Buscapé

Nosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Navegue logado e tenha proteção em suas compras. O Buscapé te protege em até R$ 5 mil.

Smartphone Motorola Moto X 2ª Geração XT1097 32 GB
Ícone de Favorito

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar

Avaliação do Especialista

Moto X 2ª geração continua sendo uma boa escolha, mas não traz grandes inovações

Prós

  • Ótimo desempenho;

  • Tela de qualidade;

  • Recursos de voz, gestos e Moto Assist;

  • Ergonômico.

Ler a avaliação completa
  • Ver histórico:
Achou caro?
Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
Maior preço registrado:R$ 1.699,00
Menor preço registrado:R$ 1.298,97
Me avise quando o preço chegar em:
0%
0%
100%
Arraste a barra para controlar o valor do pedido
Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaMotorola
LinhaMoto X
Modelo2ª Geração XT1097 32 GB
ChipsSingle Chip
Câmera
Câmera Traseira13.0 Megapixels
Funções da CâmeraFlash
Câmera Frontal2.0 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela5.2 polegadas
Tipo de TelaAMOLED
Resolução1920 x 1080 Pixels
Hardware
ProcessadorQualcomm Snapdragon 801
NúcleosQuad-Core (4 Núcleos)
Velocidade do Processador2.5 GHz
Memória Interna32 GB
Memória RAM2 GB RAM
EntradasMicro USB
Software
Sistema OperacionalAndroid
VersãoKitKat
Características e Conectividade
Internet4G
RecursosMP3 Player
Dimensões
Largura71 mm
Altura139 mm
Profundidade9,9 mm
Por Colaborador em 27/10/2014

Moto X 2ª geração continua sendo uma boa escolha, mas não traz grandes inovações

Entre os destaques estão tela, design, desempenho e câmera de maior resolução.

Prós

  • Ótimo desempenho;

  • Tela de qualidade;

  • Recursos de voz, gestos e Moto Assist;

  • Ergonômico.

Contras

  • Câmera não é tão boa para um aparelho desse porte;

  • Ainda não possui slot para microSD;

  • A autonomia da bateria poderia  ser melhor.

O Moto X 2014 tem aquilo que é esperado para um top de linha: uma ótima tela, design caprichado e alta performance. Mas apesar das melhorias com relação ao antecessor, o novo modelo não trouxe nenhuma novidade surpreendente. Mas não sejamos tão críticos, continua sendo um ótimo aparelho. Confira o review para saber de mais detalhes.

Acabamento e tela - principais mudanças

A principal mudança está no acabamento. A parte de trás curvada sem tampa e os cantos arredondados continuam. Mas a lateral agora é de alumínio que, além de leve, é mais resistente. O modelo também ficou maior: são 14 x 7,2 cm (L x A). Ele tem 1 centímetro de espessura e pesa 144 gramas. São dimensões grandes, mas o formato curvo do smartphone ajuda na ergonomia e é possível segurá-lo com apenas uma mão. Assim como o novo Moto G, o alto-falante agora está na parte da frente, o que facilita na hora de assistir a vídeos. A qualidade do áudio é muito boa, sem distorções. A parte da frente é toda coberta por vidro Gorilla, resistente a pequenos choques e arranhões. Uma característica bacana no visual é que as bordas do vidro encostam nas bordas do smartphone, formando uma curva suave e deixando o aparelho mais elegante e anatômico. A tela AMOLED possui 5,2 polegadas com resolução full HD (1920 x 1080 pixels), contra 4,7 polegadas com resolução HD do antecessor. É uma tela grande, mas vale lembrar que as bordas são finas. Ela possui ótima sensibilidade ao toque e definição.

Configuração, desempenho e conectividade

O primeiro Moto X já contava com uma ótima configuração e o novo modelo ganhou algumas melhorias. Ele vem equipado com um processador Qualcomm Snapdragon 801 com quatro núcleos e velocidade de 2,5 GHz. A GPU (processador gráfico) é a Adreno 330. Ele possui 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. Uau, é bastante espaço, mas o ponto negativo é que não tem slot de expansão. Ele tem ótima fluidez e roda qualquer aplicativo, sem falar que a experiência com jogos e vídeos é ainda melhor em uma tela de 5,2 polegadas. Jogamos Beach Buggy Blitz, Rival Knights, Real Racing 3 e Dead Trigger 2, que exigem bastante do processamento gráfico. Todos rodaram lisos, com traços perfeitos e ótima resposta ao toque. Nos Benchmarks ? aplicativos que mensuram a capacidade de processamento aritmético, gráfico, acesso a memória e ao armazenamento ?, ele também foi bem. No Antutu, ele atingiu 44.235 pontos; e no Quadrant, foram 22.561pontos. Em comparação a outros aparelhos, são pontuações altas, atingidas por smartphones top-de-linha. Você pode comparar os resultados com outros produtos em nossa página de Reviews ou então baixar você mesmo os aplicativos na Play Store. Ele utiliza nano SIM (4G), que fica na parte de cima do aparelho. Ele é inserido por meio de uma gaveta e, para retirá-lo, é necessário um acessório pontiagudo, que acompanha o produto. O modelo vem com GPS, Bluetooth 4.0, Wi-Fi 802.11 b/g/n/ac e NFC. A versão do Android é a 4.4.4 (KitKat).

