Smartphone Samsung Galaxy A5 SM-A510M
Ícone de Favorito

9/10 (Baseado em 151 avaliações)
Avaliação do Especialista
Prós
  • Acabamento premium

  • Ótima tela
Ler a avaliação completa
  • Ordenar por:
  • Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado

    Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado

  • Smartphone Samsung Galaxy A5 Duos Dual Chip Rosê 4G Tela 5.2 ´ Android 5.1 Câmera 13Mp 16Gb

    Smartphone Samsung Galaxy A5 Duos Dual Chip Rosê 4G Tela 5.2 ´ Android 5.1 Câmera 13Mp 16Gb

  • Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 Polegadas 16GB 4G Câmera 13MP Ouro Rosa

    Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 Polegadas 16GB 4G Câmera 13MP Ouro Rosa

    10x sem jurosFrete Grátis
  • Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado

    Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Dual Chip Android 5.1 Tela 5.2 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado

  • Smartphone Samsung A5 2017 Dourado

    Smartphone Samsung A5 2017 Dourado

  • Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz

    Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz

  • Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz

    Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz

    • Ver histórico:
    Achou caro?
    Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
    Maior preço registrado:R$ 2.656,90
    Menor preço registrado:R$ 1.079,10
    Me avise quando o preço chegar em:
    0%
    0%
    100%
    Arraste a barra para controlar o valor do pedido
    Tela
    Tipo de TelaSUPER AMOLED
    Tamanho da Tela5.2
    Resolução1920 x 1080 Pixels
    Informações Básicas
    TipoSmartphone
    MarcaSamsung
    ModeloA5 SM-A510M
    ChipsDual Chip
    LinhaGalaxy
    Câmera
    Funções da CâmeraDetector de Rosto
    Câmera Traseira13.0 Megapixels
    Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
    Software
    VersãoLollipop
    Sistema OperacionalAndroid
    Hardware
    EntradasFone de Ouvido
    Memória Interna16 GB
    Características e Conectividade
    Internet4G
    RecursosMP3 Player
    Dimensões
    Altura144,8 mm
    Profundidade7,3 mm
    Largura71 mm
    Peso155 g
    Bateria
    Bateria2900 mAh
    Por Colaborador em 26/09/2016
    Samsung Galaxy A5 é o smartphone intermediário com características premium

    O aparelho, que conta com um processador octa-core e tela Full HD, tem como destaque o acabamento e o conjunto de câmeras. Memória interna, no entanto, deixa a desejar

    Prós
    • Acabamento premium

    • Ótima tela
    Contras
    • Apenas 10.3 GB de memória disponíveis

    • Houve alguns engasgos com jogos

    O Samsung Galaxy A5 é um smartphone que se encontra em uma categoria intermediária. Ele não possui tanto poder de fogo quanto aparelhos mais robustos da marca, como os da linha Galaxy S ou os famosos Note 5 e 7. Mas, mesmo assim, ele traz características bem interessantes que o tornam uma boa escolha para um aparelho intermediário. Quer saber mais detalhes? Confira nosso review.

    O Samsung Galaxy A5 é um smartphone que se encontra em uma categoria intermediária. Ele não possui tanto poder de fogo quanto aparelhos mais robustos da marca, como os da linha Galaxy S ou os famosos Note 5 e 7. Mas, mesmo assim, ele traz características bem interessantes que o tornam uma boa escolha para um aparelho intermediário. Quer saber mais detalhes? Confira nosso review.

    Acabamento, tela e conectividade

    O design do Galaxy A5 não surgiu assim de repente. Ele possui uma fonte inspiradora muito clara e com nome e sobrenome bem definidos. Quem colocar lado a lado o Galaxy A5 com a versão convencional da linha Galaxy S (ou seja, deixando de lado a versão Edge do aparelho), com certeza vai notar várias semelhanças estéticas. A única diferença mais gritante é sua parte frontal, já que o Galaxy A5 conta com um entorno todo preto, ao contrário dos smartphones da linha Galaxy S, que contam com bordas de mesmo tom da traseira.

    Mas, no geral, os dois modelos são muito parecidas. As laterais são feitas de metal e contam detalhes bem similares ao do modelo top de linha. Já a traseira é revestida pelo Gorilla Glass 4 e, com isso, o conjunto traz um aspecto todo premium, o que pode ser considerado um ponto bem positivo em um smartphone que se encontra em uma categoria mais intermediária.

    Outra virtude e, de certo ponto, um diferencial no smartphone é a presença de um leitor de digitais, que se encontra no mesmo local do botão físico Home. Ele funciona relativamente bem, mas é necessário ligar a tela do celular - na tela do desbloqueio - para que o recurso funciona. Ou seja, ele não desbloqueia automaticamente apenas ao colocar o dedo no sensor.

