Smart TV Full HD Semp Toshiba LED 40 polegadas DL4077i
Ícone de Favorito

9/10 (Baseado em 21 avaliações)

Produto Indisponível

Avise-me quando chegar
Avaliação do Especialista
  • Ver histórico:
Energia
Consumo de Energia52 W
Tipo de VoltagemBivolt
Consumo Stand-by1 W
Voltagem110 / 220 V
Tela
Resolução de Imagem1920 x 1080 Pixel
Informações Básicas
Tipo de TelaLED
ModeloDL4077i
MarcaSemp Toshiba
Tam. da Tela40 polegadas
DefiniçãoFull HD
TipoSmart TV
Dimensões
Profundidade com Base220 mm
Altura com Base580 mm
Largura915 mm
Altura534 mm
Profundidade86 mm
Largura com Base915 mm
Recursos e Conexões
TecnologiaPVR Ready
Potência de saída12 W
FunçõesGuia Eletrônico de Programação
Sistema de SomEstéreo
ConexõesVGA
Por Colaborador em 29/06/2015
Apesar de contar com boa acessibilidade, TV Semp Toshiba de 40 polegadas apresenta baixo custo-benefício

Modelo traz problemas sérios nos quesitos de imagem e som

Prós
  • FullHD
Contras
  • Frequência de 60 Hz

     

  • Potência de áudio de 12 W RMS

     

  • Internet necessita de aquisição de adaptador Wi-Fi separadamente

Embora seja mais acessível que outros modelos de 40 polegadas, essa TV da Semp Toshiba conta com problemas graves em seus aspectos audiovisuais, que reduzem seu custo-benefício, tornando a sua aquisição um fator não tão interessante assim. Confira!

Embora seja mais acessível que outros modelos de 40 polegadas, essa TV da Semp Toshiba conta com problemas graves em seus aspectos audiovisuais, que reduzem seu custo-benefício, tornando a sua aquisição um fator não tão interessante assim. Confira!

Problemas de funcionalidade: adaptador Wi-Fi para uso de SmartTV tem que ser adquirido separadamente

Em termos de design, nada de novo. Muitas vezes a capa reflete o livro, e esse é um pouco o caso dessa Semp Toshiba, que, alinhada com o seu aspecto formal, não traz nada de muito interessante. Com uma base retangular em um acabamento de plástico black piano, o modelo insere-se naquela tradição de televisões que remetem visualmente a um monitor de computador. Discreto, é verdade, e dá conta do recado para um usuário modesto, mas poderia ao menos caprichar em alguns aspectos. Traz uma profundidade de 8,6 cm sem a base e 22 cm com ela. Não se trata, portanto, de uma TV com bordas ultrafinas. Suas demais medidas incluem uma altura de 53,4 cm (que chega a 58 cm com suporte) e uma largura que permanece nos 91,5 cm (com ou sem o pedestal). O modelo tem um peso aproximado de 11 kg.

Em relação ao SmartTV aqui presente, embora bastante limitado, ele traz ao menos um navegador livre, que permite ao usuário acessar a quase todo website desejado diretamente na tela da TV. Além disso, o modelo consegue acessar alguns aplicativos diretamente, como o Facebook e o YouTube, tornando mais prático seu uso sem a necessidade de muitos cliques. O empecilho é que, embora conte com acesso à internet, o usuário deve adquirir o adaptador Wi-Fi separadamente, ou seja, a TV não vem pronta para o uso nesse quesito.

Seu controle remoto, tal qual seu menu, é bastante simples, seguindo a linha do design, ou seja, com poucas inovações. Entretanto, ele não oferece facilidades que tornem a vida do usuário mais rápida e prática. Com formato comprido, apresenta um teclado com botões direcionais, ajustes de volume e canal, além de teclas numéricas. Já as funções presentes no menu (aqui disponível nas línguas português, inglês e espanhol), incluem o Sleep/Timer (desligamento automático da TV de acordo com o tempo desejado pelo usuário) e o bloqueio de canais por controle parental, além de ajustes de imagem e som.

A tela é LED, com 40 polegadas. Os seus alto-falantes ficam na parte traseira dela.

Em termos de design, nada de novo. Muitas vezes a capa reflete o livro, e esse é um pouco o caso dessa Semp Toshiba, que, alinhada com o seu aspecto formal, não traz nada de muito interessante. Com uma base retangular em um acabamento de plástico black piano, o modelo insere-se naquela tradição de televisões que remetem visualmente a um monitor de computador. Discreto, é verdade, e dá conta do recado para um usuário modesto, mas poderia ao menos caprichar em alguns aspectos. Traz uma profundidade de 8,6 cm sem a base e 22 cm com ela. Não se trata, portanto, de uma TV com bordas ultrafinas. Suas demais medidas incluem uma altura de 53,4 cm (que chega a 58 cm com suporte) e uma largura que permanece nos 91,5 cm (com ou sem o pedestal). O modelo tem um peso aproximado de 11 kg.

