Buscapé
BuscapéNosso sistema detectou que você está usando um navegador desatualizado

Para uma melhor experiência usando o Buscapé, aconselhamos que atualize o seu navegador para a versão mais recente.
Agradecemos desde já sua compreensão.

Galaxy S8+ 6 GB RAM: ainda mais veloz

Smartphone da Samsung traz maior poder de fogo no multitarefa, conta com tela enorme, belo design e é um dos melhores smartphones de 2017

  • Por: Renan FrizzoRenan Frizzo08/11/2017
  • 08/11/2017

O que era bom pode ficar melhor, certo? Depois dos testes com a versão original do Galaxy S8 , recebemos o aparelho que oferece 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. Vamos conferir todos os detalhes nos parágrafos a seguir.

Especificações, desempenho e benchmarks

Equipado com um processador octa-core Exynos 8895, onde quatro núcleos trabalham a 2,3 GHz para tarefas exigentes e outros quatro estão em 1,7 GHz priorizando o baixo consumo. Esse processador, assim como o Snapdragon 835 (presente no modelo americano), foi o primeiro com o chip de 10 nanômetros para aparelhos móveis. E diferente do modelo lançado, a Samsung trouxe o aparelho com 6 GB de RAM.

Essa quantidade de RAM vai ajudar principalmente no multitarefa. Fizemos diferentes tarefas durante os testes: jogamos, utilizamos redes sociais, filmamos e tiramos muitas fotos, assistimos filmes e séries, entre outros. Em nenhuma dessas tarefas tivemos qualquer problema. Foram mais de 30 apps abertos em segundo plano e a performance não foi prejudicada. Os games apresentaram a qualidade máxima em seus gráficos, o que deixa a experiência ainda mais bonita e fluida também. Ah, é bom ressaltar que não notamos nenhum aquecimento durante a jogatina ou qualquer outra tarefa.

Sobre o Android, ele já vem com a versão 7.0 Nougat e a conhecida, porém levemente repaginada, interface da Samsung. Os ícones ficaram mais arredondados e o visual está mais clean e intuitivo. Uma mudança é que não existe mais o ícone para acessar todos os aplicativos. Basta deslizar o dedo para cima (ou para baixo) na tela principal e voilà!

Nos benchmarks, rodamos os 4 programas de benchmarks sintéticos, que geram geram resultados absolutos e ajudam na comparação entre os modelos. Utilizamos Antutu, 3DMark, PCMark e Geekbench 4. Apenas lembrando que quanto maior o resultado, melhor.

Para facilitar, eis os resultados obtidos pelo Galaxy S8 de 6 GB de RAM:

- Antutu: 174.735 pontos

- PCMark: 7.028 pontos (Work 1.0) e 5.343 pontos (Work 2.0)

- 3DMark: 32.696 pontos (Ice Storm Unlimited) e 2.637 pontos (Sling Shot Extreme)

- Geekbench: 2.010 pontos (Single-core) e 6.839 pontos (Multi-core)

Para notar a diferença com seu irmão S8 de 4 GB de RAM, eis os números obtidos por ele nos testes. Pode-se ver que não mudou muita coisa.

- Antutu: 173.278 pontos

- PCMark: 5.930 pontos (Work 1.0) e 5.356 pontos (Work 2.0)

- 3DMark: 28.639 pontos (Ice Storm Unlimited) e 3.252 pontos (Sling Shot Extreme)

- Geekbench: 2.019 pontos (Single-core) e 6.719 pontos (Multi-core)

Veja os preços

Smartphone Samsung Galaxy S8+ Plus SM-G955 6GB RAM

  • Câmera Traseira: 12.0 Megapixels
  • Tamanho da Tela: 6.2 polegadas
  • Sistema Operacional: Android

Novos a partir de:

R$ 3.419,10

Armazenamento, conectividade, tela e design

Se tem algo que não vai faltar é armazenamento. A capacidade foi dobrada e agora temos 128 GB, contra 64 GB do S8 comum. Além disso, dá para inserir mais um cartão microSD de 256 GB. Parafraseando Galvão Bueno: HAAAAJA ESPAÇO, AMIGO!

Para quem curte telefones com dois chips, esse Samsung oferece slots 4G e traz o pacote de conexões bem completo com Wi-Fi padrão ac, GPS, GLONASS, NFC e MST (para uso do Samsung Pay em tarjas magnéticas). E com Bluetooth 5.0, o alcance do sinal é maior e a velocidade aumentou em 2 vezes, além de poder conectar dois fones ou caixas de som ao mesmo tempo.

O design foi a grande mudança nessa geração do S8. Com a nova tela, chamada de Display Infinito, o aparelho ficou quase sem bordas (83 por cento da parte frontal é só tela). O botão Home físico agora está na tela e é ativado por um sensor de pressão. E com a suavização das bordas curvas, que eram um tanto agressivas no S7 Edge, a pegada ficou mais confortável. Sim, eu não gostava das bordas curvas, mas admito que no S8 isso não me incomoda mais. E nada daquele calombo da câmera na traseira. Sobre a construção, as bordas são metálicas e o restante é protegido pelo vidro Gorilla Glass 5.

