Smartphone Motorola Moto G 5 XT1672
Ícone de Favorito

9/10 (Baseado em 638 avaliações)
Avaliação do Especialista
Prós
  • Acabamento moderno

  • Bom desempenho

  • Funções extras, como Moto Ações e leitor de digitais

  • Câmera com bons resultados em locais bem iluminados

     

Ler a avaliação completa
Ordenar por:
  • Smartphone Moto G 5 Dual Chip Android 7.0 Tela 5 ´ 32GB 4G Câmera 13MP - Platinum
    Americanas.com

    Smartphone Moto G 5 Dual Chip Android 7.0 Tela 5 ´ 32GB 4G Câmera 13MP - Platinum

  • sem foto
    Amazon

    Smartphone Motorola Moto G5 Ouro 5 ´ Câmera de 13MP 32GB de Memória e 2GB de RAM

  • Moto G5 32GB - Platinum
    Motorola

    Moto G5 32GB - Platinum

  • Smartphone Motorola Moto G5 Tela 5 Memória 32GB Processador Octa - Core Câmera 13MP Frontal 5MP 4G Wi - Fi Android 7.0 XT1672 Dourado
    Angeloni

    Smartphone Motorola Moto G5 Tela 5 Memória 32GB Processador Octa - Core Câmera 13MP Frontal 5MP 4G Wi - Fi Android 7.0 XT1672 Dourado

  • Smartphone Moto G 5 Dual Chip Android 7.0 Tela 5 ´ 32GB 4G Câmera 13MP - Platinum
    Submarino

    Smartphone Moto G 5 Dual Chip Android 7.0 Tela 5 ´ 32GB 4G Câmera 13MP - Platinum

  • Smartphone Motorola Moto G5 Platinum 5 ´ Câmera de 13MP 32GB de Memória e 2GB de RAM Telefonia Platinum Full HD 1080p / 441 ppi
    GIRAFA

    Smartphone Motorola Moto G5 Platinum 5 ´ Câmera de 13MP 32GB de Memória e 2GB de RAM Telefonia Platinum Full HD 1080p / 441 ppi

  • Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 Platinum com 32GB, Tela de 5 ´ ´, Dual Chip, Android 7.0, 4G, Câmera 13MP, Processador Octa - Core e 2GB de RAM
    Casas Bahia

    Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 Platinum com 32GB, Tela de 5 ´ ´, Dual Chip, Android 7.0, 4G, Câmera 13MP, Processador Octa - Core e 2GB de RAM

  • Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 Ouro com 32GB, Tela de 5 ´ ´, Dual Chip, Android 7.0, 4G, Câmera 13MP, Processador Octa - Core e 2GB de RAM
    Extra.com.br

    Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 Ouro com 32GB, Tela de 5 ´ ´, Dual Chip, Android 7.0, 4G, Câmera 13MP, Processador Octa - Core e 2GB de RAM

  • Motorola Moto G5 Platinum Tela 5 ´ Full HD Octa Core 32GB 2GB RAM Câmera traseira 13MP e frontal 5MP XT1672 XT1672 3948915
    Wal-Mart

    Motorola Moto G5 Platinum Tela 5 ´ Full HD Octa Core 32GB 2GB RAM Câmera traseira 13MP e frontal 5MP XT1672 XT1672 3948915

  • Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 OURO + PELICULA
    PontoFrio.com

    Smartphone Motorola Moto G5 XT1672 OURO + PELICULA

    • Ver histórico:
    Achou caro?
    Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
    Maior preço registrado:R$ 2.999,00
    Menor preço registrado:R$ 694,32
    Me avise quando o preço chegar em:
    0%
    0%
    100%
    Arraste a barra para controlar o valor do pedido
    Tela
    Tamanho da Tela5.0
    Resolução1920 x 1080 Pixels
    Tipo de TelaAMOLED
    DefiniçãoFull HD
    Informações Básicas
    Modelo5 XT1672
    TipoSmartphone
    LinhaMoto G
    MarcaMotorola
    ChipsDual Chip
    Câmera
    Funções da CâmeraDetector de Rosto
    Câmera Traseira13.0 Megapixels
    Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
    Software
    VersãoNougat
    Sistema OperacionalAndroid
    Hardware
    EntradasFone de Ouvido
    Velocidade do Processador1.4 GHz
    Memória RAM2 GB RAM
    ProcessadorQualcomm Snapdragon 430
    NúcleosOcta-Core (8 Núcleos)
    Memória Interna32 GB
    Características e Conectividade
    Internet4G
    ProteçãoRepelente à Água
    RecursosWi-Fi Direct
    Dimensões
    Profundidade9,5 mm
    Largura73 mm
    Altura144,3 mm
    Peso144,5 g
    Bateria
    Bateria2800 mAh
    Por Colaborador em 19/06/2017
    Moto G5 entrega um conjunto acima de sua faixa de preço

