Smart TV Samsung Série 5 UN50J5500AG 50 polegadas LED Plana
Ícone de Favorito

8/10 (Baseado em 16 avaliações)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Avaliação do Especialista
Energia
Consumo Stand-by0,5 W
Consumo de Energia143 W
Tela
TelaPlana
Tipo de TelaLED
Tamanho da Tela50 polegadas
Resolução de Imagem1920 x 1080 Pixel
Frequência120 Hz
DefiniçãoFull HD
Informações Básicas
MarcaSamsung
ModeloUN50J5500AG
TipoSmart TV
LinhaSérie 5
Dimensões
Peso12,4 Kg
Altura com Base703,6 mm
Altura647,8 mm
Profundidade67,5 mm
Largura1117,8 mm
Peso com Base13,4 Kg
Profundidade com Base310,5 mm
Largura com Base1117,8 mm
Recursos e Conexões
ConexõesRF
Entradas HDMI3 Entradas HDMI
FunçõesPIP
Potência de saída20 W
TecnologiaSmart TV
Por Colaborador em 31/07/2015
SmartTV da Samsung não faz nada mais que as exigências do mercado

Modelo conta com qualidade de imagem e som apenas suficiente

Prós
  • Design
Contras
  • Frequência de 120 Hz

     

  • 3 entradas HDMI e 2 USB

Essa SmartTV da Samsung de 50 polegadas é razoável, mas não foge muito disso: realiza apenas o que se espera de uma TV que cumpra as exigências básicas do mercado. Confira!

Essa SmartTV da Samsung de 50 polegadas é razoável, mas não foge muito disso: realiza apenas o que se espera de uma TV que cumpra as exigências básicas do mercado. Confira!

SmartTV com Wi-Fi integrado e belo design numa tela LED de 50 polegadas

A base em formato de aerofólio certamente foi uma boa ideia da Samsung. Ela conseguiu conferir aos seus mais novos modelos um ar distinto, quase futurista, ao mesmo tempo em que conserva em todo o resto da televisão um caráter simples e básico, direto ao ponto. Conta com alguns detalhes, é verdade, que se harmonizam com os detalhes da base. A tonalidade prateada é um deles. Majoritariamente na cor preta, o modelo conta com a parte de baixo da moldura e a parte principal da base no tom prateado, tendo nesse contraste uma espécie de harmonia.

O modelo conta com bordas ultrafinas, apesar de seu tamanho elevado (são 50 polegadas). Por conta da moldura também bastante fina, ele acaba tendo uma dimensão não tão grande em uma escala comparativa. O modelo é dotado de apenas 6,75 cm de profundidade. Com a base, essa medida passa a ter 31,05 cm, mas é claro, dizendo respeito à dimensão exclusivamente da base. Outras dimensões incluem uma altura que varia entre 64,78 cm sem o suporte e 70,36 cm com ele; além de uma largura que permanece com 111,78 cm. O peso do modelo sofre uma alteração de 1 kg, passando de 12,4 kg sem o pedestal para 13,4 kg com ele, denotando-se tratar de um modelo levíssimo para uma TV de 50 polegadas.

O modelo conta com recurso Smart com Wi-Fi integrado. Ou seja, vem praticamente pronto para o acesso à internet. Para que isso se efetue, no entanto, o usuário deve se assegurar de contar, em sua casa ou em qualquer outro local que a TV será instalada, com uma rede wireless. A partir disso, surgem as disponibilidades do modelo: navegador livre, aplicativos de redes sociais e notícias, Netflix, YouTube, dentre outros compõe o panorama básico do modelo. Todos eles dispostos de maneira intuitiva, lado a lado, de modo que não ocupe em demasia a visão do usuário cobrindo toda a tela no momento em que seleciona qual aplicativo deseja utilizar.