    As bordas ao redor da tela também são bastante finas, o que deixa a tela ocupando boa parte da área do aparelho. Aliás, suas medidas são bem compactas, dignas de um smartphone com 5.2 polegadas de tela. Ao todo, ele conta com 14,48 cm de altura por 7,1 cm de largura por 0,73 cm de espessura. Seu peso é de 155 gramas. Ele não chega a ser um aparelho leve, mas também não chega a incomodar durante o dia a dia.

    Em sua lateral esquerda, encontramos os botões para ajuste de volume, que estão levemente deslocados para cima. Um ponto negativo para essa disposição é que ela é mais favorável para canhotos do que para os destros, mas não é algo tão crítico assim. Já na parte direita do aparelho, encontramos o botão Power, além da entrada para bandeja para inserir chips de telefonia e cartões microSD. Com essa informação, já dá para perceber que ele é totalmente fechado e não permite aberturas da traseira, não é mesmo?

    Ah, e vale dizer: o slot para cartões microSD é o mesmo para o segundo chip de telefonia. Em outras palavras, ou você opta pela segunda linha de telefone, ou pela expansão da sua memória nativa.

    Com 5.2 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), a tela do Galaxy A5 tem tudo para reproduzir qualquer conteúdo com conforto. Ela não é tão grande (para os padrões atuais), o que pode ser um ponto positivo para quem esteja procurando um smartphone mais compacto. Além disso, ela conta com tecnologia superAMOLED, o que traz cores mais vivas e uma taxa de contraste melhor, o que oferece maior conforto para exibir qualquer tipo de conteúdo na tela do smartphone. Outro ponto positivo no display do celular é sua taxa de brilho, o que ajuda a visualizar tudo na tela do celular mesmo em ambientes mais abertos.

    Para os testes da tela, fizemos nossa avaliação padrão: rodamos filmes, desenhos e séries no smartphone. E tudo foi exibido perfeitamente, sem cores opacas ou ambientes escuros que dificultam a visualização.

    A única caixa de som do aparelho se encontra na parte inferior do modelo e dá conta do recado. Ele não vai trazer um ótimo sistema, como acontece em smartphones que trazem duas caixas de som na parte frontal. Mas, mesmo assim, não se pode dizer que ela é ruim, já que ele oferece o necessário para transmitir tudo com conforto.

    No quesito conectividade, o A5 traz tudo aquilo que nós já estamos acostumados nos smartphones atuais. E, com isso, estamos falando basicamente de Wi-Fi, Bluetooth 4.1, GPS, entrada P2 e rádio FM. Mas ele vai um pouco além e conta com NFC. Mas não é bem esse o diferencial. A novidade está na compatibilidade com o Samsung Pay, o serviço que a empresa oferece para cadastrar cartões de crédito e utilizar o smartphone em pagamentos no dia a dia.

    Mas um dos pontos críticos no Galaxy A5 é sua capacidade de armazenamento. Ele conta com apenas 16 GB de memória nativa, o que, por si só, não chega a ser algo ruim, mas que poderia ser melhor em um smartphone com boa capacidade de uso. O que realmente incomoda é que um pouco dessa quantidade já é tomada pelo Android, o que deixa o espaço livre inicial na casa dos 10.3 GB de memória.

    O design do Galaxy A5 não surgiu assim de repente. Ele possui uma fonte inspiradora muito clara e com nome e sobrenome bem definidos. Quem colocar lado a lado o Galaxy A5 com a versão convencional da linha Galaxy S (ou seja, deixando de lado a versão Edge do aparelho), com certeza vai notar várias semelhanças estéticas. A única diferença mais gritante é sua parte frontal, já que o Galaxy A5 conta com um entorno todo preto, ao contrário dos smartphones da linha Galaxy S, que contam com bordas de mesmo tom da traseira.

    Mas, no geral, os dois modelos são muito parecidas. As laterais são feitas de metal e contam detalhes bem similares ao do modelo top de linha. Já a traseira é revestida pelo Gorilla Glass 4 e, com isso, o conjunto traz um aspecto todo premium, o que pode ser considerado um ponto bem positivo em um smartphone que se encontra em uma categoria mais intermediária.

    Outra virtude e, de certo ponto, um diferencial no smartphone é a presença de um leitor de digitais, que se encontra no mesmo local do botão físico Home. Ele funciona relativamente bem, mas é necessário ligar a tela do celular - na tela do desbloqueio - para que o recurso funciona. Ou seja, ele não desbloqueia automaticamente apenas ao colocar o dedo no sensor.

