BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Navegue logado e tenha proteção em suas compras. O Buscapé te protege em até R$ 5 mil.

Smartphone Motorola Moto G 3ª Geração XT1543 16GB
Ícone de Favorito

93% Recomendam a compra
Avaliação do Especialista
Prós
  • Pode mergulhar em água doce, a até 1 metro de profundidade

  • Traseira mais confortável nas mãos

  • Câmera bem melhor

  • Dual-chip 4G

Ler a avaliação completa
  • Ordenar por:
  • Ver histórico:
Achou caro?
Crie um alerta de preço que a gente avisa você!
Maior preço registrado:R$ 2.997,00
Menor preço registrado:R$ 648,96
Me avise quando o preço chegar em:
0%
0%
100%
Arraste a barra para controlar o valor do pedido
Informações Básicas
TipoSmartphone
MarcaMotorola
LinhaMoto G
Modelo3ª Geração XT1543 16GB
ChipsDual Chip
Câmera
Câmera Traseira13.0 Megapixels
Funções da CâmeraFilma em Full HD
Câmera Frontal5.0 Megapixels Frontal
Tela
Tamanho da Tela5.0 polegadas
Tipo de TelaHD
Resolução1280 X 720 Pixels
Hardware
ProcessadorQualcomm Snapdragon 410
NúcleosQuad-Core (4 Núcleos)
Velocidade do Processador1.4 GHz
Memória Interna16 GB
Memória RAM1 GB RAM
EntradasFone de Ouvido
Software
Sistema OperacionalAndroid
VersãoLollipop
Características e Conectividade
Internet4G
RecursosBluetooth 4.0
ProteçãoResistente à Água
Bateria
Bateria2470 mAh
Dimensões
Largura72,4 mm
Altura142,1 mm
Profundidade11,6 mm
Peso155 g
Por Colaborador em 28/10/2015
Com corpo que pode mergulhar e traseira remodelada, o Moto G de terceira geração tenta chamar sua atenção

Em sua terceira geração, o Moto G chega com possibilidade de dar mergulhos em água doce, nova câmera e traseira mais confortável nas mãos

Prós
  • Pode mergulhar em água doce, a até 1 metro de profundidade

  • Traseira mais confortável nas mãos

  • Câmera bem melhor

  • Dual-chip 4G

Contras
  • Poucas mudanças do lado de dentro

  • Traseira aparenta fragilidade

A Motorola criou a terceira geração de um de seus smartphones que mais fizeram sucesso, adicionando a capacidade de mergulhar em água doce, nova câmera, corpo mais robusto e sem mudar muita coisa do lado de dentro. Será que, mesmo com esta pequena mudança, o Moto G continua competitivo contra seus concorrentes? É o que vamos descobrir nesta análise.

A Motorola criou a terceira geração de um de seus smartphones que mais fizeram sucesso, adicionando a capacidade de mergulhar em água doce, nova câmera, corpo mais robusto e sem mudar muita coisa do lado de dentro. Será que, mesmo com esta pequena mudança, o Moto G continua competitivo contra seus concorrentes? É o que vamos descobrir nesta análise.

Características físicas e experiência de uso

O Moto G tem todo o seu corpo feito em plástico, sem rebarbas ou defeitos na fabricação. A frente apresenta uma tela IPS LCD de 5 polegadas, com resolução de 1280 x 720 pixels, densidade aproximada de 294 pixels por polegada, proteção de Gorilla Glass 3 e que ocupa aproximadamente 67% da frente do dispositivo. Ainda por aqui temos os dois alto-falantes (apenas um reproduz áudio, o outro é apenas para chamadas), sensores de luz, proximidade e a câmera frontal de 5 megapixels.

No lado direito ficam os controles de volume e botão liga/desliga, com nada no lado oposto. Atrás temos uma tampa com textutra emborrachada e que encaixa bem nas mãos, mas que aparenta fragilidade no uso cotidiano. Por aqui está a câmera de 13 megapixels, flash LED e mais nada. Abaixo da tampa temos espaço apenas para dois chips, outro para o cartão microSD de até 32 GB e a bateria, não removível, que opera com 2.470mAh, que é mais do que o suficiente para um dia inteiro de uso moderado.

Suas dimensões são de 14,2 centímetros de altura, por 7,2 centímetros de largura e 1,1 centímetro de espessura, tudo isso somado aos 155 gramas de peso total. Estes números revelam um smartphone gordinho, mas que encaixa muito bem nas mãos. O teclado é virtual e tira bom proveito da tela, oferecendo teclas com bom espaçamento e isso resulta em uma digitação veloz e precisa.

O Moto G tem todo o seu corpo feito em plástico, sem rebarbas ou defeitos na fabricação. A frente apresenta uma tela IPS LCD de 5 polegadas, com resolução de 1280 x 720 pixels, densidade aproximada de 294 pixels por polegada, proteção de Gorilla Glass 3 e que ocupa aproximadamente 67% da frente do dispositivo. Ainda por aqui temos os dois alto-falantes (apenas um reproduz áudio, o outro é apenas para chamadas), sensores de luz, proximidade e a câmera frontal de 5 megapixels.

