Leve o Buscapé com você

utilize o aplicativo agora!

 
Publicidade
 

Vinhos

Vamos lhe ajudar a escolher o melhor vinho!

3 Passos para escolher seu vinho

Escolha o tipo de vinho que deseja:

  • Tinto

    Vinho Tinto

    A característica principal do vinho tinto é a sua cor avermelhada. Sua composição é realizada a partir da fermentação do suco, ou mosto, extraído de uvas pretas ou tintas. Para chegar a tonalidade escura e ao sabor intensificado é necessário a maceração, descanso, das cascas no mosto.

  • Branco

    Vinho Branco

    Conhecido por possuir uma cor levemente dourada ou transparente, o vinho branco é produzido com uvas brancas e também uvas tintas. Para ficar com o tom claro, as cascas são retiradas do mosto (suco) antes do processo de fermentação. A recomendação é que esse tipo de vinho seja servido abaixo da temperatura ambiente, ou levemente gelado.

  • rosé

    Vinho Rosé

    O vinho rosé possui uma cor meio rosada. Sua composição pode ser realizada de duas formas: uma mistura de vinho tinto com vinho branco ou produzida com uvas tintas em um breve contato com a casca no mosto, para que chegue na tonalidade característica.

  • Porto

    Vinho do Porto

    O vinho do porto é conhecido por ser um vinho "fortificado" e doce. Seu forte teor alcoólico deve-se a uma composição diferenciada, baseada no interrompimento do processo de fermentação para a adição de aguardente vinícula. Além disso, sua vinificação dura de dois a três dias.

  • Espumante

    Espumante

    Os espumantes são confundidos muitas vezes com o famoso "Champagne". Apesar da composição parecida, só é considerado "Champagne", a bebida produzida na França. Para chegar ao resultado espumante, é acrescentado gás carbônico e açucares, passando por duas fermentações para chegar ao resultado conhecido.

  • Champagne

    Champagne

    Diferente do espumante, o champagne de origem só é produzido na região de Champagne, na França. Sua produção, que é similar a do espumante, é cara e leva no mínimo dois anos para ser finalizada.

Escolha o país produtor do vinho que deseja (se não souber você pode pular este passo):

  • Chile

    Chile

    Este país é reconhecido por possuir os melhores vinhos tintos da América Latina. Sua melhor produção conta com a conhecida uva Cabernet Sauvignon. Alguns desses vinhos são classificados por especialistas como um dos melhores do mundo.

  • Argentina

    Argentina

    A Argentina é a quinta maior produtora e consumidora mundial de vinhos. Se antes era conhecida por fabricar vinhos de baixa qualidade, nas últimas décadas começou a cultivar uvas de espécies europeias nobres com técnicas aprimoradas, resultando na melhor qualidade da bebida.

  • França

    França

    A França é o país que recebe com louvor o título de melhor país vinícola do mundo. A qualidade de seus vinhos é inquestionável e excepcional, por isso o preço é tão elevado. Para apresentar essa diversidade ao mundo, o país possui grande parte do território destinado às produções vinícolas.

  • Brasil

    Brasil

    Por possuir um clima inadequado para a produção de vinhos, grande parte da produção no país é considerada como vinhos de mesa. Esse cenário muda quando nos referimos aos vinhos feitos no sul do país, pois apresenta um clima frio com algumas condições ideais para o cultivo, resultando nos conhecidos vinhos finos.

  • Itália

    Itália

    Na antiguidade, a Itália foi considerada pelos gregos a terra do vinho. Nos dias de hoje não é diferente, pois o país possui grande diversidade e apresenta alta qualidade da bebida. O país compete com a França no quesito de maior produtor e consumidor de vinhos.

  • Ver todos

Escolha o tipo de uva que deseja (se não souber você pode ir direto ao resultado):

  • Cabernet Sauvignon

    Cabernet Sauvignon

    Cabernet Sauvignon é originária da região de Bordeaux, na França. Esta uva famosa é conhecida por estar presente nos vinhos de alta qualidade e por ser cultivada em diversos países vinícolas.

  • Merlot

    Merlot

    Merlot é originária da região de Bordeaux, na França. Sua uva é utilizada para a produção de vinhos tintos, que deve ser consumido jovem e é caracterizado por possuir um sabor forte e ser rico em álcool.

  • Chardonnay

    Chardonnay

    Chardonnay tem origem em Borgonha, na França. Esta uva é caracterizada por estar presente em vinhos brancos de boa qualidade e também é usada na composição do champagne.

  • Malbec

    Malbec

    Malbec é originária da região sudeste da França, porém é conhecida por ser cultivada na Argentina. Esta uva produz vinhos tintos frutados e bastante encorpados. Este deve ser consumido ainda jovem.

  • Pinot Noir

    Pinot Noir

    Pinot Noir é originário da Borgonha, na França. Sua uva é de difícil cultivo, porém produz vinhos tintos de alto conceito, bastante admirados no mundo. Esta também é usada no conhecido champagne.

