Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Chapinha e secador: o jeito certo e o errado ao usar

Conversamos com uma especialista que ainda explicou quais são as tecnologias usadas nas chapinhas e qual modelo indicado para cada tipo de cabelo

  • Por: Raquel MeloRaquel Melo04/05/2016
  • 04/05/2016

Quando o assunto é cabelo, é sempre bom conversar com um especialista. E para isso, fomos até o Instituto Loreal Professionnel, em São Paulo, para um bate-papo com a instrutora Camila Nunes. Você sabia que existe uma forma correta de usar a chapinha? E que o secador não pode ficar muito próximo aos fios e deve ser passado no sentido da fibra, para selar as cutículas do cabelo? Sim, você pode estar fazendo errado e prejudicando a saúde da sua cabeleira, além de estar longe de conseguir o melhor resultado possível.

Em conversa com a instrutora, ela conta que as pranchas vêm com revestimentos e tecnologias que trabalham para proteger os fios dos danos causados pelas altas temperaturas, além de garantir mais brilho e um melhor aspecto no alisamento. Mas ainda assim, é indispensável o uso do protetor térmico antes do procedimento. O uso excessivo da chapinha e do secador sem proteção térmica, que é um item essencial, vai rompendo, sensibilizando e ressecando o fio, afirma Camila.

Muito em alta, as chapinhas fininhas costumam ser as mais procuradas no segmento. Elas alisam uma menor quantidade de cabelo por vez, mas têm seu público alvo, conforme explica a especialista: Elas são mais indicadas para quem tem cabelos curtos, pois a chapinha fina consegue alcançar todas as extremidades do cabelo. E para modelar, você consegue trabalhar também fazendo cachos com ela.

E um alerta importante para quem abusa do uso de chapinha e secador, muitas vezes o dano pode ser irreparável e a única saída não irá agradar amantes de comprimento. Só com tratamentos profundos e de reconstrução para tentar recuperar o fio. Porém, existem danos, como o dano mecânico, que agridem muito, como se fosse um dano químico, e em alguns casos, só cortando mesmo, completa Camila, que ainda aconselha os usuários frequentes de chapinha a fazerem hidratações a cada lavagem, antes de reutilizar o aparelho.

O secador também tem suas peculiaridades de uso e indicação. A principal característica dele é a potência, que varia de acordo com o modelo e a marca e pode ultrapassar 2.300W. Estes mais potentes atingem maior temperatura e seu uso é indicado para profissionais, a instrutora diz que pelo fato de já ter o domínio dessa ferramenta, o profissional não vai concentrar o vento por vários segundos na mesma mecha, o que danifica e pode até queimar a fibra. Os secadores de uso doméstico têm uma voltagem mais baixa, portanto, ele demora um pouco mais para secar, porém, não danifica tanto, isto é, se tiver os devidos cuidados de proteger antes o fio.

Achou interessante? Veja todas as informações completas sobre o uso e os cuidados com secador e chapinha no vídeo acima.

Agradecimento

Instituto Loreal Proffessionel

Rua Coelho Lisboa, 282 - Tatuapé/SP

Tel: (11) 2227-6888

Veja os preços

  • #chapinha fininha
  • #Taiff
  • #Gama Italy