Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Soundbar ou Home Theater? Confira qual é a melhor escolha

Alguns aspectos devem ser pensados antes de adquirir um aparelho ou outro, e isso se deve principalmente ao seu modo de uso e ao local em que você deseja colocar o dispositivo

  • Por: João Henrique Furtado SilvaJoão Henrique Furtado Silva19/06/2017
  • 19/06/2017

Nós sabemos que, atualmente, nem todas as TVs contam com um sistema de som poderoso, daqueles capazes de nos colocar imersos em algum conteúdo. Apesar dos enormes avanços do mercado tecnológico, atualmente ainda há uma série de limitações físicas que fazem com que os sistema sonoros embutidos na televisão ainda não sejam capazes de reproduzir alguns sons com maestria, algo que um equipamento próprio - como uma soundbar ou um home theater - consegue fazer sem dificuldades. Mas com ambas as opções no mercado, qual você deve escolher? Confira mais dicas nos parágrafos a seguir.

Espaço e praticidade

Antes de tudo, você precisa ter em mente dois quesitos: orçamento e espaço disponível em casa. Há modelos de soundbar e home theater para vários públicos e com preços distintos, mas tudo depende do espaço que você possui em casa para implementar um sistema mais poderoso ou não.

As soundbars, por exemplo, são as vias mais fáceis e práticas de você se obter a melhoria de som - e, no geral, as mais baratas. A praticidade vem do fato de você ter apenas que plugar o cabo na televisão para que ele reconheça uma fonte de áudio. Depois disso, é só deixar em funcionamento. Outro aspecto positivo é seu design, que - como o nome sugere - é composto apenas por uma barra horizontal. Para complementar a qualidade de som, alguns modelos também vêm acompanhados de subwoofers, que trazem melhorias na reprodução de graves.

Seu princípio de funcionamento, aliás, é bastante apropriado para ambientes menores, já que o som transmitido pela soundbar é dispersado no ambiente de tal forma que constrói uma espécie de círculo sonoro em torno do espectador, o que causa uma sensação de imersão maior por conta do ambiente em que a soundbar está posicionada. Em locais maiores, em contrapartida, essa vantagem não funciona muito bem.

Agora, no geral, os home theaters são capazes de dar maior qualidade de som em relação às soundbars, mas também exigem maior espaço em casa e também exigem que você organize melhor seus fios, já que, para dar a sensação de imersão, algumas caixas de som precisam ser colocadas na parte de trás do sofá, por exemplo, o que exige que você passe alguns fios pelo cômodo em que você o colocará. Durante a instalação, é importante que você instale as caixas de som do Home Theater ou a soundbar a uma altura do ouvido do espectador.

Mas, em resumo, é o seguinte: se você possui um grande espaço disponível, talvez um home theater seja a melhor opção, enquanto uma soundbar é uma ótima escolha para quem não tem muito espaço (como em um quarto ou uma sala pequena, por exemplo). A lógica aqui é bem parecida com a escolha de um ar condicionado. Se você possuir espaço e liberdade para instalação, um split é a melhor opção. Caso contrário, um ar condicionado portátil é a melhor opção, mesmo que não tenha tanta qualidade.

Conteúdo também é importante

Imagine o seguinte cenário: uma empresa de logística vende todos os seus carros atuais e compra vários carros de Fórmula 1 para fazer suas entregas. Por mais legal que isso possa parecer, é óbvio que isso não vai dar certo, correto? Afinal, a proposta de uso (entrega) não é muito compatível com o material utilizado (carro de Fórmula 1). Essa analogia, por mais absurda que possa parecer, também se aplica quando o assunto é o embate entre soundbars e home theaters. Se você normalmente assiste à programação da televisão aberta, como novelas ou programas de auditório, provavelmente a melhor opção é mesmo uma soundbar, já que um bom sistema de som Home Theater será um investimento alto para atender um conteúdo que não é tão exigente assim.

Entretanto, se filmes de ação e/ou com efeitos especiais são o seu foco de desejo (e, de novo, possui um bom espaço para isso, além de um orçamento para adquirir um bom conjunto de caixas de som), a melhor opção continua sendo o Home Theater.

Diferenças no Home Theater

No mercado, você encontrará soundbars com subwoofers, assim como diferentes configurações de home theater, com números de caixas e de subwoofers distintos.

Nas especificações técnicas de um aparelho, você encontrará um dado referente ao número de canais que o Home Theater suporta, que pode ser 2.0, 2.1, 5.1, 7.1, entre outros valores. E o que isso significa na prática? Bom, o número à esquerda do ponto refere-se à quantidade de caixas acústicas que o sistema possui, enquanto o dado à direita diz quantos subwoofers o sistema oferece.

As caixas acústicas, no geral, são responsáveis por toda a imersão no conteúdo que está sendo transmitidos. Isso porque, de acordo com a distribuição no ambiente, você terá sons que virão das laterais ou até mesmo das suas costas. Já o subwoofer é quem traz os graves ao ambiente, enquanto as caixas acústicas são mais direcionadas para os agudos e médicos.

Numa transmissão de futebol 5.1, por exemplo, a voz do locutor sairia pela caixa central, enquanto o barulho da torcida e de outros sons sairiam pelas caixas laterais, tanto frontais quanto traseiras. Isso tudo sempre de acordo com a imagem. O som do banco de reservas, por exemplo, seria transmitido pelas caixas traseiras, já que, de acordo com o que a câmera está exibindo, o banco de reservas estaria "atrás" do espectador.

  • #Home Theater
  • #Soundbar