Em relação ao SmartTV aqui presente, embora bastante limitado, ele traz ao menos um navegador livre, que permite ao usuário acessar a quase todo website desejado diretamente na tela da TV. Além disso, o modelo consegue acessar alguns aplicativos diretamente, como o Facebook e o YouTube, tornando mais prático seu uso sem a necessidade de muitos cliques. O empecilho é que, embora conte com acesso à internet, o usuário deve adquirir o adaptador Wi-Fi separadamente, ou seja, a TV não vem pronta para o uso nesse quesito.

Seu controle remoto, tal qual seu menu, é bastante simples, seguindo a linha do design, ou seja, com poucas inovações. Entretanto, ele não oferece facilidades que tornem a vida do usuário mais rápida e prática. Com formato comprido, apresenta um teclado com botões direcionais, ajustes de volume e canal, além de teclas numéricas. Já as funções presentes no menu (aqui disponível nas línguas português, inglês e espanhol), incluem o Sleep/Timer (desligamento automático da TV de acordo com o tempo desejado pelo usuário) e o bloqueio de canais por controle parental, além de ajustes de imagem e som.

A tela é LED, com 40 polegadas. Os seus alto-falantes ficam na parte traseira dela.

Aspectos audiovisuais pouco interessantes

Mais acessível que boa parte das TVs de 40 polegadas, convém analisar o porquê disso a fim de entender se é uma TV que conta com atributos de imagem e som que compensem, ao menos, em termos de custo-benefício. Em primeiro lugar, a resolução FullHD de 1920 x 1080 pixel/linha está alinhada com o que se espera de um modelo desse porte. Modelos com resolução acima dessa não estão na jogada para se comparar com essa Semp aqui presente. Ao mesmo tempo, uma resolução HD apenas é muito pouco para um modelo de 40 polegadas. Até aqui nenhum empecilho, mas também nenhuma vantagem real. É um modelo competente.

Depois disso, vale mensurar a frequência do modelo, com 60 Hz aqui presentes. É uma taxa extremamente básica (a menor encontrada numa TV), e levando em conta que essa é a medida que diz respeito à nitidez da imagem, um valor desses não é positivo para um modelo. Como ela vai afetar diretamente os detalhes é uma questão particular de cada TV. No caso dessa Semp, se ela não deixa borrões na tela, ela também não traz precisão nos contornos.

A taxa de brilho e contaste aqui também não favorecem o uso, com medidas abaixo da média. Por volta dos 275 cd/m², o brilho não permite que a TV consiga manter a visibilidade da imagem diante de uma iluminação solar incidente na tela (uma TV com uma boa taxa de brilho permitiria que ela se expandisse por toda a tela, prevenindo o reflexo direto). O contraste, por sua vez, não garante aquela vivacidade e discrepância entre os tons pretos e brancos que tornam a imagem mais bela. Aqui, os tons médios são regra, com pouca distância entre eles.

A potência de áudio, por sua vez, é bastante desanimadora. Enquanto um bom modelo traria uma potência de 20 W RMS, esse aqui conta com apenas 12 W RMS, não permitindo ao modelo que mantenha a nitidez também no som. Caso o usuário eleve o volume a uma determinada altura, por exemplo, os ruídos sonoros podem passar a incomodar.

Não conta com recurso Dolby, mas apresenta Surround, que divide o som em vários canais permitindo que ele ao menos se propague de forma mais próxima da realidade.

Tendo essas qualificações técnicas em mente, fica fácil entender o porquê desse modelo contar com melhor acessibilidade que os seus concorrentes. Mesmo assim, o seu custo-benefício está abaixo deles e mais vale empenhar-se num modelo melhor com mais capacidade de imagem e som, características vitais para uma TV.

Mais acessível que boa parte das TVs de 40 polegadas, convém analisar o porquê disso a fim de entender se é uma TV que conta com atributos de imagem e som que compensem, ao menos, em termos de custo-benefício. Em primeiro lugar, a resolução FullHD de 1920 x 1080 pixel/linha está alinhada com o que se espera de um modelo desse porte. Modelos com resolução acima dessa não estão na jogada para se comparar com essa Semp aqui presente. Ao mesmo tempo, uma resolução HD apenas é muito pouco para um modelo de 40 polegadas. Até aqui nenhum empecilho, mas também nenhuma vantagem real. É um modelo competente.

Depois disso, vale mensurar a frequência do modelo, com 60 Hz aqui presentes. É uma taxa extremamente básica (a menor encontrada numa TV), e levando em conta que essa é a medida que diz respeito à nitidez da imagem, um valor desses não é positivo para um modelo. Como ela vai afetar diretamente os detalhes é uma questão particular de cada TV. No caso dessa Semp, se ela não deixa borrões na tela, ela também não traz precisão nos contornos.

A taxa de brilho e contaste aqui também não favorecem o uso, com medidas abaixo da média. Por volta dos 275 cd/m², o brilho não permite que a TV consiga manter a visibilidade da imagem diante de uma iluminação solar incidente na tela (uma TV com uma boa taxa de brilho permitiria que ela se expandisse por toda a tela, prevenindo o reflexo direto). O contraste, por sua vez, não garante aquela vivacidade e discrepância entre os tons pretos e brancos que tornam a imagem mais bela. Aqui, os tons médios são regra, com pouca distância entre eles.

