Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Review: Fifa 17

Entre as novidades, estão a presença de um novo motor gráfico e o modo The Journey

  • Por: João Henrique Furtado SilvaJoão Henrique Furtado Silva05/10/2016
  • 05/10/2016

Para os fãs da franquia Fifa, essa época do ano é sempre um período marcado pelo lançamento da nova versão do game, que sempre chama a atenção com eventuais mudanças. No Fifa 17, portanto, não poderia ser diferente e todos os holofotes estão direcionados para duas novidades centrais do game: o modo The Journey, no qual você acompanha a carreira do jovem Alex Hunter - desde as categorias de base até a profissionalização em um clube da Inglaterra - e o novo motor gráfico implementado na série, o Frostbite, o mesmo utilizado nos jogos Battlefield e Star Wars: Battlefront.

Jogabilidade e visual

Quem está acostumado com a mecânica de jogos dos últimos games da série provavelmente não vai estranhar tanto as mudanças da nova versão do Fifa. No geral, as ações ainda estão bem fluidas, mas há alguns detalhes que foram melhorados (e até se tornaram mais desafiadores). Um deles é a mecânica de passes, já que é necessário maior precisão na troca de passes. Além disso, a habilidade dos jogadores é um fator decisivo para isso, já que atletas tecnicamente inferiores sofrem mais ao trocar passes. Além disso, a questão física é um diferencial e jogadores mais robustos tendem a ganhar a disputa de corpo com facilidade, assim como atletas mais ágeis se livrarão facilmente da marcação com passes em profundidade.

Claro, algumas mudanças foram mais gritantes. As faltas cobradas na parte central do campo não mais trazem aquela câmera para as costas do jogador, em uma espécie de terceira pessoa. Agora, o ângulo de visão é o mesmo do jogo inteiro, mas, se você desejar, ainda há a opção de retornar ao modo antigo.

Mas a grande mudança com as bolas paradas se dá quando o assunto é escanteios e pênaltis. Se você estava acostumado com o modo antigo, você provavelmente terá que se habituar com um novo sistema. Agora, há mais variáveis na cobrança que podem alterar o desempenho do chute, como o ângulo que você corre em direção à bola (no caso dos pênaltis) ou o local em que você deseja que a bola chegue, visto nos escanteios.

Outra novidade é a mudança do motor gráfico do jogo, que agora utiliza o Frostbite, encontrado em séries consagradas do mercado, como Need for Speed e Battlefield. Na prática, os resultados não foram revolucionários, a ponto de alguém leigo notar diferenças gritantes entre as versões. Mas, mesmo assim, o Fifa 17 ficou muito bonito. Ainda que os jogadores tenham uma característica mais impessoal, lembrando bonecos de cera - apesar de uma evidente melhora em relação à geração anterior -, no geral as animações ficaram mais realistas, com destaque para a luz ambiente e alguns efeitos de chuva, que dão um ar diferenciado às imagens.

The Journey

O modo The Journey é uma das novidades para essa temporada de Fifa. Nele, você acompanhará a história do inglês Alex Hunter, uma jovem promessa do mundo do futebol que busca de se profissionalizar e seguir os passos de seu avô Jim Hunter, um dos grandes nomes do futebol inglês.

Se você já passou várias tardes acompanhando filmes na Sessão da Tarde, provavelmente vai se familiarizar com o roteiro, que não é um dos pontos fortes do modo. Ele segue o esqueleto das histórias clichês de muitos filmes: temos um personagem central que possui um sonho na vida - tornar-se um grande jogador de futebol - e conta com algumas dificuldades, como o melhor amigo se tornando o maior rival, além de alguns dramas familiares, como o distanciamento de seu pai. Alguns rumos da história, portanto, são bem óbvios.

Mas isso não diminui o fato de que The Journey é um modo bem interessante, principalmente para quem não está muito familiarizado com a série e quer apostar em algo diferente para o mundo do futebol virtual. Ao longo da história, é possível moldar a personalidade de Alex Hunter, optando por respostas mais inflamadas, mais tranquilas ou mais equilibradas. Mas, no fim das contas, não é algo tão decisivo para alterar o final da história.

Dentro dos gramados, há duas opções de jogo: comandar o time inteiro ou apenas o Alex Hunter. Particularmente, eu achei mais interessante a segunda opção, já que é bem mais fácil você se concentrar apenas na movimentação e jogadas do protagonista, sem se preocupar se os outros jogadores estão desempenhando bem seus papéis. Mas, até aí, é mais uma questão de escolha e gosto.

Além disso, há várias sessões de treinamento - iguais àquelas que surgem quando estamos esperando o carregamento do jogo antes de um amistoso. Nelas, o desempenho de Alex Hunter é fundamental para melhorar algumas características do atleta, como dribles, agilidade ou controle de bola.

Considerações finais

O Fifa 17 é mais um belo resultado trazido pela EA Sports e traz aspectos bem interessantes para os fãs da série. Não possui aspectos revolucionários que mudam toda a jogabilidade do sistema, mas, ainda assim, traz novidades interessantes e que abrem espaço para um bom futuro da franquia.

Uma delas é o novo motor gráfico, o Frostbite, que trouxe boas novidades para animações e caracterização dos jogadores. Além disso, ela também é responsável por dar um bom visual ao The Journey, outra novidade neste Fifa e que dá a possibilidade de acompanhar a carreira da jovem promessa Alex Hunter. A história, por outro lado, deixa a desejar e se parece muito a roteiros mais clichês do cinema.

Quanto à jogabilidade, o Fifa 17 continua com um estilo mais cadenciado de jogo, com uma mecânica de passe que não é tão automática e com um sistema de marcação não tão intuitivo. Para quem já acompanha a série há um tempo, provavelmente o Fifa 17 não vai causar tanto estranhamento, mas, para os mais leigos, será necessário ter um pouco de paciência para se habituar ao jogo.

  • #Fifa 17
  • #PS4
  • #Xbox One

Mat�rias Relacionadas