BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Smartphone Motorola Moto G 3ª Geração XT1543 8GB
Ícone de Favorito

8/10 (Baseado em 146 avaliações)
Avaliação do Especialista
Prós
  • Todas as versões suportam 4G nos dois slots

  • Bom desempenho e é a prova d’água

  • Moto Maker chegou ao Brasil

  • Bateria duradoura

  • Design agradável

Ler a avaliação completa
  • Ordenar por:
  • Smartphone Novo Moto G 3ª Geração, Dual Chip, Preto, Tela 5 ´, 4G+WiFi, Android 5.1, 13MP, 8 GB - Motorola
    Casas Bahia

    Smartphone Novo Moto G 3ª Geração, Dual Chip, Preto, Tela 5 ´, 4G+WiFi, Android 5.1, 13MP, 8 GB - Motorola

  • Smartphone Motorola Moto G 3 Dualchip 8GB 4G Câmera 13MP + Frontal 5MP
    Lojas Benoit

    Smartphone Motorola Moto G 3 Dualchip 8GB 4G Câmera 13MP + Frontal 5MP

  • Smartphone Motorola Moto G ( 3ª Geração ) Dual Chip Android 5.1 Tela 5 ´ 8GB 4G Câmera 13MP - Preto
    Submarino

    Smartphone Motorola Moto G ( 3ª Geração ) Dual Chip Android 5.1 Tela 5 ´ 8GB 4G Câmera 13MP - Preto

  • Smartphone Motorola Moto G ( 3ª Geração ) Dual Chip Android 5.1 Tela 5 ´ 8GB 4G Câmera 13MP - Preto
    Shoptime

    Smartphone Motorola Moto G ( 3ª Geração ) Dual Chip Android 5.1 Tela 5 ´ 8GB 4G Câmera 13MP - Preto

    • Ver histórico:
    Achou caro?
    Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
    Maior preço registrado:R$ 1.099,00
    Menor preço registrado:R$ 699,00
    Me avise quando o preço chegar em:
    0%
    0%
    100%
    Arraste a barra para controlar o valor do pedido
    Tela
    Tamanho da Tela5.0
    Resolução1280 X 720 Pixels
    Tipo de TelaHD
    Informações Básicas
    TipoSmartphone
    LinhaMoto G
    MarcaMotorola
    ChipsDual Chip
    Modelo3ª Geração XT1543 8GB
    Câmera
    Funções da CâmeraFilma em Full HD
    Câmera Traseira13.0 Megapixels
    Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
    Software
    VersãoLollipop
    Sistema OperacionalAndroid
    Hardware
    ProcessadorQualcomm Snapdragon 410
    EntradasFone de Ouvido
    Velocidade do Processador1.4 GHz
    Memória Interna8 GB
    Memória RAM1 GB RAM
    NúcleosQuad-Core (4 Núcleos)
    Características e Conectividade
    Internet4G
    RecursosMP3 Player
    ProteçãoResistente à Água
    Dimensões
    Altura142,1 mm
    Profundidade11,6 mm
    Largura72,4 mm
    Peso155 g
    Bateria
    Bateria2470 mAh
    Por Colaborador em 10/08/2015
    Para continuar ganhando, Motorola aposta em mudanças pontuais na 3ª Geração do Moto G

    Com design repaginado, bateria com boa duração, suporte 4G em todas as versões e ótimo desempenho são alguns dos maiores pontos do Moto G

    Prós
    • Todas as versões suportam 4G nos dois slots

    • Bom desempenho e é a prova d’água

    • Moto Maker chegou ao Brasil

    • Bateria duradoura

    • Design agradável

    Contras
    • Conta com apenas 8 GB de memória interna

    • Câmera lenta decepciona

    A Motorola decidiu mudar o visual do seu popstar. É claro que estamos falando do Moto G. A terceira geração do smartphone sofreu mudanças pontuais no design, agora todas as versões são dual chip e 4G, todos também são a prova d’água e finalmente o Moto Maker chegou ao Brasil. E o que é isso? É o programa virtual que a Motorola recentemente disponibilizou no Brasil para que você construa o seu próprio Moto G, colocando frase, mudando a capa, alterando a memória RAM e etc. Resumindo: você pode montar o seu próprio Moto G, de qualquer forma.