    Dos smartphones abaixo de 1000 reais, o Moto G5 é uma das melhores opções do mercado

    Prós
    • Acabamento moderno

    • Bom desempenho

    • Funções extras, como Moto Ações e leitor de digitais

    • Câmera com bons resultados em locais bem iluminados

       

    Contras
    • Câmera não rende bons cliques em ambientes mais escuros

    O lançamento do novo aparelho da linha G é sempre um evento esperado no mercado de smartphones. Isso porque, atualmente, o smartphone da Lenovo é uma das referências quando o assunto é custo-benefício. Neste review, analisaremos o Moto G5 convencional, um produto da quinta geração da linha G. Confira mais detalhes nos parágrafos a seguir.

    Acabamento

    Comparado à geração passada ou até mesmo com outros aparelhos na mesma faixa de preço, é destacável o trabalho feito pela Lenovo ao construir o novo Moto G5. Ele deixa de lado muitos dos aspectos comuns ao seu segmento - como o acabamento em plástico e traz um corpo parcialmente feito de metal. É claro, nem todo o aparelho é produzido com o material e, por conta das antenas, as laterais ainda são feitas de plásticos.

    Agora, também há de se destacar: há uma fonte bem clara de inspiração por trás do design do Moto G5, e ela tem nome: Moto Z. Muitos dos aspectos já vistos na geração mais premium da marca são mantidos na linha G da marca. Um exemplo deles é a câmera traseira, que possui um formato arredondado e preto já característico da linha Z da marca.

    Em relação ao Moto G5 Plus, há uma sutil diferença entre os dois aparelhos, mas isso é justificado pelo tamanho de tela. Enquanto a linha Plus possui um display com 5.2 polegadas, a Lenovo resolveu apostar em uma tela menor na versão mais básica do aparelho, que possui 5 polegadas. Ao todo, o smartphone conta com 14,43 cm de altura por 7,3 cm de largura e 0,95 cm de espessura. Seu peso é de 144,5 gramas. Esses valores são suficientes para entregar uma boa ergonomia e, dependendo do tamanho de suas mãos, também é possível utilizá-lo com apenas uma delas sem problemas. No bolso, o Moto G5 também não incomoda, já que não é um aparelho tão grande.

    No mercado, o smartphone da Lenovo está disponível nas versões Ouro e Platinum, que, aliás, foi a amostra que testamos. Ela é muito bonita e até dá a impressão de que se trata de um aparelho mais caro do que ele realmente custa. Isso pode ser considerado um belo trabalho por parte da Lenovo e um ponto positivo no aparelho.

    Se a parte de trás é o grande destaque do Moto G5, sua frontal não é lá tão diferenciada esteticamente. O smartphone traz um grande botão Home, que, aliás, ganhou novas funcionalidades. Mas falaremos sobre isso adiante. Esteticamente, é válido ressaltar que a porcentagem de uso da tela em relação ao corpo do Moto G5 não é lá tão alta assim. Ou seja, o aparelho possui bordas bem grossas, sobretudo nas partes de cima e de baixo.

    Sobre a disposição dos botões, não há grandes novidades. À direita, você encontrará o botão Power, além do ajuste de volume, enquanto na parte de baixo está disponível a entrada micro USB do aparelho. A tradicional P2, por outro lado, está na parte de cima do Moto G5.

    Ao contrário de outras gerações do Moto G, o G5 é apenas repelente à água, ou seja, ele não protege de fato o aparelho em caso de imersões ou mesmo ao colocá-lo em água corrente. É também bom ressaltar que sua traseira é removível, assim como a sua bateria. É retirando a tampa da parte de trás, aliás, que você encontrará os dois slots para chips Nano-SIM e também para cartões micro SD de até 128 GB.

    O botão Home, como dissemos, traz um algo a mais na experiência de uso. Além de ser um leitor de impressões digitais - que funciona muito bem, aliás -, ele também pode ser utilizado para navegar por toda a interface do aparelho.