Infelizmente, o modelo não parece levar para todas as suas extensões as características Smart que traz dentro de si. Modelos concorrentes, por exemplo, contam com controles remotos extremamente práticos, em que existe a opção de deslizar por uma barra de rolagem que remete a um mouse ou a um touchpad, movendo o cursor pela TV livremente, não da maneira engendrada como nos modelos que não tem essa função disponível (no caso, esse daqui, que conta apenas com o mais básico e habitual em termos de controle remoto: funções direcionais, numéricas e de configurações gerais).

Sua tela é de LED e conta com 50 polegadas.

A base em formato de aerofólio certamente foi uma boa ideia da Samsung. Ela conseguiu conferir aos seus mais novos modelos um ar distinto, quase futurista, ao mesmo tempo em que conserva em todo o resto da televisão um caráter simples e básico, direto ao ponto. Conta com alguns detalhes, é verdade, que se harmonizam com os detalhes da base. A tonalidade prateada é um deles. Majoritariamente na cor preta, o modelo conta com a parte de baixo da moldura e a parte principal da base no tom prateado, tendo nesse contraste uma espécie de harmonia.

O modelo conta com bordas ultrafinas, apesar de seu tamanho elevado (são 50 polegadas). Por conta da moldura também bastante fina, ele acaba tendo uma dimensão não tão grande em uma escala comparativa. O modelo é dotado de apenas 6,75 cm de profundidade. Com a base, essa medida passa a ter 31,05 cm, mas é claro, dizendo respeito à dimensão exclusivamente da base. Outras dimensões incluem uma altura que varia entre 64,78 cm sem o suporte e 70,36 cm com ele; além de uma largura que permanece com 111,78 cm. O peso do modelo sofre uma alteração de 1 kg, passando de 12,4 kg sem o pedestal para 13,4 kg com ele, denotando-se tratar de um modelo levíssimo para uma TV de 50 polegadas.

O modelo conta com recurso Smart com Wi-Fi integrado. Ou seja, vem praticamente pronto para o acesso à internet. Para que isso se efetue, no entanto, o usuário deve se assegurar de contar, em sua casa ou em qualquer outro local que a TV será instalada, com uma rede wireless. A partir disso, surgem as disponibilidades do modelo: navegador livre, aplicativos de redes sociais e notícias, Netflix, YouTube, dentre outros compõe o panorama básico do modelo. Todos eles dispostos de maneira intuitiva, lado a lado, de modo que não ocupe em demasia a visão do usuário cobrindo toda a tela no momento em que seleciona qual aplicativo deseja utilizar.

Infelizmente, o modelo não parece levar para todas as suas extensões as características Smart que traz dentro de si. Modelos concorrentes, por exemplo, contam com controles remotos extremamente práticos, em que existe a opção de deslizar por uma barra de rolagem que remete a um mouse ou a um touchpad, movendo o cursor pela TV livremente, não da maneira engendrada como nos modelos que não tem essa função disponível (no caso, esse daqui, que conta apenas com o mais básico e habitual em termos de controle remoto: funções direcionais, numéricas e de configurações gerais).

Sua tela é de LED e conta com 50 polegadas.

Qualidade de imagem e som de uma TV convencional

Apesar de ser uma TV de 50 polegadas, ou seja, um modelo que não se encontra entre os mais básicos que o usuário terá ao seu dispor quando se deparar com as demais TVs do mercado, em termos de imagem e som ele é bastante convencional. E é exatamente esse o termo que o define, tendo em vista que não trata-se de um modelo propriamente ruim, mas sim excessivamente limitado. Isso se denota logo de cara por uma taxa de atualização de imagens de apenas 120 Hz.

Como se sabe, quanto maior a capacidade de atualizar imagens de uma TV, maior será a sua nitidez. Especialmente em programas mais movimentados, a demanda por uma capacidade dessa se faz presente. No caso dessa Samsung, ela conta com o dobro do que a mais básica das TVs lançadas atualmente traria (no caso, 60 Hz). Mas ainda assim é pouco para o que se espera de um modelo de 50 polegadas. O mais indicado seria uma taxa como a presente em outros modelos da própria Samsung: acima de 240 Hz. Concorrentes trazem ao mercado alguns modelos com capacidade acima de 480 Hz.

