Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Review: WebOS 3.0

Confira mais detalhes e recursos que a nova versão da plataforma da LG oferece

  • Por: João Henrique Furtado SilvaJoão Henrique Furtado Silva25/08/2016
  • 25/08/2016

Antes de falarmos sobre os nosso testes do WebOS 3.0 da LG, é bom ressaltar que focamos nossa análise em um modelo específico - a TV 49UH6500. Portanto, nossas percepções sobre o sistema se resumem a esse aparelho, focando nas diferenças da versão 2.0 para a nova.

Em relação à parte estética propriamente dita, o sistema trouxe poucas alterações. O visual segue com os principais apps distribuídos na parte debaixo, em uma espécie de prateleira. A fluidez segue impecável, o que é um ótimo ponto.

Recursos

Antes de falarmos sobre as novidades, é bom dizer que grande partes dos televisores da linha Ultra HD e Super Ultra HD da LG que contarem com o WebOS 3.0 também trarão a versão 2016 do Smart Magic, que traz um grande diferencial na usabilidade. Além de ser bem confortável, o acessório funciona como uma espécie de controle do Nintendo Wii, o que ajuda bastante na hora de navegar pelos menus.

Além disso, ele possui um sistema de reconhecimento de voz - que ajuda, mas não é tão fundamental e 100% preciso em alguns casos - e também uma barra de rolagem (scroll), que também serve para mudar os canais e navegar pelos configurações. Mas o que é bem interessante é o fato de que não há muitas teclas se comparado aos controles tradicionais, o que torna a usabilidade menos confusa.

Os diferenciais de recursos são mínimos em relação à versão 2.0. Agora, o WebOS conta com algumas novas funções como o Magic Zoom, que funciona como uma lupa. Para realçar algum ponto da imagem, basta apertar um botão, arrastar com o controle e focar no ponto que você desejar dar zoom. Ah, vale ressaltar que essa função só funciona com a TV aberta ou com conteúdos reproduzidos via HDMI ou USB. Na prática, o recurso até foi interessante e realmente foi possível enxergar um determinado ponto da tela sem perda de qualidade, mas não é algo que você utilizará com frequência.

Há ainda outra novidade no WebOS: o Magic Mobile Connection. Por meio do aplicativo LG TV Plus, é possível parear um smartphone com a TV da LG e, para isso, basta que ambos os aplicativos estejam em uma mesma rede sem fio. Feito isso, é possível controlar algumas funções da TV por meio do smartphone (como mudança de canais, de volume, entre outras opções), além de compartilhar conteúdo, como fotos e vídeos. É algo interessante para quem quer transmitir algum vídeo na TV, já que o app é bem prático.

Também há a opção para dividir a tela em duas parte, ou seja, é possível transmitir dois canais diferentes simultaneamente ou até mesmo colocar um canal e outra entrada externa (HDMI e USB) ao mesmo tempo na tela da TV. Como a divisão respeita o formato 16:9, uma faixa preta surge em cima e embaixo do painel da televisão, o que acaba perdendo um pouco o espaço que o aparelho oferece.

Veja os preços

Smart TV 4K Ultra HD LG LED 49 polegadas 49UH6500

  • Definição: 4K Ultra HD
  • Tecnologia: Miracast, Time Machine II, WiDi
  • Funções: Conversor Digital Interno

Novos a partir de:

R$ Consulte

Considerações finais

O WebOS 3.0 continua sendo uma das melhores plataformas de Smart TV. Sua principal diferença em relação à geração anterior é a velocidade de transição entre menus, apps e demais funções. Os recursos não são os mais inovadores. Na realidade, das novidades, poucas deverão ser utilizadas com frequência. Mas isso não diminui as virtudes da interface, já que ele oferece fluidez no dia a dia e continua bastante intuitivo, mesmo para os usuários mais leigos. Portanto, a cada geração, o WebOS parece cada vez mais maduro para os consumidores.

  • #WebOS 3.0
  • #Televisão
  • #LG
  • #Smart TV

Mat�rias Relacionadas