TV H-Buster 42L03FD LED Plana 42 Polegadas
H-Buster 42L03FD LED Plana 42 Polegadas
Produto indisponível
TV H-Buster 42L03FD LED Plana 42 Polegadas
Publicidade

Avaliação do Especialista

HBTV 42L01FD, uma bela tela e um áudio não tão atraente

O aparelho possui características muito boas, mas apresenta outras mais fracas.

  • Prós:
  • - Qualidade da imagem;
    - Alguns recursos bacanas;
    - Preço;
    - Simplicidade do menu.
  • Contras:
  • - Consumo de energia;
    - Áudio;
    - Baixa frequência.

Diferentemente de alguns outros modelos de televisão da H-Buster, a empresa oferece, desta vez, um aparelho com uma série de qualidades consideradas top de linha, algumas até mesmo superiores às de suas concorrentes. Certos problemas, no entanto, diminuem um pouco o balanço final. É preciso, no entanto, analisarmos mais de perto o aparelho. Vamos lá?

Ser LED e Full HD conta pontos, mas a frequência deveria ser melhor



Vejamos primeiro as suas características físicas mais simples. Suas dimensões de 101,4 cm de largura, 69,8 cm de altura e 25,1 cm de profundidade cm a base (que possibilita uma rotação de até 30º), chamam logo a atenção, principalmente, devido à altura, ser maior em relação à média de outras marcas, assim como o seu peso líquido, que é de 18,4 kg, pode ser considerado um aparelho de mobilidade menos penosa (não há dados do produto sem a base).

Embora não seja das menores no mercado, este modelo pode muito bem ser caracterizado fino, ainda que as suas bordas sejam mais grossas, pois a espessura não é tão exagerada. Não é sequer necessário conferir os dados técnicos para chegar a essa conclusão: basta olhá-la. Este aspecto, juntamente, com o seu acabamento black piano, ajudam a suavizar o seu aspecto meio grandalhão.

Voltemos, no entanto, às características da tela plana. Um ponto positivo deste modelo LED é a sua bela resolução Full HD (1920 x 1080 pixels). Diferentemente de outros modelos da H-Buster, esse, sob tal aspecto, não deixa nada a desejar, principalmente ao lado de outras marcas.

Entretanto, sua taxa de brilho de 280 cd/m², é um pouco menor do que a média, mas consegue fornecer uma iluminação adequada. Já o seu contraste (4000:1) é muito bom, pois define às imagens projetadas. O tempo de resposta (6,5 ms) começa a ser preocupante, dado risco de travamentos. Mas isso, seria latente se a frequência não fosse de 60 Hz (muito baixa), ou seja, a atualização das cenas não é tão rápida, por isso na hora de assistir um filme de ação, por exemplo, ela acaba perdendo pontos.

A potência 14W dos alto-falantes embutidos está abaixo do padrão do mercado, que costuma oferecer cerca de 20 W, sendo assim, mesmo no volume alto, não é tão impactante. Isso se complica, se você mora em vias movimentadas, pois com a confusão dos barulhos internos, a tendência é deixá-lo na capacidade máxima.

Os botões, com opções básicas como volume, liga-desliga e troca de canais, estão localizados à direita do monitor, na parte frontal, o que não é tão comum, embora isso facilite o seu uso, ainda mais quando, eventualmente, o controle remoto, também de fácil manuseio, não estiver por perto.


Características técnicas e desempenho



Antes de nos atentarmos ao desempenho, propriamente dito, digamos, em breves palavras, algo sobre o menu. Os idiomas OSD (sigla para On Screen Display, aquilo que é mostrado na tela) são português, espanhol e inglês. O usuário não encontrará maiores problemas ao usar o menu, que é bastante simples, incluindo as opções de atualização de firmwares.