  • Ver todos

Dicas por Debora Breginski

Debora Breginski - 3º melhor sommelier de São Paulo
  • Queijo Brie

    Queijo Brie

    O Brie é um dos mais famosos queijos franceses. Pertencente a uma família de queijos com 12 variedades, são considerados todos moles, mas devido a maturação, provoca a formação de uma crosta. Não há relatos históricos que comprovem seu surgimento, no entanto, sabemos que o Brie de Meaux entrou na história com Carlos Magno, que em 774, ao saborear um pedaço afirmou: "Acabo de descobrir um dos pratos mais deliciosos".

    Ler dica completa

    Dentro de suas propriedades de massa mais mole e sabores típicos e delicados, resolvi harmonizá-lo com alguns tipos de vinhos e uvas. Quando pensamos em harmonizar comida e vinho, precisamos analisar não só o prato, mas também os acompanhamentos.

    O Brie combina muito bem com vinhos rosé combinado com geléias de frutas, pois fica com características de grande explosão de aromas de frutas vermelhas e concentração de açúcar. Se consumido sozinho, combina com tintos leves, como o Pinot Noir. Caso o queijo seja acompanhado de algo mais apimentado ou usado em um risoto, os vinhos tintos mais encorpados darão um toque especial.

    Brie com geleia

    Herdade Do Esporao Vinha da Defesa Rosé Aragonês Syrah 2010

    Este é um vinho português da região do Alentejo produzido com dois tipos de uva: Aragonês e Syrah. Posso dizer que ele é vinho de personalidade que na taça exibe uma sensacional coloração rosa avermelhada cheia de vida. Tem olfato leve, jovial e refrescante com sabor de frutas vermelhas, em especial cereja e groselha. Tem um sutil toque adocicado e com notas florais. Na boca é fresco e com boa intensidade. Esse vinho é sedoso e guloso, não deixando espaço entre um gole e outro. Deve ser servido entre 10Cº e 12Cº.

    Los Vascos Rosé Cabernet Sauvignon Malbec Syrah 2007

    Vinho chileno da região de Colchagua, ele é produzido com 3 tipos de uva: Cabernet Sauvignon, Malbec e Syrah. Esse rosé do Los Vascos é levemente prensado, preservando muito o frescor e provocando uma coloração que lembra um blush. Este vinho possui aromas frutados e é recomendado que seja bebido jovem. Deve ser servido entre 10Cº e 12Cº.

    Villa Francioni Rosé Cabernet Sauvignon Malbec Merlot Pinot Noir 2008

    Vinho brasileiro produzido na região de São Joaquim. Lindo vinho feito com as melhores uvas da estação. É o chamado vinho de assemblage, ou seja, tem várias uvas na sua composição. Com uma garrafa diferenciada, é considerado um dos melhores rosés já produzido no Brasil. Sua coloração é rosa salmão, muito frutado, fresco e com leve toque mineral. Deve ser servido entre 10Cº e 12Cº.

    San Pedro Castillo de Molina Reserva Pinot Noir Safra 2008

    Vinho chileno da região do Curicó produzido por uma das maiores vinícolas do Chile. Esse vinho tem 100% de Pinot Noir e é muito elegante, com aromas predominantes de morango e notas de madeira. Este fica mais de 12 meses em barril de carvalho e o que intensifica as notas amadeiradas, dando a ele uma intensidade não só de aroma, como também de sabor. Sua coloração é vermelha rubi brilhante. Deve ser servido de 16Cº a 18Cº

    Risotto de Brie

    Monte do Pintor Tinto 2008

    Vinho português da região do Alentejo produzido com as uvas tipicamente portuguesas: Aragonês, Trincadeira e Castelões. Essas uvas fazem dele um vinho com coloração intensa, com aromas típicos de frutas negras e especiarias. Este deve passar por barricas de carvalho por 18 meses, que dão ao vinho frescor, equilíbrio e elegante persistência. Deve ser servido de 16Cº a 18Cº.

    Esconder dica completa

  • Lasanha à Bolonhesa

    Lasanha à Bolonhesa

    Este prato é considerado uma das comidas mais conhecidas em todo o mundo. A lasanha à bolonhesa é feita com massa, carne moída e molho vermelho, também podendo ser acompanhada com molho branco, queijo mussarela e/ou parmesão, sem contar os temperos já conhecidos.

    Ler dica completa

    Quando escolhi estes vinhos, pensei em vários tipos de tintos e de diversas regiões diferentes, porém todos com um conjunto de características comuns: são bem estruturados, com coloração intensa e aromas complexos, assim podem agradar a todos os tipos de paladar se combinados com o prato.

    Rutini Tinto Syrah 2004

    Este é um vinho argentino, da região de Mendoza, que é produzido com 100% de uva Syrah de alta qualidade. Com uma coloração intensa rubi, o Rutini possui aromas típicos argentinos, especiarias e notas de baunilha (essas vêm dos 18 a 24 meses que o vinho passa numa barrica de carvalho). É recomendado que ele seja aberto uma hora e meia antes de ser servido para que fique com o sabor ideal, equilibrado e macio. Sirva entre 16C° e 18C°.