    Lembra-se daqueles botões que dão acesso à home do aparelho, além de voltar telas e também abrir os aplicativos abertos em segundo plano? Então, no Moto G5, há a possibilidade de você acessar todas essas funções apenas com o movimento dos dedos. Para abrir os aplicativos recentes, basta movimentar o polegar para a direita, enquanto o comando "Voltar" é acionado a partir do movimento para a esquerda. Se você segurar o botão por algum tempo, o aparelho será bloqueado. Para desbloquear, é necessário posicionar o dedo no Home.

    É um pouco difícil você se acostumar com essa usabilidade, principalmente nos primeiros momentos. Afinal, são gerações e gerações de smartphones Android que utilizam a disposição dos três botões, implementados na própria interface do aparelhos ou por meio de botões capacitivos na parte frontal.

    Depois de um tempo de uso, a novidade se tornou um pouco mais natural. E isso acaba trazendo um ganho ao aparelho. A partir do momento em que os botões não estão mais incluídos na interface do modelo, você acaba ganhando um espaço a mais de tela.

    Mas, caso você prefira optar pelo método antigo, isso também pode ser ajustado pelo menu Moto Ações do smartphone.

    Alguns recursos do Moto Ações, aliás, se mantém na nova geração do Moto G. Girar o punho duas vezes com o smartphone na mão continua sendo um atalho para acionar a sua câmera, enquanto o gesto de balançar duas vezes o Moto G5 para frente é uma forma de acender a lanterna do aparelho. Outro ponto é a presença de uma espécie de central de notificações quando o aparelho está desligado. Basta levantá-lo da mesa para verificar algumas informações básicas, como notificações de aplicativos, hora, data e porcentagem de bateria.

     

    Algumas outras funções estão presentes no modelo, como a capacidade reduzir o tamanho da tela exibida (e, com isso, facilitar o uso com apenas uma das mãos), assim como virar a tela do smartphone para baixo para silenciar notificações e chamadas.

    Tela e Desempenho

    O Moto G5 conta com tela de 5 polegadas que traz tecnologia IPS LCD, o que, em teoria, garante uma qualidade maior de imagens, principalmente na exibição de cores e também no maior ângulo de visão. Além disso, a resolução da tela é Full HD (1920 x 1080 pixels), o que resulta em uma densidade de pixels de 441 pontos por polegadas (ppi).

    Considerando a faixa de preço em que o aparelho se encontra, é até impressionante a boa qualidade do display que o Moto G5 possui. Para navegar em redes sociais ou por portais de notícias, ele possui um bom espaço. Nada muito grande, mas ainda assim o suficiente para trazer todo o conteúdo sem problemas.

    Agora, se você quiser ir um pouco além e assistir a vídeos ou seriados na tela do aparelho, ele também possui qualidade para isso. Os níveis de cores são bastante positivos, assim como a taxa de contraste e também de brilho. Por conta disso, a maioria dos conteúdos vai ter boa exibição, com exceção de alguns mais escuros. E essa ressalva não é derivada das características do display, mas de um reflexo que fica bem perceptível em momentos no qual a tela não exibe conteúdos muito coloridos.

    Quanto ao alto-falante, o Moto G5 conta com um na parte frontal do aparelho. Ele quebra um galho para ver um vídeo ou outro, mas com certeza não é a melhor alternativa caso você queira ouvir músicas ou ver um filme por meio deles, já que ele não traz tanta potência ou qualidade sonora.

    Como alternativa, também há o fone de ouvido auricular que já vem incluso na caixa do Moto G5. Ele não é o acessório mais ergonômico possível, mas com certeza é uma escolha mais indicada para ouvir músicas em relação ao alto-falante do aparelho.

    Por dentro, o Moto G5 possui um processador ligeiramente inferior à sua versão Plus, contando com um Octa-core Snapdragon 430, que atinge um clock de até 1.4 GHz. A memória RAM conta com 2 GB e a GPU é uma Adreno 505. A versão utilizada no Android é a 7.0 (conhecida como Nougat).

    Como é comum em aparelhos da Lenovo, a interface em si não é muito customizada e, hoje em dia, é uma das que mais se aproxima do Android puro. Em outras palavras, você não vai encontrar muitas aplicativos pré-instalados além de alguns bem específicos da Lenovo. A fluidez é também um ponto bastante positivo do sistema, que consegue desempenhar funções cotidianas sem problema algum. Para abrir aplicativos, a experiência foi de acordo com a demanda do app. Os mais leves foram executados sem problemas, enquanto alguns mais intensos - como é o caso de jogos, principalmente -, demoraram um pouco mais para abrir, mas nada perto de ser grave.