A resolução do modelo é FullHD, o que corresponde à capacidade padrão atualmente. Modelos mais avançados já trazem uma resolução Ultra HD, com quatro vezes a capacidade de resolução desse aqui, mas o que mais predomina no mercado, ainda, são os modelos do porte desse aqui, com 1920 x 1080 pixel/linha. Portanto, não se pode imputar a pena do defeito a essa TV e sim da limitação: não é uma TV que alça voos altos, mas até agora cumpre de maneira razoável o que se propõe.

O diagnóstico é corroborado ainda pela capacidade de áudio. São 20 W RMS que a constituem, exatamente o que o usuário deve esperar de um modelo FullHD. Mais do que isso, por mais que seja possível ser encontrado, ainda é algo raro, e numa escala comparativa diria mais respeito a um diferencial do que a uma exigência. Menos do que isso é um defeito grave. Aqui, mais uma vez, a Samsung em questão cumpre suas exigências.

O modelo também conta com algumas tecnologias de distribuição de som como o DTS Premium Sound 5.1; Dolby Digital Plus ou DTS Studio Sound, que efetuam essa tarefa de maneira extremamente eficaz, aprimorando cada vez mais a qualidade do som para que se assemelhe a um estúdio.

Apesar de ser uma TV de 50 polegadas, ou seja, um modelo que não se encontra entre os mais básicos que o usuário terá ao seu dispor quando se deparar com as demais TVs do mercado, em termos de imagem e som ele é bastante convencional. E é exatamente esse o termo que o define, tendo em vista que não trata-se de um modelo propriamente ruim, mas sim excessivamente limitado. Isso se denota logo de cara por uma taxa de atualização de imagens de apenas 120 Hz.

Como se sabe, quanto maior a capacidade de atualizar imagens de uma TV, maior será a sua nitidez. Especialmente em programas mais movimentados, a demanda por uma capacidade dessa se faz presente. No caso dessa Samsung, ela conta com o dobro do que a mais básica das TVs lançadas atualmente traria (no caso, 60 Hz). Mas ainda assim é pouco para o que se espera de um modelo de 50 polegadas. O mais indicado seria uma taxa como a presente em outros modelos da própria Samsung: acima de 240 Hz. Concorrentes trazem ao mercado alguns modelos com capacidade acima de 480 Hz.

A resolução do modelo é FullHD, o que corresponde à capacidade padrão atualmente. Modelos mais avançados já trazem uma resolução Ultra HD, com quatro vezes a capacidade de resolução desse aqui, mas o que mais predomina no mercado, ainda, são os modelos do porte desse aqui, com 1920 x 1080 pixel/linha. Portanto, não se pode imputar a pena do defeito a essa TV e sim da limitação: não é uma TV que alça voos altos, mas até agora cumpre de maneira razoável o que se propõe.

O diagnóstico é corroborado ainda pela capacidade de áudio. São 20 W RMS que a constituem, exatamente o que o usuário deve esperar de um modelo FullHD. Mais do que isso, por mais que seja possível ser encontrado, ainda é algo raro, e numa escala comparativa diria mais respeito a um diferencial do que a uma exigência. Menos do que isso é um defeito grave. Aqui, mais uma vez, a Samsung em questão cumpre suas exigências.

O modelo também conta com algumas tecnologias de distribuição de som como o DTS Premium Sound 5.1; Dolby Digital Plus ou DTS Studio Sound, que efetuam essa tarefa de maneira extremamente eficaz, aprimorando cada vez mais a qualidade do som para que se assemelhe a um estúdio.