    A Motorola decidiu mudar o visual do seu popstar. É claro que estamos falando do Moto G. A terceira geração do smartphone sofreu mudanças pontuais no design, agora todas as versões são dual chip e 4G, todos também são a prova d’água e finalmente o Moto Maker chegou ao Brasil. E o que é isso? É o programa virtual que a Motorola recentemente disponibilizou no Brasil para que você construa o seu próprio Moto G, colocando frase, mudando a capa, alterando a memória RAM e etc. Resumindo: você pode montar o seu próprio Moto G, de qualquer forma.

    Tela, design e a prova d?água

    Uma das poucas características sem alteração foi a tela. Na segunda e na terceira geração a tela é de IPS de 5 polegadas com resolução HD (1280 x 720 pixels) e densidade de 294 pontos, ou seja, o display continua com imagens satisfatórias e com um bom ângulo de visão. Entretanto a tela reflete bastante, prejudicando a visibilidade. A tela ainda conta com a proteção Gorilla Glass 3.

    Não se preocupe também com o teclado virtual, que é bastante espaçoso. Para quem gosta, o Swype, aquele recurso de deslizar nas letras para formar as palavras, também está presente.

    O design foi o que mais mudou, começando pela espessura, que varia entre 6,1 e 11,6 milímetros. “Varia” porque o Moto G possui uma traseira curva, o que garante uma ótima ergonomia. O Moto G de 3ª geração possui um bom acabamento com bordas feitas de plástico e arredondadas e as capinhas texturizadas dão uma pegada ainda melhor que no modelo anterior.

    No mais é basicamente o mesmo. O P2 e o microfone ficam na parte superior, liga/desliga e controle de volume do lado direito, microUSB na parte inferior, a câmera de 13 MP e o flash duplo na traseira.  Já na parte frontal, encontramos a câmera frontal de 5 MP e os altos falantes, destinados para ligação e também para o som. A tampa traseira pode ser removida e você pode acessar aos slots para os chips e cartão microSD.

     

    Foi se o tempo que os smartphones levavam uma chuvinha e paravam de funcionar. A Motorola resolveu entrar na onda e fazer o Moto G 2ª geração com a tecnologia a prova d’água, mas apenas contra respingos. Mas na 3ª geração do aparelho, a Motorola incluiu a certificação IPX7, que permite ao aparelho ficar embaixo d’água por até 30 minutos em um metro de profundidade.

    Uma das poucas características sem alteração foi a tela. Na segunda e na terceira geração a tela é de IPS de 5 polegadas com resolução HD (1280 x 720 pixels) e densidade de 294 pontos, ou seja, o display continua com imagens satisfatórias e com um bom ângulo de visão. Entretanto a tela reflete bastante, prejudicando a visibilidade. A tela ainda conta com a proteção Gorilla Glass 3.

    Não se preocupe também com o teclado virtual, que é bastante espaçoso. Para quem gosta, o Swype, aquele recurso de deslizar nas letras para formar as palavras, também está presente.

    O design foi o que mais mudou, começando pela espessura, que varia entre 6,1 e 11,6 milímetros. “Varia” porque o Moto G possui uma traseira curva, o que garante uma ótima ergonomia. O Moto G de 3ª geração possui um bom acabamento com bordas feitas de plástico e arredondadas e as capinhas texturizadas dão uma pegada ainda melhor que no modelo anterior.

    No mais é basicamente o mesmo. O P2 e o microfone ficam na parte superior, liga/desliga e controle de volume do lado direito, microUSB na parte inferior, a câmera de 13 MP e o flash duplo na traseira.  Já na parte frontal, encontramos a câmera frontal de 5 MP e os altos falantes, destinados para ligação e também para o som. A tampa traseira pode ser removida e você pode acessar aos slots para os chips e cartão microSD.

     

    Foi se o tempo que os smartphones levavam uma chuvinha e paravam de funcionar. A Motorola resolveu entrar na onda e fazer o Moto G 2ª geração com a tecnologia a prova d’água, mas apenas contra respingos. Mas na 3ª geração do aparelho, a Motorola incluiu a certificação IPX7, que permite ao aparelho ficar embaixo d’água por até 30 minutos em um metro de profundidade.

    Especificações técnicas, armazenamento e recursos

    Por dentro também houve modificações. Agora o Moto G de 3ª geração conta com um processador 64-bit quad-core Qualcomm Snapdragon 410 de 1.4 GHz, 1 GB de RAM e GPU Adreno 306. O Moto G também vem com o Android Lollipop 5.1.1. Segundo a Motorola o Android é praticamente puro, apenas o recurso Assist que é próprio da Motorola.  O Moto G suporta 4G nos dois slots de chip. Além disso, o aparelho conta com Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e GPS.