Com 8,1 milímetros de espessura e 173 gramas, o aparelho é de fácil manuseio, mesmo que o utilize com as duas mãos. Ele é um pouco maior que o S7 Edge, mas oferece uma tela 0,7 polegada maior. O conector USB-C está presente e o P2 para fones de ouvido também continua por aqui. Fone, inclusive, agora é da AKG, uma renomada marca na categoria sonora. O lado bom é que o cabo é revestido por tecido, não deixando que ele se enrole todo. Só que a parte de cima ainda é emborrachada, o que pode prejudicar a durabilidade. No quesito sonoro, a definição é boa, com graves marcantes e bom isolamento acústico.

Sobre a tela, nem é preciso falar sobre a ótima qualidade oferecida pela tecnologia Super AMOLED. Mas agora com 6,2 polegadas, a proporção é diferente do comum: 18,5:9. Isso é um problema para apps de vídeos, como YouTube e Netflix, que forçam a expansão para preencher todo o visor, perdendo pequenas partes do conteúdo. Mas a maioria dos apps já estão se adaptando bem a novidade, já que essa resolução deve chegar mais forte nos próximos lançamentos.

Na hora do vamo vê, a qualidade das imagens se mostraram excelentes. A gama de cores é ampla, o contraste é bem presente, o ângulo de visão é amplo e o brilho é forte, garantindo ótima visualização mesmo durante a luz do sol. Dá para afirmar que o S8 tem uma das melhores telas da categoria. Os botões do Android agora fazem parte dela e até inverter os comandos conforme sua preferência. Ah, inclusive é possível alterar a resolução do visor, o que diminui o processamento gráfico e reduz também o consumo de energia.

No quesito segurança, o leitor de impressões digitais foi deslocado para a parte traseira do aparelho, o que não deixa muito confortável para usar. Por isso, nem sequer cadastrei meu dedo. Utilizei mesmo o desbloqueio por íris. Durante os testes, ele funcionou muito bem, inclusive em ambientes escuros, graças ao infravermelho.

Uma coisa bacana é poder utilizar o S8 de 6 GB de RAM com o DeX, uma dock que transforma o smartphone num computador de mesa. O desempenho foi bastante satisfatório e o review completo do DeX você confere CLICANDO AQUI.

Câmeras e bateria

Com 12 megapixels, abertura f/1.7 e tecnologia dual pixel (que deixa a focagem mais rápida), a câmera do Galaxy S8 é uma das melhores do mercado. Nos testes, pudemos aferir a excelente qualidade dos cliques, ainda mais com boa iluminação. As cores são equilibradas, balanço de branco está na medida ideal e a definição é excelente. As filmagens também seguem essa fórmula do sucesso, com estabilidade e resolução 4K. Fotos no escuro, pouca luz ou em ambientes noturnos? Os cliques também se mostram ótimos e a qualidade é superior à média de outros smartphones.

São 8 MP na câmera frontal que também faz boas fotos com muita ou pouca luz. A abertura de f/1.7 ajuda, pois permite maior entrada de luz. Na gravação, ele também captura em 4K com estabilização. No mais, a interface é simples e intuitiva e ainda dá para aplicar alguns filtros divertidos nas fotografias. Além disso, as fotos panorâmicas ficaram bacanas.

No último quesito, aferimos a autonomia do Galaxy S8 com 6 GB de RAM. Com 3500 mAh, fizemos nosso teste padrão (10 fotos, 5 minutos de gravação de vídeo, 15 minutos de visualização de fotos e vídeos, 3 horas de navegação [internet e redes sociais], 30 minutos de ligações, 30 minutos de GPS, 20 minutos de jogos, 1 hora de música com volume em 70 por cento e 10 minutos no YouTube). No final, restavam 49 por cento, um ótimo resultado, deixando você tranquilo com o uso durante o dia. Mas caso não seja suficiente, o carregamento rápido pode dar conta em pouco mais de uma hora e meia.

Considerações finais

É fácil afirmar que a família Galaxy S8, S8 e S8 6 GB de RAM já estão na lista dos melhores smartphones de 2017. Com a mudança do design e a presença de um display que ocupa quase toda a parte frontal do aparelho, pessoalmente me agradou, pois finalmente tirou os botões físicos e levou tudo para a tela. Sem falar das bordas curvas, que agora estão mais suaves. Além disso, as imagens no Super AMOLED são excelentes e permite ótima experiência com qualquer conteúdo.

Quanto aos recursos de segurança, o desbloqueio com a Íris funcionou muito bem, mesmo para quem utiliza óculos (nesse caso, levou alguns segundinhos a mais para reconhecer). No caso do leitor de impressões digitais, a posição escolhida foi bem infeliz, o que me desmotivou a usá-lo. E nem precisamos falar muito da câmera, que executa ótimos cliques. Sobre a RAM, você só vai notar diferença utilizando o DeX. No dia a dia, você nem vai sentir a melhora.

A ressalva fica para a proporção da tela, o que impede que conteúdos de vídeo (Netflix, por exemplo) e games sejam reproduzidos em tela cheia. Isso sem falar do salgado preço. Mas fique ligado em possíveis ofertas aqui no Buscapé (use o alerta de preço =D).

  • #s8
  • #galaxy
  • #samsung

Mat�rias Relacionadas