3 entradas HDMI e 2 USB

Em termos de conexões, no entanto, não é um modelo destacável. Aqui, ele cumpre o que se espera, mas o que se espera não é tão digno como o que existe mercado afora. No caso, ele traz 3 entradas HDMI e 2 USB, enquanto a melhor combinação encontrada seriam 4 entradas HDMI e 3 USB. O usuário pode até argumentar falando em necessidades e demandas distintas, mas vale ressaltar que, em tempos atuais, tais demandas estão crescendo cada vez mais e o usuário que no momento da aquisição da TV deseja apenas três entradas HDMI para conexão de eletrônicos em alta definição, depois de um tempo pode passar a querer quatro delas. Da mesma forma, aquele que sente a necessidade de apenas duas conexões USB pode em pouco tempo querer ter três portas disponíveis para reproduzir seus arquivos multimídias na tela da TV através de pendrives e HDs externos.

Em relação ao HDMI, esse modelo conta ainda com um recurso denominado HDMI-CEC, que possibilita que se sincronize os diversos eletrônicos em um controle remoto só, desde que compatíveis com tal tecnologia, poupando esforços e trazendo comodidade ao usuário.

Outras conexões incluem as tradicionais: uma entrada de vídeo componente; duas entradas de vídeo composto; uma saída de áudio (Mini Jack); uma saída de áudio óptico; 2 entradas de antena do tipo RF; além de uma conexão Ethernet (LAN) para o acesso à internet caso o usuário deseje efetuá-la através de cabos.

Na embalagem, é possível encontrar ainda um controle remoto modelo TM1250A com baterias, um cabo de força e um manual de instruções, além da própria TV e de sua base.

A garantia é de doze meses.

Em termos de conexões, no entanto, não é um modelo destacável. Aqui, ele cumpre o que se espera, mas o que se espera não é tão digno como o que existe mercado afora. No caso, ele traz 3 entradas HDMI e 2 USB, enquanto a melhor combinação encontrada seriam 4 entradas HDMI e 3 USB. O usuário pode até argumentar falando em necessidades e demandas distintas, mas vale ressaltar que, em tempos atuais, tais demandas estão crescendo cada vez mais e o usuário que no momento da aquisição da TV deseja apenas três entradas HDMI para conexão de eletrônicos em alta definição, depois de um tempo pode passar a querer quatro delas. Da mesma forma, aquele que sente a necessidade de apenas duas conexões USB pode em pouco tempo querer ter três portas disponíveis para reproduzir seus arquivos multimídias na tela da TV através de pendrives e HDs externos.

Em relação ao HDMI, esse modelo conta ainda com um recurso denominado HDMI-CEC, que possibilita que se sincronize os diversos eletrônicos em um controle remoto só, desde que compatíveis com tal tecnologia, poupando esforços e trazendo comodidade ao usuário.

Outras conexões incluem as tradicionais: uma entrada de vídeo componente; duas entradas de vídeo composto; uma saída de áudio (Mini Jack); uma saída de áudio óptico; 2 entradas de antena do tipo RF; além de uma conexão Ethernet (LAN) para o acesso à internet caso o usuário deseje efetuá-la através de cabos.

Na embalagem, é possível encontrar ainda um controle remoto modelo TM1250A com baterias, um cabo de força e um manual de instruções, além da própria TV e de sua base.

A garantia é de doze meses.

Conclusão

Essa TV de 50 polegadas da Samsung é exatamente o que se pode esperar de um modelo que se presta apenas a cumprir as exigências básicas do mercado de TVs atuais. Ou seja, não é um modelo propriamente ruim, sendo razoável para se sentar e assistir à televisão ou usufruir de algumas configurações básicas de internet, mas, numa escala comparativa com outros modelos, ele perde de alguns justamente por não trazer diferenciais de peso. Questões como a frequência ou o número de conexões denotam suas limitações.

Matérias Relacionadas
2/10 Não recomendo este produto
2/10 Não recomendo este produto
2/10 Não recomendo este produto
2/10 Não recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral68%Recomendam a compra
8/10Baseado em 16 avaliações
Aspectos Positivos
  • Qualidade da Imagem
  • Funções e Características
  • Design
  • Qualidade do Som
  • Custo-Benefício
Pontos de Atenção
  • Durabilidade
Enviar sua Avaliação