No lado direito ficam os controles de volume e botão liga/desliga, com nada no lado oposto. Atrás temos uma tampa com textutra emborrachada e que encaixa bem nas mãos, mas que aparenta fragilidade no uso cotidiano. Por aqui está a câmera de 13 megapixels, flash LED e mais nada. Abaixo da tampa temos espaço apenas para dois chips, outro para o cartão microSD de até 32 GB e a bateria, não removível, que opera com 2.470mAh, que é mais do que o suficiente para um dia inteiro de uso moderado.

Suas dimensões são de 14,2 centímetros de altura, por 7,2 centímetros de largura e 1,1 centímetro de espessura, tudo isso somado aos 155 gramas de peso total. Estes números revelam um smartphone gordinho, mas que encaixa muito bem nas mãos. O teclado é virtual e tira bom proveito da tela, oferecendo teclas com bom espaçamento e isso resulta em uma digitação veloz e precisa.

Características técnicas e desempenho

Do lado de dentro temos um processador Qualcomm MSM8916 Snapdragon 410, rodando quatro núcleos 64 bits em 1.4 GHz, acompanhados de 1 GB de memória RAM e 16 GB de memória interna, com uma GPU Adreno 306. Este conjunto oferece um desempenho muito bom, com animações e transições que não exibem engasgos com facilidade, mesmo quando há até cinco apps abertos ao mesmo tempo. Em jogos, testamos títulos como Asphalt 8 e Real Racing 3, que rodaram bem e sem travamentos, com os gráficos quase que no máximo.

O Android que controla tudo isso está na versão 5.0 e os menus são de fácil acesso, graças ao grande contraste dos textos e ícones coloridos. A lista de apps pré-instalados inclui o Gmail, YouTube, Google Chrome, buscador e assistente de voz do Google, Google Maps e até um pequeno editor de fotos e vídeos. Na parte de músicas, o smartphone é capaz de reproduzir os formatos MP3, AAC+, WAV e Flac, enquanto que os vídeos são reconhecidos nos formatos MP4 e H.264, de alta definição.

Na parte de comunicações, temos Wi-Fi nos padrões b, g e n, com roteador, Bluetooth 4.0 com A2DP e LE, GPS com A-GPS, GLONASS e Beidou, rádio FM que pode gravar o que é reproduzido, 3G quadriband e 4G funcionando no padrão brasileiro.

Do lado de dentro temos um processador Qualcomm MSM8916 Snapdragon 410, rodando quatro núcleos 64 bits em 1.4 GHz, acompanhados de 1 GB de memória RAM e 16 GB de memória interna, com uma GPU Adreno 306. Este conjunto oferece um desempenho muito bom, com animações e transições que não exibem engasgos com facilidade, mesmo quando há até cinco apps abertos ao mesmo tempo. Em jogos, testamos títulos como Asphalt 8 e Real Racing 3, que rodaram bem e sem travamentos, com os gráficos quase que no máximo.

O Android que controla tudo isso está na versão 5.0 e os menus são de fácil acesso, graças ao grande contraste dos textos e ícones coloridos. A lista de apps pré-instalados inclui o Gmail, YouTube, Google Chrome, buscador e assistente de voz do Google, Google Maps e até um pequeno editor de fotos e vídeos. Na parte de músicas, o smartphone é capaz de reproduzir os formatos MP3, AAC+, WAV e Flac, enquanto que os vídeos são reconhecidos nos formatos MP4 e H.264, de alta definição.

Na parte de comunicações, temos Wi-Fi nos padrões b, g e n, com roteador, Bluetooth 4.0 com A2DP e LE, GPS com A-GPS, GLONASS e Beidou, rádio FM que pode gravar o que é reproduzido, 3G quadriband e 4G funcionando no padrão brasileiro.

Acessórios e o que há na caixa

A lista de acessórios compatíveis com o Moto G é imensa, incluindo cabos sobressalentes, capas protetoras e películas para o vidro. Na caixa temos o smartphone, cabo de dados, carregador de tomada, fone de ouvido e manual de instruções.

A Motorola oferece 12 meses de garantia.

A lista de acessórios compatíveis com o Moto G é imensa, incluindo cabos sobressalentes, capas protetoras e películas para o vidro. Na caixa temos o smartphone, cabo de dados, carregador de tomada, fone de ouvido e manual de instruções.

A Motorola oferece 12 meses de garantia.

Conclusão

Se você é amante da linha Moto G, pode ter a terceira geração do aparelho como compra certa. A Motorola manteve o que fez certo nas duas últimas gerações, colocou pouca coisa nova no processador, mudou a traseira e melhorou bastante a câmera da parte de trás. Estas mudanças valem o investimento, mas apenas se você tem o Moto G da primeira geração.

Matérias Relacionadas
Moto C Plus, Moto E4 e Moto E4 Plus chegam ao Brasil
Android ou iPhone: vale a pena trocar de celular?
Motorola lança Moto Z2 Play no Brasil
Conheça a Lenovo e seus melhores celulares
8/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral93%Recomendam a compra
8/10Baseado em 579 avaliações
Aspectos Positivos
  • Câmera
  • Design
  • Facilidade de Uso
  • Funções e Características
  • Durabilidade
  • Display
  • Custo-Benefício
  • Duração da Bateria
Pontos de Atenção
  • Som
Enviar sua Avaliação