Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Pokémon Go pode reduzir a vida útil do seu aparelho?

Apesar das baterias atuais não viciarem como as de antigamente, o game é o grande vilão dos smartphones

  • Por: Guilherme Maradei Dogo Guilherme Maradei Dogo 09/09/2016
  • 09/09/2016

O lançamento de Pokémon Go causou diversas situações bizarras, desde parques públicos cheios de jogadores até acidentes de trânsito. Porém, o grande problema de Pokémon GO para quem joga é a bateria do celular.

Acontece que mesmo que você tome todos os cuidados e ative as funções para poupar energia do smartphone, o jogo costuma drenar rapidamente a bateria do seu aparelho.

Mas isso todo mundo já sabe, o que fica em dúvida é: será que a vida útil do celular também é reduzida?

O que determina a vida útil do aparelho?

Hoje em dia, todos os aparelhos lançados não possuem baterias viciadas como era nos primeiros modelos de celulares. Nos antigos ocorria um fenômeno de efeito memória já que as baterias feitas de Níquel Cadmio precisavam ser descarregadas até o final para só então serem recarregadas sem nenhum problema.

As atuais feitas de íons de lítio não sofrem desse mal e podem ser carregadas a qualquer momento. Porém, como qualquer produto, trazem ciclos de vidas finitos. Ou seja, toda vez que você recarrega a capacidade da bateria totalmente (de 0% a 100%), um ciclo é completado. Segundo o Battery University,os celulares atualmente possuem baterias de 500 a 600 ciclos, que normalmente duram pouco mais de um ano e meio.

As marcas dizem que esses números são conservadores. Segundo elas, os smartphones de hoje podem durar até três anos, dependendo do uso do consumidor.

E onde entra Pokémon Go nisso?

Num teste rápido e informal que fizemos, 15 minutos de Pokémon Go diminui de 10% a 12% a bateria do celular. Ou seja, uma hora de Pokémon pode tirar quase metade da carga total, o que faz com que você tenha de carregá-lo mais de uma vez num mesmo dia, normalmente.

Um ciclo da bateria é computado, por exemplo, quando você carrega o celular de 30% a 70% (diferença de 40%) num dia e de 40% a 100% (diferença de 60%) no outro dia.

Com o Pokémon Go, num exemplo, começando o dia com 100%, depois de uma hora e meia de jogatina, o Quantum Go - modelo que utilizamos no teste - estará com a carga em 45%. Se eu voltar a carregá-lo completamente, precisará de 55%. Isso em uma hora e meia de uso durante as primeiras horas do dia; quando chegar ao fim do dia, provavelmente terei que carregá-lo novamente para o dia seguinte, gastando assim um ciclo por dia, em média.

Assim, quanto mais você carrega, mais rapidamente você acaba com um ciclo da bateria do smartphone. A estimativa do Battery University é pensando numa rotina normal, colocando o celular para carregar durante a noite ou carregando durante o dia, pensando que um usuário médio encerre um ciclo a cada dois dias. Se, jogando Pokémon Go, você passa a carregar o celular mais de uma vez por dia, logicamente, significa que ele tem menos dias úteis de vida.

O site Proteste fez um teste para exemplificar exatamente isso. O teste consistia em exibir um vídeo em alta definição, quando a bateria do celular mais antigo chegasse a 20%, todos os outros eram carregados. Você pode conferir o experimento AQUI.

O teste é um pouco antigo, por isso traz modelos que hoje já são ultrapassados. Mas é interessante perceber que alguns modelos, como iPhone 5s apresentam uma grande perda de carga conforme os anos se passam.

Veja os preços

Smartphone Quantum GO 4G 16GB

  • Chips: Dual Chip
  • Câmera Traseira: 13.0 Megapixels
  • Tamanho da Tela: 5.0 polegadas

Novos a partir de:

R$ Consulte

Concluindo

Sim, Pokémon Go pode diminuir a vida útil do seu aparelho, já que você provavelmente irá carregá-lo mais vezes durante a semana. Porém, há formas de, ao menos, reduzir esse dano. Como?

Jogue Pokémon como uma das últimas atividades do dia. Assim, você gastará apenas a bateria restante do dia. Outra dica é usar os recursos que o próprio jogo oferece para reduzir o gasto de bateria. Funciona? Não muito, mas realmente demora um pouco mais para reduzir o nível da bateria, principalmente em celulares que já trazem a bateria como ponto forte, como o Xperia Ultra XA.

Veja os preços

Smartphone Sony Xperia XA Ultra

  • Chips: Single Chip
  • Câmera Traseira: 21.5 Megapixels
  • Tamanho da Tela: 6.0 polegadas

Novos a partir de:

R$ 2.399,00
  • #pokemongo
  • #smartphone
  • #bateria

Mat�rias Relacionadas