A potência de áudio, por sua vez, é bastante desanimadora. Enquanto um bom modelo traria uma potência de 20 W RMS, esse aqui conta com apenas 12 W RMS, não permitindo ao modelo que mantenha a nitidez também no som. Caso o usuário eleve o volume a uma determinada altura, por exemplo, os ruídos sonoros podem passar a incomodar.

Não conta com recurso Dolby, mas apresenta Surround, que divide o som em vários canais permitindo que ele ao menos se propague de forma mais próxima da realidade.

Tendo essas qualificações técnicas em mente, fica fácil entender o porquê desse modelo contar com melhor acessibilidade que os seus concorrentes. Mesmo assim, o seu custo-benefício está abaixo deles e mais vale empenhar-se num modelo melhor com mais capacidade de imagem e som, características vitais para uma TV.

2 entradas HDMI e 2 USB

Em relação à conectividade, essa Semp Toshiba traz ao menos uma entrada USB a mais que os modelos básicos vêm apresentando (o que se confirma como regra é a presença, em média, de 2 entradas HDMI e 1 USB). Na TV aqui presente, são 2 entradas USB e 2 HDMI. Dessa maneira, ao menos em relação à conexão de pendrives e HDs externos via USB o usuário tem melhor disponibilidade. Já em relação às entradas HDMI é pouco, uma vez que o usuário poderia querer deixar conectado seu aparelho de TV a cabo, player de Blu-Ray e notebook ou videogame ao mesmo tempo.

Dispõe da tecnologia HDMI-CEC, que, quando o eletrônico conectado ao HDMI for também compatível com essa tecnologia, permite uma sincronia dos controles remotos em um só. Já em relação às tecnologias do USB, o modelo acompanha o PVR Ready, que permite a gravação da programação no HD externo ou pendrive a ela acoplado (alguns modelos trazem a possibilidade de gravação na própria memória interna, então esse recurso não é uma inovação tão grande assim).

Outras entradas incluem uma saída de áudio e vídeo composto, uma saída de vídeo componente compartilhada, uma saída de áudio PC, uma porta LAN para interatividade DTVi e internet.

Na embalagem, o usuário ainda encontra duas pilhas AAA, um cabo p2/RCA, dois pinos, além do suporte, do controle remoto e da própria TV.

A garantia é de doze meses.

Em relação à conectividade, essa Semp Toshiba traz ao menos uma entrada USB a mais que os modelos básicos vêm apresentando (o que se confirma como regra é a presença, em média, de 2 entradas HDMI e 1 USB). Na TV aqui presente, são 2 entradas USB e 2 HDMI. Dessa maneira, ao menos em relação à conexão de pendrives e HDs externos via USB o usuário tem melhor disponibilidade. Já em relação às entradas HDMI é pouco, uma vez que o usuário poderia querer deixar conectado seu aparelho de TV a cabo, player de Blu-Ray e notebook ou videogame ao mesmo tempo.

Dispõe da tecnologia HDMI-CEC, que, quando o eletrônico conectado ao HDMI for também compatível com essa tecnologia, permite uma sincronia dos controles remotos em um só. Já em relação às tecnologias do USB, o modelo acompanha o PVR Ready, que permite a gravação da programação no HD externo ou pendrive a ela acoplado (alguns modelos trazem a possibilidade de gravação na própria memória interna, então esse recurso não é uma inovação tão grande assim).

Outras entradas incluem uma saída de áudio e vídeo composto, uma saída de vídeo componente compartilhada, uma saída de áudio PC, uma porta LAN para interatividade DTVi e internet.

Na embalagem, o usuário ainda encontra duas pilhas AAA, um cabo p2/RCA, dois pinos, além do suporte, do controle remoto e da própria TV.

A garantia é de doze meses.

Conclusão

Os problemas referentes à imagem e som (tanto na nitidez audiovisual relacionada à frequência de imagem de 60 Hz e na potência de áudio de 12 W RMS quanto no brilho e contraste), aliados aos problemas funcionais presentes aqui (a ausência de um adaptador Wi-Fi na própria embalagem) reduzem o custo-benefício dessa TV, que, apesar de toda a acessibilidade que em média costuma contar, não é uma boa opção no mercado se comparada com outras TVs de 40 polegadas, que trazem ao menos melhor potência de áudio e recursos Smart do que essa aqui.

Matérias Relacionadas
10/10 Recomendo este produto
10/10 Recomendo este produto
8/10 Recomendo este produto
Verificado
8/10 Recomendo este produto
Verificado
10/10 Recomendo este produto
Avaliação Geral100%Recomendam a compra
9/10Baseado em 21 avaliações
Aspectos Positivos
  • Qualidade da Imagem
  • Durabilidade
  • Design
  • Qualidade do Som
  • Custo-Benefício
  • Funções e Características
Enviar sua Avaliação