Câmera, recursos e bateria

A câmera fotografa em 13 megapixels e grava em até 4K. As fotos tem boa qualidade quando tiradas em ambiente bem iluminados. Mas em locais com pouca luz, há granulação e as bordas podem sair tremidas. Os vídeos em full HD têm ótima qualidade e estabilização, e é possível tirar fotos enquanto se está gravando. Entre os recursos estão o modo HDR, panorama e câmera lenta. Este último é divertido, mas os movimentos não são tão fluídos. Já a captação em 4K é muito boa e favorece o zoom a não perder definição. O ponto negativo é que esquenta muito o aparelho pode travar. Outra função bacana que foi mantida do primeiro Moto X é a ativação da câmera pelo movimento do pulso. Além disso, basta tocar em qualquer parte da tela para fotografar; e se o dedo continuar pressionando, a câmera dispara várias fotos. Existe também a opção de edição, que é fácil de acessar e permite aplicar filtros e fazer ajustes automáticos de exposição. Além dos recursos da câmera, o modelo conta um comando de voz inteligente, que não precisa ser acionado por botões. Basta gravar um frase, como "Acorda Moto X" e informar ao sistema. Com este recurso é possível agendar compromissos, ver a previsão do tempo, pedir direções no GPS e fazer buscas. Mas um detalhe importante é que ele reconhece apenas o seu timbre de voz. E há também o Motorola Assist, com o qual se configurar o telefone de acordo com quatro ações: dirigindo, em reunião, dormindo ou em casa. Quando se está dirigindo, por exemplo, ele avisa quem está ligando e lê as mensagens de texto recebidas. Um SMS é enviado à pessoa automaticamente, informando que você retornará em breve. Um detalhe curioso é que você não precisa ativar ou desativar o recurso. Ele sabe quando você está dirigindo devido a sua velocidade. Isso é possibilitado pelos sensores e GPS. Na opção dormindo, ele interrompe qualquer chamada durante o período determinado. No modo reunião, o aparelho silencia a chamada e envia um SMS pedindo para ligar mais tarde. E no modo casa, que é identificado pelo GPS, qualquer ligação ou SMS será identificado e lido para você. Por fim, a bateria. Ele possui uma capacidade de 2.300 mAh de capacidade, que está dentro da média da maioria dos smartphones com este tamanho de tela. Ele segura a energia por uma dia inteiro, mesmo com todos os recursos do aparelho sendo utilizados. Porém, é arriscado deixá-lo longe da tomada por mais de uma dia.

Conclusão

O Moto X 2ª segunda geração é um ótimo aparelho: design caprichado, ótima ergonomia e desempenho. Sua tela é maior e tem mais definição que o antecessor. A câmera é boa em ambientes iluminados e tem recursos interessantes, mas em locais com pouca luz há granulação. Para um aparelho com esse porte, a câmera deixa um pouco a desejar. Os recursos do Moto Assist são úteis e a ativação por voz e reconhecimento de gestos são tecnologias que deram certo no primeiro e que retornam no novo produto. Em contrapartida, a marca não criou nenhuma nova função para o aparelho. Por isso, o Moto X 2014 continua sendo uma excelente escolha, mas não há nenhuma inovação que mereça destaque.

Matérias Relacionadas

Review: Samsung Galaxy S8+
1-seg e Full-seg: conheça os padrões de transmissão de TV digital em smartphones
LG lança novos smartphones da série K no Brasil
LG G6 é lançado no Brasil com preço sugerido de R$ 3.999
8/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto

Avaliação Geral

93%Recomendam a compra
8/10Baseado em 645 avaliações

Aspectos Positivos

  • Facilidade de Uso
  • Design
  • Funções e Características
  • Display
  • Custo-Benefício
  • Durabilidade
  • Câmera
  • Duração da Bateria

Pontos de Atenção

  • Conectividade
  • Desempenho
  • Som
Enviar sua Avaliação