Agora é o momento de vermos algumas características técnicas mais genéricas. Como em outros modelos da H-Buster, esta televisão possui um conversor digital integrado, que possibilita a escolha entre transmissão analógica ou digital de um determinado canal. Para quem gosta de ver filmes com legenda, há o sistema Closed Caption, a um toque do controle remoto, ou, no caso de se querer ouvir apenas o idioma original, a função SAP. É possível também bloquear canais com a função Hotel Lock, tranquilamente, localizável no controle remoto.

O que podemos dizer a respeito do desempenho da televisão? O áudio e a imagem são bons apenas no papel? Em relação à imagem, há pouco do que se queixar. Realmente esta LED dá conta do recado. Existem duas ferramentas principais que lhe ajudam a fornecer uma qualidade superior de imagens, o Progressive Scan e o MSTAR ACE 4, os quais, unidos, conseguem proporcionar imagens ainda mais nítidas e mais vivas, como se já não bastasse a excelência do contraste e da coloração, união essa que poupa a nossa vista do cansaço.

O ponto fraco é o áudio. Apesar de ser surround e de sua potência nominal, o desempenho é mesmo fraco. O redutor digital de ruídos pode até ser útil ao evitar interferências, mas não colabora para a melhoria da potência real do som. O resultado final, considerando todos esses aspectos, é um áudio que limita o aproveitamento de ótimas imagens.

Outro ponto negativo é o consumo de 150 W desta televisão bivolt. Comparemos, por exemplo, com a Sharp Aquos LC-42SV502B e os seus baixos 110 W de consumo, que estão num patamar similar ao de outras marcas de ponta. Nesse caso específico, portanto, bem como no do áudio, a H-Buster ainda não conseguiu se equiparar ao que há de melhor no mercado.

Uma breve palavra sobre os recursos multimídia. Dada a sua conectividade HDMI e USB, é possível integrar outros aparelhos e um pendrive à televisão. Infelizmente, faltou por parte da fabricante uma explicação mais detalhada sobre as extensões de arquivos lidos por este modelo.


Quais as conexões e o que vem na caixa?



Em termos de conectividade, o aparelho apresenta três entradas HDMI, que significa interface digital multimídia de alta definição, o que é muito bom, pois todos os dispositivos que se conectarem à televisão via entrada HDMI apresentarão ótima qualidade de som e imagem. Há, também, outras cinco entradas para sinal analógico, vídeo componente, USB, VGA-PC e fone de ouvido. Neste último caso, talvez fosse melhor se a entrada estivesse na parte frontal, mas a sua localização, bem perto da borda do aparelho, não é de todo má. Todas essas entradas, fáceis de achar, localizam-se na parte traseira, estando dispostas em forma de L.

O consumidor adquirirá, junto com essa TV de 42", um controle remoto, um manual e cabos de vídeo componente, AV e de áudio, além de um pedestal.

A garantia do produto é de 12 meses.

Conclusão

Considerando outros modelos televisivos da H-Buster, a HBTV 42L01FD está entre os melhores. Esta LED Full HD, dotada de nitidez, possui uma tela que está no nível de outras grandes marcas, e, sob certos aspectos, até mesmo superior. Mas seus dois calcanhares de Aquiles são o consumo e o áudio. O resultado final é um tanto desbalanceado. Há no mercado opções que oferecem um resultado mais satisfatório de conjunto. Se a conclusão terminasse apenas assim, ela não seria de todo desfavorável à H-Buster. Dessa forma, avalie antes de comprar, mesmo que o seu preço seja acessível.

Avaliações dos Consumidores

Nota:

Baseado em 18
avaliações
     
9/10 Baseado em 18 avaliações
Enviar avaliação

Principais Características

Qualidade do Som
Qualidade da Imagem
Funções e Características
Durabilidade
Design
Custo-Benefício
88%Recomendam a compra

Detalhes do Produto

Informações Básicas

  • MarcaH-Buster
  • Modelo42L03FD

Tela

  • Tamanho da Tela42 polegadas
  • Tipo de TelaLED
  • TelaPlana

Histórico de Preço

R$

Bom momento para comprar

Histórico registrado:30 dias
Maior preço registrado:R$
Menor preço registrado:R$
Menor preço agora:R$