    Esse modelo, como dissemos, possui 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno, ou seja, não dá para instalar tantos programas assim, mas é possível expandir a memória interna por meio de um cartão MicroSD de até 32 GB.

    Como dissemos lá no primeiro tópico, a Motorola deu continuidade ao Moto Assist. Sim, aquele assistente da Motorola que impede que você seja incomodado durante o sono, ou numa reunião, ou em qualquer lugar.

    Outro recurso interessante é a Moto Tela, que já estava embarcada na Moto X. Com ela você pode escolher se quer ver as notificações diretamente ou quer apenas desbloquear a tela.

    Por dentro também houve modificações. Agora o Moto G de 3ª geração conta com um processador 64-bit quad-core Qualcomm Snapdragon 410 de 1.4 GHz, 1 GB de RAM e GPU Adreno 306. O Moto G também vem com o Android Lollipop 5.1.1. Segundo a Motorola o Android é praticamente puro, apenas o recurso Assist que é próprio da Motorola.  O Moto G suporta 4G nos dois slots de chip. Além disso, o aparelho conta com Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e GPS.

    Esse modelo, como dissemos, possui 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno, ou seja, não dá para instalar tantos programas assim, mas é possível expandir a memória interna por meio de um cartão MicroSD de até 32 GB.

    Como dissemos lá no primeiro tópico, a Motorola deu continuidade ao Moto Assist. Sim, aquele assistente da Motorola que impede que você seja incomodado durante o sono, ou numa reunião, ou em qualquer lugar.

    Outro recurso interessante é a Moto Tela, que já estava embarcada na Moto X. Com ela você pode escolher se quer ver as notificações diretamente ou quer apenas desbloquear a tela.

    Desempenho, câmera e bateria

    A performance do Moto G é aquilo que esperávamos. Não é problema para o processador de 1.4 GHz transitar entre telas, abrir e fechar aplicativos, a experiência foi bastante fluída e o aparelho não apresentou maiores problemas. Entretanto é recomendável que todos os apps sejam fechados antes de jogar ou abrir outros aplicativos mais pesados. Isso ocorre porque 1 GB de RAM não é o ideal para que o Moto G aguente tantos aplicativos abertos ao mesmo tempo.

    Se você é daqueles viciados em games, não se preocupe, o Moto G vai te acompanhar tanto em jogos mais leves, como Jetpack e Subway Surfers, quanto em mais pesados, como Real Racing 3 e Modern Combat 5). Tudo foi muito bem. Mas, vale dizer novamente, para uma experiência completa e sem estresse, é recomendável fechar todos os aplicativos antes.

    A câmera do Moto G sofreu uma leve melhora da 2ª geração. Agora a câmera conta com um sensor de 13 MP, enquanto a do modelo antigo era de 8 MP, e a ótima qualidade da foto continua a mesma. Apenas é notável que desta vez a Motorola priorizou o equilíbrio de cores, enquanto no Moto G 2ª Geração as cores eram bem mais vivas e claras.

    Quando o ambiente é bem iluminado as fotos saem bem legais, mas em ambientes com menos luz é necessário usar o flash – agora duplo – para que a foto tenha uma qualidade aceitável. Nos recursos, a câmera oferece cliques com HDR, modo noturno – que não é tão bom assim - , controle de foco e exposição, temporizador, fotos sequenciais e panorama.

    Em vídeos a câmera traseira do Moto G também se sai bem – se estiver na velocidade normal. A gravação é feita em Full HD e a qualidade é bastante semelhante a das fotos. Mas na câmera lenta o resultado é bastante ruim, com lags bem visíveis e, nesse modo, a gravação é em HD.

    Agora falando da câmera frontal, que conta com 5 Megapixels, a Motorola igualou mais a qualidade entre as duas câmeras do aparelho. Quando bem iluminado, a foto é muito boa, mas caso não haja luz o resultado cai bastante. A câmera lenta da frontal é ainda pior que a da traseira, então nem pense em tentar algo nesse modo.

    A bateria do Moto G agora conta com 2470 mAh (80 mAh a mais que a 2ª geração). Para atestar a eficiência da bateria fizemos nosso teste padrão: 5 minutos de gravação de vídeo, 10 fotos, mais 15 minutos de visualização de fotos e vídeos, 20 minutos de jogos, mais 30 de GPS, outros 30 de ligação e mais 3 horas de navegação na internet.

    Começando o teste às 9 da manhã e finalizando às 6 da tarde, o Moto G ainda estava com 40%. Um resultado bem acima da média para um smartphone intermediário. Segundo o teste, o usuário poderá usar o telefone o dia todo que não precisará dar uma recarga no meio do dia.

