Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Celular bom e barato

2015 foi o ano dos bons intermediários, que apresentam desempenho de gente grande e preço baixo

  • Por: Guilherme Maradei Dogo Guilherme Maradei Dogo 16/11/2017
  • 16/11/2017

Os modelos que vamos apresentar são aqueles famosos bons e baratos. Não são modelos voltados para aqueles que procuram celulares para rodar aplicações pesadas ou softwares completos, mas servem perfeitamente para realizar diversas tarefas com muita rapidez e, o melhor, não pagar muito por isso.

5 - LG Prime Plus

O LG Prime Plus é um dos aparelhos da fabricante sul-coreana para um mercado mais de entrada. Seus destaques ficam por conta de um processador Quad-core com 1.3 GHz de clock, além de 1 GB de memória RAM. Para quem gosta de navegar por vários aplicativos, a interface da LG apresenta bom desempenho e é bem fácil de ser assimilada, mesmo por aqueles que não estão muito acostumados com esse universo de smartphones.

Claro, como outros smartphones de entrada, ele também apresenta suas limitações. Com games mais pesados, é bem possível que o LG Prime Plus apresente uma qualidade gráfica inferior ou até mesmo travamentos mais intensos. Mas, para quem quer o básico, ele pode ser uma boa escolha.

Veja os preços

Smartphone LG Prime Plus H502

  • Chips: Dual Chip
  • Câmera Traseira: 8.0 Megapixels
  • Tamanho da Tela: 5.0 polegadas

Novos a partir de:

R$ 664,05

4 - Samsung Galaxy J5

Um dos celulares mais procurados do mercado, o Galaxy da J5 da Samsung traz o mesmíssimo conjunto de processador e RAM do Idol 3, o Quad-Core de 1.2 GHz e 1,5 GB de RAM e tanto por isso, ele acaba praticamente empatado com o 5 colocado.

O modelo da Samsung, quando há muita abas abertas, acaba por apresentar lentidões, principalmente para abrir ou fechar aplicativos. Mas, no mais, o J5 funciona muito bem. É possível jogar Asphalt 8, Real Racing 3 e outros jogos pesados sem problemas. O sistema é fluído e funciona muito bem, tudo é bastante fluído. O único detalhe é a limitação que 1,5 GB de RAM traz, principalmente ao abrir muitos apps ao mesmo tempo.

Confira o review e os melhores preços do modelo clicando AQUI.

3 - Quantum Go

A boa surpresa de 2015 também tinha que estar aqui. O modelo produzido no Brasil traz um ótimo conjunto de tela, bateria e, claro, desempenho. O processador MediaTek Octa-Core de 1.3 GHz e 2 GB de RAM é suficiente para rodar a grande maioria dos aplicativos da Play Store. Ele chega a surpreender pela velocidade que abre algumas tarefas casuais e jogos mais leves. Muito disso ocorre pela escolha da marca em deixar o Android com poucas alterações, o que aumenta o desempenho do sistema como um todo.

O modelo só apresenta um pouco mais de demora quando há muitas abas abertas. Em jogos mais pesados e complexos, como Real Racing 3 ou Batman Arkham Knights, o Go penou um pouco mais, mas os gráficos foram reduzidos para que o jogo fluísse bem.

Confira o review e os melhores preços do modelo clicando AQUI.

2 - Motorola Moto G 3 Geração HDTV

A nova geração do Moto G veio ao Brasil e causou ótima impressão, mesmo com o enorme sucesso da segunda geração. O desempenho do aparelho é acima da média para a categoria e agradou bastante.

O processador 64-bit Quad Core Snapdragon 410 de 1.4 GHz e os 2 GB de RAM fazem da experiência de uso, agradável. A transição entre as telas é bastante rápida, abrir e fechar aplicativos também e jogos, tantos os mais leves (Jetpack Joyride, Candy Crush) quanto alguns pesados (Asphalt 8, Real Racing 3), rodaram sem maiores problemas. O único adendo é para que todas as abas sejam fechadas antes da jogatina, caso contrário, o celular mostrará alguns engasgos e travamentos.

Confira o review e os melhores preços do modelo clicando AQUI.

1 - LG G4 Beat

De longe, essa é a configuração mais parruda. Contando com processador Octa-Core Snapdragon 615 de 1.5 GHz e 1,5 GB de RAM, o G4 Beat tem o melhor desempenho em celulares de até R$1000.

Qualquer aplicação roda numa boa, mesmo com muitas abas abertas. Isso já era esperado pela configuração diferenciada. O sistema da LG é bem leve, então não há nenhum problema em abrir, fechar ou alternar entre apps ou transitar entre os menus.

O G4 Beat é mais um dos acertos da LG no ano passado. Com certeza o modelo pode atender a demanda tanto daqueles que procuram smartphones para uso médio, quanto para os heavy users - ou mais viciados no jargão popular.

Confira o review e os melhores preços do modelo clicando AQUI.

  • #melhores smartphones
  • #Até R$ 1000

Mat�rias Relacionadas