    As bordas ao redor da tela também são bastante finas, o que deixa a tela ocupando boa parte da área do aparelho. Aliás, suas medidas são bem compactas, dignas de um smartphone com 5.2 polegadas de tela. Ao todo, ele conta com 14,48 cm de altura por 7,1 cm de largura por 0,73 cm de espessura. Seu peso é de 155 gramas. Ele não chega a ser um aparelho leve, mas também não chega a incomodar durante o dia a dia.

    Em sua lateral esquerda, encontramos os botões para ajuste de volume, que estão levemente deslocados para cima. Um ponto negativo para essa disposição é que ela é mais favorável para canhotos do que para os destros, mas não é algo tão crítico assim. Já na parte direita do aparelho, encontramos o botão Power, além da entrada para bandeja para inserir chips de telefonia e cartões microSD. Com essa informação, já dá para perceber que ele é totalmente fechado e não permite aberturas da traseira, não é mesmo?

    Ah, e vale dizer: o slot para cartões microSD é o mesmo para o segundo chip de telefonia. Em outras palavras, ou você opta pela segunda linha de telefone, ou pela expansão da sua memória nativa.

    Com 5.2 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), a tela do Galaxy A5 tem tudo para reproduzir qualquer conteúdo com conforto. Ela não é tão grande (para os padrões atuais), o que pode ser um ponto positivo para quem esteja procurando um smartphone mais compacto. Além disso, ela conta com tecnologia superAMOLED, o que traz cores mais vivas e uma taxa de contraste melhor, o que oferece maior conforto para exibir qualquer tipo de conteúdo na tela do smartphone. Outro ponto positivo no display do celular é sua taxa de brilho, o que ajuda a visualizar tudo na tela do celular mesmo em ambientes mais abertos.

    Para os testes da tela, fizemos nossa avaliação padrão: rodamos filmes, desenhos e séries no smartphone. E tudo foi exibido perfeitamente, sem cores opacas ou ambientes escuros que dificultam a visualização.

    A única caixa de som do aparelho se encontra na parte inferior do modelo e dá conta do recado. Ele não vai trazer um ótimo sistema, como acontece em smartphones que trazem duas caixas de som na parte frontal. Mas, mesmo assim, não se pode dizer que ela é ruim, já que ele oferece o necessário para transmitir tudo com conforto.

    No quesito conectividade, o A5 traz tudo aquilo que nós já estamos acostumados nos smartphones atuais. E, com isso, estamos falando basicamente de Wi-Fi, Bluetooth 4.1, GPS, entrada P2 e rádio FM. Mas ele vai um pouco além e conta com NFC. Mas não é bem esse o diferencial. A novidade está na compatibilidade com o Samsung Pay, o serviço que a empresa oferece para cadastrar cartões de crédito e utilizar o smartphone em pagamentos no dia a dia.

    Mas um dos pontos críticos no Galaxy A5 é sua capacidade de armazenamento. Ele conta com apenas 16 GB de memória nativa, o que, por si só, não chega a ser algo ruim, mas que poderia ser melhor em um smartphone com boa capacidade de uso. O que realmente incomoda é que um pouco dessa quantidade já é tomada pelo Android, o que deixa o espaço livre inicial na casa dos 10.3 GB de memória.

    Desempenho

    O Galaxy A5 conta com um processador produzido pela própria Samsung, o Exynos 7580, com oito núcleos e capaz de rodar em até 1.6 GHz de clock. Para fechar o ciclo, ele traz 2 GB de memória RAM e GPU Mali-T720, o que garante um desempenho na faixa dos intermediários. O Android é o 6.0, conhecido como Marshmallow, mas ainda não há previsão para que ele seja atualizado para o 7.0 (Nougat). Para os testes, utilize o smartphone como o meu telefone pessoal por cerca de 2 dias e ele saiu muito bem, dentro das expectativas que eu havia antes de começar os testes. Ele rodou basicamente tudo sem nenhum problema, mas houve momentos em que as limitações de hardware apareceram. Com muitos aplicativos abertos, alguns deles demoraram um pouco mais do que o necessário para serem abertos, como é o caso do Facebook e de alguns jogos mais básicos, como Jetpack Joyride. Ou seja, se você gosta de jogar bastante no smartphone, é melhor ficar atento com a quantidade de apps abertos antes de colocar o jogo para funcionar. Mas, em termos de qualidade gráfica, ele não deixou a desejar e trouxe gráficos bem bonitos. Como de costume, também executamos alguns benchmarks, que são softwares direcionados a uma análise do modelo e cujos resultados ajudam a fazer uma comparação com outros smartphones. Primeiramente, rodamos o Antutu, que faz uma espécie de avaliação geral do modelo - tanto na parte gráfica quanto na operacional. Nesse caso, o resultado foi de 42838 pontos. Já no Quadrant, que faz uma análise parecida, o Galaxy A5 atingiu 19408 pontos. Já no 3D Mark, o smartphone da Samsung é submetido a uma bateira de testes um pouco distinta. Nesse caso, o foco é ver como a parte gráfica do aparelho se sai, ou seja, se a taxa de frames não cai quando exigido ou como o aparelho se comporta rodando desde gráficos mais simples quanto os mais complexos. Como isso varia conforme a exigência, o benchmark oferece três cenários de uso, chamados (por ordem de intensidade) de Ice Storm, Ice Storm Unlimited e Ice Storm Extreme. Os resultados foram de 7061, 7992 e 4606 pontos.

