Ative o Buscapé te Protege GRÁTIS. Suas compras protegidas em até R$ 5mil pelo Buscapé te Protege.

Gênero

Uma obra ousada e original que confronta autores tão distintos e representativos como Donald W. Winnicott e Michel Foucault, tanto no sentido acadêmico quanto no sentido ético-político. Aqui, as inquietações levantadas por Beatriz Gang Mizrahi rompem os limites estritamente epistemológicos, articulando poder e afeto, criatividade e alteridade, subjetividade e história, singularidade e política. Partindo da análise foucaultiana das relações de poder na modernidade, e também da crítica sociológica de Castel, que enfatiza a banalização do desamparo na atualidade, a autora aponta Winnicott como um contraponto a essas visões, na medida em que questiona tanto a inevitabilidade dos processos de regulação da vida para o estabelecimento da sociabilidade humana quanto o desamparo como aspecto central do processo de subjetivação.