    Com games, aliás, também tivemos uma experiência bastante positiva. Rodamos jogos de diferentes exigências e, em todos, tivemos uma garantia de uma ótima fluidez e também uma boa qualidade gráfica. Para efeitos de registro, rodamos Asphalt 8, Real Racing 3, Jetpack Joyride e Super Mario Run. O único porém visto foi um leve aquecimento da parte traseira do smartphone, que foi presenciado após um tempo de jogatina.

    Também vale ressaltar que rodamos uma série de benchmarks no Moto G5. Eles são, basicamente, softwares destinados a fazer uma análise comparativa entre smartphones. Cada um deles possui uma bateria de testes própria e, de acordo com o desempenho dos aparelhos, conseguem fazer um ranking dos modelos. Os resultados você confere a seguir.

    Geekbench 4

    621 pontos (Single-core)

    2523 pontos (Multi-Core)

    Antutu

    45271 pontos

    3D Mark

    290 pontos (Sling Shot Extreme)

    567 pontos (Sling Shot)

    9464 pontos (Ice Storm Unlimited)

    5718 pontos (Ice Storm Extreme)

    9715 pontos (Ice Storm)

    PC Mark

    3610 pontos

    No quesito conectividade, o Moto G5 é até bem completo para a faixa de mercado em que ele se encontra. Além do suporte a dois chips - como dissemos anteriormente -, o aparelho da Lenovo também conta com GPS (AGPS, GLONASS e Beidu) e Wi-Fi 802.11 a/b/g/n (2.4 e 5 GHz).

    No quesito armazenamento, o Moto G5 conta com 32 GB de memória, o que é uma boa quantidade para guardar os principais aplicativos e várias fotos e vídeos. Mas é bom ressaltar que o sistema Android ocupa exatos 7,41 GB de memória, o que deixa, de fato, 24,59 GB disponíveis para uso. Mas, ainda assim, é um número que vai atender suas demandas.

     

    O Moto G5 também permite com que você formate um cartão micro SD para que ele complemente a memória interna do aparelho. Com isso, você poderá instalar apps, por exemplo, diretamente no micro SD, o que ajuda bastante se a memória nativa não seja suficiente. Mas atenção: o cartão será formatado para uso exclusivo do aparelho.

    Bateria e câmera

    Com 200 mAh a menos do que a versão Plus do aparelho, o Moto G5 convencional chega ao mercado com uma bateria de 2800 mAh de carga. Como é comum em nossos testes, submetemos o aparelho a uma bateria de testes. Primeiramente, realizamos 10 cliques com a câmera do Moto G5, além de produzir um vídeo de 5 minutos. Após isso, visualizamos tudo por cerca de 15 minutos. Como parte do teste, também realizamos chamadas por 30 minutos, além de rodar o GPS por 15 minutos. Executamos também uma série de jogos por 20 minutos e assistimos a um vídeo no YouTube por 10 minutos. Para finalizar os testes, ouvimos diversas músicas por 1 hora e navegamos por portais, redes sociais e demais sites por mais 3 horas. No fim da avaliação, ainda restavam 34% de carga.

    A câmera traseira do Moto G5 convencional conta com 13 MP de resolução, abertura de f/2.0, flash LED e zoom digital 8X. Além disso, conta com tecnologia PDAF, que busca focar o ambiente com maior rapidez. Em relação aos modos de uso, o Moto G5 conta com HDR, foto panorâmica, modo burst (ou seja, se você segurar o botão de disparo enquanto estiver enquadrando uma imagem, o smartphone irá tirar uma sequência de fotos rapidamente), câmera lenta e geolocalização. Quanto à filmagem, o celular é capaz de produzir vídeos em Full HD (1080p) a 30 quadros por segundo. Já a câmera frontal possui como destaques a resolução de 5 MP, lente com ângulo aberto e abertura de f/2.2, além da capacidade de filmar em até Full HD (1080p) a 30 quadros por segundo.

    Se o Moto G5, como um todo, oferece destaques acima da sua categoria, o software da câmera já é mais condizente com a faixa de mercado em que ele se encaixa. Ou seja, aqui, não há grandes destaques e o aparelho traz uma usabilidade bem simples. Uma vez que o app da câmera esteja aberto, você encontrará o botão de disparo, além da opção para trocar a câmera, selecionar o modo que você queira utilizar (foto, vídeo, panorâmica, câmera lenta ou modo profissional), além do HDR, flash e timer.