    Câmera e bateria

    Para um celular mais intermediário, o conjunto de câmeras do Galaxy A5 é bem surpreendente. A principal, com 13 MP, conta com abertura de f/1.9 e é capaz de captar vídeos em resolução Full HD (1920 x 1080 pixels, com 30 fps). Em ambientes com muita luz ou até com luminosidade mediana, os resultados são muito bons. As cores ficam bem vivas e a taxa de contraste é também muito boa, o que ajuda a captar fotos com boa qualidade. Mas é no período noturno que a câmera do A5 sofre mais. As granulações são mais evidentes, mas as produções não chegam a ser ruins. Quanto aos vídeos, os resultados são muito próximos, mas a presença de estabilização óptica na câmera principal também ajuda muito na gravação.

    Quanto à frontal, ela também conta com abertura de f/1.9 e 5 MP. Seu ângulo de visão é bem amplo, o que é ótimo para uma câmera que é utilizada principalmente para selfies. No geral, as cores não ficam tão vivas quanto na câmera principal, mas, ainda assim, dá para produzir resultados bem generosos com a frontal do A5.

    Já o software da câmera não traz novidades para quem está acostumado com os aparelhos da Samsung. O modo automático, no geral, já é capaz de dar bons resultados. Na tela, você consegue ajustar alguns efeitos de foto, temporizador, flash e a resolução da foto.

    Já com o modo Pro (que é o nome dado pela Samsung para o modo manual da câmera), as opções são um pouco mais diversificadas. É possível alterar o ISO, o balanço de branco e a taxa de brilho. Outras opções de uso da câmera são mais convencionais, como a foto panorâmica, a foto sequência (o smartphone consegue tirar várias fotos em um curto espaço de tempo), o HDR e o modo noturno, que não faz milagres com fotos escuras.

    A bateria é outro ponto bem interessante no aparelho. Com 2900 mAh, ela se saiu muito bem em nossa bateria de testes padrão. Na primeira fase de avaliação, tiramos 10 fotos e fizemos um pequeno vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos os resultados por 15 minutos. Em seguida, navegamos por redes sociais por cerca de 3 horas, fizemos ligações por mais 30 minutos, rodamos por GPS por meia hora e jogamos por mais 20 minutos. Para finalizar, exibimos vídeos no YouTube por 10 minutos e ouvimos algumas músicas por 1 hora. No final do período, ainda restavam 27% de bateria, uma ótima marca.

    Ainda fizemos um segundo teste. Utilize o aparelho como eu uso meu smartphone normalmente no dia a dia. Abri jogos, utilizei redes sociais (Snapchat, Instagram, Facebook e Twitter), além de escutar algumas músicas no Spotify, tirar algumas fotos e fazer ligações. Retirei o aparelho da tomada pela manhã (6h30) e, por volta das 19h, ainda restava um pouco de bateria.

    Mas, caso a carga do A5 não dê conta do seu uso, é bom ressaltar que o carregador dele conta com o recurso Fast charging, que promove uma maior eficácia na hora de recarregar a bateria do A5. Ou seja, ele é capaz de oferecer uma maior porcentagem de bateria em menor tempo, se comparado aos carregadores tradicionais. Para ter uma noção, o A5 foi de 22% até 49% de bateria em 15 minutos, o que é uma ótima marca.

    Para um celular mais intermediário, o conjunto de câmeras do Galaxy A5 é bem surpreendente. A principal, com 13 MP, conta com abertura de f/1.9 e é capaz de captar vídeos em resolução Full HD (1920 x 1080 pixels, com 30 fps). Em ambientes com muita luz ou até com luminosidade mediana, os resultados são muito bons. As cores ficam bem vivas e a taxa de contraste é também muito boa, o que ajuda a captar fotos com boa qualidade. Mas é no período noturno que a câmera do A5 sofre mais. As granulações são mais evidentes, mas as produções não chegam a ser ruins. Quanto aos vídeos, os resultados são muito próximos, mas a presença de estabilização óptica na câmera principal também ajuda muito na gravação.