    A performance do Moto G é aquilo que esperávamos. Não é problema para o processador de 1.4 GHz transitar entre telas, abrir e fechar aplicativos, a experiência foi bastante fluída e o aparelho não apresentou maiores problemas. Entretanto é recomendável que todos os apps sejam fechados antes de jogar ou abrir outros aplicativos mais pesados. Isso ocorre porque 1 GB de RAM não é o ideal para que o Moto G aguente tantos aplicativos abertos ao mesmo tempo.

    Se você é daqueles viciados em games, não se preocupe, o Moto G vai te acompanhar tanto em jogos mais leves, como Jetpack e Subway Surfers, quanto em mais pesados, como Real Racing 3 e Modern Combat 5). Tudo foi muito bem. Mas, vale dizer novamente, para uma experiência completa e sem estresse, é recomendável fechar todos os aplicativos antes.

    A câmera do Moto G sofreu uma leve melhora da 2ª geração. Agora a câmera conta com um sensor de 13 MP, enquanto a do modelo antigo era de 8 MP, e a ótima qualidade da foto continua a mesma. Apenas é notável que desta vez a Motorola priorizou o equilíbrio de cores, enquanto no Moto G 2ª Geração as cores eram bem mais vivas e claras.

    Quando o ambiente é bem iluminado as fotos saem bem legais, mas em ambientes com menos luz é necessário usar o flash – agora duplo – para que a foto tenha uma qualidade aceitável. Nos recursos, a câmera oferece cliques com HDR, modo noturno – que não é tão bom assim - , controle de foco e exposição, temporizador, fotos sequenciais e panorama.

    Em vídeos a câmera traseira do Moto G também se sai bem – se estiver na velocidade normal. A gravação é feita em Full HD e a qualidade é bastante semelhante a das fotos. Mas na câmera lenta o resultado é bastante ruim, com lags bem visíveis e, nesse modo, a gravação é em HD.

    Agora falando da câmera frontal, que conta com 5 Megapixels, a Motorola igualou mais a qualidade entre as duas câmeras do aparelho. Quando bem iluminado, a foto é muito boa, mas caso não haja luz o resultado cai bastante. A câmera lenta da frontal é ainda pior que a da traseira, então nem pense em tentar algo nesse modo.

    A bateria do Moto G agora conta com 2470 mAh (80 mAh a mais que a 2ª geração). Para atestar a eficiência da bateria fizemos nosso teste padrão: 5 minutos de gravação de vídeo, 10 fotos, mais 15 minutos de visualização de fotos e vídeos, 20 minutos de jogos, mais 30 de GPS, outros 30 de ligação e mais 3 horas de navegação na internet.

    Começando o teste às 9 da manhã e finalizando às 6 da tarde, o Moto G ainda estava com 40%. Um resultado bem acima da média para um smartphone intermediário. Segundo o teste, o usuário poderá usar o telefone o dia todo que não precisará dar uma recarga no meio do dia.

    Conclusão

    O Moto G é aquele celular que assim que é lançado já tem procura nas lojas. Por isso a Motorola resolveu melhorar aquilo que já era bom na 2 ª geração.
    O suporte 4G em todas as versões e nos dois slots de chips é um atrativo bastante interessante, principalmente tratando-se de um celular intermediário. Agora o celular pode ficar até 30 minutos submerso em até 1 metro de profundidade, mas não é possível mexer nele. O processador também melhorou, agora de quad-core de 1.4 Ghz permite fluidez e ótima experiência em qualquer tarefa. Contudo, é bom fechar todos os aplicativos antes de começar a jogatina. A bateria de fato dura o dia todo, como disse a Motorola na apresentação do Moto G. E é claro, o Moto Maker finalmente chegou ao Brasil e agora você pode confeccionar o seu próprio aparelho.
    O ponto mais negativo é a câmera lenta que decepciona e apresenta lags. 

    Matérias Relacionadas
    10/10 Recomendo este produto
    10/10 Recomendo este produto
    10/10 Recomendo este produto
    8/10 Recomendo este produto
    Verificado
    10/10 Recomendo este produto
    Avaliação Geral89%Recomendam a compra
    8/10Baseado em 146 avaliações
    Aspectos Positivos
    • Design
    • Funções e Características
    • Câmera
    • Facilidade de Uso
    • Durabilidade
    • Display
    • Custo-Benefício
    • Duração da Bateria
    Enviar sua Avaliação