    Beronia Gran Reserva Tinto Garnacha Mazuelo Tempranillo Viura 1995

    Esse vinho é de uma safra muito boa, uma das melhores dos últimos 20 anos. É um vinho de coloração atijolada e castanha, com aromas persistentes e típicos da Espanha, como o tabaco, couro e mel. Por ser um vinho com certa idade, ele já está pronto para o consumo demonstrando muito equilíbrio e maciez. Deve ser servido entre 16C° e 18C°.

    Casa Valduga Duetto Tinto Pinot Noir Shiraz 2010

    Este é um vinho brasileiro da região de Bento Gonçalves. Ele recebeu dois nomes porque é produzido a partir de 2 uvas, a Pinot Noir e a Shiraz, que juntas trazem uma coloração violeta intensa, e aromas de framboesa (mas não com grande intensidade). Na boca tem corpo médio. Deve ser servido entre 16C° e 18C°.

    Catena Zapata Alamos Tinto Cabernet Sauvignon 2009

    Este é um vinho argentino, também da região de Mendoza. Podemos classificá-lo como excelente custo/prazer. Ele é envelhecido por 9 meses e possui aromas ligeiramente amadeirados, de fácil harmonização. Sua coloração é um vermelho escuro intenso e brilhante. Combina bem com o inverno. Sirva entre 16C° e 18C°.

    Villa Antinori Tinto Cabernet Sauvignon Merlot Sangiovese Syrah 2006

    Este é um vinho italiano da região da Toscana. Antinori é um dos grandes produtores de vinho na Itália, produzindo um dos melhores vinhos do mundo. Este vinho especial é um assemblage, sendo que 55% dele é composto por Sangiovese, uma uva típica italiana. Ele possui coloração rubi, aromas de frutas vermelhas maduras, que na boca torna-se elegante com muita maciez. Combina com vários pratos. Deve ser servido entre 16C° e 18C°.

    Esconder dica completa

  • Salmão Grelhado com Sauté de Legumes no Vapor

    Salmão Grelhado com Sauté de Legumes no Vapor

    O salmão é bastante consumido por ser um peixe muito nutritivo, pois é fonte de Omega 3. Sua saborosa carne rosada pode ser servida de diversas maneiras, sendo cru, cozida, ao forno, grelhada e por aí vai!

    Ler dica completa

    O nosso salmão grelhado é combinado com molho de limão e legumes ao vapor, por este motivo harmonizei com vinhos brancos e um espumante. O espumante é fresco e combina com o limão, que suaviza o gosto forte do peixe, porém também combina muito bem com quase todos os tipos de vinhos brancos. Recomento algumas opções de vinhos para ser servido com o prato.

    Espumante

    Ernesto Catena Alma Negra Espumante Chardonnay

    Este espumante é um brut (seco) que traz frescor com ótima complexidade e é produzido por Ernesto Catena , filho do maior produtor da Argentina, Nicolás Zapata. Ele é produzido com 100% de uvas Chadornnay e perlage (bolhas) bem fina e delicada, com notas de fermentação. Sirva com temperatura entre 7C° e 9C°.

    Brancos

    Fundação Eugenio de Almeida Cartuxa Branco Antão Vaz Arinto Roupeiro 2008

    Este é um vinho português, da região do Alentejo. É produzido por assemblage de três uvas (Antão Vaz, Arinto, Roupeiro) e possui aromas delicados e cítricos com notas minerais e coloração amarelo ouro. Tem sabor suave, pouca concentração de açúcar e é muito harmonizado, não só no nariz como na boca. Sirva com temperatura entre 9C° e 12C°.

    Nico Lazaridi Branco Sauvignon Blanc Ugni Blanc 2008

    Este é um vinho Grego, da região de Dráma, que é nova na produção de vinhos na Grécia pois duas uvas se adaptaram bem, a Sauvignon Blanc e a Ungi Blanc. As duas formam um belo assemblage. Sua coloração amarelo dourado e seus aromas de chuva e de grama verde cortada são suas características principais. Na boca tem uma grande explosão de aromas e sabores, harmonizando muito bem com nosso salmão. Sirva entre 9C° e 12C°.

    Baron Philippe de Rothschild Escudo Rojo Branco Chardonnay 2008

    Este é um vinho chileno da região do Maipo (uma das maiores produtoras de vinhos no Chile). Sua composição é 100% Chardonnay e conta com uma coloração amarelo palha com reflexos de luz (para quem está iniciando no mundo do vinho isso significa um amarelo bem clarinho). Seus aromas são rápidos e ligeirinhos, não tendo uma persistência olfativa muito longa. Na boca o sabor de amêndoas e nozes predomina. Sirva com temperatura entre 9C° e 12C°.

    Azienda Agrícola Masciarelli Villa Gemma Bianco Colline Teatine Branco Chardonnay Cococciola Trebbiano 2007

    Normalmente esse vinho é produzido com quase 100% de uma uva típica italiana chamada Trebbiano, mas no caso deste vinho foi feito um assemblage, pois além da Trebbiano, conta com as uvas Chardonnay e Cococciola. Este possui características próprias, como uma coloração intensa e aromas florais persistentes não só no nariz como também na boca. Deve ser servido entre 9C° e 12C°.

    Esconder dica completa