Instrumentos de Percussão

Anúncio Grátis é no classificado gratuito do QueBarato!
Guia de compra de Instrumentos de Percussão |Todos os guias de compra
Instrumento de percussão
Mas como defino o que é percussão?
Existe alguma classificação para instrumentos de percussão?

Instrumento de percussão

O ato ou efeito de percurtir, choque ou embate de dois corpos. Essas são algumas das definições da palavra percussão. Parte de sítios arqueológicos onde foram encontradas representações de pessoas “dançando” em volta do tambor, os instrumentos de percussão são os mais antigos. Pela forma de produção de som característica da maior parte desses instrumentos, o som possui um ataque de curta duração. O som vai quase que imediatamente do silêncio à sua intensidade máxima e sofre um decaimento também muito curto. A maior parte dos instrumentos de percussão possuem som de curta sustentação e param de vibrar muito rapidamente após o estímulo inicial, mas essa não é sua característica fundamental, uma vez que existem instrumentos de percussão que produzem sons de longa duração, como os gongos e sinos. Dos troncos e das sementes das árvores, dos ossos e peles dos animais, do metal e do plástico, do ar e da vibração dos corpos, o homem vem transformando matéria em instrumentos de percussão ao longo de sua história.

Mas como defino o que é percussão?

São Instrumentos executados por impacto com o elemento produtor de som, que pode ser uma pele, corda ou o próprio corpo do instrumento. Este é o meio mais comum de execução. A percussão pode ser executada com baquetas (como na bateria, gongos ou vibrafones), martelos (como alguns carrilhões), as mãos (como o bongô) ou o próprio corpo do instrumento (como as claves). Um teclado pode ser utilizado para provocar o impacto dos martelos, como na celesta ou no carrilhão. Há também instrumentos cuja execução depende da agitação, com as mãos ou outro meio, de todo o instrumento, como o caxixi, ganzá, maracas e chocalhos e ainda instrumentos em que a produção do som depende do atrito ou fricção. Este atrito pode ser realizado com baquetas (como no reco-reco e no guiro), com um pano úmido (cuíca) ou com uma rede de contas, como o xequerê e o afoxé.

Existe alguma classificação para instrumentos de percussão?

Sim. A classificação é feita de acordo com os seus princípios acústicos. Instrumentos de percussão, geralmente, são classificados em duas famílias:

Idiofones – instrumentos cujo a vibração do próprio corpo produz o som.

Agogô - instrumento de origem africana utilizado com mais frequência em ritmos como a capoeira, samba e no candomblé. Seu nome é um derivado da palavra “akokô” que em nagô significa “relógio” ou “tempo”.

Afoxé - de origem africana, o afoxé é utilizado em ritmos como samba e umbanda. Pode ser de madeira ou de plástico, envolto, na parte superior, por missangas responsáveis pela emissão do som.


Atabaque - como a grande maioria dos instrumentos de percussão o atabaque é de origem africana. Sua utilização mais frequente é na capoeira. O seu couro vem da pele da vaca e é esticado por um sistema de anéis de metais ou aros, cordas e cunhas de madeira;


Bloco sonoro - originalmente de madeira e por isso o seu nome em Inglês (wood block), o bloco sonoro também é feito de plástico, que pela forma que é feito consegue reproduzir um som semelhante ao de madeira. É utilizado nos mais variados ritmos musicais por ser um “efeito”;

Carrilhão

Castanhola - seu nome deriva do seu formato, parecido com uma castanha. Mais popular em países de origens hispânicas, a castanhola é utilizada em danças folclóricas como o Flamenco;

Caxixi - parte do Berimbau, o caxixi é um instrumento de origem africana utilizado na capoeira e em outros ritmos brasileiros. É classificado como um efeito;

Chimbal

Chocalho - podemos definir como um corpo de metal oco, preenchido de pedaços de chumbo, arroz... Mas pode ser feito com a união de dois cilindros e com o preenchimento de fragmentos. Mas também pode ter outras formas e outros nomes, como por exemplo Ganzá ou até guaiá. Utilizados no samba e em músicas regionais brasileiras;

Cowbell

Queixada

Reco-reco - sua forma mais comum é feita de um gomo de bambu ou uma pequena ripa de madeira com talhos transversais. Mas na verdade o mais popular é o reco-reco de mola utilizado nas escolas de samba. Há também o Guiro que tem o mesmo padrão de reco-reco, mas tende a ser mais rústico;

Triângulo - derivado do folclore português hoje o triangulo é referencia quando falamos de música nordestina;

Membranofones – são aqueles cujo o som provem da pele, tecido ou membrana de material sintético. Os tambores em geral;

Caixa - original da Europa, século XV, inicialmente sua função era marcar as marchas militares, atualmente o seu uso se estendeu a, praticamente todos os ritmos, sendo mais marcante nas escolas de samba, pois é quem dita o ritmo da escola;

Cuíca - diferente da maioria dos instrumentos de percussão a Cuíca é um instrumento de fricção em formato de “tambor”. Existe internamente um haste de madeira presa no centro da membrana de couro, que quando friccionada, com um pano molhado, emite o som de ronco característico da cuíca;

Pandeiro - com certeza é a referência maior da música brasileira. O pandeiro que tem origem árabe, passando por Itália e Espanha, até chegar aos trópicos e se tornar referência. Hoje temos diversos tamanhos e modelos de pandeiros, e este instrumento que antes tinha espaço apenas em reuniões de sambistas, hoje “desfila” por vários ritmos. (o pandeiro, pode ser classificado com idiofônico e membramofônico pois possui duas fontes sonoras diferentes, as platinelas e a membrana.);

Repinique - derivado do repique, este sim foi criado dentro das escolas de samba. Diferenciando pois é tocado apenas com uma baqueta e é quem “puxa” a bateria na escola de samba;

Surdo - encontrado também em fanfarras e bandas marciais o surdo ficou popularmente conhecido nas escolas de samba. O seu nome designa do seu tom grave e tem presença cativa nos grupos de percussão;

Tantã - como se fosse um “tambor de mão” o Tantã é um instrumento utilizado no samba, como dizem os sambistas, “é o responsável pelo peso no samba”;

Tamborim - mais conhecido nas baterias de escolas de samba, o Tamborim é um instrumento versátil. Pois integra os grupos musicais de origem africana e podemos encontrá-los em orquestras de músicas eruditas. De metal ou de acrílico é percutido por uma vareta de bambu, madeira ou plástico. Dizem, os sambistas, que a melhor pele para o tamborim é a de gato;

Tímpano - mais popular nas grandes orquestras, podemos encontrar em composições de jazz e bandas sinfônicas;

Zabumba - característico de ritmos como o coco, xaxado, forró e xote a Zabumba tem um som grave que funciona como o bumbo da bateria. Outro detalhe característico do instrumento é a vareta percutida na pele inferior do instrumento, chamada de bacalhau.

Wiki2Buy

Wiki2Buy
Se você tem conhecimento sobre como comprar os produtos desta categoria e tem vontade de escrever um Guia sobre isso, aproveite e conheça o site Wiki2Buy, o primeiro guia de compras colaborativo na internet.

No Wiki2Buy você pode ajudar milhares de pessoas a comprar melhor, escrevendo você mesmo um Guia de Compra desta categoria. Confira os Guias que já existem no Wiki2Buy clicando aqui.
Publicidade