é automático quando é colocada uma panela sobre a área. Porém, não funciona para todos os tipos de panelas. O material tem que ser magnético, ou seja, servem as panelas com fundo de ferro fundido ou aço (que precisa ter pelo menos três camadas). Não funcionam as panelas de vidro, cerâmica e alumínio, entre outros materiais. Além disso, é indicado que o fundo seja plano para que o cozimento seja uniforme.

Ele é lindo e arrojado. A mesa de vitrocerâmica é preta, toda com comandos digitais, sensíveis ao toque. Tem timer digital que emite um bip e desliga o calor automaticamente, a função Smart Zone (quando se deseja usar ao mesmo tempo duas zonas de cocção interligadas), além das funções automáticas para Derreter, Aquecer e Ferver Água.

Veja todas as informações do Cooktop Brastemp Gourmand 4 bocas BDJ80AE aqui.

Consul Facilite CD075AE Cooktop 5 Bocas Preto

O cooktop Facilite CD075AE, da Consul, funciona no mesmo sistema dos fogões tradicionais: a gás. Tem exatamente as mesmas chamas do que todos estão acostumados, e por isso não traz grandes alterações e adaptações no estilo de cozinhar e nem mesmo nas contas de luz ou gás. Sua mesa é de vidro temperado preto, com cinco queimadores (três menores e dois maiores) com detalhes em serigrafia para indicar o tamanho ideal da panela para cada um deles. Há cinco botões - um para cada boca - na cor cinza, com detalhes em prata. As trempes (grades que vão sobre a boca) são um pouco lisas demais, e há o risco de a panela escorregar, dependendo do material.

O acendimento é o superautomático (basta girar o botão para a chama se acender). O botão que corresponde à boca localizada no centro traz a função Controle Fácil, com indicações da potência ideal dependendo da receita (mega para ferver; fritar; cozinhar; refogar e molho). Este cooktop é bivolt. Ele não tem timer.

Veja todas as do Cooktop Consul Facilite 5 Bocas CD075AE informações aqui.

Fischer Vitrocerâmico 2703 Cooktop 4 Bocas Preto

A Fischer tem alguns modelos de cooktops, de simples a mais sofisticados. O Vitrocerâmico 2703 tem um lindo design, mas funções relativamente simples. Seu sistema é o elétrico, no qual o calor (sem chama) é gerado por uma resistência, tal qual os chuveiros elétricos. Isso significa que haverá um aumento na conta de luz, mas redução na conta do gás. O acendimento é superautomático como nos cooktops à gás, mas ele não produz chama, já que é elétrico. São quatro botões (um para cada zona de aquecimento).

Seu visual é elegante, com mesa preta com serigrafia para indicar as zonas de aquecimento. São quatro bocas (duas mais fortes e duas mais fracas). Uma iluminação em Led indica quando a área está com mais de 50oC, evitando que alguém toque ali e se queime, além de ter luz piloto que fica acesa quando as bocas estão em uso. Este modelo não dispõe de timer e só é produzido em 220V, o que exige uma tomada tripolar 20A específica para ele.

Veja todas as do Cooktop Vitrocerâmico Fischer 4 Bocas 2703 informações aqui.

Electrolux Celebrate ICP30 Cooktop 1 Bocas Preto

Para quem tem receio de trocar de uma vez o fogão a gás pelos charmosos cooktops sem chama, uma alternativa é adquirir os cooktops compactos, com uma ou duas bocas de aquecimento. O Celebrate ICP30, da Electrolux é uma opção sofisticada com uma boca.

Ele é leve e portátil, ou seja, pode ser levado para a mesa, para a churrasqueira, para a varanda e até para a casa de praia ou sítio. Sua mesa é de vidro, e o acabamento feito em aço inox. Com acendimento superautomático, é um cooktop por indução, o que redquer panela de aço ou de ferro. Ele tem timer com desligamento automático, controle eletrônico sensível ao toque, trava de proteção, seis níveis de potência. Serve para preparar uma refeição ou manter um alimento aquecido.

Veja todas as informações do Cooktop Electrolux Celebrate 1 Boca ICP30 aqui.

  • #cooktop
  • #indução
  • #vitrocerâmico
  • #cooktop vale a pena

Mat�rias Relacionadas