    Quanto à frontal, ela também conta com abertura de f/1.9 e 5 MP. Seu ângulo de visão é bem amplo, o que é ótimo para uma câmera que é utilizada principalmente para selfies. No geral, as cores não ficam tão vivas quanto na câmera principal, mas, ainda assim, dá para produzir resultados bem generosos com a frontal do A5.

    Já o software da câmera não traz novidades para quem está acostumado com os aparelhos da Samsung. O modo automático, no geral, já é capaz de dar bons resultados. Na tela, você consegue ajustar alguns efeitos de foto, temporizador, flash e a resolução da foto.

    Já com o modo Pro (que é o nome dado pela Samsung para o modo manual da câmera), as opções são um pouco mais diversificadas. É possível alterar o ISO, o balanço de branco e a taxa de brilho. Outras opções de uso da câmera são mais convencionais, como a foto panorâmica, a foto sequência (o smartphone consegue tirar várias fotos em um curto espaço de tempo), o HDR e o modo noturno, que não faz milagres com fotos escuras.

    A bateria é outro ponto bem interessante no aparelho. Com 2900 mAh, ela se saiu muito bem em nossa bateria de testes padrão. Na primeira fase de avaliação, tiramos 10 fotos e fizemos um pequeno vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos os resultados por 15 minutos. Em seguida, navegamos por redes sociais por cerca de 3 horas, fizemos ligações por mais 30 minutos, rodamos por GPS por meia hora e jogamos por mais 20 minutos. Para finalizar, exibimos vídeos no YouTube por 10 minutos e ouvimos algumas músicas por 1 hora. No final do período, ainda restavam 27% de bateria, uma ótima marca.

    Ainda fizemos um segundo teste. Utilize o aparelho como eu uso meu smartphone normalmente no dia a dia. Abri jogos, utilizei redes sociais (Snapchat, Instagram, Facebook e Twitter), além de escutar algumas músicas no Spotify, tirar algumas fotos e fazer ligações. Retirei o aparelho da tomada pela manhã (6h30) e, por volta das 19h, ainda restava um pouco de bateria.

    Mas, caso a carga do A5 não dê conta do seu uso, é bom ressaltar que o carregador dele conta com o recurso Fast charging, que promove uma maior eficácia na hora de recarregar a bateria do A5. Ou seja, ele é capaz de oferecer uma maior porcentagem de bateria em menor tempo, se comparado aos carregadores tradicionais. Para ter uma noção, o A5 foi de 22% até 49% de bateria em 15 minutos, o que é uma ótima marca.

    Conclusão

    Apesar de ser um smartphone intermediário, o Galaxy A5 tem como ponto positivo o fato de trazer vários aspectos premium. Um deles é seu acabamento, uma mistura de metal e vidro que lembra bastante a linha top da marca (Galaxy S). Mas há outros fatores que o tornam uma boa escolha, como a tela SuperAMOLED com resolução Full HD e a câmera de 13 MP com estabilização óptica. Esses fatores são bem importantes se colocarmos o aparelho lado a lado com os principais concorrentes da categoria, como o Quantum Fly e o Moto G 4 Plus.

    Mas há pontos em que o smartphone da Samsung peca um pouco mais do que seus adversários. Dois deles são o desempenho e a quantidade de armazenamento. O tão característico TouchWiz da Samsung ainda peca muito na fluidez em relação aos seus rivias e, quando há muitos apps em segundo plano, o A5 sente mais dificuldade para garantir o desempenho. Em relação à memória interna, os 16 GB disponibilizados pela marca são bem pouco, considerando que esse é um smartphone com bom potencial de uso.

    Portanto, há pontos melhores e piores em relação aos concorrentes. Enquanto ele traz qualidade de acabamento e de câmera melhores do que o Quantum Fly e do que o Moto G 4 Plus, esses dois pontos ainda ficam ligeiramente aquém dos concorrentes.

    Matérias Relacionadas
    10/10 Recomendo este produto
    10/10 Não recomendo este produto
    4/10 Não recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Avaliação Geral94%Recomendam a compra
    9/10Baseado em 151 avaliações
    Aspectos Positivos
    • Design
    • Facilidade de Uso
    • Display
    • Câmera
    • Funções e Características
    • Duração da Bateria
    • Custo-Benefício
    • Durabilidade
    Enviar sua Avaliação