Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Para refrescar, o que é melhor: um climatizador ou um ar condicionado?

Portabilidade, umidificação do ar e baixo consumo de energia são vantagens do climatizador

  • Por: da Redação Buscapéda Redação Buscapé23/09/2016
  • 23/09/2016

Nos dias mais quentes do ano, a procura por um aparelho capaz de refrescar se torna cada vez mais comum. No entanto, com tantas opções no mercado de produtos, as dúvidas surgem cada vez com maior intensidade. Com climatizadores e aparelhos de ar condicionado, o usuário pode se questionar qual aparelho é o melhor para o seu cômodo. Nessa matéria, o Buscapé analisa quando é a hora de adquirir um climatizador e quais demandas ele supre melhor do que um condicionador de ar, assim como revela as limitações que esses modelos trazem para certos tipos de usuário. Confira!

Climatizadores de ar são mais econômicos e garantem a umidificação do ar

Uma das vantagens que o climatizador de ar oferece em relação ao condicionador de ar é a melhoria na qualidade do ar. Entender como ele funciona é peça-chave nisso: o aparelho opera através de um reservatório atrás dele que deve ser preenchido com água e, subsequentemente, o líquido é devolvido ao ambiente junto ao ar, dessa vez em forma de gotas que passaram pelo processo de evaporação. Ou seja, é um processo que tem vantagem justamente para ambientes mais secos. Quem já habita locais quentes e com muita umidade não verá muitas vantagens em um aparelho dessa espécie, mas para habitantes da região centro-oeste do Brasil e para aqueles dias mais secos do ano, quando o nariz e o olho manifestam irritação com a falta de umidade do ar, o climatizador é certamente uma melhor opção.

Também vale mencionar algumas particularidades de seu uso: é verdade que existem condicionadores de ar do tipo janela ou dotados de uma certa portabilidade, mas se comparados os climatizadores com eles, as vantagens passam a ser maiores em torno da qualidade oferecida, já que estes aparelhos perdem e muito para os condicionadores de ar do tipo split.

Veja os preços

Elgin FCE-75

  • Capacidade de Água: 7,5 Litros
  • Funções: Ionizador, Purificador de ar, Refrigerador
  • Velocidades: 3

Novos a partir de:

R$ 429,00

Já em comparação com o split, seria até desnecessário mencionar que, embora ele apresente muitos pontos superiores ao climatizador, certamente a portabilidade não seria um. Por conta disso, para quem busca modelos portáteis, o climatizador é a melhor opção.

Outro ponto a se considerar é que esse tipo de aparelho é recomendado apenas para ambientes menores, uma vez que a sua eficácia para locais mais espaçosos e com maior número de pessoas acaba sendo reduzida. Por outro lado, o fator econômico pesa, e caso o usuário busque um modelo apenas para o seu quarto ou para uso pessoal, o climatizador pode ser muito compensador.

Na hora da escolha, o usuário também deve se atentar às especificidades de cada climatizador. Para quem prioriza a capacidade, o Elgin FCE-75 é um dos melhores no mercado, contando com tanque de 7,5 litros. Esse modelo, contudo, não é um dos mais avançados em termos de funcionalidades e opções.

Há ainda os modelos que se encontram nos limites do mercado. Para quem procura um aparelho de capacidade elevadíssima, o climatizador Executive Frio conta com 10 litros de tanque e com uma vazão de ar impressionante de 1100 m/h. Já no meio-termo, o usuário encontrará modelos bons e bonitos como o Cadence Breeze CLI506 com tanque de 5,3 litros; o Consul Bem Estar C1R07AB, com tanque de 5,5 litros e boas funcionalidades e o Philco PCL1F, que traz um tanque de 4,5 litros, mas recursos muito práticos, como evaporador, purificador, umidificador e três níveis de velocidade.

Veja os preços

  • #climatizador de ar
  • #climatizador ou ar condicionado