    Nos aparelhos da Motorola, o modo manual é chamado de modo profissional, no qual você pode alterar algumas características mais fundamentais da fotografia, como ISO, balanço de branco e foco. Nós já havíamos pontuado um porém desse aspecto no Moto G5 Plus, mas como os aparelhos são idênticos em termos de interface, aqui também vale pontuar: a Lenovo poderia ter deixado as funções mais auto-explicativas, descrevendo o que cada ícone representa no modo profissional e quais aspectos da foto poderiam ser alterados. Pode ser uma forma de valorizar a personalização das fotos e até mesmo a exploração do bom sensor que o aparelho possui.

    Falando nisso, os resultados do Moto G5 foram bastante positivos. Ele não é um smartphone top de linha nesse quesito - e também não é algo que esperamos de um aparelho com o seu preço. É possível tirar belas fotos com a câmera do Moto G5, mas tudo depende da boa luminosidade no ambiente.

    Em um belo dia de sol, as fotos que tiramos ficaram com ótimos resultados. A taxa de contraste ficou muito positiva, as cores não ficaram muito saturadas - e também não trouxeram um aspecto opaco - e o nível de brilho também teve destaque. Tudo isso, na conta final, nos rendeu ótimos cliques com a câmera do Moto G5.

    Mas, é só ir para um ambiente mais escuro que a história muda totalmente de vertente. E isso já era esperado antes dos nossos testes. Não só smartphones com essa faixa de preço historicamente sofrem um pouco mais em locais com baixa luminosidade quanto o Moto G5 Plus - que possui uma abertura até maior do que a versão convencional - também obteve resultados razoáveis nesse cenário. Na prática, tudo isso que estamos pontuando teve a seguinte tradução: as fotos ficaram em uma faixa aceitável, mas ainda abaixo do que podemos chamar de "uma boa foto em local escuro". Isso porque as produções ficaram sem muita definição e com algum nível de granulação.

    Ah, e tudo isso que dissemos vale tanto para a câmera frontal quanto para a traseira e também para os vídeos.

    O foco, no geral, faz um bom trabalho, sobretudo em momentos no qual você vai tirar uma foto mais aberta. Mas quando aproximamos um objeto da câmera, vemos uma certa dificuldade do aparelho em focar alguns detalhes.

     

    Outro detalhe que já havíamos presenciado na versão Plus do aparelho e que também foi notado no Moto G5 é o fato de que o pós-processamento é o grande responsável por dar qualidade às imagens. Ou seja, no momento que você está tirando as fotos (antes do clique), o que é mostrado na tela do Moto G5 possui uma qualidade inferior à produção final de fato. Isso é bem ruim, já que você acaba não tendo uma referência na hora de tirar a fotografia.

    Conclusão

    Está pensando em comprar um smartphone, quer aproveitar bons recursos mas não possui um investimento grande para aplicar em linhas mais premium do mercado? O Moto G5 pode ser uma solução mais do que bem-vinda.

    Os aparelhos da linha G historicamente são conhecidos pelo bom custo-benefício e por entregarem bons recursos a uma preço "mais em conta". E o smartphone da quinta geração não poderia ser diferente. Ele conta com diferenciais como o Moto Ações - já consagrado em aparelhos da marca - e também com um leitor de digitais que pode servir para navegar por todo o aparelho.

    Mas não são só de recursos que um smartphone é feito, certo? Por isso, ele também entrega um design diferenciado que parece elevar o Moto G5 a uma faixa de mercado até superior a que de fato ele ocupa. Além disso, seu desempenho é muito bom para a sua categoria, conseguindo rodar até jogos mais pesados sem grandes dificuldades.

    É bom ressaltar, no entanto, que ainda estamos falando de um smartphone mais básico. Portanto, é natural que ele revele algumas limitações em alguns momentos. E é na câmera que presenciamos isso na prática. Em ambientes abertos, sem problemas. As fotos são excelentes e conseguem atingir ótimos resultados. Mas são em locais fechados que não vemos a mesma qualidade em suas produções. As fotos ficam um pouco granuladas e sem muita definição.

     

    No geral, no entanto, é louvável o trabalho feito pela Lenovo, trazendo um smartphone completo a um preço abaixo de muitos concorrentes.

    Matérias Relacionadas
    10/10 Recomendo este produto
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Verificado
    8/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Avaliação Geral95%Recomendam a compra
    9/10Baseado em 638 avaliações
    Aspectos Positivos
    • Custo-Benefício
    • Facilidade de Uso
    • Design
    • Display
    • Funções e Características
    • Câmera
    • Durabilidade
    • Duração da Bateria
    Aspectos Negativos
    • Qualidade do Som
    Enviar sua Avaliação